Conecte-se agora

Falta de médicos gera demora no atendimento na UPA do 2º Distrito e revolta pacientes

Publicado

em

Garebe Farias esteve em busca de atendimento na UPA do 2º Distrito nesta quinta-feira, 23, e se revoltou com a demora no atendimento. De acordo com o paciente, a demora foi tanta que muitas pessoas foram embora revoltadas sem serem atendidas. “Não tinha médico, um absurdo, pessoas passando mal, inclusive crianças com falta de ar. Só avisaram que iam atender os casos mais graves e não disseram mais nada. Muita gente foi embora sem ser atendido”, afirmou.

O ac24horas procurou a direção da unidade em busca de uma explicação para a demora no atendimento. Davi Moura, gerente administrativo, falou sobre o problema da falta de médicos. “Estamos com 2 médicos, já que outros dois apresentaram atestado. Realmente, o atendimento atrasou e estávamos atendendo apenas as fichas amarelas. Conseguimos um outro médico para auxiliar e o fluxo já foi normalizado”, garantiu.

Extra Total

Mesmo com queda em 20 anos, taxa de mortalidade infantil no Acre ainda é maior do que média nacional

Publicado

em

Reportagem do portal Brasil 61 mostra que apesar de ter registrado redução nos últimos 20 anos, a taxa de mortalidade infantil no Acre – 16 óbitos por mil nascidos vivos – ainda é maior do que a média brasileira, que é de 13,3 mortes por mil nascidos vivos, segundo os dados mais recentes do Ministério da Saúde.

A melhora no índice entre 2000 e 2019 é atribuída pelas autoridades públicas ao aprimoramento dos serviços de Atenção Primária à Saúde, como pré-natal e acompanhamento da criança no primeiro ano de vida, mas o número de médicos especialistas ainda é considerado pequeno para atender a demanda da população do estado.

Ainda segundo a mesma fonte jornalística, hoje, o Acre conta apenas com sete ginecologistas-obstetras de um total de 5.350 que atendem na Atenção Primária, que corresponde aos atendimentos feitos pelas Unidades Básicas de Saúde, nos municípios. O número de pediatras é ainda menor: cinco em um universo de 5.699 em todo país.

Para se checar se os dados divulgados batem com a realidade dos municípios acreanos é necessário se fazer um levantamento junto a todas as secretarias municipais de saúde.

Na rede estadual, a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) diz que não é fácil de se fazer um levantamento de maneira imediata da quantidade de profissionais nessas áreas porque há profissionais efetivos que são contratados nessas especialidades e há os que possuem contratos temporários que não especificam a especialidade, mas que atuam como especialistas.

Reforço

Outra informação da matéria do portal Brasil 61 é de que, por meio do Programa Cuida Mais Brasil, os serviços de saúde no Acre ganham reforço de R$ 1,3 milhão em 2022 para fortalecer o atendimento materno-infantil no SUS, com inclusão de médicos pediatras, ginecologistas e obstetras na Atenção Primária.

O incentivo financeiro será feito em sete parcelas via Regiões de Saúde do Alto Acre, Baixo Acre e Purus e Juruá e Tarauacá/Envira.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia caça dupla que descartou e ateou fogo em pneus velhos, quase causando tragédia

Publicado

em

A Polícia Civil tenta identificar o motorista de uma carreta que, junto com outra pessoa, quase causou uma tragédia na tarde da última quarta-feira no bairro do Papouco, zona central da capital. O condutor do veículo pesado descartou uma carga com cerca de 100 pneus usados e o segundo envolvido ateou fogo.

Por sorte, o Corpo de Bombeiros chegou rápido e conteve as chamas que chegaram a alcançar cerca de 5 metros. “Se não tivéssemos chegado em tempo hábil, o fogo teria se propagado e poderia ter ocorrido uma tragédia”, comentou o sargento bombeiro Severo Rocha, que comandou a equipe do CBMRB.

Moradores da região densamente habitada disseram que no meio da tarde uma carreta estacionou próximo a uma área livre próximo ao barranco, onde descarregou cerca de 100 pneus usados. Como se fossem combinados, tão logo ele saiu, chegou outro homem, que ateou fogo nos pneus e também se evadiu.

Os moradores ainda tentaram apagar o fogo, sem sucesso, e logo acionaram o Corpo de bombeiros, que controlou o fogo e impediu que cerca de 50 pneus fossem de ser consumidos pelas chamas. Diante do perigo que representou para a população, além dos crimes contra o meio ambiente, os responsáveis, caso identificados, responderão por incêndio criminoso.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Civil prende homem que ameaçava e extorquia ex-mulher na capital

Publicado

em

Em um cerco feito na periferia da capital no final da tarde de quinta-feira (23), investigadores da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) deram cumprimento a um mandado de prisão em desfavor do autônomo Flávio Fernandes Alves, de 41 anos, que foi apresentado na Delegacia de Flagrantes e, em seguida, encaminhado à Unidade de Recuperação Social Dr. Francisco d’Oliveira Conde. Contra ele existe uma série de acusações, dentre as quais a de ter quebrado uma medida protetiva.

Consta que Flávio Fernandes vivia maritalmente com uma mulher, a qual maltratava, tendo ocorrido a separação. Mesmo assim, ele continuou a ameaçando, o que fez com que ela procurasse a Delegacia de Atendimento à Mulher para pedir ajuda, pois temia por sua vida. Através de uma medida protetiva expedida pela justiça, ficou acertado que o acusado não poderia se aproximar da ex-mulher, sob pena de sofrer as consequências e até ser preso.

Fernandes não levou a sério advertência e continuou com as ameaças contra a ex-mulher, que é proprietária de um mercantil. Ele ia até o comércio, pegava o que queria e não pagava. Diante dos fatos, a vítima retornou à especializada e comunicou o que estava ocorrendo.

A delegada Carla Fabíola representou pela prisão preventiva do acusado, que no final da tarde de quinta-feira acabou preso e vai passar uma temporada no presídio.

Continuar lendo

Destaque 6

Investigação aponta que ex-ministro relatou ter recebido alerta de Bolsonaro sobre operação

Publicado

em

O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro relatou à filha que seria alvo de busca e apreensão, informação que o ex-ministro teria conseguido por meio de ligação recebida do Presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). O processo tem cerca de 1.800 conversas grampeadas.

“A única coisa meio…o presidente da República me ligou… ele está com um pressentimento novamente, que eles podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos para ele, né?”, disse.

A filha, então, o questiona: “Ah! Ele quer que você pare de mandar mensagens?”

E Ribeiro responde: “Não! Não é isso… ele acha que vão fazer uma busca e apreensão…em casa… sabe… é… é muito triste. Bom! Isso pode acontecer, né? se houver indícios né…”

Segundo a Polícia Federal (PF), as transcrições das conversas sugerem que Milton Ribeiro estava ciente da execução de busca e apreensão em sua residência e externa preocupação com os pastores Gilmar e Arilton.

“Nos chamou a atenção a preocupação e fala idêntica quase que decorada de Milton com Waldemiro e Adolfo e, sobretudo, a precisão da afirmação de Milton ao relatar à sua filha”, disse o delegado Bruno Calandrini.

Para a PF, “os indícios de vazamento são verossímeis e necessitam de aprofundamento diante da gravidade do fato aqui investigado”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!