Conecte-se agora

Jorge Viana evita polemizar com PSB de Jenilson e revela que alguns banqueiros o querem Ministro de Lula

Publicado

em

O ex-senador Jorge Viana (PT) foi o convidado do programa “Boa Conversa” na noite desta sexta-feira, dia 1° de julho, onde esteve ao lado dos jornalistas Astério Moreira, Luiz Carlos Moreira Jorge e Marcos Venicios falando abertamente de política.

Viana não descartou abandonar a pré-candidatura ao Senado da República para disputar o governo – concorrendo diretamente contra o governador Gladson Cameli (Progressistas).

Todavia, apesar de não descartar uma candidatura ao Palácio Rio Branco, afirmou que à princípio, a prioridade do PT é a união com o Partido Social Brasileiro (PSB) que conta com o deputado estadual e pré-candidato ao governo, Jenilson Leite. Porém, caso não haja consenso, o partido poderá lançar candidatura própria.

“Nosso movimento não tem nenhum propósito de rifar o PSB. Temos dois caminhos. Um é conversar com Jenilson, César e, se avançar, podemos ter união em torno da candidatura e isso me deixa confortável. O segundo caminho é que podemos ter candidatura. O PT está tentando construir uma alternativa onde o Marcus Alexandre já é pré-candidato e quem é pré-candidato é a tudo. Vamos esgotar todas as possibilidades com o PSB e conversar com o Jenilson até o fim”, declarou.

O ex-senador afirmou que o PT não está articulando emplacar o nome do ex-deputado federal Sibá Machado como vice na chapa de Jenilson – conforme cogitado nos bastidores da política acreana. “Não tem movimento nesse sentido, não discutimos nomes. A gente perguntou ao PSB o que querem da gente, eles nos querem na chapa majoritária. O Sibá tem credencial para isso, ele já foi senador, deputado federal e sindicalista. Ele representa o PT em qualquer chapa”, explicou.

O petista também comentou a polêmica decisão do governador Gladson Cameli ter aceitado a indicação da ex-esposa do senador licenciado Márcio Bittar para compor a chapa majoritária, sendo a postulante a vice no pleito eleitoral deste ano. Na avaliação de JV, o anúncio não é favorável às pretensões de reeleição de Cameli. “Eu acho que as pedras começaram a se mexer. O pessoal do governo é contra a decisão [Márcia Bittar]. Apesar de ser contra as ideologias do Márcio e da Márcia. Eu tento ser claro, temos que montar nosso time para enfrentar as eleições. O Gladson fez um movimento, é legítimo, mas a reação e do próprio governo não é boa. Nossa prioridade é conversar com o PSB e se não avançar vamos construir nossa candidatura. O casamento tem que ser bom para os dois lados”, comentou.

Ainda sobre a indicação de Márcia para compor a chapa majoritária, Viana cutucou seu desafeto Márcio Bittar, e afirmou que o desafio do parlamentar é driblar a desconfiança de Cameli. “O problema do Márcio é a desconfiança do Gladson com ele e a mulher dele”, alfinetou.

Acerca da suposta reação negativa com o nome de Márcia Bittar na chapa de Gladson, Viana sinalizou que o PT poderá tirar proveito, chegando a montar sua própria chapa majoritária ou se unindo ao PSB de Jenilson. “Quando o Gladson faz um movimento, a população reage e muita gente acha que ele ficou refém do Márcio Bittar. Essa chapa nos anima a ir para tua e se for com o Jenilson vamos ao segundo turno”, ressaltou.

JV também comentou o momento de crise no governo e disse que as mortes das 12 crianças por síndrome respiratória – decorrência do vírus sincicial respiratório – é prejudicial à tentativa de reeleição de Gladson. “Eu acho que essa agenda pesada do Bolsonaro e a agenda do governo onde já morreu crianças”, disse, criticando a política da atual gestão.

“Os caras não fizeram casas, ramal. Nós erramos muito, mas nós fizemos muito trabalho. Essa desunião, nos deixa fortes”.

O ex-governador fez questão de negar qualquer aproximação com a família de Gladson Cameli visando aliança nas eleições deste ano. “Eu acho que foi uma indireta ao Gladson e pra mim, Eu tenho relação com a família, mas não falo com ele há um bom tempo”, assegurou.

Ao ser indagado sobre as críticas dos produtores do agronegócio à política da Florestania – desenvolvida em sua gestão – Jorge rebateu as críticas e afirmou que os grandes empresários foram beneficiados na era petista. “A política da Florestania eu acho que ele [Fernando Zamora] expressou a opinião de outros. A primeira mecanização foi no nosso governo, fizemos a eletrificação no governo Lula. O Lula bombou o crédito do banco da Amazônia. Se ele for candidato, eu vou ter mais votos que ele”, garantiu Viana.

Por fim, JV negou as especificações de que poderá vir a ser ministro da economia em um eventual governo presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva – pré-candidato a presidente do Brasil. “Fui a São Paulo e jantei com o maior banqueiro do país e não tem nada nesse sentido”, garantiu, afirmando, porém, que no eventual governo de Lula, deverá ser interlocutor do governo federal no Acre, dialogando, inclusive, com as gestões que estiverem no poder – no caso, com o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas).

Assista ao vídeo:

video
play-rounded-fill

Acre 01

Confira a agenda dos candidatos ao governo do Acre no primeiro dia de campanha

Publicado

em

Nesta terça-feira, 16, inicia oficialmente o período de campanha para as eleições 2022. Os candidatos ao governo do Acre vão às ruas em busca de conquistar seus eleitores.

As coligações e partidos políticos programaram estratégias e roteiros que envolvem desde a participação em eventos, visitas ao interior, gravação de vídeos, entre outras ações.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, sete candidaturas foram registradas para concorrer ao cargo de governador no estado acreano.

Acompanhe a agenda dos candidatos:

David Hall (AGIR)
– 08h às 11h: Reuniões de campanha nos bairros Sobral, Conjunto Bela Vista e Jardim Alah;
– 13h às 15h: Entrevista na TV Gazeta com um representante do AGIR;
– 16h às 17h30: Live transmitida via Instagram no Centro da cidade para falar sobre projetos e concepções de Governo;
– 19h às 22h: Campanha nos bairros Quinze, Aeroporto Velho e Avenida Ceará.

Gladson Cameli (PP)
O governador e candidato a reeleição pelo Progressistas, está no município de Cruzeiro do sul para participação do Novenário de Nossa Senhora da Glória e tem a previsão de retorno à capital apenas na quinta-feira, 18, onde irá em um caminhada na Baixa da Sobral.
A coordenação da campanha irá realizar gravações de vídeos às 10h e discutirão ações administrativas, às 15h.

Jorge Viana (PT)
O candidato ao governo pelo Partido dos Trabalhadores, está em São Paulo, em agenda com o ex-presidente Lula.
Sua equipe e coordenação prepara uma mobilização nos 22 municípios do Acre, com reuniões, encontros, adesivação e bandeiraços ao longo do dia.

Em Rio Branco, seis pontos serão ocupados, liderados pelo candidato a vice-governador, Marcus Alexandre e pela candidata ao Senado, Nazareth Araújo, em Cruzeiro do Sul.

Mara Rocha (MDB)
– 08h: Realização da Caminhada da Esperança, no Calçadão da Benjamin Constant, em Rio Branco;
– 14h: Gravação do Programa Eleitoral;
– 19h: Reunião com apoiadores, no bairro Bosque.

Márcio Bittar (UNIÃO)
O candidato programa o dia para realizar reuniões com lideranças políticas do Estado.

Sérgio Petecão (PSD)
– 07h: Café da manhã com apoiadores;
– 08h: Mobilização para inauguração do Comitê, reunião com pescadores de Cruzeiro do Sul;
– 12h: Almoço no município de Cruzeiro do Sul;
– 16h: Inauguração do Comitê Com a Força do Povo, em Mâncio Lima;
– 19h: Inauguração do Comitê da coligação Com a Força do Povo, em Cruzeiro do Sul e lançamento da candidatura majoritária.

Professor Nilson (PSOL)
– 10h: Participação no Encontro da Engenharia, Agronomia e Geociências Acreana, junto com outros candidatos ao Governo, no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Acre (CREA – AC).

Continuar lendo

Destaque 2

Líder de facção é executado no Acre em ataque que teve mais de 30 tiros

Publicado

em

O líder de uma organização criminosa identificado como André Luiz do Amaral, de 29 anos, foi executado a tiros na noite desta segunda-feira, 15, na frente de um estabelecimento situado na rua Uirapuru, no bairro Cidade Nova, segundo distrito de Rio Branco.

Segundo a polícia, André estava reunido com amigos na frente do estabelecimento quando criminosos chegaram em uma motocicleta e um veículo de cor branca. O grupo armado efetuou mais de 30 tiros na direção de André, que mesmo ferido, ainda conseguiu correr para dentro do estabelecimento e caiu. Os amigos da vítima saíram ileso durante o ataque. Após a ação, os criminosos fugiram do local.

Populares acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas a equipe apenas atestou o óbito.  O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

Policiais Militares do 2° Batalhão colheram as características dos bandidos, fizeram patrulhamento na região, mas ninguém foi encontrado. A polícia acredita que o crime foi motivado pela guerra entre facções.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE) da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Notícias

Agosto Solidário: campanha disponibiliza até 80% de descontos em cursos on-line

Instituições são pioneiras no ensino a distância com selos internacionais; bolsas são limitadas

Publicado

em

Difundir os conceitos da psicoeducação no Brasil e democratizar o acesso a cursos com certificações internacionais na área são dois dos principais pilares do Child Behavior Institute of Miami, o CBI of Miami, desde a sua criação em 2016. Durante todo o ano, a plataforma, através de sua rede de instituições parceiras e de renomados especialistas, promove cursos na área de saúde mental infantil com valores mais acessíveis ao público-alvo. No entanto, neste mês, durante a campanha Agosto Solidário, o CBI também disponibiliza bolsas de estudos que contemplam até 78% de desconto nas mensalidades.

“Temos esse compromisso de, mais do que nunca, contribuir com a promoção da saúde mental na sociedade através da educação das pessoas e da capacitação dos profissionais que trabalham diretamente com transtornos comportamentais, assim como educadores que também lidam com crianças que vivem com algum tipo de transtorno”, ressalta Gustavo Teixeira, psiquiatra brasileiro radicado em Miami sócio-fundador do CBI of Miami e idealizador do Agosto Solidário. “Uma parcela bem significativa dos nossos alunos também são pais de crianças com necessidades especiais. Eles estão estudando com a intenção de obter conhecimento para que possam ajudar seus filhos”, acrescenta Teixeira. 

Ao longo dos últimos seis anos, foram distribuídas 80 mil bolsas em mais de 50 instituições em todo mundo através do Agosto Solidário. As mensalidades nos cursos de pós-graduação durante a campanha, por exemplo, reduzem de R$ 760 para R$ 164 mensais – uma economia de mais de 15 mil reais ao final dos cursos. “São mais de 50 programas de pós-graduação, além de 20 programas de cursos livres com valores praticamente de custo”, destaca o idealizador da campanha lembrando que as bolsas de estudo que fazem parte da iniciativa são limitadas.

A metodologia de ensino on-line do CBI é inspirada nas grandes universidades americanas e europeias. Os programas educacionais da instituição são destinados aos profissionais da educação, da saúde mental infantil – como médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, mediadores escolares e familiares de crianças com transtornos comportamentais. 

Para Gustavo, autor de livros como “Manual dos transtornos escolares”, “O reizinho da casa” e outros títulos que juntos somam mais 200 mil exemplares vendidos, reduzir os valores dos cursos e abrir as portas da CBI para mais pessoas é a realização de um sonho acalentado ao longo dos mais de 20 anos de carreira. “É isso. É a realização realmente dos nossos sonhos aqui do CBI poder ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas e alcançar tanta gente. Como uma mãe que mora no interior do Piauí e que está se capacitando para ajudar o seu filho ou um profissional que vive no interior do Amazonas que está se especializando para melhor atender seus pacientes”, acrescenta.

Oportunidades também contemplam outras áreas de negócios e soft skills

Desde sua criação, o Agosto Solidário tinha como foco abraçar a causa do autismo e da psiquiatria infantil, disponibilizando formações para que as pessoas pudessem lidar com os temas sem maiores entraves por meio das informações mais atualizadas e discutidas no exterior. Com a chegada do Business Behavior Institute of Chicago – o BBI of Chicago, criado a partir da expertise do CBI – na rede de parceiros, a ação também passou a inserir formações sobre desenvolvimento comportamental 100% focadas no universo dos negócios.

A iniciativa de lançar o BBI of Chicago no Brasil foi suprir a ausência de profissionais com competências comportamentais, também classificadas como soft skills, e com pouca formação com selos internacionais. Antes do BBI, um estudo apontava que apenas 0,5% dos brasileiros com curso superior tinha algum tipo de certificação internacional no currículo, lembra Rodrigo Lang, sócio-fundador do BBI. “E quando você fala em ter uma certificação internacional, você fala em acesso ao mercado global de emprego e outras questões profissionais”, destaca. 

“Antigamente para você fazer um curso nível Havard aqui no Brasil, por exemplo, tinha que pagar milhares de dólares ou até mesmo sair do país. E hoje em dia, não. Aqui no BBI nós conseguimos oferecer, como bem mencionou o Dr. Gustavo, uma formação elevada com um valor muito próximo ao de custo”, acrescenta Rodrigo.

Nesse ano, a instituição, diariamente, está ofertando 10 bolsas de estudo para cada curso através da campanha Agosto Solidário. Os cursos são 100% on-line e fazem parte de um dos únicos programas formativos da América Latina a utilizarem a metodologia VAHA, método referência no mercado norte americano, presente em Universidades como Berkeley e Stanford. Há descontos durante a campanha de até 84% de desconto. A economia – ao final das formações – pode superar 25 mil reais com o benefício. 

Educa Mais Brasil é uma das instituições parceiras 

Com mais de 18 anos de atuação no segmento de educação, o Educa Mais Brasil apoia iniciativas como o Agosto Solidário. Em parceria com o BBI Of Miami e o BBI of Chicago, o Educa reúne em sua plataforma 41 cursos de pós-graduação ofertados pelas instituições com os descontos da campanha aplicados até o final do curso. 

Entre as formações liberadas com vagas limitadas pelo CBI estão: Transtorno do espectro autista na adolescência, Neuropsicologia: avaliação e reabilitação neuropsicológica, Intervenções precoces no autismo, Mindfulness e terapias integrativas e Neurociência e educação. Já o BBI, também com um número limitado de bolsas, disponibilizou cursos como: MBA em Soft Skills, Gestão de negócios com foco em competências comportamentais, MBA em Auditoria de Saúde, Gestão de Dados e Transformação Digital e Inovação. Mais informações, como o passo a passo para garantir as bolsas, podem ser consultadas nos endereços educamaisbrasil.com.br/cbi-of-miami e educamaisbrasil.com.br/bbi-of-chicago

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Continuar lendo

Acre 01

Bispo de Cruzeiro do Sul pede que população não vote em candidatos que criticam opositores

Publicado

em

Na missa de encerramento do Novenário de Nossa Senhora da Glória, logo após a Procissão que contou com muitos políticos, o Bispo de Cruzeiro do Sul, Dom Flávio Giovenale falou na campanha eleitoral que terá início nesta terça-feira,16.

O líder religioso fez um pedido aos fiéis: que não votem em candidatos que falam mal dos adversários e em quem não apresentar propostas objetivas para melhorar a vida das pessoas.

“Gente, não vamos votar em quem xinga os outros e não diz o que vai fazer. Quem fala mal dos outros e não diz para o quê quer ser eleito não merece nosso voto”, pediu Dom Flávio.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!