Conecte-se agora

Sexta-feira será com tempo firme e ensolarado no Acre, aponta previsão

Publicado

em

O tempo firme, seco e ensolarado predomina no Acre nesta sexta-feira, 24. Não deve chover em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, mas há a possibilidade de formação de nevoeiro no início do dia.

Nas microrregiões de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, também não há chances de chuvas, mas caso ocorram, serão rápidas e fracas em alguns pontos. Os ventos sopram entre fracos e calmos.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 17 e 19ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 19 e 21ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 18 e 20ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 19 e 21ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 29 e 31ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 30 e 32ºC.

Cotidiano

Samu e saúde de média e alta complexidade recebem R$ 210 milhões em repasses federais

Publicado

em

O Governo Federal informou nesta sexta-feira (27) os montantes anuais destinados aos Estados e municípios para cofinanciamento das ações e serviços públicos de saúde no grupo de atenção de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar, o chamado Teto MAC.

O Estado do Acre, levando em conta a Secretaria de Saúde e as prefeituras, receberão R$ 210.573.384,39, sendo que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) terá R$ 14.082.931,80.

São valores anuais, transferidos em 12 parcelas mensais, de forma regular e automática, do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia apreende 53 sacas de carvão vegetal durante tentativa de cumprir mandado de prisão

Publicado

em

No último dia 13 de janeiro, uma equipe da Polícia Civil de Tarauacá, sob o comando do delegado Valdinei Soares da Costa, fez a apreensão de 53 latas de carvão vegetal durante uma tentativa de cumprimento de um mandado de prisão por não pagamento de pensão alimentícia.

O alvo do mandado era um homem identificado como Nixon da Silva Marinho, mas ao chegar no endereço da busca os policiais foram recebidos por um sobrinho do homem procurado, Manoel Ricardo da Silva Marinho, que pelas informações relatadas não recebeu bem os agentes.

Ao ser questionado pelo paradeiro do tio, o sobrinho respondeu de maneira agressiva, conforme foi registrado no histórico da ocorrência, dizendo desconhecer a localização do familiar. Foi então que os policiais viram que Manoel Ricardo tinha armazenadas em casa 53 sacas de carvão vegetal.

Perguntado se possuía licença dos órgãos ambientais relacionada ao produto, o homem respondeu que não, passando, segundo os policiais, a dificultar a conversa e a destratá-los, razão pela qual recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia local junto com o carvão, que foi apreendido.

Na delegacia, Manoel Ricardo assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), que é o registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo, ou seja, os crimes de menor relevância, que tenham a pena máxima cominada em até 2 anos de cerceamento de liberdade ou multa.

Como esse tipo de apreensão não é muito comum no Acre, onde é corriqueiro ver carvão embalado em sacolas plásticas ser vendido em pequenos comércios e frentes de casas sem nenhuma referência de origem, a reportagem consultou o delegado sobre esse caso específico.

De acordo com a autoridade policial, o carvão foi apreendido por conta da grande quantidade do produto que estava armazenado – eram 53 sacas de cerca de 20 quilogramas sem nenhuma informação de procedência. Segundo o delegado, nesses casos, é dever da polícia intervir para que seja verificada a origem.

“O Acre ainda tem muitas florestas, então é difícil a gente saber de onde vem o carvão. É comum aqui no estado a gente ver famílias carentes vendendo carvão. Há uma legislação específica que diz que esse carvão tem que ter uma origem. O correto seria que as pessoas aqui no Acre tivessem uma licença ambiental para a gente saber de onde vem o carvão”, explicou.

O que diz a legislação

O Documento de Origem Florestal (DOF), instituído pela Portaria n° 253, de 18 de agosto de 2006, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), constitui licença obrigatória para o transporte e armazenamento de produtos florestais de origem nativa, inclusive o carvão vegetal nativo, contendo as informações sobre a procedência desses produtos, nos termos do art. 36 da Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012 (Lei de Proteção da Vegetação Nativa).

Continuar lendo

Cotidiano

Prefeitura de Rio Branco inicia entrega de kit fardamento para alunos da rede municipal

Publicado

em

Em um gesto simbólico, a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), realizou a primeira entrega do kit fardamento escolar para a escola de ensino infantil Marília Mansour, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), na manhã desta quinta-feira (26).

Foram entregues, inicialmente, 260 kits. Cada um com duas blusas, um short e uma calça para meninos, e duas blusas, um short-saia e uma calça para meninas. São mais de 25 mil kits confeccionados para serem distribuídos em toda rede municipal. Um investimento de R$ 3,5 milhões em recurso próprio da prefeitura.

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, expressou sua imensa alegria em poder participar dessa revolução que está ocorrendo na educação municipal: Anúncio de reformas nas unidades de ensino, entrega de tablets para alunos e notebooks para professores e, agora, a entrega gratuita do fardamento escolar.

“Os pais das nossas crianças estão muito felizes porque não vem mais aquele bilhete da prefeitura pedindo para comprar o uniforme. Alguns deles não tinham condições e até tiravam dinheiro da comida, mas agora as crianças, de famílias humildes, estarão com o uniforme da mesma qualidade daqueles que têm mais condições”, ressaltou o prefeito.

Segundo a secretária municipal de Educação (Seme), Nabiha Bestene, a entrega desses kits é a realização de um sonho, onde ela teve a grande alegria de receber no dia de seu aniversário. A gestora ainda falou sobre a gratidão das crianças em receberem as fardas, um sorriso que diz mais que palavras.

Para os pais, a entrega do fardamento é mais uma prova de que a gestão segue empenhada em mudar a realidade da capital.

“Estou feliz porque vou economizar no bolso. Esse ano eu não sabia se eu ia conseguir comprar fardamento para todas. Quero agradecer ao nosso prefeito pelo trabalho que tem feito na cidade e por lembrar de nossas crianças que precisam muito dele”, explicou Maria Gigliane Ribeiro, mãe de uma aluna.

“A farda tem um significativo no orçamento, então imagine que no início do ano acumula um monte de conta e a farda veio na hora certa. A prefeitura está de parabéns”, declarou Alcione Ferreira, pai de João Lucas que também recebeu o fardamento.

Continuar lendo

Cotidiano

Aberto processo administrativo de policial acreano preso com mais de 57 quilos de droga

Publicado

em

O delegado geral de Polícia Civil do Acre, Henrique Maciel, publicou no Diário Oficial desta sexta-feira, 27, a determinação para abertura de processo administrativo disciplinar em de Renato Cavalcante de Figueiredo. O policial civil foi preso na última segunda-feira, dia 17, em Ji-Paraná, Rondônia, flagrado pela Polícia Rodoviária Federal com mais de 57 quilos de drogas, R$ 2 mil em espécie e mais uma pistola e um carregador com 15 munições.

De acordo com a portaria, os membros da Comissão Disciplinar são o Delegado de Polícia Civil Thiago Fernandes Duarte, Corregedor-Geral da Polícia Civil, como presidente; A Escrivã de Polícia Civil Cláudia Elizângela Martins de Matos Marques e a Agente de Polícia Civil Milene Bezerra Germano, como membros titulares. Os suplentes são, Presidente: Delegada de Polícia Civil Juliana de Angelis Carvalho Drachenberg, Corregedora-Geral Adjunta da Polícia Civil e os Agentes de Polícia Civil Luiz Otávio Guedes Naylor Filho e Helen Rafaela Duarte.

O prazo para a conclusão da comissão é de 60 dias, tendo a possibilidade de prorrogação por igual período.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.