Menu

Pesquisar
Close this search box.

Educação estadual suspende greve, mas Sinteac diz que movimento por direitos vai continuar

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Após o governo bater o martelo e a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) aprovar o reajuste de 5,42% aos servidores públicos, os professores da rede estadual de ensino decidiram suspender o movimento grevista que já durava quase dois meses.


No entanto, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento garantiu que a categoria vai dar continuidade ao movimento de oposição à postura do governo quanto às demandas dos servidores.

Anúncios


A sindicalista disse que serão postos outdoors e cartazes pela cidade, como maneira de pressão e cobrança pelas reivindicações que não foram atendidas pelo governo. Ela disse que a população precisa ser lembrada de “quem são os inimigos da educação”.


“A greve do estado nós suspendemos, mas vamos continuar o fazendo movimento, a pressão, cobrando os nossos direitos e fazer outdoor e cartazes na cidade toda com os inimigos da educação. Então, o movimento vai continuar”, disse Rosana.


A categoria buscava um acordo para que o percentual se aproximasse, pelo menos, dos 10%, o que aproximaria a reposição das perdas inflacionárias referentes ao ano de 2021. Essa batalha, no entanto, foi perdida.


Com a confirmação da suspensão da greve, os servidores devem se apresentar aos trabalhos normalmente. O início do ano letivo está marcado pela Secretaria de Estado da Educação para o próximo dia 11 de abril.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido