Conecte-se agora

Oito disputam o governo e oito o Senado; isto se a eleição fosse hoje

Publicado

em

Se a eleição fosse hoje o Acre teria oito candidatos ao governo e oito ao Senado. Porém, faltam seis meses para o dia da eleição e o quadro pode mudar até as convenções partidárias que acontecem no mês de julho. Antes da eleição municipal imaginava-se que a disputa este ano se daria entre o PT e demais partidos de esquerda como o PCdoB, PSB, PDT, PV e PSol e as forças que venceram as eleições de 2018, entre eles o PROGRESSISTAS, MDB, PSDB e PSD. As eleições municipais foram o divisor de águas para que a disputa ideológica fosse para o saco.

Para o governo estão o governador Gladson Cameli (PROGRESSISTAS), a deputada federal Mara Rocha (MDB), o senador Sérgio Petecão (PSD), deputado Jenilson Leite (PSB), professor David Hall (Agir), professor Nilson Euclides (PSol), professor Robson (PSC) e o pecuarista Jorge Moura. O PT ainda não definiu se terá candidatura própria ao governo ou se coliga com Jenilson Leite. Nesse caso entraria mais um, totalizando nove nomes na disputa.

Para o Senado, os nomes são: Jorge Viana (PT), Jéssica Sales (MDB), Mailza Gomes (PROGRESSISTA), Alan Rick (União Brasil), Márcia Bittar (PL), professor Sanderson Moura, Fernando Zamora (PRTB) e Vanda Milani (PROS). Pode haver mudança até as convenções também. Jorge Viana ainda pode sair para o governo e o deputado Alan orbita no mesmo grupo político de Márcia Bittar. Nesse caso, terá que se entender com o senador Márcio Bittar, líder do grupo que agrega o União Brasil, o PL e o Republicano.

. “Todo mundo pode lançar parentes candidatos, negar esse direito a Márcia é preconceito”.

. Não precisa dizer o nome do autor da frase.

. Realmente o nepotismo no poder escancarou de vez.

. Em recente passado foi um escândalo, mesmo havendo casos especiais.

. A BR-364 é um problema sério no colo da bancada federal que integra a base do governo federal.

. Afinal de contas, as críticas aos governos passados foram severas.

. E olha que o Dnit faz o que pode e faz bem.

. A bancada federal hoje é milionária.

. O universo de votos evangélicos está congestionado de pré-candidatos.

. Pesquisas à vista…

. O governador Gladson Cameli continua liderando em qualquer cenário que se apresente.

. A FPA no começo embalou muitos sonhos, porém, depois caiu no fisiologismo tradicional, o toma-lá-dá-cá.

. Havia um certo polimento, mas agora não; a disputa por cargos é pública.

. Faz parte!

. Bom dia!

Coluna do Astério

O Palácio manda a fatura do apoio de Mailza a Bocalom…

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Ser ou não ser, eis a questão!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Senado, a cereja do bolo!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Gladson busca na espiritualidade forças para governar e disputar a reeleição

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!