Conecte-se agora

Goleiro da Ponte Preta, Caíque França confia que a equipe manterá bom nível no decorrer da Série B do Brasileiro

Publicado

em

Uma das máximas do futebol prega que ‘um bom time começa por um bom goleiro’. O arqueiro Caíque França está mostrando que pode ser esse nome de confiança para fechar a meta da Ponte Preta no decorrer da Série B do Campeonato Brasileiro.

“Fizemos um jogo muito bom contra o Brusque e criamos muitas chances. Precisamos manter essa postura na Série B, que é um campeonato difícil, e estamos trabalhando muito para isso. Não podemos vacilar”, afirmou o goleiro.

Com as boas atuações nas últimas partidas na competição nacional, Caíque está conquistando a confiança da torcida alvinegra. Questionado sobre o seu rendimento, ele fez questão de elogiar os seus companheiros de sistema defensivo e citar que está estudando para melhorar ainda mais.

“Acredito que minha atuação tenha sido boa, acompanhei alguns vídeos depois. A segurança que não só eu, mas o sistema defensivo como um todo passa nos jogos é de suma importância para o resultado”, explicou o arqueiro.

De fato, o time campineiro possui diversos jogos para provar que pode ter metas mais ambiciosas na segunda divisão, enquanto Caíque França segue a disposição da comissão técnica para dificultar o trabalho de seus adversários em balançar as redes defendidas pela Ponte Preta.

Cabe ressaltar que essa edição 2022 da Série B desponta como uma das mais disputadas dos últimos anos e tende a atrair cada vez mais apaixonados por futebol. O aficionado pela modalidade esportiva mais popular do Brasil pode apreciar as partidas de maneira ainda mais emocionante deixando sempre o seu palpite em uma plataforma confiável, intuitiva e segura, como a PIXBET.

Na PIXBET, o usuário encontra um mercado esportivo líder no cenário nacional que fornece uma enorme diversidade de esportes e apostas ao vivo em vários eventos. No cassino online, a casa de apostas possui os provedores de jogos líderes da indústria para oferecer não apenas os melhores títulos, mas também segurança, retorno e valor de entretenimento!

Cotidiano

Com gol de goleiro no 2º tempo, Rio Branco arranca empate com o Amazonas pela Série D

Publicado

em

Foto: Manoel Façanha

O torcedor do Rio Branco que esteve no Florestão na tarde e noite deste sábado, 22, não vai precisar de exame cardíaco. As emoções vividas na partida contra o Amazonas pela Série D atestam que o coração do torcedor estrelado está em ótimas condições.

Jogando contra o líder do Grupo 1, o Amazonas, a partida foi repleta de emoções. O time acreano partiu pra cima e dominou o início do jogo. Mesmo assim, em linda cobrança de falta, Rafael Tavares fez o gol do time amazonense que terminou vencendo por 1 a 0 na primeira etapa. A boa notícia nos primeiros 45 minutos foi a expulsão do lateral esquerdo do Amazonas, Vinicius Soares, quase no fim do primeiro tempo.

Com um a mais, o Rio Branco iniciou o segundo tempo pressionando o adversário e logo aos 9 minutos, Ciel, também em cobrança de falta deixou tudo igual. A partir daí, só deu Estrelão, que pressionou de todas as formas o Amazonas, mas não conseguiu o gol da virada. Aos 39 minutos, os deuses do futebol resolveram castigar o Rio Branco. Em contra ataque, mesmo com um a menos, o Amazonas marcou o segundo gol com Vitinho.

Só que, por incrível que pareça, ainda havia espaço para mais emoção. No último lance do jogo, aos 49 minutos, escanteio para o Rio Branco e o goleiro Evandro Gigante resolve ir para área. Livre de marcação, o goleiro consegue fazer de cabeça o gol de empate para uma explosão de emoção nas arquibancadas do Florestão.

Com o empate, o Amazonas é líder com 14 pontos e o Rio Branco é o segundo colocado com 11 pontos.

Crédito: Instart TV
Narração: Leônidas Badaró

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Blog do Crica

Petecão, Kassab e a festa do Boi Cagão

Publicado

em

O SENADOR SÉRGIO PETECÃO (PSD) deu ontem na Fazenda Boi Cagão, uma prova de força política ao reunir uma multidão, com candidatos e delegações de todos os municípios, para referendar numa apresentação informal, a sua chapa puxada por ele para governador, o advogado João Tota (PSD) de vice, e a deputada federal Vanda Milani (PROS) para o Senado. Um fato que pode ser destacado é que não foi uma festa com a presença das camadas das elites, mas do povão. Ao trazer para a solenidade o ex-ministro e presidente do PSD, Gilberto Kassab, Petecão mostrou por outro lado o seu prestígio com a direção nacional, que tem a sua candidatura como prioritária, afinal, ambos são amigos de muito tempo.

A forte presença popular leva no sentido de que o senador Sérgio Petecão (PSD), que é muito forte numa campanha, deverá ser um os que vai chegar no segundo turno. Anotem, para conferir no seu devido tempo: o senador Sérgio Petecão (PSD) vai quebrar a banca de institutos de pesquisas que o colocam com baixa aceitação popular. O jogo não começou, de julho em diante é que se vai saber quem é que tem café no bule. Treino é treino, jogo é jogo.

BOM PAPO E HUMILDE

CONVERSEI ontem por um bom tempo com ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo. Gilberto Kassab. Bom papo e humilde. Se disse entusiasmado com a festa na Boi Cagão. Sobre a política nacional, Kassab não vê chance para uma candidatura da terceira via decolar e nem indício de mudança na polarização entre Lula e Bolsonaro. Kassab é uma das lideranças políticas das mais expressivas no plano nacional, uma espécie de guru dos bastidores.

CHEGA NO SEGUNDO TURNO

NA VISÃO de Gilberto Kassab, o senador Sérgio Petecão (PSD) vai para o segundo turno e ganhará a eleição.

CONTINUA EMBOLADA

A SITUAÇÃO na chapa majoritária do governador Gladson Cameli continua embolada. Não se sabe, oficialmente, quem será o seu candidato ao Senado, e querem até vetar que ele indique um nome de livre escolha para vice. 

NÃO ACONTECE NEM NA TERRA DO NUNCA

NOS MEUS MUITOS janeiros, nunca vi assessores de um governador se reunirem para deliberar num jantar que, o governante não tem o direito de escolher o seu candidato a vice-governador e vetar nome. Isso não acontece nem na Terra do Nunca das histórias infantis do Peter Pan.

ESTOU VENDO AGORA

É VIVENDO e aprendendo, estou assistindo este filme cômico agora, na sucessão do governador Gladson. Só falta pedirem ao Gladson para entregar a sua cadeira e a caneta, para sentarem e assinarem atos de demissão e contratação. Estão querendo ser mais real que o Rei.

SETE VIDAS

A SENADORA Mailza Gomes (PP), volto afirmar, deve ter sete vidas, porque perdi as contas das investidas para lhe impedir de disputar um novo mandato de senadora, mas ela continua firme no propósito da sua candidatura.

TEM DIREITO

NÃO ENTRO no mérito se vai ganhar ou perder a eleição, não tenho bola de cristal, mas ela tem o direito de postular ser candidata. A senadora Mailza tirou o PP do zero, e fez do partido o grande vencedor do último pleito.

RETARDAR AO MÁXIMO

O EX-SENADOR Jorge Viana (PT) vai retardar ao máximo o anúncio da sua candidatura, quer ver primeiro o resultado do julgamento dos recursos do governador Gladson Cameli, na Operação Ptolomeu.

TOLERÂNCIA ZERO

A EXECUTIVA do MDB vai fechar questão para os candidatos a deputado em torno das candidaturas da Mara Rocha (MDB) ao governo e da Jéssica Sales (MDB) de senadora. O candidato que apoiar o governador Gladson Cameli, o Jenilson Leite ou o Sérgio Petecão, por exemplo, será acionado por infidelidade partidária e perderá a legenda. O MDB está correto na sua posição.

NADA MAIS NATURAL

NADA MAIS NATURAL que a Márcia Bittar (PL) seja candidata ao Senado, defenda as ideias da direita, que seja bolsonarista, na política tem que se ter lado. A avaliação fica para o eleitor, que dirá se acompanha ou não a candidata.  Que seria do amarelo, se todos só gostassem do vermelho? Deixemos as urnas falarem.

DOBRADINHA DE SENA

ANTAGONISTAS na política, a candidata a deputada federal Meire Serafim (União Brasil), apoiada pelo prefeito Mazinho Serafim deverá ser a mais votada em Sena Madureira. E, para deputado estadual o deputado Gérlen Diniz (PP) deverá ser o mais votado à ALEAC.

PARA TODOS OS GOSTOS

SÃO CANDIDATAS a deputada federal a Dra. Suelen (PSD), Jezuíta Arruda (PSD), Lene Petecão (PSD), Rosana Nascimento (PSD), Perpétua Almeida (PCdoB), Nazaré Araújo (PT), Antonia Lúcia (REPUBLICANOS), Meire Serafim (União Brasil), Charlene Lima (PL), Socorro Neri (PP), Michele Mello (PDT) e Keiliane Cordeiro (REPUBLICANOS), nomes e ideologias para todos os gostos.

O AGRO É TECNO, O AGRO É POP, E VAMOS SABER SE TEM VOTO.

 SERIA bom para o debate de ideias, que o pessoal do agronegócio mantivesse as candidaturas ao governo e para senador. O agro é tecno, o agro é pop, e se saberia se teria votos no estado.

O TRISTE FIM

O PSDB, que já foi um partido de alta expressão nacional, se encontra hoje definhado e virou um puxadinho da fracassada terceira via, que até o momento não decolou.

SEM CONVERSA

LIGUEI para o deputado federal Flaviano Melo (MDB) e perguntei se procediam os boatos de que poderia haver uma aliança com o governador Gladson, e como resposta me mandou uma foto sua em campanha, em Acrelândia, ao lado da Mara Rocha.

FRASE MARCANTE

“Não existe amizade na política, existe o jogo de interesses.” Do anedotário da política mineira.

Continuar lendo

Extra Total

No Acre, empresa de telemensagem resiste ao tempo com mais de 100 mil homenagens e pedidos de perdão

Proprietário diz que mensagem ao vivo e fonada não vai acabar “porque o amor nunca acaba”

Publicado

em

Quem nunca recebeu uma telemensagem ou presenciou um vizinho ser surpreendido com um carro de mensagem ao vivo pelos bairros de Rio Branco, que atire a primeira pedra. O clássico serviço é antigo, mas engana-se quem pensa que está extinto ou perto de acabar. Apesar de ser menos habitual atualmente, continua sendo procurado por dezenas de clientes na empresa Flor do Oriente, que atua há 22 anos nesse ramo na capital acreana.

 

Quem atesta o sucesso e tradição do serviço é o proprietário da empresa, o cantor Antônio Francisco Bezerra da Silva, mais conhecido como Toninho Silva, de 61 anos. Ele é amazonense, mas vive no Acre há muitas décadas. Lidar com o público é sua vocação e o trabalho com telemensagem surgiu num momento de necessidade, no início dos anos 2000.

 

Depois de gravar dois LP’s em São Paulo, voltou ao estado com uma considerável quantia em dinheiro e resolveu ajudar um amigo que iria disputar uma candidatura política. “O trato era o seguinte: se ele ganhasse, nós dois ganharíamos. Se ele perdesse, nós dois perdíamos tudo. E ele perdeu”, conta. Um tempo depois, esse amigo lhe ofereceu um presente. “Ele me disse: Toninho, comprei uma telemensagem. Só que eu nunca tinha mexido com isso, mas tinha que tentar de tudo na vida, não é?”.

 

E assim nasceu a empresa de telemensagem acreana Flor do oriente. “Compramos a linha telefone e esse meu amigo me trouxe uma caixinha com cinco CD’s com 300 mensagens, sendo 250 em voz masculina e 250 na voz feminina”. Toninho passou a entregar cartões com as informações da telemensagem para divulgar o serviço pela cidade de Rio Branco e quando agendou a primeira mensagem teve de pedir ajuda para uma empresa concorrente.

 

“Existia a Toque de Amor, que era mais antiga e eu resolvi ligar para pegar uma ajuda, umas informações iniciais, pois não fazia ideia nem de preços”. O tempo foi passando e Toninho começou a pegar o jeito do negócio e até incrementar com algumas novidades na época.

 

Serviço com diferencial

 

Para competir no mercado mais de 20 anos atrás, Toninho buscou se diferenciar das demais empresas que já atuavam no mesmo segmento. “Comecei a fazer mensagens ao vivo com violão. Eu chegava na casa da pessoa, batia palma e entrava tocando. A primeira cliente já foi um sucesso e não parou mais”, relembra.

 

 

Três anos depois de iniciar com a telemensagem e mensagem ao vivo, comprou o primeiro carro da Flor do Oriente. No entanto, o empresário afirma que perdeu alguns clientes por isso, porque o que a maioria das pessoas queriam e gostavam era da voz e violão com músicas românticas, que com o carro, ele não fazia.

 

Mesmo assim continuou com o veículo e adquiriu um segundo automóvel para a empresa e seguiu na conquista de novos clientes. “Na telemensagem você tem que ter voz, ser bom intérprete e ser bom redator. Nós da Flor do Oriente trabalhamos diferente. Nós ouvimos a história das pessoas que nos procuram. Se é um filho que quer homenagear a mãe, procuramos saber como é a relação desse filho com a mãe. Fazemos um serviço personalizado”, explica Toninho.

 

Baixa procura

 

O auge da telemensagem no estado do Acre ocorreu entre os anos 2000 até meados de 2014, segundo dados da empresa Flor do Oriente. Esse foi o período em que houve alta procura de clientes mensalmente e que se manteve rotativo no mercado. “Tinha dias que eu chegava a fazer até 20 mensagens por dia. Até contratamos mais pessoas para dar conta da demanda”, diz Toninho.

 

Ocorre que de alguns anos até 2022 a procura por mensagens ao vivo e fonadas caiu significativamente. A mensagem por telefone foi a que mais perdeu espaço, mesmo assim ainda existe e recebe pedidos. “Hoje chegamos a atender no máximo 70 pessoas por mês”, conta o empresário.

 

O Dia das Mães é a data que mais recebe pedidos de clientes atualmente e a Flor do Oriente atende no lugar que o cliente pedir, menos em delegacias e hospitais, por ser proibido. O estilo romântico suave é quem comanda o ritmo das homenagens no carro de mensagem.

 

“A gente trabalha muito parecido com aqueles botecos antigos, onde a pessoa vai beber e só quer beber ali. Cada um tem o seu estilo. O nosso é mensagem personalizada, variação de brindes, canecas, buquês diversificados, de dois em dois anos trocamos o carro e assim não perdemos mais clientes”.

 

Para redigir uma mensagem personalizada, Toninho faz uma espécie de entrevista com o cliente. “Eu pergunto o que a pessoa quer dizer na telemensagem. Toco a música, depois a mensagem e falo tudo aquilo como se fosse a pessoa”. Segundo ele, a presença do carro de mensagens ao vivo ainda atrai muitos curiosos na rua. “Os vizinhos saem todos de casa, vão para janela, batem palma. É uma coisa muito legal”.

 

Curiosidades da telemensagem

 

Em mais de duas décadas trabalhando com a telemensagem, Toninho garante já ter vivenciado um pouco de tudo em meio ao trabalho. Já aconteceu de pessoas desmaiarem ao receberem o carro de mensagem em casa, outros rejeitarem pedido de perdão etc.

 

 

A Flor do Oriente contabiliza mais de 4 mil reconciliações de casais e familiares feitas por meio de mensagens. “O homem é mais flexível. A mulher não. Quando ela estoura, ela não perdoa mais de jeito nenhum”, diz o empresário. Para solicitar a mensagem, o cliente deve ser sincero. “Se mentir na telemensagem, o cliente joga dinheiro no mato. Geralmente na entrevista com o cliente, eu já sinto se a mulher vai perdoar ou não, e aviso”.

 

Nesse tempo todo, três mensagens marcaram muito Toninho. “Uma foi de um filho que estava intrigado com a mãe e quis pedir desculpas. A outra de uma filha que pediu perdão para a mãe e a terceira de uma filha que pediu perdão para o pai, que era da Paraíba”.

 

Toninho afirma que o cliente precisa contar a história com sinceridade. Se não me contar, não tenho como ajudar. Às vezes eu observo a situação e digo que a gente vai tentar, mas que é muito difícil. Mas penso que a mágoa gera muita coisa ruim na vida da gente e o perdão é a essência da vida humana. Quem de nós nunca errou, que atire a primeira pedra”.

Milhares de homenagens

 

O proprietário que também empresta sua voz nas mensagens ao vivo e por telefone da Flor do Oriente lembra dos detalhes de boa parte das mensagens. Em 22 anos de empresa, foram mais de 100 mil homenagens feitas. Destas, mais de 4 mil só de pedidos de reconciliação.

 

“Às vezes até eu choro. Tem coisas que a gente não esquece. A telemensgem rende muitas páginas de um livro só com os bastidores. Somos uma empresa evangélica, e por vezes misturamos um pouco as coisas, levando também uma palavra bíblica aos clientes”, diz Toninho.

Trabalho que sustenta a família

 

Para o empresário, o que mais dificulta o trabalho hoje é a questão da insegurança pública. A Flor do Oriente, que já chegou a celebrar aniversários em plena 3h da madrugada em bairros periféricos da cidade, hoje teme a violência e criminalidade. Uma lei que impede a soltura de fogos de artifícios na rua também tem tirado o sono das empresas de telemensagem.

 

 

“A pandemia também foi outro fato que nos fez sofrer muito. Temos muitas pessoas para alimentar e ficar sem trabalhar foi terrível. Sem contar os buracos de nossa cidade que atrapalham bastante o nosso trabalho”. A Flor do Oriente atua em Rio Branco e também no interior do estado, levando os serviços para Brasileia, Sena Madureira, Capixaba, Porto Acre, Plácido de Castro e Xapuri.

 

Com a telemensagem, Toninho conseguiu sustentar a família. “Formei minha esposa e minha filha em nível superior. Hoje as duas trabalham e a Flor do Oriente é minha, sou meu funcionário. Nós vamos envelhecendo e ficando mais seletivos, até mesmo no trabalho. Hoje não preciso mais me matar de trabalhar como antes”, comenta.

 

Para ele, só três segmentos não ‘quebram’ no país. “A primeira é o motel. Segundo, restaurante. E a terceira é a telemensagem. Atualmente, chega a escrever mensagens frequentemente para pessoas de mais de 90 anos. “Essas pessoas amam e querem estar perto umas das outras. A telemensagem não quebra porque o amor não acaba e nunca vai acabar. O amor é a melhor coisa que existe e descobri isso trabalhando”, conclui.

Continuar lendo

Cotidiano

Alan Rick entrega veículos às entidades sociais do Juruá ao lado de Gladson Cameli

Publicado

em

Na segunda etapa de entregas de veículos às entidades sociais, fruto de emenda parlamentar de R$ 3,5 milhões do deputado federal Alan Rick (União Brasil), pré-candidato a Senador, mais 4 entidades sociais foram contempladas. Desta vez, do Vale do Juruá.

Alan Rick entregou 6 Jeeps Renegades, ao lado do governador Gladson Cameli, em Cruzeiro do Sul, neste sábado, 21. A solenidade foi na Associação de Pais e Amigos dos Dependentes Químicos – APADEQ que juntamente com a Fundação Betel receberam 2 dos veículos cada. O Lar dos Vicentinos e o Educandário de Cruzeiro do Sul receberam um veículo cada entidade. O investimento de R$ 786 mil nesta segunda fase.

Na primeira etapa, 7 veículos foram entregues a entidades de Rio Branco, 3 Vans Sprinter Marcedes Benz de 15 lugares e 4 Jeeps Renegades. As entidades contempladas foram o Educandário Santa Margarida, a JOCUM (Jovens com uma Missão), Casa Abrigo Mãe da Mata, o Lar dos Vicentinos da capital e a Associação Cristã Alfa (ACALFA), que abraça os projetos Casa Esperança e Centro de Recuperação Ebenézer. A secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres também recebeu uma Van.

Equipamentos e material mobiliário ainda serão repassados às entidades e aos CREAS da capital e do interior. Tudo isso para fortalecer a rede de assistência social em todo o Estado.

“Esta é a prova de um trabalho com união entre a prefeitura, as entidades e as igrejas para que a gente possa cuidar de pessoas. O Alan é um deputado que me representa, que tem compromisso com o nosso povo, não só de Cruzeiro do Sul, mas de Assis Brasil a Marechal Thaumaturgo” – disse o governador Gladson Cameli.

O presidente da APADEQ/CZS, Raimundo Felício dos Santos, o Branco, agradeceu ao deputado pelo apoio. “O deputado Alan Rick se debruça, 24 horas por dia, ao longo dos seus dois mandatos pensando nos menos assistidos. Ele falava comigo praticamente todos os dias e hoje estamos aqui recebendo esses veículos”, disse.

Também participaram o prefeito Zequinha Lima, o presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul Franciney Freitas, a Secretária de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres, Ana Paula Lima, a coordenadora do Núcleo da SEASDHM em Cruzeiro do Sul, pastora Milca Santos, a diretora do Lar dos Vicentinos de Cruzeiro do Sul, Irmã Simone, o presidente da Fundação Betel, Jadson do Nascimento Moura, a representante do Educandário/CZS Geronízia Maia, que representou o presidente Rinauro Freitas e o sargento Adonis da PMAC.

Mais apoio às entidades

Durante a entrega dos veículos o deputado Alan Rick anunciou mais R$ 1 milhão em emenda para contemplar outras entidades, mais R$ 100 mil para aquisição de placas solares para a Missão Família, de Cruzeiro do Sul.

Piscina para a Fundação Betel

As obras da piscina da Fundação Betel, fruto de emenda de Alan Rick no valor de R$ 400 mil, já começam na segunda-feira, 23.

A Fundação, que tem um trabalho muito importante no Vale do Juruá, atende meninos e meninas entre 0 e 18 anos em situação de extremo risco social e já ganhou uma biblioteca, também fruto de emenda do parlamentar.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!