Menu

Pesquisar
Close this search box.

Acre é contemplado com apenas um profissional do novo programa Médicos pelo Brasil

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governo federal oficializou nesta semana a contratação dos primeiros profissionais do programa Médicos pelo Brasil, que foi anunciado em 2019 e substituirá o Mais Médicos, lançado pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT).


A iniciativa visa ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), nos municípios mais vulneráveis. No entanto, o estado do Acre foi contemplado com a menor fatia dos primeiros 529 aprovados já foram convocados.

Anúncios


De acordo com o Ministério da Saúde, até o fim de abril, outros 1.400 candidatos aprovados serão convocados. Os profissionais devem apresentar a documentação necessária, sendo obrigatório o registro no CRM (Conselho Federal de Medicina).


O que muda com a transição

De acordo com a pasta, uma das principais diferenças entre os dois programas está na estruturação. Enquanto o Mais Médicos era uma atuação conjunta entre os ministérios da Saúde e da Educação, o Médicos pelo Brasil é uma iniciativa apenas da Saúde.


O programa foi lançado em 2019 com o objetivo de estruturar a carreira médica federal para locais com dificuldade de provimento e alta vulnerabilidade. Já o Mais Médicos tinha o objetivo de atender regiões do país com baixa cobertura médica.


Agora, no entanto, segundo o governo de Bolsonaro, o programa Médicos pelo Brasil prevê a autorização para atuação apenas mediante a aprovação no exame Revalida, que valida o diploma obtido em outro país.


Médicos pelo Brasil

O primeiro edital do programa Médicos pelo Brasil foi publicado no último dia de 2021 e teve 16.357 médicos inscritos, segundo o ministério. Dos candidatos que compareceram às provas, foram aprovados 8.518 para as 4.652 vagas disponibilizadas inicialmente.


O programa contempla 1.911 municípios brasileiros, além de 26 Distritos Sanitários Indígenas integrantes de 114 macrorregiões de saúde das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.


Para preencher as outras vagas, a pasta informa que os convocados serão chamados ao longo do ano de 2022, considerando a disponibilidade de vagas indicadas pelos gestores municipais de saúde e pelo Ministério da Saúde.


Confira a quantidade de médicos que cada estado deve receber na primeira leva de contratação:


Acre: 1


Alagoas: 12


Amazonas: 4


Bahia: 68


Ceará: 59

Anúncios


Espírito Santo: 7


Goiás: 25


Maranhão: 15


Minas Gerais: 48


Mato Grosso do Sul: 3


Mato Grosso: 5


Pará: 7


Paraíba: 26


Pernambuco: 34


Piauí: 18


Paraná: 30


Rio de Janeiro: 19


Rio Grande do Norte: 17


Rondônia: 7


Rio Grande do Sul: 33


Santa Catarina: 30


Sergipe: 13


São Paulo: 41


Tocantins: 7


*Com informações da CNN Brasil.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido