Conecte-se agora

Pesquisa Perfil/Fieac: Gladson é aprovado por 67% e Bolsonaro por 57%

Publicado

em

A pesquisa do instituto Perfil, encomendada pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac), revelou que 67% das população acreana aprova o governo de Gladson Cameli.

De acordo com os números divulgados, 31,9% dos entrevistados avaliam o governo como bom, já 22,7% consideram a gestão Gladson como regular para mais, enquanto 12% consideram a atual administração como ótima.

Já quem discorda do governo, 17,4% acham que o governo é regular para menos, o que é considerada avaliação negativa. Outros 10,2% consideram a gestão como péssima e 5,8% avaliam como ruim, totalizando 33% de avaliação negativa de Cameli.

As principais áreas de atuação do governo também foram avaliadas. Na saúde, 46,9% acham que o setor está do mesmo jeito, já 33.9% consideram que a saúde melhorou e 19,2% dizem que com Gladson a saúde acreana piorou. Na segurança pública, 43% consideram que melhorou. Do mesmo jeito da gestão passada é a opinião 39,8% e piorou é a opinião de 17,2% dos entrevistados. Na abordagem em relação à educação, a pesquisa revela que 40,9% consideram que está do mesmo jeito. Quem acha que melhorou é quase o mesmo número 40,7% e ficou pior é a opinião de 18,4% dos entrevistados.

Bolsonaro tem 57% de aprovação

Apesar de um índice de aprovação menor do que Gladson Cameli, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, também é aprovado pela maioria dos entrevistados na pesquisa. Para 57% da população ouvida, o governo federal é bem avaliado, enquanto 43% desaprovam a gestão.

O governo é aprovado por 24,7% que o consideram bom, 16.5% ótimo e 15,4% que avaliam a gestão como regular para mais. A avaliação negativa vem de 21,3% que acham a gestão Jair Bolsonaro péssima, para 15,6% o governo é avaliado como regular para menos e 6,5% o consideram ruim.

A pesquisa do Instituto Perfil foi realizada entre os dias 24 e 28 de maio e ouviu 1.430 pessoas no estado do Acre. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95% e o estudo está registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Acre com o número AC-04020/2022.

Destaque 3

Eleitor do interior que estiver em Rio Branco no dia da eleição poderá votar normalmente

Procedimento exige aviso prévio à Justiça Eleitoral que tem prazo até o dia 18 de agosto

Publicado

em

Eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral no dia das eleições poderão participar da votação, mas desde que avisem a Justiça Eleitoral com antecedência.

O procedimento é uma transferência temporária do domicílio eleitoral para outra cidade, desde que ela tenha mais de 100 mil eleitores cadastrados, como é o caso da capital acreana.

Segundo o artigo 233-A do Código Eleitoral e a Resolução TSE nº 23.669/2021, existem duas possibilidades de voto em trânsito: quem estiver fora de sua cidade, mas no mesmo estado, poderá votar para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital.

Já os que estiverem em outro estado poderão votar apenas para o cargo de presidente da República.

Um exemplo disso é se o eleitor mora em Xapuri e já sabe que estará em Rio Branco no dia da votação, basta informar que pretende votar na outra localidade e poderá participar da escolha para todos os cargos em disputa.

No caso de o eleitor morar em Porto Velho (RO) e estiver na capital acreana, o voto em trânsito também é possível, mas apenas para o cargo de Presidente da República.

É importante lembrar que a medida não se aplica a quem estiver no exterior.

Como pedir

Os pedidos devem ser feitos em atendimento presencial, e não há a opção de solicitação pela internet. Para isso, basta procurar qualquer cartório eleitoral para indicar onde pretende votar. O prazo para solicitar o voto em trânsito vai até o dia 18 de agosto.

Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Continuar lendo

Destaque 3

Setor de serviços é o que mais contrata com carteira assinada no Acre, diz Ministério do Trabalho

Publicado

em

Os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgados, quinta-feira (28), pelo Ministério do Trabalho e Previdência, mostram crescimento do emprego formal em quatro dos cinco setores pesquisados em junho.

O saldo negativo foi da agropecuária, que perdeu o maior número de vagas (21). O maior saldo positivo veio do setor dos Serviços, que empregou 562 trabalhadores a mais. Serviços é seguido pelo setor da construção civil, que abriu 430 postos de trabalho formal no período.

O emprego no Acre apresentou saldo positivo em junho, com a criação de 1.192 novos postos de trabalho com carteira assinada no Estado.

Segundo os dados, de janeiro a junho de 2022, foram gerados 4.398 postos de trabalho, decorrente de 24.648 admissões contra 21.362 desligamentos. O estoque em junho ficou em 91.231 trabalhadores com carteira assinada no Acre.

Os dados foram trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

Continuar lendo

Destaque 3

Receita aguarda 13.570 declarações de ITR do Acre em 2022; prazo vai até setembro

Publicado

em

O prazo para apresentação da declaração de ITR 2022 começa no dia 15 de agosto e encerra às 23h59min59s do dia 30 de setembro, horário de Brasília.

Instrução Normativa da Receita Federal publicada nesta terça-feira (26) traz os procedimentos para a apresentação da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural 2022. Prazo para envio começa dia 15 de agosto e vai até as 23h59min59s do dia 30 de setembro, horário de Brasília.

A DITR deve ser enviada por meio do Programa Gerador da Declaração do ITR (Programa ITR 2022), que estará disponível no site da Receita Federal. Além disso, continua sendo possível a utilização do Receitanet para a transmissão da declaração, ou ainda a entrega da declaração gravada em conector USB em uma unidade de atendimento da Receita Federal.

A apresentação depois do prazo deve seguir os mesmos procedimentos de envio. A multa é de R$ 50 ou 1% ao mês-calendário calculado sobre o total do imposto devido.

O valor mínimo do imposto é R$ 10,00. Valores inferiores a R$ 100 devem ser pagos em quota única até o dia 30 de setembro de 2022. Valor superior a R$ 100 pode ser pago em até quatro quotas, cada quota deve ter valor igual ou superior a R$ 50. A primeira deve ser paga até dia 30 de setembro, já as demais devem ser pagas até o último dia útil de cada mês, e serão acrescidas de juros Selic mais 1%.

O pagamento do imposto pode ser antecipado total ou parcialmente. Pode-se ainda ampliar para até quatro o número de quotas do imposto anteriormente previsto mediante apresentação de DITR retificadora antes da data de vencimento da primeira quota a ser alterada, observando o limite mínimo de R$ 50,00 por quota.

Se, depois da apresentação da DITR exercício de 2022, o contribuinte verificar que cometeu erros ou esqueceu alguma informação, deve enviar uma declaração retificadora, sem interromper o pagamento do imposto apurado na DITR original. A DITR retificadora deve conter todas as informações anteriormente declaradas mais as devidas correções. É necessário informar o número do recibo de entrega da última DITR de mesmo exercício.

Transferência eletrônica de fundos por meio de sistemas eletrônicos das instituições financeiras autorizadas pela Receita Federal.

Darf, em qualquer agência bancária integrante da rede arrecadadora de receitas federais, ou Darf com código de barras gerado pelo Programa ITR 2022 e emitido com o QR Code do pix, em caixa eletrônico de autoatendimento ou aplicativo do banco, ou qualquer instituição integrante do arranjo de pagamentos instantâneos instituído pelo Banco Central do Brasil (Pix), independentemente de ser integrante da rede arrecadadora de receitas federais.

A DITR é composta pelo Documento de Informação e Atualização Cadastral do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural e pelo Diat – Documento de Informação e Apuração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. As informações prestadas por meio do Diac da DITR não serão utilizadas para fins de atualização de dados cadastrais do imóvel rural no Cafir (Cadastro de Imóveis Rurais).

O contribuinte cujo imóvel rural já esteja inscrito no Cadastro Ambiental Rural (CAR) deve informar na DITR 2022 o respectivo número do recibo de inscrição.

Continuar lendo

Destaque 3

3º FPM de julho cai nesta sexta (29) na conta das prefeituras do Acre: R$ 21,6 milhões

Publicado

em

Nesta sexta-feira, 29 de julho, os cofres municipais recebem o repasse do 3º decêndio do mês do Fundo de Participação dos Municípios. As 22 prefeituras do Acre recebem R$ 21.621.344,68 sem a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em nível nacional, o valor total a ser repassado aos Municípios brasileiros é de R$ 3.021.291.285,92.

O 3º decêndio representa em torno do 30% do valor esperado para o mês inteiro. Segundo a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), comparado ao mesmo decêndio do ano anterior, o valor apresentou um crescimento de 14,36% em termos nominais, que não consideram os efeitos da inflação. Já o acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 32,05%.

Ao comparar o acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando uma oscilação. O total repassado aos Municípios no período de 2022 apresenta um crescimento de 28,35% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2021.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça aos gestores municipais para que tenham prudência e cuidado com a gestão das prefeituras. A entidade lembra que mesmo que as projeções e os indicadores estejam apontando para um cenário econômico de retomada, o país ainda atravessa um momento de incertezas.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!