Conecte-se agora

Família Queiros do Acre ganha R$ 80 mil no programa Domingo Legal

Publicado

em

Os integrantes da família Queiros, de Rio Branco no Acre, participaram da 10° temporada do ‘Comprar é Bom, Levar é Melhor’, quadro do programa Domingo Legal, apresentado por Celso Portiolli, no SBT, que foi ao ar dia 12 de junho.

Janis Queiros de 37 anos, Adan Morais, 28 e Jonatas Peralta, 23, foram protagonistas na edição, e acertaram todas as temidas sete perguntas do game show, levando para casa R$ 80 mil.

Representando 9 irmãos, os participantes destacaram suas maiores vontades, que além de conquistar os prêmios, foi mostrar o Estado e homenagear o pai, que faleceu antes da concretização do sonho.

“Participar do programa era algo que eu vinha tentando há muito tempo, e agora conseguimos mostrar a nossa história e a do meu pai. Além de representar o Acre, que era algo que eu sempre quis, falar um pouco da nossa gastronomia, da nossa cultura foi muito gratificante”, explicou Janis.

O acreano nascido no município de Xapuri, disse que a maior inspiração para se inscrever, foi ajudar a família, o que deu mais incentivo para garantir todas as recompensas.

“Esses prêmios vão nos ajudar bastante, pois muitas coisas que temos já estão meio desgastadas. Poder presentear minha mãe, minha esposa e filhos é maravilhoso”, declarou.

Assista ao quadro Comprar é Bom, Levar é Melhor!

video

Acre

Secretário deixa UTI, mas aguarda cirurgias de ponte de safena

Publicado

em

O Secretário de Comunicação da prefeitura de Rio Branco, Ailton Oliveira, deixou a UTI do Hospital Santa Juliana na tarde deste domingo, 26, e foi transferido para um quarto da unidade de saúde.

De acordo com a esposa de Aílton, a jornalista Melissa Jares, explicou que a orientação médica é que Oliveira não faça nenhum tipo de esforço. “Ele saiu ontem no início da tarde da UTI e está no quarto para esperar a cirurgia. Ele precisa ficar completamente de repouso”, disse Melissa ao ac24horas.

A jornalista explicou que os médicos ainda não marcaram o procedimento. Aílton foi levado ao Santa Juliana após sofrer um infarto na noite da última quinta-feira, 23. Após ser cogitada um cateterismo, os médicos perceberam que a situação das artérias estava bastante comprometida e que o procedimento necessário é a realização de três pontes de safena. A cirurgia deve acontecer nos próximos dias.

Continuar lendo

Acre

MPAC apura morte do bebê de 01 ano com suspeita de SRAG

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) informa que serão apuradas as circunstâncias em que uma criança de 01 de idade morreu, na noite deste domingo, 26, no Pronto Socorro de Rio Branco, para onde foi encaminhada após atendimento na UPA da Sobral, com suspeita de síndrome respiratória aguda grave.

Na manhã desta segunda-feira, 27, fizemos contato com a família para dar início às investigações. Além da apuração, o Centro de Atendimento à Vítima (CAV) e Núcleo de Atendimento Psicossocial (Natera) estão à disposição para auxiliar no que for necessário.

O MPAC investiga a morte de outras 10 crianças por SRGA, tendo instaurado dois procedimentos nas Promotorias que possuem atribuição nas áreas da saúde e infância.

Para dar celeridade às investigações, bem como aos demais procedimentos instaurados na 1ª Promotoria de Justiça Defesa da Saúde, foi instalada, na última sexta-feira, 24, a 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de Rio Branco, que aguarda concurso de remoção interna para entrar em funcionamento com a titularização de um segundo promotor de Justiça para atuar na área especializada da saúde.

Agência de Notícias do MPAC

Continuar lendo

Acre

“Crianças estão morrendo e o governo não faz nada”, diz Petecão

Publicado

em

A semana começou com mais uma criança morta, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), com suspeita de síndrome respiratória aguda grave, também conhecida pelas siglas SRAG ou SARS. Nesta segunda-feira, 27, o senador Sérgio Petecão (PSD) voltou a cobrar providências do governo do Estado.

“São vidas que estão sendo perdidas. Crianças estão morrendo e o governo não faz nada. Pessoas espalhadas pelos corredores dos hospitais, mães que perderam seus filhos sendo humilhadas, faltam remédios básicos. Um verdadeiro caos. Tudo isso por ineficiência de um governo sem rumo. A Saúde do nosso estado está entregue à própria sorte”, afirmou, indignado, o coordenador da bancada federal.

Mesmo com enfermaria recém-inaugurada, o principal hospital de urgência e emergência do estado voltou a ter pacientes espalhados nos corredores. O governo federal já repassou R$ 1,3 bilhão para saúde do Acre, R$ 212,5 milhões somente para o combate à covid-19. No fim de 2020, primeiro ano de pandemia, o governo do Acre deixou de usar 80% dos recursos enviados pelo governo federal, segundo relatório do Ministério da Saúde.

Para Petecão, não adianta fazer marketing dizendo que está tudo bem na saúde quando, na verdade, as pessoas estão morrendo por negligência e incompetência: “O povo não aguenta mais tanta mentira”. O coordenador da bancada disse ainda que não faltou dinheiro para o Acre. Graças ao empenho dos parlamentares, em Brasília, foram aprovadas vacinas, compra de respiradores, além de garantir recursos para o momento mais crítico da crise sanitária nos últimos anos.

Continuar lendo

Acre

Prefeito acusa governo de perseguição contra seu secretário

Publicado

em

O prefeito de Epitaciolândia, Delegado Sérgio Lopes, foi às redes sociais na última sexta-feira (24) protestar contra a determinação da Secretaria de Segurança do Acre para que o secretário de Saúde daquele município, Sérgio Mesquita, cedido à prefeitura da cidade fronteiriça desde o começo da atual gestão municipal, retorne ao seu órgão de origem.

Por meio de um vídeo, o gestor municipal argumenta que Mesquita vem fazendo um excelente trabalho em Epitaciolândia, tendo tirado o município da penúltima para a segunda posição do Acre com base nos dados do Previne Brasil, programa criado pelo governo Bolsonaro para aumentar o acesso e o atendimento nas unidades de saúde do Brasil.

Sérgio Lopes atribui a medida da Sejusp a mais um ato de perseguição e represália do governo do estado à prefeitura de Epitaciolândia, segundo ele, motivada por questões político-eleitoreiras. Ele citou como ação semelhante a retirada de máquinas que estavam à disposição do município para serviços de recuperação de ramais, ocorrida há pouco tempo.

“Estou aqui para falar de mais um ato de perseguição do excelentíssimo senhor governador Gladson Cameli. Se não bastasse a retirada de máquinas que foram compradas com emenda parlamentares para serem repassadas aos municípios, agora recebemos a notícia de que iriam tirar o nosso secretário Sérgio Mesquita”, diz o prefeito.

Sérgio Mesquita é agente de Polícia Civil e foi cedido para o município de Epitaciolândia desde o início da gestão Sérgio Lopes, onde foi nomeado secretário municipal de Saúde. A notícia de sua solicitação pelo governo se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no fim de semana na fronteira, depois de o prefeito reagir à medida.

Na notificação encaminhada ao servidor pela Coordenadoria de Recursos Humanos está claro que a prefeitura de Epitaciolândia pediu a prorrogação do prazo de cessão de Mesquita, mas o requerimento não foi deferido. No mesmo documento, é determinada a imediata apresentação do agente à Delegacia de Polícia da cidade para retornar às atividades.

A reportagem entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Sejusp, que comunicou ainda não ter conhecimento do vídeo divulgado pelo prefeito. Assim que houver uma manifestação do governo a respeito do assunto, esta matéria será atualizada com a outra versão dos fatos narrados pelo prefeito no vídeo que pode ser visualizado a seguir.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!