Conecte-se agora

Duas apostas da Mega-Sena dividem prêmio de R$ 11 milhões; veja os números

Publicado

em

A Mega-Sena sorteada nesta quarta-feira (12) teve dois acertadores: um de Urucânia (MG) e a outra feita pela internet, e dividiram o prêmio de R$ 11 milhões.

Cada uma vai receber 5.259.397,57.

As dezenas sorteadas foram: 01 – 05 – 12 – 13 – 17 – 31.

A quina teve 161 apostas ganhadoras, cada uma vai receber R$ 13.732,65. Já a quadra teve 131 acertadores e cada um vai ganhar R$ 388,45.

O próximo sorteio será no sábado (15) e o prêmio está estimado em R$ 3 milhões.

Destaque 3

México vence Arábia Saudita em partida emocionante, mas é eliminado por saldo de gols

Publicado

em

Por

O México venceu a Arábia Saudita por 2 a 1 nesta quarta-feira (30), no estádio Lusail, pela terceira rodada do Grupo C da Copa do Mundo, com gols de Martín e Chávez, mas ficou fora das oitavas de final da competição por ter um gol a menos de saldo que a Polônia. As duas seleções empataram em pontos, com quatro cada.

A primeira colocada da chave foi a Argentina, que venceu a seleção polonesa por 2 a 0 e chegou a seis pontos. Polônia e México somaram quatro, já a Arábia Saudita ficou na lanterna, com três. A seleção argentina enfrenta a Austrália nas oitavas, enquanto a Polônia pega a França.

A emoção tomou conta dos minutos finais de ambas as partidas, já que um gol do México ou da Argentina seria o bastante para a classificação dos mexicanos, que tiveram dois gols anulados na segunda etapa.

O jogo

O México começou o jogo melhor e quase abriu o placar logo aos dois minutos. O atacante Vega saiu cara a cara com o goleiro Al-Owais, que levou a melhor sobre o mexicano. Aos 12, a Arábia Saudita respondeu, de falta, com Kanno. A bola passou a centímetros da trave de Ochoa.

Com maior controle da posse de bola, o México levou perigo novamente aos 24 minutos, quando Pineda finalizou de dentro da área, mas, novamente, o goleiro levou a melhor. Jogando no contra-ataque, os sauditas novamente passaram perto do gol de Ochoa, aos 50, em boa cabeçada de Al-Hassan, mas o placar seguiu zerado ao intervalo.

Já na segunda etapa, os mexicanos voltaram avassaladores e marcaram dois gols em seis minutos. Aos dois, Henry Martín aproveitou desvio na primeira trave após cobrança de escanteio e empurrou para as redes da pequena área. Aos seis, Luis Chávez cobrou falta com perfeição, no ângulo esquerdo, e ampliou. Aos 10, Lozano chegou a ampliar, mas o atacante Martín estava impedido na jogada.

Simultaneamente, a Argentina ia vencendo a Polônia por 2 a 0, o que igualava poloneses e mexicanos em quase todos os critérios de desempate, menos no número de cartões tomados, com sete para o México e quatro para a Polônia. Em busca da classificação, os mexicanos foram para cima dos sauditas.

Aos 27, novamente o volante Luis Chávez cobrou falta muito perigosa, com direção do ângulo, mas dessa vez, o goleiro saudita conseguiu buscar. Até o minuto 35, o México teve pelo menos mais três chances muito perigosas e, aos 41, marcou com Antuna, que estava impedido.

O maior anticlímax para a seleção do México veio a um minuto do fim do jogo. Aos 49, Salem Al-Dawsari tabelou no ataque, saiu cara a cara com Ochoa e apenas finalizou no canto. 2 a 1 para o México, que foi eliminado da Copa do Mundo. Emoção até o fim.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Argentina vence e se classifica em primeiro do grupo; Polônia avança pelo saldo de gols

Publicado

em

Por

A Argentina está classificada às oitavas de final da Copa do Mundo. Na tarde desta quarta-feira (30), a Albiceleste venceu a Polônia por 2 a 0, assumiu a liderança do Grupo C e confirmou sua vaga na próxima fase do Mundial, com gols de Mac Allister e Julián Álvarez.

A seleção polonesa, apesar da derrota, também se classificou. O time do craque Robert Lewandowski terminou a fase de grupos com a mesma pontuação do México, que venceu a Arábia Saudita, por 2 a 1, e ficou com saldo de gols inferior.

O jogo

A Argentina foi a campo podendo até empatar para garantir sua vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Mas a igualdade no marcador não era interessante para a seleção Albiceleste, que dependeria de um tropeço da Arábia Saudita para se classificar. Por isso, a pressão para abrir o placar foi imposta desde o minuto inicial da partida.

O técnico Lionel Scaloni apostou nas bolas longas pelos lados do campo, com Acuña, pela esquerda, e Di María, pela direita. Os dois eram acionados por Messi, que não teve espaço para armar jogadas pelo meio-campo. Sem a bola, o craque da seleção argentina se posicionou na entrada área e por vezes buscou se infiltrar para balançar a rede.

Foi assim que saiu a grande chance da Argentina no primeiro tempo. Aos 35 minutos, Julián Álvarez cruzou para Messi, que apareceu na segunda trave, mas foi tocado pelo goleiro polonês Szczesny. O árbitro revisou o lance no monitor e marcou pênalti a favor da Albiceleste. Messi bateu cruzado, e Szczesny defendeu para manter o placar sem gols.

A segunda etapa começou com a mesma tônica que terminou a primeira, mas com uma diferença: a Argentina conseguiu balançar a rede. No primeiro lance do jogo, Di María abriu para Molina pela direita. O lateral foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para a área. Com liberdade, Mac Allister bateu de primeira e colocou a Albiceleste na frente do marcador.

A vantagem não fez com que a Argentina reduzisse a intensidade. Os comandados de Scaloni seguiram dominando as ações do jogo e buscando incessantemente o segundo gol. Já a Polônia não ofereceu perigo algum e só se defendeu.

Aos 22, a Argentina ampliou. Após boa troca de passes, Enzo Fernández recebeu dentro da área e bateu colocado, acertando a bola no ângulo de Szczesny. Depois do segundo gol, a Albiceleste reduziu a intensidade e administrou o resultado até o apito final.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Austrália vence Dinamarca por 1 a 0 e se classifica às oitavas de final da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Austrália venceu a Dinamarca por 1 a 0 e se classificou às oitavas de final da Copa do Mundo na segunda colocação do Grupo D, com seis pontos, atrás somente da França. A seleção australiano enfrentará Argentina, Polônia ou Arábia Saudita no mata-mata (o adversário será definido com os jogos das 16h).

A Dinamarca, por sua vez, se despede da Copa do Mundo de forma decepcionante. Cotada como uma das possíveis surpresas, a seleção dinamarquesa terminou na lanterna do Grupo D, com apenas um ponto. O único gol marcado foi na derrota por 2 a 1 para a França, já que tinha ficado no 0 a 0 com a Tunísia na estreia.

Nesta quarta-feira (30), a Dinamarca tinha de ganhar para sonhar com as oitavas de final. A Austrália, por sua vez, precisava da vitória para não depender do tropeço da Tunísia diante da França, algo que não aconteceu também de forma surpreendente.

A Dinamarca começou melhor o jogo e até teve algumas chances para abrir o placar, mas a equipe demonstrou muita ineficiência no sistema ofensivo. A Austrália parecia contente com um empate e pouco se arriscava.

No segundo tempo, a Austrália saiu em contra-ataque mortal e fez o gol da classificação aos 15 minutos. Leckie recebeu lançamento, driblou o zagueiro adversário e finalizou rasteiro, cruzado, para o fundo da rede.

O fim do jogo foi elétrico. A Dinamarca pressionou muito em busca do empate, de todas as formas, mas não conseguiu chegar ao gol. Agora, a Austrália aguarda para saber quem enfrentará nas oitavas de final. O duelo será realizado no sábado (3), às 16h.

VEJA O GOL:

video
play-rounded-fill

 

Continuar lendo

Destaque 3

Duelo entre Messi e Lewandowski é o destaque da Copa do Mundo nesta quarta

Publicado

em

A próxima quarta-feira (30) reserva um encontro de estrelas para os amantes de futebol que acompanham a Copa do Catar. A partir das 16h (horário de Brasília), o Estádio 974 será palco do confronto da Argentina de Lionel Messi e da Polônia de Robert Lewandowski, partida válida pela terceira rodada da fase de grupos do Grupo C e que decidirá o destino destas equipes na competição.

Os hermanos dependem apenas de suas próprias forças para avançarem, basta que vençam para se garantirem nas oitavas. Após o triunfo sobre o México no último sábado (26), a Argentina chega motivada para a partida desta terça.

Já a equipe de Robert Lewandowski vem de triunfo sobre a Arábia Saudita, o que lhe garantiu a liderança da chave. Com quatro pontos conquistados, os poloneses precisam de apenas um empate para avançarem.

No mesmo horário e grupo, Arábia e México medem forças no Estádio de Lusail. A seleção mexicana não depende só de si para avançar, pois, ocupando a lanterna do Grupo C com apenas um ponto, terá que superar os sauditas e torcer por uma vitória da Polônia no outro jogo. Se a Argentina vencer ou der empate, o México terá que tirar a diferença no saldo de gols. Já a Arábia tem uma situação mais simples para avançar às oitavas, precisa apenas de uma vitória simples.

Mais cedo, a partir das 12h, começará a ser definida a classificação final do Grupo D, com a atual campeã França pegando a Tunísia no Estádio Cidade da Educação e Austrália e Dinamarca medindo forças no Estádio Al Janoub.

Os franceses chegam ao seu compromisso com 100% de aproveitamento até aqui e já classificados. Já os tunisianos, com apenas um ponto, têm uma pequena possibilidade de avançar, e para isto precisam bater a França e torcer para que a Austrália não supere a Dinamarca.

Os australianos, por sua vez, tem situação muito cômoda, pois dependem apenas de si. Basta que vençam. Os dinamarqueses, por sua vez, precisam vencer, mas com um saldo de gols melhor do que o dos tunisianos.

* Colaboração de Pedro Dabés (estagiário) sob supervisão de Verônica Dalcanal.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.