Conecte-se agora

Marina Silva emociona apresentador de um dos principais podcasts ao contar sua história

Publicado

em

A ex-senadora pelo Acre e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva foi a convidada de Rogério Vilela no Podcast, Inteligência Ltda, um dos mais importantes do Brasil na atualidade, que tem mais de um milhão de inscritos no YouTube.

Marina falou de política, de meio ambiente e temas espinhosos como aborto, quando disse ser contrária ao aborto, mas que não concorda que uma mulher seja criminalizada.

Mas foi quando contou sua história quando na sua infância perdeu em seis meses a mãe, duas irmãs, um primo e um tio. “O meu pai entrou em profunda depressão e eu me lembro que ele ficou na rede sentado e não conseguia levantar. Nossa conta com o marreteiro foi aumentando e um dia esse moço que passava na estrada de barro uma vez por semana e desci para comprar algumas coisas para casa, como leite para minha irmã e ele disse que não dava mais para vender porque a conta do seu pai tava muito alta”, disse Marina.

A ex-senadora conta que resolveu honrar o nome do pai. “Meu pai naquela situação de depressão junto com a minha irmã, e eu disse vou honrar o nome do meu pai. A gente tinha um paiol até o teto de arroz. Eu entrava lá dentro cedinho, batia arroz até meio dia, saía para almoçar e quando terminava voltava e ficava até escurecer batendo arroz. Quando o marreteiro passou cinco dias depois, tinha um monte de saca de arroz na frente da estrada. Ele perguntou quem bateu esse arroz todo? e eu respondi que tinha sido meu pai”, falou Marina, deixando Vilela emocionado com a história.

Veja o vídeo:

video

Estado firma cooperação com a Vert para capacitação de jovens extrativistas

Publicado

em

O governo do Acre, por meio da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), celebrou um acordo de cooperação técnica (ACT) com a indústria francesa fabricante de tênis Vert, para a capacitação de jovens extrativistas. A marca, 100% ecológica e sustentável, conquistou a categoria de ecofriendly, ou seja, amiga do meio ambiente. A empresa utiliza, em sua linha de produção, o látex extraído dos seringais do Acre. O ato foi realizado no fim da tarde desta segunda-feira, 23, no Palácio do Comércio, em Rio Branco.

Na oportunidade, foi formalizado o termo de adesão voluntária com quatro organizações comunitárias e 200 novos produtores extrativistas, para o beneficiamento e comercialização de látex nativo. Os beneficiários receberão também capacitação sobre técnicas de cartografia social, diagnóstico socioeconômico, mapeamento e monitoramento participativo de áreas de coleta do látex nativo.

“Estamos gratos pela celebração deste acordo de cooperação, que vem para somar junto ao governo do Estado. A Funtac já realiza uma série de iniciativas e, com a parceria, vamos alcançar outras 200 famílias, atingindo uma média de 800 pessoas”, disse a presidente da Funtac, Missara Guimarães. A gestora contou que a parceria servirá para estimular jovens a aprenderem técnicas de beneficiamento e comercialização de látex nativo, o que representa uma alternativa de renda e qualidade de vida para esse público, ao passo que também contribui para a continuidade da atividade e a conservação das florestas do Acre.

Já o fundador da Vert/Veja, François Ghislain, lembrou que a empresa começou comprando borracha do Acre, em Brasileia, crescendo devagar nos primeiros anos. A produção aumentou e, além da França, a marca começou a vender em outros países da Europa. Em 2013, a marca Vert chegou ao Brasil. “Fabricamos cinco mil pares em 2004, e hoje produzimos quatro milhões de pares por ano. A nossa necessidade de borracha cresceu, especialmente nos últimos três anos, de 89 para 500 toneladas”, relatou.

Em contrapartida, a Funtac, com apoio financeiro do Programa REM Acre – Fase II, irá entregar 200 kits de coleta e beneficiamento de látex ao fim das atividades. As ações preveem ainda o desenvolvimento de pesquisas de apoio ao manejo florestal responsável na Amazônia, incluindo a realização de dois encontros com a participação de 60 jovens de famílias beneficiárias abordando as temáticas da juventude em empreendimentos florestais comunitários, gestão de cooperativas e associações rurais e mercado, produtos e inovação na cadeia produtiva do látex.

Sobre o REM

O programa é fruto de cooperação financeira entre os governos do Acre, Alemanha e Reino Unido para implementação de projetos voltados para conservação das florestas, que beneficiam milhares de extrativistas, produtores rurais, ribeirinhos e indígenas, assumindo o compromisso de reduzir o desmatamento, cuidar de sua biodiversidade e de suas populações.

Na fase I, o programa beneficiou 21.940 famílias com atividades voltadas para o manejo sustentável de florestas e aumento de estoques de carbono florestal. A sigla REM significa REDD+ for Early Movers, em português, Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal para pioneiros.

Sobre a Vert

Em 2003, dois franceses encontraram na Amazônia a inspiração para criar uma linha de tênis 100% ecológica e sustentável que gerasse impacto social positivo. No ano seguinte, nasceu a Veja (de “ver”) em Paris, na França. Ao expandir para outros países, inclusive o Brasil, a marca agregou o nome de Vert (“verde”, em francês). Com uma abordagem totalmente ecológica, a Veja utiliza, como matéria-prima, borracha adquirida de seringueiros do Acre, além de algodão e os tecidos orgânicos do Nordeste do Brasil.

Pagamento por Serviços Ambientais

Em 2021, a Vert comprou, dos extrativistas do Acre, 500 toneladas de borracha processada, número que saltou para 700 toneladas em 2022, com a meta de mil toneladas para 2023, pagando R$ 3,50 o quilo (valor com incentivo para qualidade), acrescido de um bônus por pagamento a serviços ambientais de R$ 8,50/kg, projetando o preço final para R$ 12,00/kg. As cooperativas também recebem um incentivo de R$ 3,50/kg.

O preço praticado no mercado mundial é de R$ 2,50/kg. A empresa paga, portanto, um preço acima do praticado no mercado, valorizando quem está na ponta, com respeito aos princípios das boas práticas socioambientais, e valorizando aqueles que conservam e usam os recursos naturais de forma responsável.

Com informações da Agência de Notícias do Acre.

Continuar lendo

Cotidiano

MPAC institui grupo de trabalho para pessoas com transtorno de espectro autista

Publicado

em

O procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento instituiu, nesta terça-feira, 24, o Grupo de Trabalho na Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Autista (GT-TEA). A iniciativa leva em consideração a grande incidência de pessoas com espectro autista no Acre e a deficiência na prestação dos serviços para esse público.

Segundo dados fornecidos pela Associação Família Azul do Acre (Afac), o Acre pode ter em torno de vinte mil pessoas autistas, em sua maioria, segundo a instituição, sem diagnóstico formal. São indivíduos, em sua maioria, de famílias de baixa renda, demandando conhecimento, formação e capacitação de gestores e profissionais da rede pública de saúde.

Tendo em vista a necessidade urgente de atuação integrada, direcionada, planejada e resolutiva do MP acreano na defesa dos direitos da pessoa com deficiência, o grupo visa acompanhar, fiscalizar e implementar ações necessárias para a defesa e proteção dos direitos das pessoas com TEA, atuando juntamente com serviços e ofertas das políticas públicas, organizações da sociedade civil, órgãos e funções essenciais à justiça e academia.

O grupo tem atuação em todo o estado, integrando as equipes do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Criança, Adolescente, Educação e Execução de Medidas socioeducativas, do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde, Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), do Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial (Natera) e do Centro de Atendimento à Vítima (CAV).

Segundo o procurador-geral de Justiça, a iniciativa é uma resposta do Ministério Público a uma demanda social trazida à instituição pelas próprias famílias e movimentos em defesa de pessoas autistas, como o S.O.S. Autistas do Acre.

“Recebemos as famílias e nos comprometemos a tomar uma atitude para que esse assunto fosse tratado de forma célere e com o máximo comprometimento da instituição. Este Ato dá cumprimento ao compromisso firmado, mas também garante a continuidade de um trabalho importantíssimo que visa assegurar a defesa dos direitos das pessoas com deficiência”, declarou.

Entre suas atribuições, o GT-TEA deve atuar no diálogo interinstitucional visando a implementação e execução da política estadual e municipal de proteção dos direitos da pessoa com Transtorno do Espectro Autista, além de acompanhar as políticas relacionadas à temática do TEA desde a formulação normatização, validação, e inclusão no orçamento público estadual e municipal.

Compõem o Grupo de Trabalho na Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Autista a procuradora de Justiça Gilcely Evangelista de Araújo Souza, como coordenadora-geral; o procurador de Justiça Francisco José Maia Guedes, como Coordenador-adjunto; e os promotores de Justiça Ricardo Coelho de Carvalho, Vanessa de Macedo Muniz e Ocimar da Silva Sales Júnior.

Com informações da assessoria de comunicação do MPAC.

Continuar lendo

Cotidiano

Após falecimento, TCE decide extinguir multa de quase R$ 400 mil a ex-prefeito de Porto Acre

Publicado

em

Os membros do Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE), decidiram, por unanimidade, extinguir uma multa aplicada em mais de R$ 370 mil reais ao ex-prefeito de Porto Acre, Carlinhos da Saúde – que esteve à frente da gestão municipal da região entre 2013 a 2016. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta terça-feira, 24.

Na época dos fatos, um trecho do acórdão analisado pelo órgão controlador identificou irregularidades em um contrato firmado pela prefeitura de Porto Acre em 2016.

Segundo o relator do processo, conselheiro Valmir Ribeiro, o ex-prefeito deveria devolver aos cofres públicos R$ 325.514,72, sendo que, deste montante, R$ 46.166,50 são referentes a falta de notas fiscais no contrato com a empresa LabNorte – responsável pelo fornecimento dos medicamentos.

No entanto, em virtude do falecimento do ex-gestor em 2021, em decorrência de problemas cardíacos, o pleno do TCE decidiu extinguir a multa – com base nos artigos 88 e 89 da LCE nº 38/93. “Tendo em vista que a multa tem natureza jurídica de penalidade, constitui-se em obrigação personalíssima, pelo que, extingue-se a pretensão punitiva em face do preceito constitucional segundo o qual nenhuma pena passará da pessoa do condenado”, diz trecho do despacho.

Continuar lendo

Cotidiano

Parque Capitão Ciríaco terá atendimento médico e recreação infantil dia 28

Publicado

em

Uma ação organizada pela Fundação de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB) em Rio Branco irá promover um dia de atividades no Parque Urbano Capitão Ciríaco no próximo sábado, dia 28, a partir das 8h da manhã.

O evento intitulado ‘Seringal Social’ é direcionado para toda família. Haverá atendimento médico, defensoria pública, vacinação, atividades esportivas, apresentação cultural, recreação infantil, CRAS, entre outras.

A ação é subsidiada pela prefeitura de Rio Branco, que pretende oferecer mais dignidades para os moradores com as atividades no Parque, localizado no bairro Seis de Agosto.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados

error: Conteúdo protegido!