Conecte-se agora

Sem atendimento, moradora de rua dá à luz em calçada na frente de maternidade no Acre

Publicado

em

Uma mulher em situação de rua deu à luz em plena via pública na manhã desta terça-feira, 25, na capital acreana. A rua em que a mulher entrou em trabalho de parto fica em frente à Maternidade Barbara Heliodora, em Rio Branco.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra que populares flagraram o momento em que a mulher está em pé, observa o próprio recém-nascido na calçada chorando.

Após o ocorrido, uma equipe da maternidade Barbara Heliodora foi avisada e fez o atendimento da criança e da mulher. Ambas foram encaminhadas ao hospital e passam bem.

A reportagem do ac24horas recebeu informações de que a mãe é moradora de rua e possui transtornos mentais.

Destaque 4

Justiça aceita denúncia do MP e homem que decepou dedo de Nego Bau vira réu

Publicado

em

O mecânico Gerson Castro da Silva Ferreira passou à condição de réu no processo em que figura como vítima o morador de rua Renan de Souza, o “Nego Bau”. A decisão é do Juiz Raimundo Nonato da Costa Maia, da 2ª Vara Criminal de Rio Branco, que aceitou a denúncia do Ministério Público.

O denunciado irá responder por crimes de tortura e lesão corporal grave contra a vítima, cujo dedo foi decepado com um terçado. “Nego Bau” morreu no início do ano em decorrência de problemas de saúde.

De acordo com a denúncia no Ministério Público, o caso que consternou a população da capital, onde “Negro Bau” era muito conhecido, ocorreu em dezembro do ano passado.

Gerson Castro teria flagrado o morador de rua dentro de sua casa, onde ele teria praticado alguns furtos. Como castigo, ele torturou a vítima e lhe cortou um dedo de uma das mãos.

O acusado filmou toda a ação e mais tarde compartilhou o vídeo nas redes sociais, chegando a causar comoção social.

Ao descobrir que a polícia havia iniciado um inquérito para apurar o crime, o acusado fugiu para Porto Velho. Ao retornar, no dia 12 de abril, acabou preso e foi recolhido ao presídio.

“Nego Bau” faleceu no dia 15 de janeiro na emergência do Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência (HUERB).

Continuar lendo

Destaque 4

VP do União Brasil escala irmão para ser candidato no Acre e causa ciumeira

Publicado

em

Mesmo antes da convenção e da definição formal das candidaturas, um clima de ciumeira já foi criado dentro do União Brasil. O ac24horas apurou que o motivo dos ciúmes de outros pré-candidatos é a pré-candidatura do médico cardiologista Fábio de Rueda à deputado federal.

Ocorre que Rueda é irmão do atual vice-presidente do União Brasil, Antônio de Rueda. Nos bastidores do próprio partido, a informação é de que o médico vai disputar as eleições deste ano e teria um aporte diferenciado para conquistar uma importante vaga na Câmara Federal.

A família Rueda é um dos braços mais importantes dentro do União Brasil, criado da fusão do Democratas com o PSL. O partido é o maior do Brasil e vai ter um milionário fundo partidário de cerca de R$ 1 bilhão. Todo esse dinheiro vai ser conduzido pela família, já que a irmã de Antônio e Fábio, Maria Emília de Rueda é a tesoureira nacional do União Brasil.

O ac24horas conversou com o médico Fábio de Rueda que confirmou sua pré-candidatura. Pernambucano de nascimento, questionado sobre também trabalhar em hospitais do Recife, o médico disse que atua há mais de dez anos no Acre e possui residência fixa na capital acreana. No ano passado, Rueda recebeu da Assembleia Legislativa do Acre o título de cidadão acreano.

“Há mais de 10 anos atuo no Acre como médico cirurgião cardiovascular. Assim como inúmeros nordestinos e pessoas de outras regiões do país escolhi esse estado para trabalhar e viver. Nesse período, eu e minha equipe realizamos mais de mil e quinhentas cirurgias cardíacas de alta complexidade em adultos e em crianças, sem contar com os implantes de marcapassos cardíacos em pacientes provenientes dos 22 municípios acrianos. Aqui tenho residência fixa. Sou sim pré-candidato a deputado federal pelo União Brasil, pois aceitei o convite/desafio em participar de um projeto político partidário de grupo fantástico e entendo que posso ajudar a contribuir com o nosso estado do Acre”, disse.

Questionado sobre a possibilidade de ser favorecido dentro da sigla por conta do irmão ser vice-presidente, Fábio afirmou que o partido vai garantir a isonomia entre os candidatos. “O União Brasil já nasceu um gigante. No Acre não é diferente. O que é uma grande oportunidade, também é uma grande responsabilidade. No Brasil, isso será utilizado de maneira isonômica e no Acre não será diferente. Essa liderança estadual está com o Senador Márcio Bittar que com muita propriedade vem conduzindo este fantástico crescimento de maneira democrática, isonômica e valorizando um importante time competitivo que enriquecerá a política do estado”, afirmou.

O ac24horas também procurou o secretário do União Brasil no Acre, o ex-prefeito de Sena Madureira, Jairo Cassiano. O dirigente partidário afirmou que não vê nenhuma ilegalidade na candidatura de Rueda. “Eu, como dirigente partidário, preciso de candidato. O Rueda é um médico conceituado que trabalha no Acre há mais de uma década. É possível que tenha residência em outros lugares, mas trabalha aqui, tem residência aqui em Rio Branco e seu domicílio eleitoral é aqui no Acre. Eu sou de Sena Madureira, trabalho aqui a semana toda e final de semana vou para Sena e isso não causa nenhum prejuízo ao meu trabalho. Sua pré-candidatura é muito bem vinda”, explicou.

Sobre um possível tratamento diferenciado à Rueda, Cassiano foi taxativo e negou qualquer possibilidade. “Isso não existe, jamais faríamos isso com os nossos candidatos. Sem falar que apesar de ser um fundo partidário, o uso desse recurso público precisa seguir regras estabelecidas. Os candidatos terão o mesmo tratamento dentro do União Brasil”, disse.

Também questionado sobre os valores e a previsão de gastos do União Brasil nas eleições no Acre, Cassiano afirmou que ainda não tem previsão de valores. “O fundo partidário só é realmente definido após as convenções. Então, a gente ainda não tem essa previsão de gastos e como será realizada a divisão entre as candidaturas”.

Continuar lendo

Destaque 4

Desmate cresce 10% em abril e área desflorestada no Acre é a 4ª maior da Amazônia

Publicado

em

Apenas em abril, último mês da “estação chuvosa”, o chamado “inverno amazônico”, uma área de floresta do tamanho da cidade do Rio de Janeiro foi posta abaixo no bioma.

No Acre, o desmate aumentou 10% em abril. Já no período entre agosto de 2021 e abril de 2022, o desflorestamento chegou a 440 quilômetros quadrados, 4º maior maior área desmatada na Amazônia.

Durante as chuvas, os indicadores do Acre foram negativos, mas já dão sinais de que vão subir.

Os dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) detectaram uma perda de 1.197 km², 54% a mais do que o registrado no mesmo mês de 2021. Com isso, a região teve o pior abril dos últimos 15 anos, desde que o instituto iniciou o monitoramento por satélites, em 2008.

Em abril de 2022, o SAD detectou 1.197 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal, um aumento de 54% em relação a abril de 2021, quando o desmatamento somou 778 quilômetros quadrados. O desmatamento detectado em abril de 2022 ocorreu no Mato Grosso (31%), Amazonas (29%), Pará (20%), Rondônia (16%), Roraima (2%), Maranhão (1%) e Acre (1%).

Em abril de 2022, a maioria (74%) do desmatamento ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse. O restante do desmatamento foi registrado em Assentamento (13%), Unidades de Conservação (12%) e Terras Indígenas (1%).

Continuar lendo

Destaque 4

Acre é o primeiro do país a certificar novo modelo de urna: “Inviolável”, diz coordenador do TSE

Publicado

em

Em solenidade no Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), na tarde desta quarta-feira, 11, o Acre se tornou o primeiro estado a certificar o novo modelo da urna eletrônica Modelo UE2020, que será usada nas eleições deste ano.

O coordenador de Tecnologia do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, Rafael Azevedo, enalteceu o sistema eleitoral do país como “inviolável”. “A segurança não se iguala a nenhum procedimento eleitoral no mundo”, declarou, dizendo que cerca de 25% das urnas no Brasil já foram auditadas, faltando apenas 75%.

Após a certificação que durou em média 10 minutos, Rafael inseriu uma chave específica para que o sistema não fosse violado. “Ele cria uma amarração tão grande. É inviável ser fraudada”, comentou.

O Diretor-Geral do TSE, Rui Moreira, disse que o órgão recebeu uma série de demandas do Tribunal Regional Eleitoral e que deverá atender no momento oportuno. Dentre elas, um aumento aos mesários de 50% e também um aumento nos dias de folga de 3 para 4 (dias). “Vamos dá todo o apoio para que as eleições no Acre sejam um sucesso”, explicou.

O presidente do TRE-AC, desembargador Francisco Djalma, agradeceu pela certificação da urna em solo acreano. “Etapas que marcam o processo eletrônico de votação no Brasil e que garantem há mais de 25 anos”, ressaltou.

Em fevereiro deste ano, o TRE recebeu 1.168 novas urnas eletrônicas, modelo 2020 (ano em que foram definidas as especificações), que serão usadas nas próximas eleições, no dia 2 de outubro. Em todo o estado serão disponibilizadas mais de 2 mil urnas.

A nova urna eletrônica, modelo 2020, conta com novo design, teclado do terminal do eleitor foi reposicionado em relação à tela de LED e o terminal do mesário passa a ter uma tela sensível ao toque, além de um leitor de identificação biométrica com maior área de captura.

O evento contou com a presença do presidente do TRE-AC, Desembargador Francisco Djalma, do Diretor-Geral do TSE, Rui Moreira, e do Coordenador de Tecnologia do TSE, Rafael Azevedo e demais autoridades.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!