Conecte-se agora

Famoso por ser o mais mal humorado dono de bar de Rio Branco, Cabeleira morre aos 87 anos

Publicado

em

Os amantes da boa cerveja gelada estão de luto. Morreu neste sábado, 21, um dos personagens mais conhecidos da vida boêmia na capital acreana. Francisco Pompeu, ou Cabeleira, como era conhecido, morreu após sofrer duas paradas cardíacas no Pronto-Socorro da capital acreana. Cabeleira virou um personagem da capital acreana por ser considerado extremamente mal humorado.

A fama de Cabeleira chegou a se tornar um atrativo para o seu bar. Era conhecido pelo mau humor, mas que para grande parte dos clientes era motivo de risadas de quem frequentava o famoso Bar do Cabeleira, localizado no bairro do Bosque. Já alguns anos, com saúde debilitada, Cabeleira decidiu fechar o bar e alugou o ponto.

O velório acontece na casa onde morava, no bairro Aeroporto Velho e o enterro está marcado para às 13h30, no Cemitério São João Batista.

Foto: G1

Cotidiano

Acisa negocia com prefeitura possibilidade de manutenção das vias públicas em horários alternativos

Publicado

em

A Associação Comercial do Acre (Acisa) reuniu nesta terça-feira, 28, com a equipe de finanças da Prefeitura de Rio Branco para viabilizar horários alternativos para obras de manutenção das vias públicas em horários alternativos para não prejudicar o rotina dos moradores e comerciantes em locais de concentração comercial.

Na ocasião, a Acisa recebeu Antônio Cid Rodrigues Ferreira, secretário municipal de Finanças juntamente com Wilson Subsecretário de finanças para tratar sobre o horário das obras de melhorias nas ruas de Rio Branco.

Os comerciantes explicaram sobre o impasse dessas obras em horários de grande movimentação do comércio, prejudicando as vendas e até fechamento das lojas por conta das ruas interditadas.

“Reconhecemos a importância de ter essas as obras, sabemos que essas melhorias beneficiam a população e valorizam nosso comércio. Não queremos autorizar ou não essas obras, mas precisamos ter um diálogo para haver um planejamento sobre essas manutenções nas áreas comerciais. Para diminuir nossos prejuízos” disse Marcello Moura, presidente da Acisa.

Dessa forma, a associação esclareceu a importância de um calendário informativo dessas obras, alinhado com os comerciantes. Além disso, propôs que essas manutenções sejam feitas no período noturno.

“Temos que planejar isso juntos, para não interferir nos bons dias de venda. Prevíamos saber quais dias nossas áreas comerciais vão ser afetadas” disse Daniela Barcelos, diretora do comércio popular da Acisa.

Ao final da reunião, o Secretário Municipal de finanças explanou os próximos encaminhamentos para as reivindicações dos empresários.

“Vamos trazer alternativas, o próximo passo é nós reunirmos com a Empresa Municipal de Urbanização (EMURB). Vamos alinhar para que os consigamos manter nossas obras alinhados com os comerciantes, para não prejudicar o comércio local”, disse Antônio Cid Rodrigues.

Continuar lendo

Cotidiano

Mulheres são remanejadas de ala devido reforma na Maternidade de Rio Branco

Publicado

em

A direção da Maternidade Bárbara Heliodora, localizada em Rio Branco, emitiu uma nota pública no final da tarde desta terça-feira, 28, para informar que as gestantes deverão ser remanejadas de sala.

De acordo com a diretora, Laura Pontes, devido ao início da reforma no prédio, as pacientes que eram atendidos na sala PPP (pré-parto, parto e pós-parto), começaram a ser remanejadas para uma outra ala da unidade.

“Ressaltamos que toda a estrutura necessária para a comodidade e garantia dos procedimentos de saúde serão mantidos, garantindo a segurança da mãe e do bebê, conforme as determinações da vigilância”, garantiu a diretora.

Continuar lendo

Cotidiano

Cantor acreano lança primeiro audiovisual com a música ‘Ao cantar um samba’

Publicado

em

O cantor e compositor Railson Mello, de 39 anos, lançou nesta segunda-feira, 27, o seu primeiro audiovisual com a música de sua autoria ‘Ao cantar um samba’.

Morando em São Paulo há quase 4 anos, mas nascido em Xapuri, o acreano diz que cresceu com influência musical vendo seu pai, que o ensinou a tocar cavaquinho, mas que também é um grande admirador de outro artista do Estado, o consagrado sambista Da Costa.

“O objetivo de tudo isso é exaltar e mostrar para o Brasil que o samba não tem fronteiras. Devemos sempre lembrar quem trouxe esse DNA para o Acre, os cantores atuais devem conhecer a história de Jofre Barbosa da Costa, porque graças a ele temos este estilo musical tão presente no Estado”, declarou.

Com vida ativa no mundo cultural, agora em terras paulista, Railson também é conhecido nas noites de Rio Branco, pois foi um dos fundadores do “Pagodão da Base” e já realizou pré-shows para nomes e grupos consagrados como Péricles, Sorriso Maroto, Art Popular e Guig Ghetto.

Sua produção atual tem três faixas, duas escritas por ele e a outra é uma canção nacional, que serão promovidas em breve.

“Me sinto muito feliz em realizar este trabalho e grato a Deus por estar tendo a oportunidade de gravar o meu primeiro audiovisual em São Paulo. Poder cantar as minhas composições que já estavam guardadas a um bom tempo e mostrar o talento que o Acre tem voltado ao samba”, destacou.

‘Ao cantar um samba’ enaltece o estilo musical bastante conhecido em todo o país e como fala a letra da música, “isto nos fortalece para prosseguir”. Acompanhe o trabalho de Railson Mello.

Assista ao vídeo:

video

 

Continuar lendo

Cotidiano

MPAC firma parceria para realização de consultas, exames e cirurgias em reeducandos

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) enviou um ofício para a Coordenadoria de Saúde do Complexo Francisco D’ Oliveira Conde e a Chefia da Saúde Prisional  do IAPEN solicitando um um levantamento minucioso de todos os reeducandos das seguintes unidades penitenciárias Francisco de Oliveira Conde (Unidade de Regime Fechado. URP – Unidade de Regime Provisório e URS – Unidade de Regime Semiaberto); UPF – Unidade Prisional Feminina; Divisão de Estabelecimentos Penais de Segurança Máxima e de Regime Disciplinar Diferenciado de Rio Branco  (Unidade de Regime Fechado N.º 02 – Antônio Amaro Alves).

O objetivo é, em conjunto com a Fundação Hospital do Acre (Fundhacre) realizar consultas médicas, exames e procedimentos cirúrgicos para aqueles reeducandos que se encontram aguardando esses atendimentos.

A partir do levantamento, em que o IAPEN tem 10 dias para entregar, a Fundação e MP devem montar um cronograma de atendimento. “Essa parceria visa garantir o cumprimento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional que objetiva o acesso dessa população ao cuidado integral na rede de saúde com a implantação de equipes de atenção primária intramuros e o correto encaminhamento para outros pontos da Rede de Atenção à Saúde (RAS), como aos serviços de média e alta complexidade fora do presídio”, diz o promotor Tales Tranin.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!