Conecte-se agora

Câmara aprova anistia a partidos que descumprem verba a mulheres e negros

Publicado

em

Silenciosamente, a Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira uma vergonhosa Proposta de Emenda à Constituição que concede anistia aos partidos que nas últimas eleições não cumpriram as regras de um encaminhamento mínimo de verbas públicas para mulheres e negros. Por ser uma PEC, entra em vigor na sua promulgação, dispensando apreciação presidencial.

No primeiro turno, o placar favorável à PEC foi de 402 votos a 44. Em segundo, a vitória da anistia recebeu 400 votos contra 38 desfavoráveis. Sem dúvida, um presente que os parlamentares se deram para não cumprir regras consideradas importantes para a democracia. A rapidez do trâmite e da sanção da PEC superou qualquer bólido da Fórmula 1.

Dados entregues pelos candidatos à Justiça Eleitoral demonstram que, apesar de pretos e pardos constituírem perto de 50% dos candidatos, ele receberam apenas cerca de 40% do fundo eleitoral e partidário. No frigir dos ovos, mandou-se à favas a legislação de 2018; a maior parte das agremiações partidárias não cumpriu a diretriz, segundo as prestações de contas parciais. Dessa maneira, os homens ficaram com 73% dos recursos.

Do triste conluio participaram situação e oposição: direita e esquerda. Não se pode deixar de notar que a PEC foi relatada por uma senhora, Margarete Coelho, do PP piauiense.

Como pretexto, modifica-se a Constituição à guiza de aperfeiçoamento. Em cada eleição as regras mudam para beneficiar grupos políticos dominantes. E desta vez não tem sido diferente. O TSE pouco fiscaliza os gastos, que agora serão bilhões. Os partidos fingem que prestam contas e a Justiça Eleitoral finge que analisa.

Isso lembra uma cena patética do livro do escritor britânico George Orwell, “A Revolução dos Bichos”. Enganados pelos suínos, líderes da revolução, os ingênuos e explorados bichos assistem através de uma janela a um fato para eles inacreditável. Porcos e humanos, estes últimos transformados em grande inimigos dos animais, se confraternizavam num pantagruélico festim. Atônitos, os animais não conseguiam mais distinguir quem era porco e quem era gente.

CNN BRASIL

Cotidiano

Acusados de assassinar a facadas sargento da PM são absolvidos pela justiça no Bujari

Publicado

em

A Vara do Tribunal do Júri do município do Bujari, decidiu, durante sessão realizada na terça-feira, 29, que quatro acusados pelo assassinato do sargento da Polícia Militar Francisco Oliveira de Souza fossem absolvidos.

O sargento da Polícia Militar Francisco Oliveira de Souza foi assassinado a golpes de faca nas costas. O crime aconteceu na noite de 2 de agosto de 2015, no Ramal do Ouro, zona Rural de Sena Madureira.

Durante o julgamento, o Promotor Antônio Alcestes, por falta de provas, pediu a absolvição dos quatro réus acusados do crime. Um quinto acusado já havia sido inocentado da acusação em júri realizado há cerca de 3 anos.

Relembre o caso

De acordo com informações divulgadas na época, o militar tinha ido à região pescar, mas ao ir a um bar da localidade acabou morto após um desentendimento. O militar tinha 15 anos na corporação e na época trabalhava no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP).

Continuar lendo

Cotidiano

Marina diz não ter “perfil técnico” para cargo de autoridade climática criado por Lula

Publicado

em

Favorita na fila para assumir um cargo de destaque na área ambiental, a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (REDE) afirmou estar à disposição do novo presidente, mas negou ter “perfil técnico” para o cargo de autoridade climática, posto que será criado por Lula. A afirmação foi feita em entrevista ao podcast 2+1, da CNN com O Globo.

De acordo com reportagem de Duda Menegassi, no site ambiental O Eco, Marina reforçou que o próximo governo terá uma frente ampla e que isso exigirá sabedoria de todos os lados para fazer as escolhas. Questionada sobre seu possível retorno ao Ministério, ela explicou que as definições irão começar apenas depois do relatório final do grupo de transição, previsto para 11 de dezembro.

“Aí vão começar as definições do presidente. Ele [Lula] tem que ter tranquilidade para fazer essas escolhas pensando na composição e obviamente que tudo que um aliado não pode fazer é ficar constrangendo o presidente. Claro que diálogos vão acontecer, conversas vão acontecer, precisa sensibilidade, transparência e quem está disposto a contribuir. Acho que todos que participaram desse processo estão dispostos a contribuir, inclusive eu”, comentou no episódio que foi ao ar na última quarta-feira (24).

O jornalista Carlos Andreazza, que apresenta o programa junto com a também jornalista Vera Magalhães, questionou Marina sobre a natureza do cargo, a ser criado, de autoridade climática e se seria possível conciliá-lo com um mandato no legislativo. A hipótese fazia referência direta à Marina, que foi eleita deputada federal no estado de São Paulo.

“A autoridade para risco climático é semelhante à autoridade nuclear ou às autoridades monetárias. É uma função técnica e tudo que a gente não precisa é que isso tenha algum tipo de viés político. Eu sei que eu entendo muita coisa de meio ambiente, mas eu não tenho um perfil técnico”, declarou a ambientalista.

“É uma autoridade nacional para que essa autoridade cuide da capacidade de resiliência, do cumprimento de metas dos diferentes setores, para que o Brasil tenha esse olhar para as ações de mitigação e adaptação [climática]”, acrescentou em explicação sobre o que deve ser a posição de autoridade climática.

A fala de Marina aumenta as especulações sobre o seu possível retorno à chefia do Ministério do Meio Ambiente.

Continuar lendo

Cotidiano

Sine do Acre oferta 65 vagas de emprego nesta quarta-feira, em Rio Branco

Publicado

em

O Sistema Nacional de Empregos do Acre (Sine), está disponibilizando 65 vagas de emprego para várias áreas em Rio Branco, nesta quarta-feira, 30 de novembro.

As oportunidades de trabalho são rotativas, ou seja, são divulgadas para o dia, podendo ou não estar mais disponíveis para a data seguinte. O atendimento está sendo feito exclusivamente via telefone, mas presencialmente continua sendo na Organização em Centros de Atendimento (OCA).

Para se candidatar, é necessário que o candidato esteja com o cadastro atualizado. Aqueles que precisam fazer o registro na instituição, devem ter em mãos os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

O cidadão poderá verificar se a vaga ainda está disponível através dos telefones (68) 3224-5094 (68) 3224-1519, (68) 3223-6502 ou (68) 0800 647 8182.

Continuar lendo

Cotidiano

Tempo no Acre será quente, mas com ventos e nuvens nesta quarta-feira

Publicado

em

O tempo quente, mas ventilado, com sol e nuvens, predomina no Acre nesta quarta-feira, 30. Os termômetros marcam a máxima de 36°C na maioria dos municípios.

Em Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira a probabilidade de chuvas é baixa, porém, caso ocorram, serão rápidas, fracas e pontuais. As características se repetem em Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 34 e 36ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 35 e 37ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 34 e 36ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 35 e 37ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 23 e 25ºC, e máximas, entre 35 e 37ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 23 e 25ºC, e máximas, entre 34 e 36ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 22 e 24ºC, e máximas, entre 34 e 36ºC.

As informações são do portal O Tempo Aqui.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.