Conecte-se agora

Após cinco meses, assassinato de ex-prefeito Gedeon Barros ainda não foi elucidado

Publicado

em

A morte do prefeito do ex-prefeito de Plácido de Castro, Gedeon Barros, 52 anos, assassinado a tiros na manhã do dia 20 de maio, no bairro Santa Inês, no Segundo Distrito de Rio Branco, segue sem desfecho das autoridades.

Depois de cinco meses do consumado, a reportagem do ac24horas buscou contato com o delegado Marcus Cabral, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pelas investigações, porém, ele disse que o caso segue sendo apurado pela justiça. Contudo, questionado, não soube dar maiores informações.

Em maio, dois homens chegaram em uma moto e executaram o ex-gestor em seu veículo, fugindo em seguida para o bairro Belo Jardim, onde se concentraram as buscas da polícia, na época. No carro estava um amigo de Gedeon que, por sorte, não foi atingido.

A esposa de Barros já prestou depoimento e disse que o ex-marido estava sendo ameaçado em decorrência de supostas dívidas. Recentemente, a Polícia Civil já interrogou mais de oito pessoas, mas, não conseguiu elucidar o caso.

Destaque 4

Direção do PS culpa prefeitura por superlotação em corredores do Pronto-Socorro

Publicado

em

A diretora do Hospital Geral de Clínicas de Rio Branco (Pronto-Socorro), Dora Vitorino, emitiu uma nota culpando a prefeitura de Rio Branco de Tião Bocalom (Progressistas) pela suposta lotação do Pronto-Socorro de Rio Branco divulgado pelo ac24horas.

LEIA TAMBÉM:

“Dar dó de ver os pacientes no PS”, diz Bocalom ao comentar caso de Ailton Oliveira

Mesmo com nova ala inaugurada, PS volta a ter pacientes espalhados pelos corredores

Vitorino contou que o Pronto-Socorro de Rio Branco é referência nos atendimentos de Urgência e Emergência, porém, diante da necessidade da comunidade acaba realizando o atendimento de pacientes que deveriam ser atendidos na atenção primária, nas Unidades Básicas de Saúde, UBS e URAPs do município. “Muitas vezes esse atendimento primário em área de urgência e emergência termina, por consequência, superlotando a unidade, mas não é uma prática comum. E seria fácil de evitar não fosse a necessidade de atendimento aos pacientes das UBS e URAPs do município”, declarou.

A direção afirmou ainda que a unidade é porta de entrada dos atendimentos do SAMU e dispõe de médicos 24h por dia, com três médicos na Emergência, quatro cirurgiões na Sala de Emergência Traumática e dois médicos para realizar a triagem dos pacientes na porta de entrada da unidade.

Dora disse ainda que até o mês de abril de 2022, a equipe do Pronto-Socorro realizou mensalmente, cerca de 3.230 atendimentos ambulatoriais (consultório adulto), totalizando até abril 12.920 atendimentos. Atendeu no total 1.417 pacientes na Sala de Emergência Clínica, e realizou 1.924 cirurgias. “O Pronto-Socorro preza pela transparência e respeito a todos os pacientes e comunidade e continuará prestando todos os esclarecimentos necessários, para demonstrar a lisura na condução de suas atividades”, argumentou.

Continuar lendo

Destaque 4

Após decisão da justiça de impedir shows, prefeitura cancela 4ª Edição da Expo Tarauacá

Publicado

em

Atendendo a um pedido do Ministério Público Estadual (MP-AC) que solicitou à Justiça a imediata suspensão dos shows dupla Thaeme e Thiago e dos cantores Kelvin Araújo e Eros Biondini no município de Tarauacá, a prefeitura comunicou na sexta-feira, 25, que decidiu cancelar a 4ª Edição Agro Expo na região do abacaxi.

De acordo com a nota assinada por Raimundo Maranguape, prefeito em exercício, após a divulgação da decisão judicial, inúmeros empreendedores desistiram de ocupar as barracas da Secretaria de Cultura, os quais venderiam bebidas e comidas, uma vez que a ausência de atração nacional não atrairá público suficiente e compatível ao investimento feito por cada um dos pequenos empreendedores. “Esse comportamento dos comerciantes plenamente compreensível para o momento, traz como consequência, a evasão da quase totalidade dos demais comerciantes que atuariam na feira, sobretudo dos segmentos do agronegócio e indústria (veículos), ocasionando um profundo prejuízo à Organização do Evento e, não diferente, à sua realização”, diz trecho da nota.

A prefeitura destaca que as atrações locais não deveriam suprir a falta dos cantores nacionais e garantir o público esperado ao evento. “Embora tenhamos grandes e valorosos artistas locais, estas apresentações não seriam suficientes, em vista dos eventos anteriormente realizados, para garantir o público antes esperado. É importante destacar que a equipe da Prefeitura esteve dedicada, dia após dia, em proporcionar um evento à altura do esperado pela população de nosso Município, e até do Estado, tendo sido adotados todos os meios legais e moralmente legítimos para tanto”, comentou.

A Expo Tarauacá 2022 estava programada para ocorrer entre 30 de junho e 3 de julho no Estádio Naborzão. Além dos shows nacionais e locais, o evento teria também rodeio, ato ecumênico e outras atrações.

Continuar lendo

Destaque 4

“Dar dó de ver os pacientes no PS”, diz Bocalom ao comentar caso de Ailton Oliveira

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom comentou a situação da saúde estadual ao ac24horas na manhã desta sexta-feira, 24, após visitar o secretário de comunicação da prefeitura, Ailton Oliveira, que sofreu um infarto e se encontra à espera de uma vaga no Santa Juliana para passar por um processo de cateterismo.

LEIA TAMBÉM: Secretário de Comunicação da prefeitura sofre infarto e esposa reclama de atendimento no PS

O gestor da capital acreana se disse assustado com o que viu no pronto-socorro da capital acreana e não poupou críticas à saúde do Acre. “Desde ontem à noite venho acompanhando a situação do Ailton, estive lá hoje pela manhã e vi que a situação está muito deficitária, com um quantidade enorme de pessoas pelos corredores. Fizeram uma nova obra, inauguraram novos leitos, mas a situação é desumana, dar dó de ver os pacientes naquela situação. Espero que o próximo governador resolva essa situação de construir um novo pronto-socorro. Uma pessoa não pode esperar por um cateterismo porque pode ir à óbito”, disse Bocalom.

Bocalom também comentou sobre as mortes dos bebês na unidade de saúde. “Essa questão dos bebês é a prova de que faltou um pouco mais de dedicação da saúde por parte do estado, de ter os respiradores. Não pode acontecer isso depois que o governo federal mandou tanto dinheiro para comprar respiradores”, disse o prefeito.

O gestor da capital acreana contou que o município deve realizar a contratação de novos médicos e dentistas nos próximos meses. “Corrigimos o salário dos médicos e agora vamos fazer um concurso para contratar 48 novos médicos e 64 dentistas para melhorar o atendimento à nossa população”, relatou Bocalom.

Continuar lendo

Destaque 4

Juíza prorroga análise no pedido de segredo de justiça em questão que envolve blogueiras

Publicado

em

A disputa judicial que teve origem nas redes sociais e que envolve as influenciadoras digitais Ludmilla Cavalcante e Yara Vittal teve, nesta quinta-feira (23), uma nova decisão assinada pela juíza do caso, Zenice Mota Cardozo, da 1ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco.

Em movimentação anterior, Ludmilla requereu ao Judiciário que a ação da qual é autora fosse levada a segredo de justiça sob a alegação de que Yara Vittal está divulgando peças do processo em sua rede social e em jornais expondo dados pessoais seus e de sua advogada.

Na ação inicial, Ludmilla Cavalcante pleiteia medida liminar para que sejam retiradas todas as publicações consideradas ofensivas contra ela das páginas pessoais de Yara Vittal nas redes sociais, além de requerer indenização por danos morais no montante de R$ 50 mil.

Em resposta aos pedidos da blogueira autora da ação judicial, a magistrada determinou que Ludmilla indique precisamente, no corpo da petição inicial, quais as postagens que julga ofensivas contra ela e sua patrona, “tendo em vista que o pedido deve ser certo e determinado”.

Quanto ao pedido da parte autora de que o processo seja levado ao status de segredo de justiça, a juíza argumentou em seu despacho que esse é um caso de exceção, sendo que a regra é a publicidade dos atos processuais, optando pela postergação de decisão a esse respeito até que as últimas determinações sejam cumpridas.

“Como ainda não se tem a dimensão exata das referidas ofensas porque não declinadas na petição inicial, e considerando que ao que consta estão todas publicadas nas redes sociais, postergo a análise da tramitação em segredo de justiça para após o cumprimento da determinação retro”, assinalou a magistrada.

A juíza ainda advertiu que “qualquer publicação decorrente desse feito que possa implicar em dano à honra e a imagem de quaisquer das partes ou operadores do direito no processo poderão ser analisados, incumbindo ratificar a boa-fé que deve reger os litigantes”.

Na mesma decisão, a juíza Zenice Mota Cardozo determinou a retificação do valor atribuído à causa, inicialmente de R$ 10 mil, passando a constar com o mesmo valor proveito econômico almejado na ação, ou seja, R$ 50 mil.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!