Conecte-se agora

Escoltados pelo BOPE, Ícaro Pinto e Alan Araújo chegam para julgamento na Cidade da Justiça

Publicado

em

Ícaro José Pinto e Alan Lima, que serão julgados que começam a ser julgados nesta terça-feira, 17, pela morte da jovem Jonhliane de Souza, atropelada em agosto de 2020, na avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco, chegaram à Cidade da Justiça escoltados pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar – BOPE.

Os dois entraram pela porta dos fundos do Fórum Criminal e se dirigiram à sala dos réus onde deverão ser chamados pelo juiz Alesson Braz para os depoimentos.

O julgamento é de responsabilidade da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco e deve iniciar dentro de instantes.

Ícaro Pinto, hoje com 35 anos de idade, vai a julgamento para responder pelos crimes de homicídio doloso, omissão de socorro e embriaguez ao volante, e Alan, de 22 anos, será julgado apenas pela morte da jovem.

Destaque 4

PT se distancia do PSB e estuda lançar Marcus Alexandre ao governo com JV ao Senado

Publicado

em

Ao que tudo indica o anúncio oficial da chapa da esquerda no Acre deve demorar ainda mais ou nem mesmo se concretizar. Esperado para ocorrer nesta semana, a federação entre PT e PSB, como ocorre no cenário nacional com Lula e Geraldo Alckmin, dá sinais que não deve sair do papel.

Dirigentes do PT defendem que o partido, que governou o Acre por duas décadas, lance chapa própria para as eleições 2022, principalmente após as declarações do ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, externou essa semana que não seria prioridade da sigla para a disputa de uma cadeira a Assembleia Legislativa.

Petistas consultados pelo ac24horas defendem que Marcus só se tornaria de fato prioridade caso disputasse o governo e essa possibilidade ganhou força nos últimos dias, o que levou o partido a postergar apoio ao deputado Jenilson Leite, pré-candidato ao governo pelo PSB.

Caso a articulação com PSB não se concretize na chapa majoritária, existe duas situações postas até o momento: Marcus sairia para o governo e Jorge para o Senado, ou Viana disputaria o governo e o PT agregaria outro nome ao senado que fosse de seus quadros.

A reportagem apurou que o ex-senador Jorge Viana teria dito a interlocutores que o movimento feito pelo governador Gladson Cameli de escolher a Márcia Bittar (PV) como vice, o fez repensar sobre a chapa majoritária.

O ac24horas convidou Jorge Viana para questioná-lo sobre e os desdobramentos das eleições deste ano e detalhar sobre o que pode ocorrer com os últimos movimentos da política do Acre às 18h, ao vivo, no Programa Boa Conversa.

Continuar lendo

Destaque 4

No São João da Thay, influenciador diz que Blogueiras do Acre “se acham muito”

Publicado

em

O São João da Thay, festividade que reúne diversas celebridades e influencers de todo o país, não foi só de looks perfeitos e diversão para os acreanos presente no evento.

Com a participação de conhecidos criadores de conteúdo do Acre, como Gleice Damasceno, Jéssica Ingrede, Juh Vellegas, Maxine Silva, Iasmyne Sampaio, Emilly Aguiar, Rebeca Aguiar e Pablo Charife, todos curtiram a última quarta-feira, 28, em uma das maiores festas no Maranhão, organizado pela blogueira Thaynara OG.

Nesta sexta-feira, 01 de julho, Thiago Drudi, conhecido antes com o nome artístico ‘Acreana’, desabafou em suas redes sociais momentos vividos com seus conterrâneos na festividade.

Drudi questionou o comportamento não tão agradável de algumas de suas colegas de profissão, que são da mesma cidade que ele, e disse que tentou proximidade, mas sem sucesso.

“As pessoas ficam perguntando porque eu não fico com as blogueiras do Acre, quase todas elas viram a cara para mim. Sabe quando a pessoa é da mesma cidade e não quer você no mesmo lugar? Eu tentei na primeira noite só que as alcunhas se acham muito”, declarou em seu Instagram.

Continuar lendo

Destaque 4

“Muitas vezes eu nem lembro que sou cego”, diz Alberto Furtado, militante do PSDB

Publicado

em

Alberto Furtado, aos 69 anos, é o típico acreano apaixonado por política. Apesar de deficiente visual, sempre esteve na linha de frente e durante entrevista ao Bar do Vaz relembrou passagens importantes da política acreana.

Entre as revelações de Alberto está a de que Nabor Júnior, eleito governador em 1992, não queria ser o candidato. Na época só era permitida a existência de dois partidos, o MDB, que era oposição, e a ARENA que era o partido de sustentação do regime militar. “O Nabor sempre foi muito cauteloso e não queria desunião no MDB, mas a turma colocou ele na parede e ele venceu o candidato da Arena que era o Jorge Kalume”, afirma.

Sempre presente na militância política, hoje, Alberto Furtado é do PSDB. Contou que foi o primeiro professor político de Wherles Rocha, atual vice-governador, e diz que não guarda mágoa da saída dos Rochas do ninho tucano.

Alberto fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro. “Acredito que nossa democracia corre risco com o presidente que nós temos”.

Assista a uma divertida conversa, onde Alberto Furtado dá uma lição de vida e comprova que “enxerga” mais do que muitas pessoas de visão normal.

Assista ao Bar do Vaz:

video
Continuar lendo

Destaque 4

Gastos de R$ 630 mil com shows de João Bosco e Vinícius, Tierry e Zezo, viram alvo de investigação

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) abriu uma investigação administrativa para apurar possíveis gastos com cachês e outras aquisições para realização da 23ª edição do Festival do Açaí, em Feijó, interior do Acre, que deve ocorrer entre os dias 12 e 14 de agosto. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta quinta-feira, 30.

De acordo com a prefeitura de Feijó, estão previstas as apresentações da dupla João Bosco e Vinícius e os cantores Tierry e Zezo. O gasto ultrapassa os R$ 600 mil  – ando Que a dupla João Bosco e Vinícius deve receber R$ 319 mil, Tierry R$ 215 mil e Zezo – R$ 100 mil – o menor valor entre as atrações.

O órgão controlador argumenta para a investigação, que a cidade enfrenta precariedade dos serviços públicos na cidade – como infraestrutura, saúde pública, educação e saneamento básico. “Considerando a necessidade de se apurar se há interesse público primário nessas contratações, bem como se foram observados os princípios e regras previstas pela Lei de Licitações e Contratos (Lei nº 8.666/93) e, sobretudo, se a realidade financeira e orçamentária do município comporta essas despesas”, destaca parte do procedimento.

Ao fim do despacho, o MP solicita da prefeitura da região, dados detalhados acerca das contratações, fontes utilizadas para os custos, que tipo de contrato será fechado com cada artista, se será contratação direta, dispensa ou inexigibilidade de licitação.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!