Conecte-se agora

Auditores agropecuários podem entrar em greve na próxima semana

Publicado

em

Servidores do Ministério da Agricultura (Mapa), os auditores fiscais federais agropecuários (affas) em todo o país alegam descaso do governo federal com as reivindicações da carreira. Na próxima semana, eles podem paralisar as atividades por tempo indeterminado. A decisão será tomada em Assembleia Geral Nacional Extraordinária (AGNE), segundo informa o ANFFA Sindical, sindicato que representa a categoria.

De acordo com o ANFFA, a decisão de realizar a Assembleia foi tomada na última quinta-feira (19), após reunião do Comando Nacional de Mobilização e o Conselho de Delegados Sindicais (CDS) diante da insatisfação da categoria com o tratamento que o governo federal vem dando ao pedido de reestruturação da carreira, que está em operação-padrão desde o final de dezembro do ano passado.

Mesmo antes de definir a data da assembleia, os affas intensificaram a mobilização em todo o país, o que pode gerar atrasos e filas em portos, aeroportos e fronteiras estratégicas para a entrada e saída de cargas do Brasil. Segundo o ANFFA Sindical, o governo não sinalizou positivamente às necessidades da carreira, de recompor perdas inflacionárias e defasagem salarial de mais de cinco anos sem reajustes.

No Acre, a reportagem conversou com duas representantes da categoria no estado. Rejane Santos, delegada sindical do ANFFA, informou que na próxima terça-feira (23), os filiados se reunirão para tratar da pauta.

“Na próxima terça- feira, dia 23 de maio, realizaremos uma reunião com os nossos filiados. Nossa atuação está nos frigoríficos com Serviço de Inspeção Federal (SIF) e junto à Vigilância Agropecuária nas fronteiras através do VIGIAGRO – Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional”, afirmou.

A auditora fiscal federal agropecuária Katherine Silva, que coordena a mobilização da categoria no Acre, diz que os serviços estão sobrecarregados e lentos pela falta crônica de pessoal em todo o Brasil. Segundo ela, no estado esta falta de pessoal é ainda mais grave, pois dos dez auditores fiscais federais agropecuários filiados à Delegacia Sindical do Acre na atualidade, cinco estão aposentados.

“Então, contamos com cinco profissionais na ativa para desenvolver as atividades em todo o estado. Para se ter uma ideia, temos apenas um agrônomo na ativa em todo o Acre e as atividades desenvolvidas por estes profissionais dependem de forças tarefas vindas de outros estados”, explicou.

Katherine Silva também afirmou que a operação-padrão em vigor desde o fim do ano passado torna mais grave a sobrecarga nos serviços desenvolvidos pela categoria, o que resulta em consequências para o fluxo dos processos relacionados à entrada e saída de produtos agropecuários na fronteira nacional.

“A operação-padrão requer rigor no cumprimento de prazos e normas e agrava ainda mais a sobrecarga nos serviços com o atraso na emissão de certificação e expedição de cargas diversas que saem destes estabelecimentos e também saem e entram na fronteira internacional”, acrescentou.

O indicativo de greve em Assembleia Geral Nacional Extraordinária (AGNE) pode sair na quarta-feira (25). De acordo com Janus Pablo, presidente do ANFFA, se a greve for confirmada serão preservados serviços essenciais à saúde e à segurança alimentar do país e mantidos controles de entrada de pragas e doenças, a fim de não comprometer programas de erradicação e controle importantes para o país, como a febre aftosa, a peste suína africana (PSA) e pragas que representam ameaça às políticas sanitárias do setor agropecuário.

“Na operação-padrão os affas vêm obedecendo aos prazos regimentais e emitindo a documentação necessária à liberação de cargas ao produtor. Nas rotinas de trabalho, os affas também vão priorizar as atividades que podem afetar diretamente o cidadão, como a liberação de cargas vivas e perecíveis, a fiscalização de bagagens de passageiros e de animais de companhia (pets), assim como eles têm feito durante a operação-padrão”, garantiu.

O presidente nacional da categoria também destacou que a carreira vem se esforçando para compensar a carência de 1.620 affas, o acúmulo de serviço, o excesso de horas trabalhadas, com turnos estendidos, sem direito a usufruir dessas horas-extras e nem dos bancos de horas. De acordo com o Sindicato, hoje o Mapa tem pouco mais de 2,5 mil Affas na ativa.

Comparado ao número de affas em 2000, quando o contingente era de 4.040, o número acima mostra uma redução de 37,3% no quadro de auditores agropecuários, somente em 2021. Essa diminuição do quadro ocorreu, em grande parte, devido a aposentadoria desses servidores, sem a reposição, conforme dados de maio de 2021.

Diante desse cenário, Janus Pablo reforçou a importância do trabalho dos affas, com impacto anual positivo na manutenção de 183 mil postos de trabalho no agronegócio, contribuindo com os R$ 87,5 bilhões alcançados no resultado da economia brasileira.

“É inadmissível uma carreira que tem desempenho crucial na segurança alimentar do país e nos resultados positivos do agronegócio ser tratada com tanto descaso pelo Planalto”, afirmou.

Sobre os auditores agropecuários

Os auditores fiscais federais agropecuários são servidores de carreira do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). São engenheiros agrônomos, farmacêuticos, químicos, médicos veterinários e zootecnistas, que exercem suas funções há mais de 150 anos no serviço público federal, e como carreira, desde 2000. Trabalham para garantir qualidade de vida, saúde e segurança alimentar às famílias brasileiras.

São responsáveis por garantir a saúde animal, a sanidade vegetal e a qualidade e segurança dos produtos agropecuários que chegam até o consumidor final, seja no Brasil ou no exterior. Atuam nos portos, aeroportos e postos de fronteira, nos campos de produção, nas empresas agropecuárias, nas cidades, nos programas de desenvolvimento agropecuários elaborados pelo Mapa, nas negociações internacionais, entre outros ambientes ligados a atividades agropecuárias.

Acre

Imagens de fotógrafo acreano serão usadas no Discovery Channel

Publicado

em

No próximo mês de agosto, o Discovery Channel, canal de televisão britânico que está entre os mais importantes do mundo quando se fala em documentários, lança no próximo mês de agosto, a série “Secrets in the Jungle”, ou “Segredos da Selva” em português.

A série vai falar sobre o mistério dos desenhos milenares conhecidos como Geoglifos que aparecem no Acre e são conhecidos e estudados por pesquisadores e estudiosos do Brasil e do mundo. As fotos que vão ilustrar a série do Discovery Channel são do fotógrafo e jornalista acreano, Diego Gurgel.

As fotos foram adquirida de Gurgel pela produtora da série “Shark Teeth films” de Toronto, no Canadá, e são um compilado de imagens feitas desde 2009 com os pesquisadores, Alceu Ranzi, Martti Parssinen da Finlândia, Denise Schaan (in memorian), e é o maior acervo de fotografias destas formações ancestrais

Diego Lourenço Gurgel é reconhecido pelo seu trabalho que representa os povos originários da Amazônia, comunidades ribeirinhas e belezas naturais da região.

“Os geoglifos vieram como um presente para a minha vida profissional e pessoal, pois me identifico com a história dos meus antepassados, gosto de estudar sobre o tema, e, por isso, acho que conseguir capturar essas imagens com mais perfeição e amor. Mesmo sendo um trabalho árduo, arriscado, com muitos percalços e aventuras, mas me orgulha ver a arte, a beleza, as histórias e os desenhos que ele traz, após cada trabalho, faz tudo valer à pena”, afirma.

Na última semana, durante um sobrevoo de rotina do Ciopaer (Centro Integrado de Operações Aéreas) a bordo do Harpia 04 à divisa do Acre com a Bolívia, foi possível visualizar novos geoglifos. Ao todo foram registrados três conjuntos de geoglifos próximos uns dos outros, circulares e quadrados, e só foi possível enxergá-los graças à angulação acentuada dos raios solares da manhã, caso contrário seria praticamente impossível enxergá-los pois seus barrancos não produziriam uma sombra, afirmou Diego. “Os geoglifos são muito difíceis de serem visualizados em outra hora do dia pois a falta de sombras apagam as formas, sendo ignorados por muitos que sobrevoam a amazônia“. disse o jornalista.

Continuar lendo

Acre

Casal acusa dono de hotel em Epitaciolândia de homofobia

Publicado

em

Uma confusão em um hotel de Epitaciolândia, no Alto Acre, terminou em registro de ocorrência na delegacia e acusação de homofobia. O boletim foi registrado por Ocidenir da Silva Martins, que se declara homossexual e é casado com uma mulher trans, de nome social Nicole Euros. Ocidenir e Nicole acusam Adilson Luiz de Santana, dono do hotel Vale das Orquídeas, de homofobia.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Epitaciolândia, o casal, após chegar ao hotel foram recepcionados e levados para o quarto. Após alguns minutos teriam recebido um chamado da recepção e teriam sido comunicados de que precisariam deixar o estabelecimento, já que o hotel não aceitaria a presença de um filhote de cachorro pertencente ao casal. Ao questionarem o fato de que na hora da reserva e do pagamento não teriam sido informados de que não poderiam entrar com o animal, teriam sido vítimas de homofobia.

À reportagem do ac24horas, Ocidenir contou que foi vítima de homofobia. “O proprietário nos disse que seu estabelecimento é reconhecido por receber e ter condutas tradicionais, não aceitava casal estranhos e que não precisaria da gente, nem do nosso dinheiro. Passamos por uma situação preconceituosa , constrangimento e humilhação perante as pessoas”, relatou.

O ac24horas procurou o proprietário do hotel. Ao ligar no telefone informado no boletim de ocorrência, a ligação foi atendida por Angélica Feliciano da Silva, gerente do hotel e que seria a pessoa que teria ligado para a polícia militar relatando a confusão. Ao atender a ligação da reportagem, Angélica apenas informou que Adilson já estava dormindo e que não podia falar. espaço segue aberto, caso haja interesse em se manifestar.

Continuar lendo

Acre

Enfermeira cai de escadaria de tirolesa e morre em Rio Branco

Publicado

em

A enfermeira Yasmili de Paiva Araújo, de 23 anos, morreu na tarde deste sábado, 2, ao cair das escadaria de uma tirolesa localizada na Transacreana, em Rio Branco.

De acordo com informações de familiares e amigos, Yasmili estava no parque com o namorado, quando ao subir a escada da tirolesa, tropeçou em um dos degraus e caiu de uma altura de aproximadamente 20 metros. Com o impacto, a jovem Enfermeira bateu a cabeça no solo, perdeu massa encefálica e sofreu fraturas pelo corpo.

Uma guarnição do Corpo de Bombeiros que já estava no local fazendo a prevenção dos banhistas, prestou os primeiros atendimentos e a colocou dentro da ambulância.

A guarnição pediu apoio a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e seguiu com destino ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

A viatura dos Bombeiros foi interceptada na Avenida Sobral e os paramédicos do SAMU ainda fizeram massagem cardíaca na paciente, mas ela não resistiu e morreu.

O corpo da jovem foi encaminhado pela própria ambulância do Corpo de Bombeiros ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Acre

Alan Rick entrega veículos e recebe homenagem em Sena Madureira

Publicado

em

Nesta sexta-feira, 01, o deputado federal Alan Rick (União Brasil) realizou entregas de veículos e equipamentos em Sena Madureira. O Conselho Tutelar da cidade recebeu 1 veículo zero km e também computadores, bebedouro, armário e geladeira.

Os itens foram adquiridos com emenda do parlamentar no valor de R$ 635 mil, que contemplou os municípios de Manoel Urbano, Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Porto Acre.

“O veículo e esses equipamentos vão nos ajudar muito nesse trabalho de garantir os direitos das nossas crianças e adolescentes. Então, muito obrigada por essa emenda deputado Alan Rick”, agradeceu a conselheira Lays Mayra.

Também participaram da entrega o secretário de Finanças, Getulião Saraiva, a coordenadora da Assistência Social de Sena, Elane Pessoa Lara, o articulador político do governo do Estado, Jairo Cassiano, e ainda a secretária de Assistência Social de Manoel Urbano, Sara Pinto.

Ainda em Sena Madureira, Alan Rick cumpriu outras agendas como a vistoria às obras de melhoramento dos ramal da Xiburema. Além dele, os ramais do 12, Mario Lobão e Lauriam também serão contemplados graças a emenda de R$ 2,8 milhões destinada pelo parlamentar.

O deputado, que é pré-candidato ao senado, aproveitou o último dia de prazo para entregar também um veículo para a Colônia de Pescadores de Sena Madureira.

“Agradeço o deputado Alan Rick e o secretário Edvan, podem ter certeza que faremos bom uso desse veículo”, destacou o presidente da Colônia, Valdir Martins.

O secretário de Produção e Agronegócio Edivan Azevedo, o vereador Pantico, o deputado estadual Gerlen Diniz e o diretor da rádio Difusora, Edmar Negreiros também participaram da entrega.

Alan Rick é conhecido em Sena Madureira pela atenção que tem dado ao município com a destinação de recursos via prefeitura e governo para investimentos, principalmente, na Saúde, Produção, Infraestrutura, Assistência Social e Educação. Já são mais de R$ 24 milhões em emendas destinadas.

“Já conseguimos trazer muitos benefícios para Sena, através das emendas do mandato. Mas, o sonho é ver o Hospital João Câncio Fernandes pronto, equipado e melhorando a qualidade do serviço de saúde em Sena Madureira. Estou cobrando a execução das obras para que esse sonho se torne realidade”, disse Alan Rick.

Por todo esse esforço para contribuir com o desenvolvimento de Sena Madureira, o deputado foi homenageado com uma Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Vereadores. A indicação foi do vereador Elvis Dany.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!