Conecte-se agora

Governo do Acre não descongelará o ICMS dos combustíveis

Publicado

em

O Comitê Nacional dos Secretários Estaduais de Fazenda (Comsefaz) anunciou dia 14 de janeiro o descongelamento do ICMS dos combustíveis, mas o Estado do Acre não deverá adotar a medida, contrariando inclusive o posicionamento de auditores fazendários locais.
A porta-voz do governador Gladson Cameli, Mirla Miranda, confirmou ao ac24horas que o Acre manterá o ICMS congelado. Em vários Estados, o congelamento deve acabar no fim de janeiro.

Na reunião do fim de outubro do ano passado, o Comsefaz tinha decidido manter o ICMS enquanto a União, a Petrobras, o Congresso Nacional e os estados negociavam uma solução definitiva para amortecer parte do impacto dos reajustes nas refinarias para o consumidor.

Em reportagem sobre o tema, a Agência Brasil lembra que diversas vezes ao longo do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro atribuiu aos estados parte da culpa pelos aumentos dos combustíveis. O governo federal quer que o ICMS seja cobrado como um preço fixo por litro, como ocorre com os tributos federais. Recentemente, o presidente anunciou que adotará medidas mais contundentes para reduzir o preço dos combustíveis. Assim, o Acre deve seguir o posicionamento federal.

Por meio de sua assessoria, a presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Acre, Karyenne Machado, informou que um possível descongelamento do ICMS é prejudicial tanto para os postos como para a população. O Sindepac, que agrega os postos de combustíveis do Acre, diz que “gostaria muito” que a medida continuasse.
“Os impostos representam a maior fatia do preço final do produto. Infelizmente, essa decisão cabe apenas aos governos”, diz o sindicato.

Destaque 7

Nenhum petista do Acre foi convidado para o casamento de Lula e Janja que será no dia 18

Publicado

em

Por

A menos de uma semana do casamento, os convidados do pré-candidato a presidência Lula e da socióloga Rosângela Silva, a Janja, começaram a receber os convites com o horário da festa, que até então estava em sigilo. O evento será às 19h da próxima quarta-feira (18), mas o endereço segue em segredo. O vestido da noiva é assinado pela estilista Helô Rocha. A indicação foi da chef Bela Gil, que é amiga do casal e está entre os 150 convidados da festa.bJanja já acompanhava o trabalho de Helô Rocha e quis que ela fosse a responsável pelo modelo.

O casal, até agora, não tem planos de lua de mel. Lula e Janja vão tirar uns dias de folga e permanecerão em São Paulo, onde vivem desde o início do ano. Em uma reunião do PT, no início do mês, Lula falou sobre o tema. Disse aos presentes que está em “eterna lua de mel com Janjinha”, como se refere à noiva. O ex-presidente já tem agendas de campanha marcadas para a semana do dia 23 de maio no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Janja, como sempre, vai acompanhá-lo.

Os convidados que vêm de outras cidades foram sendo recomendados a chegar em São Paulo no dia 17 e bloquear a agenda do dia 18 de maio. Um dos poucos deputados que entraram na lista foi Alexandre Padilha, que é médico e atende os filhos do ex-presidente. O coordenador da campanha de Lula, o deputado Rui Falcão, também foi convidado. A escolha de poucos nomes para o evento tem causado ciumeira entre os parlamentares.
Na mesma reunião no PT, Lula falou sobre a importância da cerimônia, que será civil e religiosa. Disse que é “apegado às tradições” e que queria receber uma bênção e casar de papel passado, como fez nas suas duas uniões anteriores.

O casal não quer que o casamento seja um ato político, mas a celebração deve ser usada na campanha, segundo integrantes do PT. A ideia é contrapor Lula a Bolsonaro, dizendo que o presidente se apresenta como um homem de família, mas é petista que teve seus três casamentos realizados na esfera religiosa e civil e religiosa.

O ac24horas apurou que nenhum petista do Acre foi convidado para a festa. A reportagem consultou o ex-senador Jorge Viana, que confirmou que não foi convidado, mas que entende que é uma festa mais para a família dos noivos. “É uma lista que a Janja mesma está cuidando. Muitos familiares, é algo mais íntimo, é natural isso. Desejo a felicidade desse casal”, pontuou.

Continuar lendo

Destaque 7

13° edição do prêmio de jornalismo do MP é lançado

Publicado

em

Em solenidade realizada no auditório do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), foi lançada nesta quinta-feira, 12, a 13ª edição do Prêmio de Jornalismo com a palestra “A estrutura de uma notícia falsa e seu poder de convencimento”, ministrada pelo cientista político e professor de Direito Constitucional da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), Ulisses Melo.

O procurador-geral de justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC), Danilo Lovisaro, enalteceu a retomada do prêmio presencial após 2 anos suspenso em razão da Covid-19. “Nesse período, foram realizadas de maneira virtual devido às medidas sanitárias e agora vamos retomar esse prêmio. Que esse evento traga diversos artigos onde a comissão vai avaliar. Esperamos fazer um prêmio à altura dos jornalistas do Acre”, comentou.

Lovisaro parabenizou o currículo do palestrante escolhido para o evento. “O palestrante vai nos mostrar o quanto a fake news prejudica a sociedade. Temos que separar o jornalismo sério com o que não é uma informação. O prêmio homenageia os jornalistas do Acre”.

Representando o governador Gladson Cameli, ausente da capital, a secretária de comunicação, jornalista Nayara Lessa, destacou que a relação do governo com os jornalistas sempre foi de liberdade de expressão em relação aos temas e assuntos divulgados. “Temos nos empenhado em levar a informação aos 22 municípios do Estado”, disse.

Lessa lembrou ainda os investimentos feitos pelo governo na área da comunicação em prol de levar as ações da gestão à população.

O senador Sérgio Petecão (PSD), presente no ato, fez agradecimentos à iniciativa do prêmio que, para ele, engrandece o trabalho profissional dos comunicadores. “O fake é um nome moderno e que em sua época era chamado de notícia mentirosa. Parabéns pela organização do evento”, declarou.

De acordo com a organização da 13ª edição do Prêmio de Jornalismo do MPAC, que terá como tema a “Cidadania transformada em notícia”, a premiação vai representar o reconhecimento do MPAC à função social da mídia e sua importante contribuição como formadora de opinião e difusora de informações.

No geral, quatro categorias estarão em disputa, distribuídas entre imagem, mídia audiovisual e mídia escrita, além dos destaques acadêmicos. Serão concedidos troféus e prêmios em dinheiro aos melhores trabalhos em cada categoria.

O órgão controlador destaca que os trabalhos vencedores serão anunciados durante cerimônia a ser realizada até o fim do ano. Em relação ao regulamento, o formulário de inscrição do concurso deve estar disponível a partir de 12 de maio no site premiodejornalismo.mpac.mp.br.

Continuar lendo

Destaque 7

Petecão confirma acerto e Vanda será a pré-candidata ao Senado

Publicado

em

Na tarde desta quarta-feira, 11, o senador e pré-candidato ao governo, Sérgio Petecão (PSD), confirmou que a deputada federal Vanda Milani (PROS)será a pré-candidata ao senado da República pela sua chapa majoritária.

A oficialização do acerto veio logo após a divulgação da polêmica “gafe’ cometida por membros partidários na divulgação do folder do evento que será promovido neste mês. Segundo Petecão, o martelo foi batido em reunião com a parlamentar na manhã de hoje. “Passei uma boa parte da manhã em uma agradável conversa com a deputada federal Vanda Milani. Tenho a dizer que o martelo está batido. A competente deputada Vanda será a nossa pré-candidata ao Senado Federal”, comemorou.

O ato de apresentação oficial de Milani como pré-candidata majoritária na chapa de Sérgio Petecão deverá ocorrer no próximo dia 21 de maio na chácara Boi Cagão com a presença, inclusive, do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. “Tenho absoluta certeza de que Vanda será uma importante parlamentar no Senado para o Estado do Acre nos próximos anos” declarou o parlamentar.

Continuar lendo

Destaque 7

Bocalom diz que prefeitura já economizou R$ 90 milhões

Publicado

em

O prefeito Tião Bocalom continua surfando na onda positiva após seu governo conceder reajuste aos servidores públicos. Nesta quarta-feira, 11, Bocalom recebeu em seu gabinete, homenagens de algumas classes de servidores públicos.

Uma das homenagens veio dos engenheiros civis que fazem parte da Superintendência de Trânsito de Rio Branco (RBTrans). “Esse novo PCCR nos equilibra com os demais engenheiros e arquitetos da prefeitura, com remuneração, carga horária e gratificações iguais. Isso é um grande avanço”, destaca Rogério Melo, engenheiro civil da RBTrans.

Outra classe que esteve presente para agradecer Bocalom foi a dos procuradores municipais. “Marcamos essa agenda para agradecer pelo reajuste concedido à nossa classe e estamos aqui para dizer que estamos muito satisfeitos com essa valorização”, disse Sandra Macedo, procuradora do município de Rio Branco.

Em seus agradecimentos, Bocalom voltou a frisar que o reajuste concedido aos servidores públicos é fruto da economia de recursos dos cofres públicos no ano passado e antecipou que a prefeitura já economizou cerca de R$ 90 milhões este ano.

“Quando se tem um servidor que ganha muito pouco, a insatisfação vai parar na comunidade. Todos os profissionais merecem ser reconhecidos, tanto que elevamos o salário mínimo acima do nacional. Mais uma vez, preciso lembrar que no ano passado conseguimos economizar cerca de R$ 240 milhões e quero anunciar aqui que nos primeiros quatro meses deste ano já conseguimos fazer uma economia na prefeitura de R$ 90 milhões. Claro que houve um aumento de receita, mas esse número só é possível porque tratamos de forma eficiente o recurso público”, disse Bocalom.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!