Conecte-se agora

Sem incentivo, produção de peixe afunda no Acre

Publicado

em

Tendência desde 2019, a produção de peixe segue em queda no Acre. Em 2020, o Estado produziu 4.060 toneladas e em 2021, 3.740t -retração de 7,8% no período.

Produzido pela Associação Brasileira de Psicultura (PeixeBR), o Anuário Brasileiro de Psicultura 2022 mostra que apesar da decadência do setor, o Acre ainda realizou R$926.883,22 em captação de crédito para custeio e investimentos na piscicultura.

No Anuário, a PeixeBR analisa a situação do Acre e vê que realmente 2021 não foi um ano positivo para a piscicultura.

“Pelo contrário. A atividade, que produziu 4.060 t em 2020, de acordo com levantamento do Anuário, perdeu espaço significante, segundo a Secretaria de Estado de Produção e Agronegócios. A queda na produção segue tendência verificada nos últimos quatro anos. Trata-se de um cenário adverso em um Estado com bom potencial de produção. Vários gargalos precisam ser equacionados, incluindo a questão ambiental e a capacitação dos produtores”, diz a PeixeBR.

“Importante destacar que a situação atual se deve, em boa parte, a investimentos públicos ineficazes no passado”, completa a consultoria, referindo-se a empresa Peixes da Amazônia S/A, negócio que consumiu milhões de reais mas não emplacou. O engenheiro de pesca da Sepa, Wallace Santos Batista, também destaca as dificuldades provocadas pelo segundo ano da pandemia. Ele reforça a necessidade de retomada da atividade e da produção, com viabilidade econômica para os piscicultores. “Temos plenas condições de aproveitar a lâmina d’água existente, que está ociosa”, disse o especialista acreano à PeixeBR. Em termos de produção, destacam-se o tambaqui e a pirapitinga.

Destaque 2

Acusado de assédio diz que advogada “queria algo mais” e que ela possui processos por calúnia

Publicado

em

O advogado Maycon Moreira da Silva, acusado de assédio sexual pela também advogada Marissa Raquel de Oliveira da Costa, encaminhou, por meio de sua defesa, uma nota onde nega as acusações e faz graves afirmações contra a denunciante.

O advogado José Everaldo Pereira, que representa Maycon, diz que a advogada busca holofotes e diz que a denúncia registrada em um boletim de ocorrências não é verdadeira. Ele ainda afirma que Marissa possui processos por injúria, calúnia e difamação.

ENTENDA O CASO
Advogado é denunciado na Delegacia da Mulher por suposto assédio sexual contra colega

Em outro trecho da defesa, Maycon declara que apresentou provas à OAB, mas que não elencou “pseudo-intimidades” entre os dois. “Na seara OAB, a defesa apresentou versão com provas, e inclusive preservando a condição de então esposa, não elencou as pseudo-intimidades relatadas pelo acusado, se limitando a anexar Ata Notarial, juntando provas de que a Dra. Marisia Raquel, na versão do Dr. Maycon, enviava mensagens via Whatsapp e Instagram, entendidas como de cunho afetivo, no popular, como diz Zé Bacú, querendo alguma coisa…. a mais da relação profissional”, diz o advogado de defesa em nota.

Maycon, em outro trecho de sua defesa, afirma que era chamado de “blogueirinho” por Marissa e que sempre respeitou a colega advogada. “A advogada sempre foi deferida com o devido respeito e na nossa intimidade lhe tratava como “Blogueirinho”, pois, até então era ou é uma mulher casada….e os fatos relativos a denúncia na OAB, se dão por conta de uma leve discussão no fórum da comarca de Xapuri, em que a advogada não gostou da resposta e lhes foi devolvida na mesma proporção, a de mal educada e grossa era ela”.

A defesa também encaminhou prints de conversas no whatsapp e foto onde os dois advogados posam em uma situação que aparenta uma relação de amizade.

Em relação à denúncia de que Maycon teria passado a mão nas pernas de Marissa, o advogado volta a negar. “Inventou a Dra. Maria Raquel, inclusive, que o advogado passou a mão em suas pernas, numa audiência judicial. Pasmem! Como assim? Numa audiência no fórum de Xapuri? Presentes as partes e testemunhas?? Na frente do Juízo?? Ainda assim não tomou providências??? Sequer se dirigiu ao Juízo?? Menos Senhores e Senhoras!”, diz a defesa.

Confira abaixo a nota enviada pela defesa do advogado Maycon da Silva

A relação Dr. MAYCON MOREIRA DA SILVA com a Dra. MARISSA RAQUEL DE OLIVEIRA COSTA, decorre nos corredores do Fórum de Xapuri, de muito vem aflorando sentimentos incompreensíveis aos amigos e nesta fase, deve ser entendido como busca por holofotes, por conta de atos pretéritos já decifrados e, sob os auspícios da leviandade.

O registro de Boletim de Ocorrência versado na matéria, não significa a verdade, pois se constitui em ato Unilateral, muitas vezes talhado ao sopesar das emoções e quiçá de interesses escusos em que são cumpridos apenas ritos burocráticos e, em si, é imprestável como provas.
Não trás a tona, que a Dra. Marisia Raquel, responde processos no TJAC sob Nº 0702186.61.2022.8.01.0007 por injuria, calunia e difamação e sob Nº 0702176.17.2022.8.01.0007, Indenização por Danos Morais.

Na seara OAB, a defesa apresentou versão com provas, e inclusive preservando a condição de então esposa, não elencou as pseudo-intimidades relatadas pelo acusado, se limitando a anexar Ata Notarial, juntando provas de que a Dra. Marisia Raquel, na versão do Dr. Maycon, enviava mensagens via Whatsapp e Instagram, entendidas como de cunho afetivo, no popular, como diz Zé Bacú, querendo alguma coisa…. a mais da relação profissional.

A colega advogada infelizmente falta com a verdade, o que nos dá margem interpretativa de que possa estar enfrentando problemas de ordem pessoal, como quaisquer mortais e, a querer esquentar fatos de Agosto/2022, quando procura a impressa para tentar denegrir a imagem ilibada de um profissional, que sabe se conduzir socialmente, não possui nenhuma mácula quanto a relacionamentos afetivos e, alerta esquecer a Advogada, que as provas que mostram claramente que Ela não é vítima mas sim Vilã e, ora desempenha seu papel de coadjuvante.

Aduz que a advogada sempre foi deferida com o devido respeito e na nossa intimidade lhe tratava como “Blogueirinho”, pois, até então era ou é uma mulher casada….e os fatos relativos a denúncia na OAB, se dão por conta de uma leve discussão no fórum da comarca de Xapuri, em que a advogada não gostou da resposta e lhes foi devolvida na mesma proporção, a de mal educada e grossa era ela e, com o atenuante de sempre fazermos fotos juntos.

Oportunamente, trazemos de público que o acusado está tranquilo, sereno, nada deve e nada teme, fez os devidos registros em cartório com provas de direito, repudia a inexistente prática de assédio sexual e, reconhece a exemplo de muitos, reconhece a capacidade intencionista da Advogada, de mentir e dissimular e como de praxe, vai responder mais uma das acusações dessa senhora.
Para asseverar tais adjetivos, Inventou a Dra. Maria Raquel, inclusive, que o advogado passou a mão em suas pernas, numa audiência judicial. Pasmem!
Como assim? Numa audiência no fórum de Xapuri? Presentes as partes e testemunhas?? Na frente do Juízo?? Ainda assim não tomou providencias??? Sequer se dirigiu ao Juízo??
Menos Senhores e Senhoras!

Temos a convicção e plena certeza, aliado a testemunhas, de que descaradamente a Dra. Marisia Raquel, não fala verdade, tem consciência das graves imputações e omite a realidade e, no entanto, teima, tesa e insiste em versão fraudulenta.
Quesito a parte, reconhecemos, no entanto, que se precisava de mídia, já a tem. Não sabe, porém, a que custo. Quiçá facultando seja trazido a público as intimidades relatadas pelo douto advogado.

Rio Branco-AC, em 03 de fevereiro de 2023.

Continuar lendo

Destaque 2

Advogado é denunciado na Delegacia da Mulher por suposto assédio sexual contra colega

Publicado

em

A advogada Marissa Maciel, que atuou em Xapuri entre os anos de 2016 e 2022, acusa o seu colega de profissão, Maycon Moreira da Silva, de assédio sexual. Ela registrou boletim de ocorrência contra ele na última quarta-feira, 1 de fevereiro, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Rio Branco.

Os fatos, segundo a advogada, ocorreram quando ela atuava na cidade do interior. A profissional do direito comentou a respeito do que passou em uma postagem no Instagram sem, no entanto, citar o nome do advogado a quem denunciou.

“Muitas vezes, nós mulheres, que somos vítimas de importunação, assédio sexual ou ameaças, nos sentimos sozinhas”, ela diz.

“Frases como ‘não vão acreditar em mim’, ‘estávamos sozinhos, ninguém viu’, ‘é melhor eu sofrer em silêncio’ ou “vou fingir que nada aconteceu” ficaram no meu coração por tempo demais”, prosseguiu.

“Após tantos relatos de várias colegas que sofreram com as ações de um único homem, eu criei coragem e fui, para que não houvesse uma próxima”, acrescentou.

Ao apresentar a denúncia, a advogada estava acompanhada da presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA/AC), Tatiana Martins, de quem a reportagem não conseguiu o contato telefônico até o fechamento desta publicação.

Ao a24horas, Marissa se recusou a confirmar o nome do autor do assédio contra ela, mas afirmou que não é a única vítima. Segundo ela, várias outras colegas sofreram, inclusive, ameaças do mesmo advogado.

“Não foi apenas comigo, várias mulheres advogadas sofreram com os atos desse advogado, inclusive já o denunciaram também. Eu sou apenas a ponta do Iceberg. Eu criei coragem para que não houvesse uma próxima vítima”, disse.

A advogada também afirmou que todas as providências já estão sendo tomadas e disse confiar no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/AC com relação a tomadas de providência a respeito do caso.

“Tenho certeza que após tantos relatos contra o mesmo advogado, este não ficará impune. Eu confio na OAB/AC, na presidência da Ordem e que a justiça será feita”, concluiu a advogada.

O presidente da Seccional Acre da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AC), Rodrigo Aiache, disse ao ac24horas que recebeu um expediente da comissão da mulher advogada sobre o tema.

“Esse expediente tratava de suposta infração ética, razão pela qual o encaminhei ao Tribunal de Ética e Disciplina (TED), que é um órgão independente e competente para cuidar desses casos. Lá os processos correm em sigilo e não tem nenhum tipo de interferência externa”, assegurou Aiache.

A reportagem também não conseguiu entrar em contato com o advogado Maycon Moreira até o fechamento da matéria. O espaço, porém segue aberto para que ele possa se manifestar e essa nota será atualizada assim que isso ocorrer.

Continuar lendo

Blog do Crica

Após sinalizar apoio a Bocalom, Gladson diz que sua candidata em Rio Branco é Socorro Neri

Publicado

em

O GOVERNADOR Gladson Cameli (foto) em contato hoje com o BLOG DO CRICA, justificou a sua ausência dos debates políticos a ter dado um tempo das confusões por cargos, mas que após a posse dos deputados amanhã, na ALEAC, voltará a se reunir com os deputados e a dará maior celeridade nas nomeações do segundo escalão. Se disse tranquilo para cumprir este segundo mandato. Tem a maioria na Assembleia Legislativa e o apoio unânime dos oito deputados federais.

Perguntado sobre quem apoiará para a prefeitura de Rio Branco, na eleição do próximo ano, foi taxativo: “Meu compromisso é com a Socorro Neri, embora, ela ainda não tenha me dito de forma clara que quer ser candidata a prefeita. Este é um assunto que também deve ser discutido dentro do PP. Quero escutar todo mundo”.

No decorrer do curto diálogo pelo celular, Gladson garantiu que vai falar com cada deputado federal e senador de forma individual. Perguntado se falará com o senador Sérgio Petecão (PSD), disse que será o primeiro procurado, e durante o encontro deve buscar uma reaproximação política entre ambos. “A eleição já acabou”, destacou Gladson.

Sobre a eleição para a composição do próximo diretório municipal do PP, Gladson enfatizou que não vai se meter e deixar a votação livre. Quem já se lançou publicamente a presidente do diretório municipal é a deputada federal Socorro Neri (PP). “Eu gosto de ser dirigente partidário e de organizar partido”, justifica sua decisão.

O novo presidente do diretório municipal do PP é quem vai comandar a eleição do próximo ano. Está oficialmente aberta a porteira da eleição para a disputa da
prefeitura de Rio Branco, no próximo ano.

Continuar lendo

Destaque 2

Com 38 anos e mãe de três, acreana que ostenta corpão será destaque do carnaval de SP

Publicado

em

A acreana Chayenne Crystine, que vem ganhando destaque no carnaval de São Paulo, foi convidada mais uma vez pela escola de samba Pérola Negra, para desfilar em 2023. A integrante, de 38 anos, já conquistou um importante espaço na agremiação e na apresentação deste ano deve mostrar todo o seu charme e encanto à frente do carro abre-alas.

Morando na cidade paulista desde 2018, ela é formada em educação física, tem uma loja de roupa no Estado, é personal trainer e também intérprete de libras.

A empresária é natural de Rio Branco (AC), do Bairro 15, foi viver em SP por ser um local com mais oportunidades e de novos horizontes, como assim afirmou e lá realizou o sonho de participar da maior festa nacional. Ela é casada e mãe de três filhos.

“Minha relação com a Pérola Negra começou em 2016, quando vim a São Paulo visitar familiares. Em uma das ocasiões, conheci a escola e participei de alguns eventos. Em seguida, fui convidada a sair por ela em 2017 como passista e em 2019 como destaque de chão em uma das alas”, declarou.

Para Crystine o desfile será de grande responsabilidade, já que a agremiação deve levar no tradicional desfile a homenagem ao grande músico da MPB, Jair Rodrigues.

“A expectativa é muito grande, com direito aquele velho friozinho na barriga, de encarar mais uma vez a avenida do Anhembi, com esta escola que acolheu esta acreana aqui de braços abertos”, afirmou.

A escola de samba da Vila Madalena será a sétima a se apresentar durante o Carnaval paulista, no dia 19 de fevereiro, pelo grupo de Acesso 1.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.