Conecte-se agora

“Diminuir ICMS não baixa preço da gasolina e pode quebrar Estado e municípios”, diz Gladson

Publicado

em

Ainda durante entrevista concedida ao Boa Conversa, no ac24horas, na noite desta segunda-feira, 22, o governador Gladson Cameli (Progressistas) comentou a guerra de narrativa envolvendo governadores e o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) acerca do impacto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sob o preços da gasolina nos postos de combustíveis.

Segundo Cameli, é necessário que o governo federal tome providências sobre os excessivos reajustes, somente em outubro houve dois aumentos, que juntos somam 14,06%.

Na sua argumentação, Cameli citou, por exemplo, a questão da diminuição do ICMS sobre o combustível da aviação, que saiu de 25% a 3%, em sua gestão. Para o governador, o presidente Bolsonaro tem que por fim a indexação do preço da gasolina ao dólar.

“Eu só queria uma reunião pra ver de onde viria uma compensação porque não tem condição. É tu descobrir um santo pra cobrir outro e não diminuí. Eu diminuí o querosene da aviação e a passagem aérea diminuiu? É o dólar que manda, você pode colocar o ICMS em zero que não adianta. O que o governo federal tem que fazer é tirar essa regra. Se diminuir o ICMS, iremos colocar a folha de pagamento em risco, criaremos instabilidades e vai quebrar mais ainda os Estados e os municípios”, afirmou Cameli.

Destaque 3

Arrascaeta brilha em partida, Uruguai vence Gana, mas está eliminado da Copa

Publicado

em

Por

O Uruguai está fora da Copa do Mundo. Nesta sexta-feira (2), a Celeste venceu Gana por 2 a 0, mas foi eliminada do Mundial porque a Coreia do Sul bateu Portugal. Arrascaeta, que estreou entre os titulares, marcou os dois gols da vitória uruguaia.

Com o resultado, a seleção lusitana ficou na primeira colocação da chave, com seis pontos. Já os sul-coreanos ficaram na segunda colocação, com quatro, mesma pontuação do Uruguai, porém com saldo de gols superior. Gana terminou na lanterna, com três.

O jogo

A seleção uruguaia iniciou a última rodada da fase de grupos precisando de uma combinação de resultados para avançar às oitavas de final da Copa. Além de vencer Gana, a Celeste tinha de torcer por um tropeço da Coreia do Sul, que foi a campo diante de Portugal.

Como a vitória era imprescindível, o técnico Diego Alonso não teve outra opção a não ser atacar. O craque do Flamengo Arrascaeta começou entre os titulares, assim como o veterano atacante Suárez, que havia iniciado no banco de reservas na derrota contra Portugal.

A formação mais ofensiva surtiu efeito, mas Gana foi quem teve a primeira grande chance do jogo. Aos 15 minutos, Kudus dividiu com o goleiro Rochet e ficou caído dentro da área. A princípio, foi marcado impedimento, mas o VAR alertou o árbitro sobre um possível pênalti. O lance foi revisado no monitor, e a penalidade foi confirmada. André Ayew foi para a cobrança, e Rochet salvou o Uruguai, em uma amarga lembrança das Copa de 2010 para os ganeses.

O pênalti perdido afetou o esquadrão africano, que se desencontrou em campo. Já os uruguaios aproveitaram o baque e foram para cima. Aos 25, Arrascaeta abriu o placar e, aos 30, o meia do Flamengo ampliou.

Com a vantagem confortável no marcador, o Uruguai recuou as linhas no segundo tempo, na tentativa de surpreender Gana no contra-ataque. Do outro lado, a seleção africana tinha a posse de bola, mas não encontrava espaços na compacta defesa sul-americana.

Mas o Uruguai teve de sair de sua zona de conforto porque, no outro jogo, a Coreia do Sul venceu Portugal. Neste cenário, a Celeste precisava de mais um gol para se classificar. Sem alternativas, a equipe de Diego Alonso teve novamente de se lançar ao ataque, mas o gol não saiu. O placar seguiu inalterado, e a Celeste se despediu da Copa do Catar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Coreia do Sul vira sobre Portugal e entra na rota do Brasil nas oitavas de final da Copa

Publicado

em

Por

A Coreia do Sul surpreendeu nesta sexta-feira (2), no estádio Cidade da Educação, ao vencer Portugal por 2 a 1 pela 3ª rodada do Grupo H da Copa do Mundo. A virada da equipe asiática contou com gols de Kim Young-Gwon e Hwang Hee-Chan, enquanto Ricardo Horta anotou para os lusos. Classificados em 2º na chave, os sul-coreanos podem enfrentar o Brasil nas oitavas de final.

Basta apenas um empate para o Brasil ter pela frente a Coreia do Sul no primeiro mata-mata do Mundial do Catar. Primeiro colocado do Grupo H, Portugal deve encarar Sérvia ou Suíça, que estão na briga pela outra vaga da chave da Canarinho. Uruguai e Gana foram eliminados no grupo que contou com sul-coreanos e portugueses classificados.

O jogo

A partida começou com vantagem portuguesa logo cedo. Aos quatro, Pep lançou o lateral-direito Dalot, que avançou até a linha de fundo e tocou para trás. Entrando na área, o atacante Ricardo Horta bateu de primeira para abrir o placar. Com o placar a favor, a seleção lusitana passou a trocar passes no campo de defesa, esperando a Coreia do Sul tomar atitude no duelo.

Aos 15 minutos, a seleção sul-coreana conseguiu a primeira grande chegada, e até balançou a rede, mas o lateral-esquerdo Kim Jin-Su estava impedido. O gol anulado colocou a equipe asiática na partida, que passou a tentar algumas investidas no ataque. Aos 26, a Coreia do Sul empatou com Kim Young-Gwon, que pegou sobra de escanteio na área e deixou tudo igual.

Portugal voltou a ter controle do jogo a partir do empate sul-americano. Os lusos, no entanto, pararam nas duas linhas defensivas da equipe adversária, e optaram por algumas finalizações de fora da área. Dalot e Vitinha arriscaram bons chutes de média distância, ambos defendidos pelo goleiro Kim Seung-Gyu. A primeira etapa terminou com empate.

Com mais posse na volta do intervalo, a equipe do técnico Fernando Santos empurrou os asiáticos para o campo de defesa. Por outro lado, a Coreia do Sul passou a aproveitar retomadas de bola para criar contragolpes. Son e Hwang In-Beom, de fora da área, forçaram boas defesas do goleiro Diogo Costa.

A pouca criação lusa fez com que Fernando Santos levasse o meia Bernardo Silva a campo nos últimos minutos. O camisa 10, porém, não conseguiu mudar o desempenho dos europeus na partida. No fim, um contra-ataque puxado por Son foi mortal para Portugal. O camisa 7 serviu Hwang Hee-Chan em velocidade, que bateu na saída de Diogo Costa e classificou os asiáticos.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Marrocos vence Canadá com dois gols e avança às oitavas em primeiro lugar do grupo F

Publicado

em

Por

Em um grupo com Croácia e Bélgica, segunda e terceira colocadas na Copa do Mundo de 2018, quem surpreendeu e avançou na liderança foi o Marrocos, que venceu o Canadá por 2 a 1 nesta quinta-feira (1), pela última rodada do Grupo F. A Croácia ficou com a segunda vaga, enquanto a Bélgica está eliminada.

Nas oitavas de final, Marrocos terá pedreira certamente. O adversário será conhecido ainda nesta tarde, com o fechamento do Grupo E. As quatro seleções possíveis são: Espanha, Alemanha, Japão e Costa Rica. O duelo das oitavas ocorrerá na próxima terça-feira (6), às 12h.

Nesta quinta, o Marrocos precisava apenas de um empate para garantir a classificação. A missão ficou mais fácil logo com três minutos de jogo, com o gol de Ziyech.

Marrocos continuou melhor na partida e não demorou para ampliar. Aos 22, En-Nesyri recebeu dentro da área e finalizou para o fundo da rede. ainda no primeiro tempo, aos 40 minutos, Aguerd marcou contra e deu emoção ao jogo.

Na etapa complementar, o Canadá cresceu de produção e acumulou chances desperdiçadas. Na melhora delas, aos 25 minutos, Hutchinson cabeceou no travessão, a bola pingou em cima da linha e saiu.

Continuar lendo

Destaque 3

Croácia segura empate, elimina Bélgica e avança no 2º lugar do Grupo F da Copa

Publicado

em

A Croácia empatou por 0 a 0 com a Bélgica nesta quinta-feira (1º de dezembro), no estádio Ahmed Bin Ali, pela 3ª rodada do Grupo F da Copa do Mundo, e se classificou para as oitavas de final do torneio. A partida que envolveu duas das quatro melhores seleções do Mundial da Rússia foi intensa e aberta, mas não teve mudança no placar. O resultado sacramentou o adeus dos belgas no torneio disputado no Catar.

Garantida nas oitavas de final, a Croácia vai enfrentar o primeiro colocado do Grupo E da Copa do Mundo – Espanha, Japão e Alemanha brigam por esta vaga na chave. A seleção croata entrará em campo pelo mata-mata do Mundial do Catar na próxima segunda-feira (5), às 12h. A liderança do Grupo F ficou com Marrocos, que fez sete pontos na chave, dois a mais que os croatas.

O jogo

Bastaram apenas oito segundos de partida para que a Croácia criasse a primeira chance do jogo: na saída, Modric lançou Perisic, que cortou para dentro e finalizou para fora. Na sequência, a Bélgica conseguiu incomodar os croatas. Aos 12, De Bruyne puxou contra-ataque e serviu Mertens, mas o atacante bateu por cima. Na sequência, o inglês Anthony Taylor anotou pênalti de Carrasco em Kramaric. Porém, após checagem no VAR, o árbitro anulou a marcação por impedimento do zagueiro Lovren na jogada.

O ritmo da partida caiu depois do início movimentado. A Croácia, com Modric comandando as ações, buscou entrar na defesa adversária trocando passes. Do outro lado, a seleção belga tentava retomar a bola para sair em velocidade, além de utilizar lançamentos para buscar as costas dos defensores croatas. Na reta final, o primeiro tempo acabou sem chances claras para os dois lados.

A Bélgica voltou para o segundo tempo com Lukaku na equipe, que logo com dois minutos de uma cabeçada perigosa. Na sequência, a seleção croata respondeu com duas boas chegadas, com Kovacic e Modric, que fizeram Courtois trabalhar. Aos 15, os belgas conseguiram a melhor oportunidade no jogo: De Bruyne passou para Carrasco, que foi travado ao finalizar na área; no rebote, Lukaku acertou a trave da Croácia.

Acuada, a Croácia conseguiu diminuir o ímpeto belga nos minutos seguintes, e a partida ficou aberta. Aos 41 minutos, Meunier desviou uma bola na área, a redonda bateu em Lukaku, mas não tomou o caminho do gol. Três minutos depois, foi a vez de Thorgan Hazard cruzar para o camisa 9, mas o artilheiro se enrolou com a bola e não conseguiu empurrar para as redes. 0 a 0 no Ahmed Bin Ali e Croácia classificada.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.