Conecte-se agora

Quem é Adolfo Sachsida, novo ministro de Minas e Energia

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (PL) alterou o comando do Ministério de Minas e Energia nesta quarta-feira (11), substituindo Bento Albuquerque por Adolfo Sachsida, que assume o cargo desde já, seguindo publicação do Diário Oficial da União.

Sachsida, que atuava como chefe da assessoria especial de Assuntos Econômicos do Ministério da Economia, já foi Secretário de Política Econômica entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2022 na pasta comandada por Paulo Guedes.

Formado em Direito com mestrado e doutorado em economia pela Universidade de Brasília (UnB), o novo ministro apresenta formação voltada especialmente para macroeconomia, com ênfase em modelos econométricos — área voltada para o estudo de tendências econômicas futuras. Na área acadêmica, também realizou pós-doutorado na University of Alabama, nos Estados Unidos.

Sachsida atuou como professor em universidades brasileiras, como a Universidade Católica de Brasília, e do exterior, como a Universidade do Texas, também nos EUA. Atualmente, leciona nos cursos de graduação e mestrado em Economia no Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Dentro do governo, Sachsida defendeu a agenda de reformas do ministro Paulo Guedes, como a privatização da Eletrobras e a elaboração de uma proposta de reforma tributária, que não chegou a avançar no Legislativo.

No dia 22 de abril, Bento Albuquerque tinha afirmado que a capitalização da Eletrobras sairia até julho — uma resposta a uma suspensão do Tribunal de Contas da União (TCU) em relação à segunda etapa de privatização da estatal.

Troca de comando

Em declaração enviada à CNN após a confirmação da troca de comando da pasta, Adolfo Sachsida disse que está diante do maior desafio profissional de sua carreira e não quis entrar em detalhes sobre a saída de Bento Albuquerque.

“Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança, ao ministro Paulo Guedes pelo apoio de mais de 3 anos nos Ministério da Economia e peço a graça de Deus para estar à frente desse desafio que é o maior da minha carreira profissional. Agradeço também ao ministro Bento Albuquerque pelo trabalho até aqui executado”, disse Sachsida em seu primeiro dia de ministro.

O Ministério de Minas e Energia tem sido citado por Bolsonaro quando o assunto é Petrobras. Em live nas redes sociais na última quinta-feira (5), Bolsonaro citou o agora ex-ministro Bento Albuquerque ao reclamar do lucro registrado pela Petrobras no primeiro trimestre deste ano.

“Vocês não podem, ministro Bento Albuquerque e senhor José Mauro, da Petrobras, não podem aumentar o preço do diesel. Não estou apelando, estou fazendo uma constatação levando-se em conta o lucro abusivo que vocês têm. Vocês não podem quebrar o Brasil”, declarou o presidente.

A estatal brasileira registrou um lucro líquido de R$ 44,5 bilhões nos primeiros três meses de 2022. O resultado representa um salto de rentabilidade superior a 3.000% em comparação com o mesmo trimestre de 2021.

*Com informações de Basília Rodrigues, Henrique Andrade e Pedro Osório, da CNN

Destaque 6

Instituto Federal do Acre abre 100 vagas gratuitas para cursos de inglês e espanhol

Publicado

em

Estão abertas as inscrições para os cursos de formação inicial e continuada em inglês e espanhol, do Instituto Federal do Acre (IFAC). Com carga horária de 200 horas, serão disponibilizadas 100 vagas para os estudantes, servidores e comunidade em geral.

As aulas acontecerão na modalidade de Educação a Distância (EaD), em um ambiente virtual de aprendizagem, com uma hora de duração e realizadas semanalmente.

Para participar do certame, o candidato precisa ter um e-mail válido, preencher corretamente todos os campos do Formulário Eletrônico e enviá-lo até o dia 31 de maio. É possível escolher somente um curso, sendo considerada a última versão enviada do arquivo.

Os estudantes oriundos da Formação Inicial e Continuada de Inglês e de Espanhol do Nível A1, Módulo 1 do Ifac, deverão realizar inscrições para cursarem o Nível A2, Módulo 2.

No formulário de inscrição serão solicitadas as cópias digitais do RG (ou documento oficial com foto) e CPF do requerente, RG e CPF do responsável legal (se o candidato for menor de 18 anos de idade), Certificado, Declaração ou Histórico Escolar que comprove a Escolaridade, Comprovante de vínculo empregatício para servidores do Ifac e declaração de matrícula para os alunos da instituição, Certificado de conclusão do curso de Nível A1 do idioma que pleiteia a vaga (inglês ou espanhol, cursado no Ifac ou em outra instituição. Todas as cópias digitais dos documentos anexados devem ser legíveis e completas (frente e verso caso tenham).

A seletiva acontecera por ordem de inscrição, conforme as vagas, que classificam quem chegar primeiro. O início das aulas está previsto para o dia 13 de junho.

Acompanhe Aqui o Edital e veja o cronograma, disposições, entre outras informações.

Continuar lendo

Destaque 6

Câmara aprova salário mínimo de R$ 1.212, sem aumento real

Publicado

em

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça, 24, a Medida Provisória (MP) que fixou o salário mínimo de 2022 em R$ 1.212, sem aumento real, apenas com a correção pela inflação de 2021. O texto seguirá agora para o Senado, onde precisa ser aprovado até 1º de junho, caso contrário ele perderá a validade – MPs precisam ser aprovadas no Congresso em até seis meses após serem publicadas pelo governo.

O valor está de acordo com o Orçamento de 2022, aprovado no Congresso em 21 de dezembro de 2021 com base numa previsão de inflação de 10,18%, o exato valor concedido para o aumento. Durante a tramitação, foram apresentadas 11 propostas na Câmara para aumentar o valor, mas a relatora, a deputada Greyce Elias (Avante-MG), rejeitou todas, com a justificativa de que, no atual momento de grandes dificuldades econômicas para o país, é inviável aprovar as emendas, e recomendou o texto como o governo enviou ao Legislativo.

Continuar lendo

Destaque 6

Pesquisa CNN/Big Data: Lula tem 40%; Bolsonaro, 32%; e Ciro, 9%

Publicado

em

Pesquisa CNN/RealTime Big Data para as eleições presidenciais de 2022, divulgada em primeira mão pela CNN nesta quarta-feira (25), traz o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 40% das intenções de voto no primeiro turno, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 32%; e por Ciro Gomes (PDT), com 9%.

Depois aparecem André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB), com 2%; e Luciano Bivar (União Brasil), com 1%.

Este é o cenário com mais pré-candidatos e sem o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), que desistiu de disputar a Presidência na segunda-feira (23).

Não pontuaram os pré-candidatos Vera Lúcia (PSTU), Pablo Marçal (Pros), Sofia Manzano (PCB), Felipe d’Avila (Novo), Leonardo Péricles (UP) e José Maria Eymael (DC).

Os que dizem votar em branco ou nulo somam 9%. Os indecisos e os que não responderam correspondem a 5%.

Foram ouvidas por telefone 3 mil pessoas entre segunda-feira (23) e terça (24). A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa tem 95% de confiança. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-07451/2022.

Também foram testados outros três cenários estimulados de primeiro turno – quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados ao eleitor.

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor responde em quem vai votar sem que os nomes sejam apresentados, Bolsonaro aparece com 28%; Lula, com 26%; e Ciro, com 4%.

Confira abaixo os cenários – o principal é o terceiro.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para presidente

Cenário I

Lula (PT) – 39%
Bolsonaro (PL) – 31%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
João Doria (PSDB) – 4%
André Janones (Avante) – 2%
Simone Tebet (MDB) – 1%
Luciano Bivar (União Brasil) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 0
Pablo Marçal (Pros) – 0
Sofia Manzano (PCB) – 0
Felipe d’Avila (Novo) – 0
Leonardo Péricles (UP) – 0
José Maria Eymael (DC) – 0
Branco/Nulo – 9%
Não sabe/Não respondeu – 5%

Cenário II

Lula (PT) – 39%
Bolsonaro (PL) – 31%
Ciro Gomes (PDT) – 8%
João Doria (PSDB) – 5%
André Janones (Avante) – 2%
Luciano Bivar (União Brasil) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 0
Pablo Marçal (Pros) – 0
Sofia Manzano (PCB) – 0
Felipe d’Avila (Novo) – 0
Leonardo Péricles (UP) – 0
José Maria Eymael (DC) – 0
Branco/Nulo – 9%
Não sabe/Não respondeu – 5%

Cenário III

Lula (PT) – 40%
Bolsonaro (PL) – 32%
Ciro Gomes (PDT) – 9%
André Janones (Avante) – 2%
Simone Tebet (MDB) – 2%
Luciano Bivar (União Brasil) – 1%
Vera Lúcia (PSTU) – 0
Pablo Marçal (Pros) – 0
Sofia Manzano (PCB) – 0
Felipe d’Avila (Novo) – 0
Leonardo Péricles (UP) – 0
José Maria Eymael (DC) – 0
Branco/Nulo – 9%
Não sabe/Não respondeu – 5%

Cenário IV

Lula (PT) – 40%
Bolsonaro (PL) – 33%
Ciro Gomes (PDT) – 11%
André Janones (Avante) – 2%
Vera Lúcia (PSTU) – 0
Pablo Marçal (Pros) – 0
Sofia Manzano (PCB) – 0
Felipe d’Avila (Novo) – 0
Leonardo Péricles (UP) – 0
José Maria Eymael (DC) – 0
Branco/Nulo – 9%
Não sabe/Não respondeu – 5%

 

CNN BRASIL

Continuar lendo

Destaque 6

MDB e Cidadania confirmam pré-candidatura de Simone Tebet

Publicado

em

O MDB e o Cidadania confirmaram nesta terça-feira (24) que a senadora Simone Tebet (MDB-MS) é a pré-candidata dos partidos para a Presidência da República nas eleições deste ano. As cúpulas das duas legendas se reuniram separadamente para discutir o tema.

Segundo o deputado federal Baleia Rossi (SP), presidente do MDB, 90% do emedebistas dão apoio à senadora. Ainda de acordo com ele, o nome de Tebet está consolidado no partido, mesmo que o PSDB não referende o apoio à senadora.

Baleia elogiou João Doria (PSDB) e disse que o ex-governador de São Paulo, que abandonou na segunda-feira (23) a pré-candidatura à Presidência, teve atitude de grandeza e “desistiu em prol da união do centro democrático”.

O dirigente do MDB também disse que Simone Tebet é uma novidade no cenário político nacional, “mas ao mesmo tempo tem experiência política e administrativa” — foi prefeita de Três Lagoas (MS), deputada estadual, vice-governadora e é senadora.

Baleia Rossi declarou ainda que ela ficará mais conhecida a partir de agora e que o brasileiro não quer a polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL).

Cidadania se antecipa ao PSDB

O Cidadania está em processo de formação de uma federação partidária com o PSDB, cuja direção só se reunirá para definir a pré-candidatura à Presidência no dia 2 de junho — uma ala dos tucanos defende uma candidatura própria apesar da desistência de Doria.

Mesmo antes da definição dos tucanos, o Cidadania manifestou apoio à pré-candidatura da senadora. “Com Simone Tebet, MDB, PSDB e Cidadania dão um passo concreto na direção da manutenção da democracia com um programa comum: projetar o Brasil do Século 21. Um encontro com o novo mundo digital, as novas relações sociais e de trabalho e os desafios que elas ensejam”, afirmou em nota o presidente do Cidadania, Roberto Freire.

“Simone Tebet terá a oportunidade de liderar um projeto que atraia os setores mais diversos possíveis”, disse Freire. “Espera-se a adesão de liberais, ambientalistas, da nova esquerda e de todos que tenham as liberdades e a democracia como valores universais.”

CNN

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!