Menu

Pesquisar
Close this search box.

Mais de mil famílias assinam abaixo-assinado para exigir melhorias na Urgil

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Até o meio-dia desta quarta-feira, 20, quase mil pessoas já tinham assinado um manifesto na internet pedindo melhorias na Urgência Infantil (URGIL), unidade de saúde particular de atendimento infantil. O abaixo-assinado, criado pela mãe Vanessa Facundes, cita problemas que vão desde a falta de médico, passando pela estrutura comprometida e falta de estrutura para as crianças.


“Sou mãe de um filho de dois anos e já ouvi de inúmeras outras mães o quanto o atendimento da Urgil, hospital particular de Rio Branco, é de má qualidade. A começar pela ausência de médicos na troca de plantões, e a falta de tato no atendimento das crianças, de forma que as mesmas ficam com pânico de retornar ao hospital. Além disso, a estrutura do hospital é a mesma há vários e vários anos, apartamentos com estrutura velha e com mofo, e os valores cobrados são exorbitantes! Não há brinquedos ou parquinho para distração das crianças, muito menos televisão para distração infantil, de forma que os pacientes aguardam os atendimentos apreensivos, pois falta empatia do hospital! Esse lugar precisa de uma reforma por completo com urgência, desde os profissionais que atendem a estrutura do hospital. Nós, mães, não vamos mais aceitar essa situação absurda”, afirma.


Como a URGIL é o único hospital particular específico para crianças, é comum chegar ao local com um filho e ter que esperar por horas por uma simples consulta. O fato é explicado pela unidade absorver toda a clientela dos planos de saúde do Acre, principalmente a Unimed, que é o maior em número de clientes.

Anúncios


O ac24horas procurou a Unimed, que se pronunciou por meio de uma nota. A cooperativa de médicos afirma que adota medidas de controle de qualidade de seus prestadores de serviço e diz que tem observado a necessidade de adequações físicas e no corpo clínico do hospital. Afirma ainda que está em constante diálogo com o hospital, como também com o Ministério Público e que se coloca à disposição através de seus canais e redes de atendimento.


A reportagem também procurou a URGIL. O contato telefônico foi feito com a gerente da unidade, identificada pela recepcionista apenas como Cida. A gestora prometeu uma resposta assim que conseguisse falar com os proprietários. Ao retornar a ligação, o ac24horas foi informado que Cida teve um problema urgente e precisou ir ao dentista. O espaço segue aberto e uma posição será adicionada, caso o hospital tenha interesse


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido