Conecte-se agora

Lula encontra Macron em Paris e é recebido com protocolo de chefe de Estado

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira (17/11), o presidente da França, Emmanuel Macron, foi visto parado, ao lado de uma dezena de soldados, em frente ao Palácio do Eliseu. Ele esperava um carro preto, que se encaminhava até o local cortejado por mais de 20 soldados vestidos com roupas destinadas a eventos especiais. O rito faz parte do protocolo de recebimento de chefes de estados. Do veículo saiu o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O líder brasileiro entre 2003 e 2010 foi recebido por Macron em um evento reservado, sem a presença da imprensa. O ineditismo do encontro fez com que a ocasião virasse um dos assuntos mais comentados do país. Isso porque, desde a eleição do presidente francês, em 2017, Macron nunca recebeu nenhum presidente brasileiro, mas preparou uma cerimônia de chefe de Estado para o ex-presidente Lula.

Nem Michel Temer, que liderou o Brasil entre agosto de 2016 a dezembro de 2018, conheceu o Palácio do Eliseu e muito menos Jair Bolsonaro, atual presidente da República e desafeto expresso de Macron.

Há dois anos o líder francês disse publicamente que torcia para que brasileiros tivessem “logo um presidente que se comporte à altura”. A fala foi proferida no encerramento do encontro do G7 — grupo das sete maiores economias do mundo — em 2019, na França, ocasião em que ele e Bolsonaro se desentenderam diversas vezes.

A discussão, que começou com a defesa de Macron da Amazônia, terminou com Bolsonaro comentando um post que afirmava que “a perseguição” de Macron era “inveja” por ter uma mulher menos bonita que a primeira-dama Michelle Bolsonaro. “Não humilha, cara kkkkkk”, escreveu o líder brasileiro. Desde então, os dois líderes mantêm distância e a relação econômica entre os países está abalada.

“Avanço da extrema direita”

A pauta da reunião entre Macron e Lula não foi divulgada oficialmente, mas o ex-presidente brasileiro compartilhou que a “urgência climática e questões globais como a fome e a pobreza” fariam parte da conversa.

O pré-candidato à Presidência também afirmou que os dois debateram sobre o avanço da extrema direita do mundo. “Acredito que os líderes mundiais precisam sentar à mesa para dialogar e enfrentar esses desafios com uma governança global. Dividimos preocupações como o avanço da extrema direita pelo mundo e as ameaças à democracia e aos direitos humanos”.

Desde a última quinta-feira (11/11), Lula está na Europa e tem se reunido com diversas lideranças. Na sexta, ele esteve, por mais de uma hora, com o futuro chanceler alemão Olaf Scholz em Berlim, na Alemanha.

Já na segunda-feira (15/11), discursou no Parlamento Europeu, em Bruxelas, na Bélgica, onde foi aplaudido de pé. Lula falou que o Brasil vive uma “tragédia sem precedentes” com o governo Bolsonaro e listou atitudes criminosas do atual presidente em relação à pandemia da Covid-19.

Antes de se reunir com Macron, o ex-presidente almoçou, nesta terça-feira (16/11), com a prefeita de Paris Anne Hidalgo e discursou no renomado Instituto de Estudos Políticos de Paris.

Foto: Correio Braziliense

Cotidiano

Academia Acreana de Letras afirma que cientificou Jonas Filho de descumprimento de edital de eleições

Publicado

em

O presidente da comissão que conduziu a eleição da Academia Acreana de Letras (AAL), Enilson Amorim, encaminhou ao ac24horas a carta por meio da qual o paleontólogo Jonas Filho, ex-reitor da Ufac, foi comunicado do descumprimento do edital que impossibilitou a homologação de sua candidatura a uma das dez cadeiras que estavam vagas.

A desclassificação de Jonas Filho do certame causou surpresa de muita gente, principalmente no meio acadêmico, pela sua reconhecida atuação e produção no campo científico, e foi motivo de duras críticas feitas por ele mesmo tanto à Comissão Eleitoral quanto à presidente da AAL, Luísa Galvão, a quem acusou de agir com parcialidade.

A acusação de parcialidade se deu por ele ter, segundo Jonas, divulgado em suas redes sociais imagens de alguns candidatos em detrimento de outros no ato da inscrição. Sobre o caso, a imortal disse que o ex-reitor não aceita a não homologação da sua candidatura, que se deu em razão dele não ter entregado a sua produção intelectual, conforme exigia o edital de abertura do certame realizado no dia 30 de julho.

“Temos os documentos que entregou como prova da ausência de sua produção, que ele deixou de apresentar. A Comissão Eleitoral foi muito ética e agiu em conformidade com o que previa o edital. A Academia Acreana de Letras se conduz com zelo, respeito e responsabilidade. A eleição foi conduzida com toda lisura. Jonas quer incendiar a AAL e o sodalício ”, disse Luísa Galvão.

Enilson Amorim, presidente da Comissão Eleitoral, solicitou a publicação da carta encaminhada a Jonas Filho, segundo ele, para que não paire qualquer dúvida para a sociedade acreana de que a Academia Acreana de Letras agiu de maneira ética ao oferecer ao candidato as razões pelas quais a sua candidatura não foi homologada.

A seguir, a íntegra do documento e a comprovação, pelo WhatsApp, do recebimento por Jonas Filho:

 

Continuar lendo

Cotidiano

Cajado vem ao Acre na quinta empossar Gladson Cameli na presidência do PP

Publicado

em

Após toda a polêmica envolvendo quem deveria assumir o PP, finalmente, está previsto para a manhã da próxima quinta-feira, 7, na sede da sigla em Rio Branco, uma cerimônia que vai oficializar o governador Gladson Cameli na presidência do Progressistas. A informação foi repassada ao ac24horas por interlocutores do “ninho azul” nesta terça-feira, 5.

No último dia 22 de junho, ocorreu na sede do Partido Progressistas em Brasília, uma reunião comandada pelo presidente nacional, deputado federal Cláudio Cajado, e a cúpula da sigla do Acre, onde ficou definido que Cameli deveria assumir o comando do partido visando as eleições deste ano.

A solenidade deverá ser pomposa, haja vista que, o presidente nacional, deputado federal Cláudio Cajado, virá pessoalmente ao Estado empossar o chefe do executivo acreano no lugar da ex-presidente, senadora Mailza Gomes.

Com o comando do PP nas mãos, Gladson irá aceitar a montagem das chapas de deputado estadual e federal, além da composição da chapa majoritária – com a indicação, ou não, de um nome para a disputa da vaga do senado da República – que após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu espaço para os candidatos ao governo apoiarem mais de uma candidatura ao Congresso Nacional.

Continuar lendo

Cotidiano

Biomédicos terão audiência pública para exigir vaga em concurso da Sesacre

Publicado

em

Após uma manhã de conversa com deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), biomédicos terão a oportunidade de reclamar em Audiência Pública a falta de vagas no concurso que está em andamento pela Secretaria Estadual de Saúde (Saúde). O evento será nesta quarta-feira, a partir das 8h30.

Os profissionais alegam que precisam se unir neste momento para que a categoria não corra o risco de “desaparecer” no contexto de concurso público estadual. “Abriu-se uma pequena fração de luz para que a gente possa brigar para ganhar nosso espaço, o espaço que a gente perdeu”, dizem os representantes do grupo.

A Comissão Representante tem convocado biomédicos, estudantes, atuantes, efetivos e provisórios para o ato na Aleac. Além disso, a categoria pede reformulação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) e respeito do poder público pela classe.

No edital publicado pelo governo do Estado recentemente com 622 vagas, não há vagas para biomédicos, nem técnicos de enfermagem. Os profissionais da odontologia também emitiram nota de repúdio pelo certamente oferecer baixo número de vagas para a área.

Continuar lendo

Cotidiano

Mulher é presa por matar vizinha com 12 facadas; suspeita é de surto psicótico

Publicado

em

A dona de casa Maria José Linhares da Silva, de 46 anos, foi presa nessa segunda-feira, 4, acusada de ter matado Tailine da Silva Fernandes, de 33 anos, com 12 facadas no apartamento onde morava em um quarteirão situado na Rua 12 de Julho, região da Estação Experimental, em Rio Branco.

A autora do delito foi presa no bairro Calafate e deverá ser encaminhada ao presídio, já que tem prisão preventiva decretada. Segundo a Polícia Civil da capital, através de investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), resta dúvida ainda sobre a motivação do crime.

Uma das hipóteses é pelo fato de a acusada sofrer com esquizofrenia. Para a polícia, mulher pode ter sofrido um surto psicótico quando atacou a vítima.

Entenda o caso

Na tarde do dia 5 de maio de 2022, investigadores da DHPP foram acionados para atender uma ocorrência onde uma mulher havia sido encontrada morta com pelo menos 12 facadas.

A Polícia Civil levantou inicialmente várias hipóteses para o crime, dentre eles pela forma de como foi cometido, como vingança e crime passional. Durante as investigações, os policiais descobriram que a única pessoa que esteve no local do crime foi Maria José Linhares da Silva, que morava no mesmo quarteirão, que depois do ocorrido fugiu do local e foi encontrada em um hotel do 2º distrito da cidade.

Manchas de sangue encontradas nas roupas da suspeita e outros evidência fizeram com que o delegado Cristiano Bastos representasse pela prisão preventiva da suspeita com sucesso. Na manhã desta terça-feira, 5, Maria José deverá prestar um novo depoimento ao delegado responsável pelo inquérito.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!