Conecte-se agora

Petecão formaliza denúncia no MP contra governo de Gladson

Publicado

em

Nesta sexta-feira, 3, o coordenador da bancada federal, senador Sérgio Petecão, esteve no Ministério Público Federal (MPF) e no Ministério Público Estadual (MPAC) para denunciar o governo do Acre pela retirada de maquinários de municípios onde os prefeitos não apoiam a reeleição de Gladson Cameli.

Acompanhado do advogado Odilardo Marques, Petecão formalizou a denúncia divulgada amplamente pela imprensa nas últimas semanas. O senador vê suspeita de crime eleitoral, já que o governo do Estado retirou máquinas de gestores municipais que manifestaram apoio a outros candidatos ao Palácio Rio Branco, possivelmente, como forma de retaliação.

Petecão lamentou a atitude de Cameli e se solidarizou com os pequenos produtores que estão sendo prejudicados. “É muito grave o que está acontecendo no Acre. Os interesses políticos não podem estar acima dos interesses da população. Usar pessoas menos favorecidas como instrumento de coação é tudo que o nosso estado não precisa. Isso é uma crueldade sem tamanho”, afirmou.

As administrações municipais precisam do maquinário para avançar na manutenção de ramais, principalmente durante o verão, período que é possível intensificar as ações. Epitaciolândia e Acrelândia foram as primeiras prefeituras prejudicadas. Petecão teme que outros gestões passem pela mesma situação.

Parte do maquinário foi adquirida com emendas de bancada. A frota deveria ter sido cedida a todas as municípios, conforme combinado com os parlamentares anteriormente, mas o governo não cumpriu o acordo e deixou todas as máquinas sob responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre).

Acre

Bebê de 11 meses com linfoma raro precisa de ajuda para tratamento

Publicado

em

O pequeno Diogo tem apenas 11 meses que nasceu e já luta pela vida. Diagnosticado com um tipo raro de linfoma, Diogo precisa viajar para ter uma chance de viver.

De acordo com a mãe, Marlívia da Silva Correia, o caso é tão raro que existem poucos profissionais no país que tratam da doença. Um dos profissionais é em São Paulo, onde Diogo vai ser tratado. Uma campanha de arrecadação de recursos para que a família possa conseguir se manter na capital paulista.

Pelo Tratamento Fora de Domicílio (TFD) já foi conseguido o mais difícil que são as passagens e a consulta com a médica especialista, marcada para o próximo dia 10 de agosto, quinta-feira da próxima semana. No entanto, a família que é de Cruzeiro do Sul e veio para Rio Branco para tentar salvar a vida do filho precisa de ajuda para ficar em São Paulo durante o tratamento.

“O que a gente mais precisa é arrecadar algum valor para conseguir se manter. A gente vai ficar em uma casa de apoio, mas já sabe que não tem alimentação, apenas a estadia. Eu não tenho dinheiro e não sei quanto tempo vamos ficar lá. Eu preciso salvar a vida do meu filho que é tão novo. Peço ajuda de todo o coração”, diz a mãe emocionada.

Quem puder ajudar, pode fazer um PIX para o número 68 9.9902-0787 em nome de Marlívia da Silva Correia. No mesmo número é possível falar com a mãe do bebê e ter mais informações.

Continuar lendo

Acre

Toinho Alves lança pré-candidatura ao governo pela Rede

Publicado

em

Após a desistência do ex-governador Jorge Viana e do deputado estadual Jenilson Leite em disputar o governo do Acre, o jornalista e cronista Antônio Alves, o “Toinho”, decidiu lançar sua pré-candidatura ao governo pela Rede Sustentabilidade por meio das redes sociais.

Toinho, que é amigo pessoal da ex-senadora Marina Silva, contou que em caso da falta de coragem dos esquerdistas do Acre em se colocar ao governo, ele se propõe a enfrentar os candidatos postulantes ao Palácio Rio Branco. “Se ninguém tem coragem eu vou”, declarou.

No entanto, há um empasse, a Rede Sustentabilidade no Acre faz parte da Federação Partidária com o PSOL, que tem como candidato ao governo o professor Nilson Euclides e o advogado Sanderson Moura ao Senado da República.

Continuar lendo

Acre

Defesa da democracia, denúncia e críticas marcam retorno da Aleac

Publicado

em

Na sessão de abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Acre no 2º semestre de 2022, os deputados usaram a Tribuna nesta terça-feira (2) para fazer denúncias, críticas ao governo, defesa da democracia, agradecimentos e exigir cumprimento de leis aprovadas na Casa no 1º semestre.

O primeiro a falar foi o deputado Roberto Duarte que disse estar surpreso com o veto procedido pelo governador Gladson Cameli à lei de sua autoria que reconhece o risco da atividade de agente de trânsito para o efeito porte de arma de fogo no Acre. “Esse governador é tão inconstante quanto as próprias danças dele. Ora a lei é constitucional ora inconstitucional”, criticou.

Em outro tema, Duarte condenou duramente o esquecimento dado pelo governo ao caso das crianças mortas por síndromes respiratórias no Pronto Socorro de Rio Branco. “Não é só o Executivo, mas a Assembleia Legislativa está devendo a essas famílias”, afirmou.

O deputado Neném Almeida, por exemplo, parabenizou a juíza de direito Carla Gabriela, por esta atender à solicitação do Sindicato dos Médicos do Estado, que pede mais segurança nas unidades hospitalares.

“Faço questão de vir à Tribuna da Aleac para parabenizar a juíza Carla Gabriela, por atender um pedido do Sindicato dos Médicos, que pedem mais segurança nas unidades de saúde. A magistrada está de parabéns, hoje é necessário que esses locais tenham vigilância armada”, disse o parlamentar.

Já o líder do governo na Aleac, Pedro Longo, citou a “Carta aos Brasileiros”, escrita em 1977 pelo professor Goffredo da Silva Telles, para fazer um alerta sobre a importância de se defender a democracia e o resultado das próximas eleições.

A Carta aos Brasileiros foi um repúdio ao regime militar, que durou 21 anos no país. O parlamentar destacou que é importante repercutir o assunto, pois novamente as ameaças aparecem e é o momento daqueles que acreditam na forma civilizada de resolver as diferenças políticas, se posicionarem publicamente em favor da democracia.

A deputada Maria Antônia aproveitou e comemorou a destinação de uma emenda feita por ela no valor de 200 mil, para ser usada na recuperação de ramais em Brasileia e também em Rodrigues Alves.

A parlamentar ressaltou que parte do valor já está sendo aplicado na recuperação do Ramal 84, beneficiando 400 famílias que vivem lá. “Isso me traz muita felicidade, pois sei que o homem do campo luta com muita dificuldade. O valor não resolverá tudo, mas com certeza já ajuda um pouco”.

Ao final, ela apresentou um vídeo sobre Rodrigues Alves, uma lembrando ao aniversário de 30 anos de fundação daquele município.

Parlamentar do PCdoB, o deputado Edvaldo Magalhães discorreu sobre a Emenda Constitucional que corrigiu injustiça aos trabalhadores do Depasa e do Detran, os quais foram surpreendidos com a informação de que não teriam direito à verba rescisória quando findo o contrato -e o prazo para implementação está terminando mas os órgãos não se movimentam para esclarecer como será feito o pagamento aos trabalhadores.

Magalhães diz que convocará representantes desses órgãos para saber o que será feito.

Partes de outras categorias, do ISE e Iapen, foram também citados pelo deputado Gerlen Diniz, os quais não recebiam auxílio-alimentação e agora recebem auxílio-saúde. “Na prática, como eles recebiam etapa-alimentação receberam apenas a diferença dos R$500 e nada do auxílio-saúde”, relatou. Ele pediu cumprimento da lei aos órgãos do governo.

Diniz voltou a denunciar que a prefeitura de Sena Madureira contrata trabalhadores temporários com fins eleitorais. “Escola que comporta quatro vigilantes tem oito”, afirmou. “Onde está o Ministério Público Eleitoral? Isso é crime eleitoral”, disse.

Do PT, o deputado Daniel Zen repercutiu o drama dos moradores do Conjunto Tucumã, onde a Energisa promove mudanças para implantação do linhão, obra tida como perigosa para a comunidade.

A deputada Meire Serafim encerrou a sessão de retomada dos trabalhos legislativos destacando a importância da caravana dos prefeitos ao Juruá.

Continuar lendo

Acre

Aumento dos casos de Covid-19 cancela ExpoCapixaba 2022

Publicado

em

A Comissão organizadora da ExpoCapixaba 2022 anunciou nesta segunda-feira (1) o cancelamento desse evento em decorrência do aumento de casos de covid-19 no município de Capixaba.

A medida foi tomada em comum acordo com os organizadores e patrocinadores, e leva em conta que uma das medidas de segurança no combate à Covid-19 é evitar a aglomeração de pessoas.

“Nesse sentido, inclusive a escola Municipal Nair Sombra, adiou a realização de seu arraiá intitulado III Festa na Roça”, informa a Prefeitura de Capixaba.

Toda a logística da ExpoCapixaba 2022 será utilizada ano que vem durante a feira que acontecerá no mês de abril, juntamente com a comemoração do aniversário do município.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!