Conecte-se agora

Governo troca mais de uma dezena de cargos comissionados

Publicado

em

O governador Gladson Cameli voltou a fazer mudanças em cargos comissionais em seu governo pelo Diário Oficial desta quarta-feira, 18. Com a definição nos próximos dias de quem caminhará definitivamente com o governo no apoio à reeleição, mudanças devem continuar acontecendo.

Confira a lista de nomeados e exonerados desta quarta:

Nomeações

Jeferson Ferreira Dias – CEC-1, na Fundação de Cultura Elias Mansour – FEM

Josilda Lima Da Silva – CEC-3, na Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio – SEPA

Bruna Roana da Silva Delilo – CEC-7, na Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio – SEPA

Julyane Silva Yarzon – CEC-4, na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional – SEDUR

Joelson Queiroz Souza Amorim para exercer o Cargo em Comissão, referência CEC-5, na Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG

Taylon Lemos Pereira – CEC-1, na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional – SEDUR

José Alberto Castro Lima ­- CEC-4, na Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG.

Thais Ferreira de Araujo – CEC-6, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Políticas Indígenas – SEMAPI.

Exonerações

Vitor Oscar da Silva Marques – CEC-4, nomeado através do Decreto nº 8.135, de 26 de fevereiro de 2021

Marcel Magalhães Lima – CEC-5, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional – SEDUR

Dimitrius Carvalho de Barros – a pedido – CEC-1, da Fundação de Cultura Elias Mansour – FEM

Leyde Dhayane da Silva – CEC-3, da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio – SEPA

Acre

Vanda Milani injeta R$ 25 milhões na economia de municípios do Acre

Publicado

em

A deputada federal Vanda Milani (PROS-AC) foi quem mais liberou recursos para os municípios do Acre. Esse fim de semana, nas comemorações dos 112 anos de emancipação política do município de Brasileia, ela entregou R$ 980 mil em veículos, consolidando mais de R$ 25 milhões liberados para as regionais, incluindo o Juruá, o Alto e Baixo Acre. Nesta etapa, com o empenho da parlamentar junto aos ministérios e secretárias de estado, além de Brasileia, Rio Branco, Plácido de Castro, Cruzeiro do Sul, Capixaba, Xapuri e Assis Brasil foram contemplados com a liberação de emendas de bancada, emendas especiais e emenda parlamentar.

“Fizemos uma força-tarefa junto aos Ministérios e as secretarias de Estado para não perder recursos e beneficiar o maior número de pessoas e segmentos. A Orla do XV, o sistema de abastecimento de água potável e uma série de outros projetos tiveram recursos liberados em 2019. Somente para a Orla foram R$ 17,8 milhões. O momento de recuperação econômica não pode ser prejudicado com burocracias, a geração de emprego e renda deve ser prioridade. Essas obras aquecem a economia regional”, analisou a deputada.

“A deputada Vanda Milani é campeã em liberação de recursos para Brasileia”, disse a prefeita Fernanda Hassem no ato de entrega de uma retroescavadeira e um caminhão pipa nesta sexta-feira, dia 1. A agenda fez parte das comemorações de 112 anos de aniversário da cidade. Os equipamentos foram adquiridos por meio de convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), emenda de R$ 980 mil que vai atender a secretaria de agricultura.

“A doutora Vanda se consolidou como madrinha dos municípios do Acre. Tem atuado com muito prestígio junto aos ministérios em Brasília, fruto disso, tem sido essa agenda intensa de entrega de equipamentos e implementos. O Acre ganha com o seu trabalho” disse o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) que prestigiou a entrega de veículos em Brasileia.

Ainda em fortalecimento do setor produtivo, a deputada liberou em Plácido de Castro, R$ 540 mil para a construção do Porto dos Pescadores atendendo a um sonho da categoria. O município executa uma emenda de R$ 1 milhão para revitalização da Praça Central e vai ser beneficiado ainda, com R$ 2 milhões para construção de um novo mercado. No início do ano, Vanda Milani liberou mais de meio milhão entregue através de implementos agrícolas e um moderno caminhão para a Colônia de Pescadores.

“Plácido de Castro está avançado graças ao olhar diferenciado da doutora Vanda que é mais que uma madrinha, para a nossa cidade ela é uma mãe, vem ajudando muito no desenvolvimento da agricultura familiar”, disse o prefeito Camilo Silva.

Em Capixaba, em parceria com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) começaram as perfurações de poços semiartesianos para 32 famílias inseridas nos Projetos de Desenvolvimento Sustentável Campo Alegre e Nova Promissão. Mais R$ 780 mil em recursos pagos através de emendas especial. O município também recebeu Calcário adquirido com recursos destinados pela deputada Vanda Milani.

Para Cruzeiro do Sul, a deputada também destinou emendas para o sistema de abastecimento de água beneficiando a comunidade de Santa Luzia, na região do Juruá, moradores localizados entre as comunidades de Lagoinha e Liberdade na divisa com Tarauacá. Para a região foram alocados R$ 1,5 milhão para saneamento básico.

Os recursos chegam até a tríplice fronteira, em Assis Brasil. A deputada destinou R$ 400 mil para reforma da Câmara Municipal, R$ 1,6 milhão para a construção da Orla do Rio Acre, que vai organizar o setor de carga e descarga entre as cidades fronteiriças. A Colônia de Pescadores foi beneficiada com R$ 150 mil para a reforma do prédio da instituição. O estádio de futebol do município, com apoio da deputada, receberá lâmpada de led.

“Eu estou muito motivada a ajudar muito mais o meu estado. Foram mais de R$ 200 milhões já liberados para todo o Acre nesses três anos e meio de mandato sem olhar para cores partidárias, priorizando a melhoria da qualidade de vida de quem mais precisa. Essas obras geram emprego e aquecem as economias, me sinto muito honrada em poder ajudar os cidadãos de bem. Vou fazer muito mais se Deus quiser”, concluiu.

Continuar lendo

Acre

FIEAC representa indústria acreana no 13º Enai, em Brasília

Evento discute desafios para setor e apresenta propostas para candidatos à Presidência da República

Publicado

em

A Diretoria da FIEAC representou o setor acreano no 13º Encontro Nacional da Indústria, com o tema “O desafio da década: construindo o Mapa Estratégico da Indústria 2023-2033”, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília (DF), no último dia 30 de junho. No dia 29, a instituição promoveu, ainda, o Diálogo com Candidatos à Presidência da República – Ciro Gomes, Simone Tebet e Jair Bolsonaro, que receberam as propostas elaboradas pela entidade para as eleições deste ano, com vistas a contribuir para o desenvolvimento do país.

Reunindo mais de 1,5 mil empresários e representantes da indústria para discutir as bases do Mapa Estratégico 2023-2033, o Enai tem sempre como objetivo fomentar ideias para ampliar a competitividade e impulsionar o desenvolvimento da economia brasileira, permitindo que as empresas possam avançar, a partir da avaliação das tendências e das tecnologias que vão transformar os modelos de produção e de negócios na próxima década. O documento é elaborado pela CNI com o apoio de representantes das federações estaduais e associações setoriais, reunindo diretrizes para ações ou políticas públicas. “Entender esses desafios e traçar as estratégias adequadas para enfrentá-los é imprescindível para garantir o futuro das empresas e o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, explica Robson Andrade.

De acordo com o presidente da FIEAC em exercício, João Paulo de Assis, o evento foi de grande importância para abrir os horizontes dos empresários locais. “Estivemos com uma comitiva de empresários, presidentes de sindicatos e ala jovem sindical, de forma que pudemos ter noção do que nos espera no amanhã. As eleições deste ano são muito importantes e vêm num momento crítico da economia, de pós-pandemia e em que essa guerra da Ucrânia com a Rússia tem impactado violentamente a economia mundial. Precisamos, assim, nos preparar, ter uma solução caseira, para que a nossa economia destrave e possamos trazer mais emprego e renda para todos”, avalia o empresário.

Continuar lendo

Acre

Duarte pressiona Gladson por redução no ICMS dos combustíveis

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte deu nesta sexta-feira (1) sinais de que fará pressão para que o governador Gladson Cameli reduza o mais rapidamente a alíquota do ICMS dos combustíveis e telecomunicações no Acre.

Duarte cita as decisões do governador de Minais Gerais, Romeu Zema, que adotou a redução para 18% prevendo, em alguns casos, que o preço do litro gasolina irá baixar de preço em até mais de R$0,50 nas próximas semanas -apenas para citar o combustível como exemplo.

“O governador de Minas assinou hoje o decreto que reduz o ICMS da gasolina, energia elétrica, serviços de telefonia e internet. E aí Gladson Cameli, “bóra” fazer aqui no Acre também?”, questiona o parlamentar.

O Governo de São Paulo também reduziu o ICMS dos combustíveis. Há estudos que preveem forte perda de receita nos Estados por conta da redução do imposto, cuja alíquota está congelada desde o fim do ano passado.

No Acre, a estimativa é que as perdas passem dos R$100 milhões, situação que ameaça inclusive a folha de pagamento dos servidores.

 

Continuar lendo

Acre

Secretária diz que não teme ser demitida após mortes de bebês

Publicado

em

A Secretária de Saúde do Acre, Paula Mariano, falou ao ac24horas na manhã desta sexta-feira, 1, sobre as notícias de que o governador Gladson Cameli teria intenção de fazer mudanças no comando da Sesacre e já teria, inclusive, feito alguns convites oferecendo o cargo.

A médica, que está no cargo há quase um ano, disse não temer ser demitida. “Não falei com o governador e não temo ser demitida. Esse cargo é de livre escolha. Ele não falou comigo e continuo trabalhando e ajudando. Eu sempre digo que estou secretária e que se mais para frente não for mais, vou continuar ajudando como médica, o que já faço há 20 anos”, disse.

Sobre a acusação das mães dos bebês que morreram vítimas da Síndrome Respiratória de que o estado foi negligente, Paula Mariano diz que a sindicância em andamento vai apurar se houve algum erro. “A gente sempre procura fazer o mais, na Sesacre é impossível fazer o menos. A sindicância está rolando, se houve alguém que tenha errado ela vai mostrar, trouxemos também o Ministério da Saúde. A gente se dedica ao máximo para fazer a saúde cada vez melhor, mas a gente não tem vara de condão para mudar um cenário que é nacional”, diz a secretária de saúde.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!