Conecte-se agora

Prédio abandonado da Receita Federal serve de abrigo para criminosos na fronteira

Publicado

em

Um prédio de propriedade do Ministério da Fazenda, onde por muito tempo funcionou a Receita Federal no município de Brasiléia, e que foi abandonado no ano de 2015 devido a uma grande alagação, está servindo de abrigo para marginais e de depósito de mercadorias furtadas do comércio local.

A situação se agravou ao ponto de a Associação Comercial de Brasiléia apelar para que as autoridades, inclusive o Governo Federal, deem solução para problema.

“Estamos apelando inclusive as autoridades locais. Assim é que não pode ficar”, disse Aparecido Carlos, representante dos comerciantes da fronteira.

De acordo com Aparecido Carlos, o número de furto no comércio local é muito grande e chega a ser assustador, causando prejuízos incalculável ao comércio local.

Recentemente, a polícia descobriu que os ladrões haviam arrombado o antigo prédio pela parte do fundo, que fica na margem do Rio Acre, e passaram a usar o enorme espaço para consumir drogas e como depósito de produtos roubados.

O prédio que foi abandonado depois da alagação de 2014 tem cerca de 20 salas e pode muito bem ser aproveitado por alguma instituição que precise de algum espaço pra funcionar. No sábado, a Polícia Civil teve trabalho para entrar no prédio e retirar vários produtos furtados na noite anterior.

“Esperamos providências o mais rápido possível por parte do poder público. De repente esse prédio se tornou um problema para a cidade e até para a polícia” comentou Aparecido Carlos ao finalizar.

Cotidiano

Atoleiros podem impedir tráfego de ônibus escolares na antiga estrada de Porto Acre

Publicado

em

As péssimas condições de conservação da antiga Estrada de Porto Acre e todos os ramais do acesso que começa no km 8, da Rodovia AC-10, já estão impedindo que os ônibus escolares transitem com facilidade e podem adiar o final do ano letivo em escolas da região, já que a tendência com o aumento das chuvas é que o transporte escolar possa parar de vez.

O problema da antiga Estrada de Porto Acre já é do conhecimento de todos, e pelo menos há quatro anos vem prejudicando agricultores, que por vezes perdem a produção de macaxeira, banana, frutas, hortaliças e outras.

O maior problema, no entanto, é enfrentado por condutores de ônibus escolares, que nessa época passam a maior parte do tempo parados em atoleiros. Foi feito um trabalho paliativo no ramal principal, o que segundo os moradores piorou ainda mais situação

Continuar lendo

Cotidiano

Homem é encontrado morto em terreno com perfurações de faca, em Rio Branco

Publicado

em

Djovam Rosa dos Santos, de 35 anos, foi encontrado morto a golpes de faca na manhã desta sexta-feira, 9, no terreno de sua residência situada no Beco do Abacaxi no bairro Ayrton Senna, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Djovam foi encontrado por populares que passavam pelo local. A vítima trabalhava em uma fazenda e a polícia acredita que criminosos invadiram a sua residência e o feriram a golpes de faca. Mesmo ferido, Djovam ainda conseguiu sair de sua casa e caiu no terreno.

Policiais Militares do 1° Batalhão foram acionados e quando chegaram ao local encontraram a vítima sem vida com três perfurações de faca na região do ombro, costas e peito.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local e o Médico atestou o óbito de Djovam.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos.

Na região nenhum morador soube informar o que aconteceu, pois impera a lei do silêncio imposta pela organização criminosa que domina o local.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Continuar lendo

Cotidiano

Agências do INSS estarão fechadas nesta sexta-feira de jogo do Brasil

Publicado

em

As agências do Instituto Nacional de Seguro Social anunciou que as agências estarão fechadas nesta sexta-feira (9) devido ao jogo do Brasil contra a Croácia na Copa do Mundo.

A medida segue orientação da Portaria do Ministério da Economia nº 9.763/2022, O instituto ressalta que as agências estarão fechadas, mas os canais de atendimento remoto seguem disponíveis para o cidadão ao longo do dia.

Central 135

A Central 135 também terá um funcionamento especial nos dias dos jogos do Brasil. O atendimento humano será suspenso 30 minutos antes da partida, retornando 30 minutos após o término do jogo. Durante esse intervalo, a central 135 continuará funcionando com o atendimento eletrônico.

Por meio do atendimento eletrônico do 135, é possível obter informações sobre o benefício, saber o horário que foi agendado o próximo atendimento na agência ou ainda obter Informações de pagamento. As ligações para o 135 são gratuitas se forem feitas de telefone fixo. Quem usar o celular paga apenas o valor de uma ligação local.

Meu INSS

O Meu INSS seguirá disponível tanto na internet quanto no aplicativo de celular.

Pelo Meu INSS, é possível pedir benefícios, emitir extratos, cumprir exigências e agendar atendimento presencial. O cidadão também encontra a assistente virtual Helô, que orienta e tira dúvidas sobre serviços e benefícios do INSS.

Continuar lendo

Cotidiano

Membros do governo temem ações de Moraes contra Bolsonaro após Lula assumir

Publicado

em

Ministros, integrantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e interlocutores de Jair Bolsonaro (PL) ouvidos pela CNN sob reserva, temem uma possível “manobra” do Poder Judiciário para prender o presidente. Eles, no entanto, não deixam claro por quais crimes o presidente poderia ser punido.

Um dos interlocutores do presidente disse que está “claro” que o ministro Alexandre de Moraes manteve o inquérito das fake news até hoje para usar como pretexto para uma possível ação contra Bolsonaro.

Além disso, essa mesma fonte questiona a razão de o ministro do STF Luís Roberto Barroso ter decidido prorrogar por 60 dias a apuração da CPI da Pandemia. A investigação foi uma das que mais afetaram politicamente o governo Bolsonaro

Outro ministro do governo disse que, após a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “serão criadas narrativas contra o presidente Jair Bolsonaro”.

Este ministro usa como exemplo o fato de parlamentares terem suas redes sociais bloqueadas após questionarem a lisura do processo eleitoral. Esta decisão, do ministro Alexandre de Morais, foi revertida nesta quinta feira para alguns dos políticos que haviam sido afetados.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.