Conecte-se agora

Advogada de Nery diz que delegada foi parcial e que vai representar juíza por abuso de poder

Publicado

em

Atuando na defesa de acusados em casos recentes de grande repercussão na justiça acreana, como Alan Araújo, condenado pela morte da comerciária Jonhliane Paiva, e o sargento Erisson Nery, acusado de tentar matar o estudante de medicina Flávio Endres, a advogada Helane Christina foi a entrevistada desta segunda-feira (6) no CipódCast, do canal do YouTube Na Ponta do Cipó.

Na conversa com o apresentador La Perucha, a advogada recapitulou o caso anterior, que terminou com a condenação do seu cliente, e afirmou ter certeza de que não foi feita justiça no caso. Para ela, Alan Araújo não foi absolvido para que o outro acusado, Ícaro Pinto, não pudesse ser condenado por homicídio culposo, mas sim por homicídio doloso, como terminou ocorrendo.

Sobre o caso mais recente, e que ainda está em andamento, envolvendo o sargento do “Trisal Acreano”, Helane defendeu que o militar é mais um acusado que está sob o risco de ser condenado injustamente. Para ela, Nery agiu em legítima defesa quando atirou quatro vezes contra o estudante Flávio Endres após uma confusão em um movimentado bar de Epitaciolândia.

Em um momento importante da conversa, a advogada diz que a delegada que presidiu o inquérito, Carla Ívane de Britto, ocultou partes dos vídeos das câmeras de segurança e atrasou o acesso da defesa ao material probatório: “Me passaram que tinha interesse político, vai se candidatar. Ali seria uma forma de ter holofotes, de aparecer”, afirmou Helane Christina.

Em outra parte da entrevista, a advogada reforçou acusações que já havia feito de que a juíza do caso, Joelma Nogueira, da Comarca de Epitaciolândia, onde o processo tramita, também atua de maneira parcial no processo ao negar reiteradamente o que a defesa tem como direitos garantidos de Erisson Nery, como o de ser submetido a exames para avaliar a sua sanidade mental e o de ter acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

A advogada, que pelas razões citadas já pediu a suspeição da magistrada no caso, disse que também irá representá-la na Corregedoria Geral da Justiça por abuso de poder. A ação da defesa contra as decisões de primeiro grau será julgada pela Câmara Criminal. Nesta quinta-feira (9), está prevista a realização da audiência de instrução e julgamento da ação penal, quando será decidido se Erisson Nery será submetido ao júri popular.

Confira, a seguir, a edição da semana do CipódCast.

video
play-rounded-fill

Acre 01

Confira a agenda dos candidatos ao governo do Acre no primeiro dia de campanha

Publicado

em

Nesta terça-feira, 16, inicia oficialmente o período de campanha para as eleições 2022. Os candidatos ao governo do Acre vão às ruas em busca de conquistar seus eleitores.

As coligações e partidos políticos programaram estratégias e roteiros que envolvem desde a participação em eventos, visitas ao interior, gravação de vídeos, entre outras ações.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, sete candidaturas foram registradas para concorrer ao cargo de governador no estado acreano.

Acompanhe a agenda dos candidatos:

David Hall (AGIR)
– 08h às 11h: Reuniões de campanha nos bairros Sobral, Conjunto Bela Vista e Jardim Alah;
– 13h às 15h: Entrevista na TV Gazeta com um representante do AGIR;
– 16h às 17h30: Live transmitida via Instagram no Centro da cidade para falar sobre projetos e concepções de Governo;
– 19h às 22h: Campanha nos bairros Quinze, Aeroporto Velho e Avenida Ceará.

Gladson Cameli (PP)
O governador e candidato a reeleição pelo Progressistas, está no município de Cruzeiro do sul para participação do Novenário de Nossa Senhora da Glória e tem a previsão de retorno à capital apenas na quinta-feira, 18, onde irá em um caminhada na Baixa da Sobral.
A coordenação da campanha irá realizar gravações de vídeos às 10h e discutirão ações administrativas, às 15h.

Jorge Viana (PT)
O candidato ao governo pelo Partido dos Trabalhadores, está em São Paulo, em agenda com o ex-presidente Lula.
Sua equipe e coordenação prepara uma mobilização nos 22 municípios do Acre, com reuniões, encontros, adesivação e bandeiraços ao longo do dia.

Em Rio Branco, seis pontos serão ocupados, liderados pelo candidato a vice-governador, Marcus Alexandre e pela candidata ao Senado, Nazareth Araújo, em Cruzeiro do Sul.

Mara Rocha (MDB)
– 08h: Realização da Caminhada da Esperança, no Calçadão da Benjamin Constant, em Rio Branco;
– 14h: Gravação do Programa Eleitoral;
– 19h: Reunião com apoiadores, no bairro Bosque.

Márcio Bittar (UNIÃO)
O candidato programa o dia para realizar reuniões com lideranças políticas do Estado.

Sérgio Petecão (PSD)
– 07h: Café da manhã com apoiadores;
– 08h: Mobilização para inauguração do Comitê, reunião com pescadores de Cruzeiro do Sul;
– 12h: Almoço no município de Cruzeiro do Sul;
– 16h: Inauguração do Comitê Com a Força do Povo, em Mâncio Lima;
– 19h: Inauguração do Comitê da coligação Com a Força do Povo, em Cruzeiro do Sul e lançamento da candidatura majoritária.

Professor Nilson (PSOL)
– 10h: Participação no Encontro da Engenharia, Agronomia e Geociências Acreana, junto com outros candidatos ao Governo, no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Acre (CREA – AC).

Continuar lendo

Acre 01

Bispo de Cruzeiro do Sul pede que população não vote em candidatos que criticam opositores

Publicado

em

Na missa de encerramento do Novenário de Nossa Senhora da Glória, logo após a Procissão que contou com muitos políticos, o Bispo de Cruzeiro do Sul, Dom Flávio Giovenale falou na campanha eleitoral que terá início nesta terça-feira,16.

O líder religioso fez um pedido aos fiéis: que não votem em candidatos que falam mal dos adversários e em quem não apresentar propostas objetivas para melhorar a vida das pessoas.

“Gente, não vamos votar em quem xinga os outros e não diz o que vai fazer. Quem fala mal dos outros e não diz para o quê quer ser eleito não merece nosso voto”, pediu Dom Flávio.

Continuar lendo

Acre 01

Bittar diz que se tornou candidato após “ataques patrocinados” pelo governo contra Márcia

Publicado

em

O senador licenciado e candidato ao governo pelo União Brasil, Márcio Bittar, voltou a falar nesta segunda-feira, 15, durante entrevista à Rádio Gazeta FM, sobre sua candidatura ao governo do estado. Ele voltou a dizer que os ataques à sua ex-esposa, Márcia Bittar, e candidata ao Senado pelo PL em uma aliança com o MDB, foram os responsáveis por sua decisão em disputar o Palácio Rio Branco. Bittar confirmou que na reunião que antecedeu a convenção no último dia 5 de agosto, Alan Rick, candidato ao Senado e alguns outros candidatos do União Brasil pediram para que ele não fosse candidato.

“O Alan com alguns candidatos me pediram para não ser candidato e queriam que de qualquer forma o União Brasil coligasse com o atual governo. A campanha que o governo patrocinou contra a Márcia, que é a minha família, mesmo nós não estando mais casados, tem coisas que ultrapassam os limites. Ela é a mãe dos meus filhos, foram trinta e dois anos e ela continua sendo a minha família. Um homem que não defende sua família não presta para nada. Muita gente que recebe do governo fazendo uma campanha difamatória contra uma mulher que não tem processo e que é preparada como é para representar o Acre no Senado”, disse Bittar.

Márcio voltou a repetir o que disse na convenção que não vai obrigar ninguém, mesmo sendo do mesmo partido, a apoiar sua candidatura. “No dia eu disse que não iria encrencar com quem quer apoiar o atual governo. Disse, naquele dia, que não pediria para que ninguém perdesse seu emprego por causa da minha candidatura”, disse Bittar ao lembrar dos comissionados que são do União Brasil e estão nomeados no governo.

Continuar lendo

Acre 01

Acompanhada de Flaviano, Márcia e Zamora, Mara Rocha entrega Plano de Governo ao TRE

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira, 15, a candidata ao governo do Acre, deputada federal Mara Rocha (MDB), realizou a entrega oficial do seu plano de governo ao juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Armando do Nascimento Junior.

A emedebista esteve acompanhada do presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, do vice, pecuarista Fernando Zamora, e da candidata ao Senado, Márcia Bittar (PL).

Rocha destacou que seu plano de governo é voltado para geração de emprego, apoio à produção rural, prioridade na melhoria da saúde, investimento em infraestrutura e educação. Segundo ela, seu governo, caso eleita, será voltado para todos os segmentos da sociedade. “Vamos garantir investimento na infraestrutura, melhorar a saúde, com valorização dos profissionais e investimento em equipamentos nas unidades hospitalares de todas as regionais. Na parte da produção, vamos apoiar o produtor rural com assistência técnica e melhoramento de ramais, e na educação vou garantir o diálogo aberto com a categoria para estudarmos juntos a melhor forma de melhorar o ensino de nossas crianças e jovens”, declarou.

Zamora – presente na entrega do documento ao órgão eleitoral fez críticas ao modelo de governos petistas e da atual gestão de Gladson Cameli. Na visão do vice fé Mara, as políticas de governo deixaram o Acre caminhar para uma situação de aumento do desemprego, violência e paralisação no tocante ao desenvolvimento em diversos setores. “Então nossa esperança hoje é a Mara, que pode garantir uma melhor educação, saúde, infraestrutura e olhar voltado a criar as condições de geração de emprego e renda para as famílias acreanas. Tenho certeza que a Mara terá esse cuidado com nosso Estado como uma mãe cuida da sua família”, argumentou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!