Conecte-se agora

Acre poderá ter número recorde de candidatos ao Senado

Publicado

em

O numero de candidatos ao Senado para concorrer a única vaga disputada em 2022 poderá ser recorde em uma eleição no Acre. É que sem alternativas de reeleição segura, os deputados federais Alan Rick (DEM), Vanda Milani (SD), Jéssica Sales (MDB) e Perpétua Almeida poderão entrar na disputa, já que, em tese, a eleição majoritária oferece ao menos uma chance de continuar na política.

A esses nomes, acrescente-se o da senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS), Márcia Bittar (ainda sem partido), Jorge Viana (PT), Sanderson Moura (PSOL) e Leandro Costa (Cidadania). Ao todo são nove pré-candidatos no tabuleiro. Até o momento nenhum deles deu sinal de desistência, apesar das conversações entre Alan, Mailza e Jéssica.

Com nove candidatos é impossível apontar quem será eleito no dia dois de outubro de 2022. Porém, as pesquisas feitas apontam a liderança de Jorge Viana, seguido de Alan e Jéssica num empate técnico. Os demais pontuam abaixo dos dois dígitos. Pesquisa, como se sabe, traduz apenas o momento. O certo é que a área para o Senado está congestionada podendo surgir, inclusive, novos nomes.

. O ex-prefeito e ex-deputado Luís Hassem direto do seu Q.G. em Epitaciolândia liga para dizer que será um dos coordenadores da campanha de reeleição do governador Gladson;

. Vai de Vanda Milani (Senado), Israel Milani (federal) e Nicolau Júnior (deputado estadual).

. Para presidente, acompanha o governador Gladson.

. Tá dito!

. “Com o fim das coligações proporcionais o desespero na Câmara Federal é grande”. (Deputada Perpétua Almeida).

. Ficou praticamente impossível a reeleição dos atuais deputados federais.

. Até aí tudo bem explicado, mas cabe uma pergunta…

. Se eles, que já são deputados federais, têm estrutura e muito dinheiro, não se elegem, quem se elegerá?

. Quem poderá atingir o coeficiente eleitoral de 50 mil votos?

. E se ninguém atingir este coeficiente, como fica?

. O que diz as novas regras.

. Com a palavra o professor Coelho!

. O desespero não é apenas na Câmara Federal, entre os deputados na Assembleia Legislativa também.

. O problema é o mesmo:

. Como encontrar gente para compor as chapas dos partidos para se elegerem?

. Ninguém quer.

. O fim das coligações proporcionais foi um dos efeitos colaterais positivos da Operação Lava Jato.

. Coisa boa para o sistema democrático.

. Oxigena!

. A propósito, a situação da deputada federal Mara Rocha (PL) é a mesma do ex-governador Jorge Viana;

. Não está definido se disputam o governo ou o Senado.

. Uma boa semana!

Coluna do Astério

Mara, Márcia e Rosana: três mulheres e um destino!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Por que dizer “louvem a Deus” ofende tanto?!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Lula X Bolsonaro; o STF é uma mãe!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Lições de vida; Sento-Sé abrindo o coração no Bar do Vaz

Publicado

em

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas