Conecte-se agora

Ao som de ‘late coração’, Gladson dança com servidora pública em solenidade

Publicado

em

Apesar dos protestos na solenidade que tratava da reinauguração da sede da Secretária de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), localizada na rua do Senadinho, o governador Gladson Cameli (Progressistas), separou um tempinho na manhã desta quarta-feira, 27, para dançar ao som de ‘Late o Coração’.

No vídeo que viralizou nesta terça, a banda da Polícia Militar do Acre (PMAC) toca a música dos cantores, Ávine e Matheus Fernandes. Este não é o primeiro vídeo em que o governador aparece dançando e que faz sucesso com os internautas.

Em janeiro deste ano, Gladson dançou ao lado do Zé Gotinha na entrega do lote de vacinas CoronaVac na Divisão Estadual de Imunização e Rede de Frio, em Rio Branco (AC).

Veja o vídeo:

DANCA GLADSON
play-rounded-fill

Acre 01

Inglaterra bate Senegal, confirma favoritismo e avança às quartas da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Inglaterra está classificada para as quartas de final da Copa do Mundo. Neste domingo (4), a seleção inglesa venceu Senegal por 3 a 0 e carimbou sua vaga na próxima fase do Mundial.

Os ingleses agora terão pela frente a França, que venceu a Polônia neste domingo e também confirmou sua vaga. O confronto está marcado para o próximo sábado (10), no estádio Al Bayt.

O jogo

Senegal começou bem, dificultando a saída de bola da Inglaterra e levando perigo ao gol de Pickford. Mas o equilíbrio durou até os ingleses abrirem o placar.

Aos 38 minutos, Bellingham invadiu a área pela esquerda e rolou para Henderson mandar para o fundo da rede. Os senegaleses sentiram o gol, e os ingleses aproveitaram o momento para ampliar.

Aos 47, Bellingham roubou a bola e acionou Foden, que rapidamente mandou para Kane. O atacante chutou cruzado, sem dar chances de defesa para o goleiro Mendy.

O segundo tempo foi de amplo domínio da Inglaterra, que decretou a vitória por 3 a 0, com Saka. Aos 11, o atacante aproveitou bom passe de Foden e fechou a conta.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Mbappé brilha, França despacha Polônia de Lewandowski e avança às quartas da Copa

Publicado

em

Por

A França está nas quartas de final da Copa do Mundo. Neste domingo (4), a seleção francesa contou com o brilho de Mbappé para vencer a Polônia por 3 a 1 e confirmar sua vaga na próxima fase do Mundial.

Com o resultado, a França aguarda o vencedor de Inglaterra x Senegal para saber quem será seu adversário na próxima fase da Copa. As duas seleções vão a campo ainda neste domingo.

O jogo

A França foi superior no primeiro tempo, mas se deparou com uma Polônia bem organizada e, por vezes, ofensiva. Tanto que foram os poloneses que tiveram a primeira grande chance do jogo. Aos 37 minutos, Kaminski ficou com a sobra dentro da área e obrigou Varane a salvar em cima da linha.

Mas logo na jogada seguinte Giroud abriu o placar para a seleção francesa. Aos 43, Mbappé recebeu na esquerda e cruzou na medida para o camisa 9 estufar a rede e se isolar como maior artilheiro da história da França.

O segundo tempo teve a mesma tônica da primeira etapa. Os franceses tiveram o controle de jogo e criaram mais oportunidades. Já a Polônia se revezou entre momentos ofensivos e defensivos, já que tinha que precisava buscar o empate, mas não podia deixar a França ampliar.

Quem levou a melhor na disputa tática foi a seleção francesa, que aproveitou os espaços cedidos pela Polônia para marcar o segundo em um contra-ataque mortal. Aos 28, Griezmann deu um chutão para frente e achou Giroud no meio-campo. O atacante dominou e abriu na direita para Dembélé encontrar Mbappé livre do outro lado do campo. O camisa 10 dominou, e mandou uma bomba indefensável da entrada da área.

E ainda teve tempo para Mbappé marcar outro golaço. O craque recebeu Thuram dentro da área, ajeitou rapidamente para o pé direito e bateu colocado. Szczesny ainda a tocou na bola, que parou no ângulo.

Antes de o árbitro decretar o fim do jogo, a Polônia descontou. Com auxílio do VAR, viu toque de mão na bola de Upamecano e marcou pênalti. A princípio, Lloris defendeu a cobrança de Lewandowski, mas o goleiro se adiantou, e o juiz mandou voltar. Na segunda tentativa, o camisa 9 polonês não decepcionou e mandou para o fundo da rede.

VEJA O VÍDEO: 

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Acre 01

Em 10 anos, trombose venosa levou 942 pessoas à internação em hospitais no Acre

Publicado

em

Mais de 425 mil brasileiros foram internados para tratamento de tromboses venosas entre janeiro de 2012 e maio de 2022. É o que revela levantamento inédito produzido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). No Acre, desde 2012 já são 942 internações por trombose venosa.

O cálculo aponta que, todos os dias, em média 113 pessoas são internadas na rede pública para tratar o problema. A situação preocupa especialistas, que alertam para os riscos de a doença desencadear quadros clínicos ainda mais graves, como a embolia pulmonar.

O estudo, elaborado a partir de registros oficiais do banco de dados do Ministério da Saúde, evidencia a necessidade de os brasileiros se atentarem aos cuidados diários relacionados à saúde vascular, como alerta o presidente da SBACV, Julio Peclat. “O volume de internações por tromboses venosas, além de ser preocupante do ponto de vista clínico, revela um cenário precário no que se refere às práticas de autocuidado pelos brasileiros, considerando que o problema pode ser evitado com a adesão de medidas simples, como a prática de exercícios físicos e o controle do peso corporal”.

A trombose venosa ocorre quando há a formação de coágulos de sangue dentro das veias, principalmente nos membros inferiores, impedindo o fluxo natural do sistema cardiovascular. Essa condição pode causar manchas arroxeadas ou avermelhadas nos locais afetados, acompanhadas de sensação de desconforto, dor e inchaço.

As principais causas do problema são alterações na coagulação, imobilidade prolongada ou lesão nos vasos sanguíneos. O uso de anticoncepcionais, cigarro e histórico familiar são alguns dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de tromboses venosas.

São Paulo foi o estado que mais contabilizou internações para o tratamento de tromboses venosas, com 118.960 registros no banco de dados do SUS. Em seguida aparecem Minas Gerais (69.164), Paraná (39.426) e Rio Grande do Sul (36.964). Já os estados menos expressivos no número de internações pela doença são o Amapá (194), Roraima (426) e Acre, já citado.

Um ponto que chama atenção é que 61% dos pacientes que chegaram ao hospital para tratamento do problema são do sexo feminino. Já a faixa etária mais expressiva no quadro de internações compreende os pacientes com idades entre 40 e 69 anos, sendo eles os responsáveis por 56% de todos os registros.

Continuar lendo

Acre 01

Após reação negativa, Bolsonaro volta atrás em corte de verba das universidades federais

Publicado

em

O governo de Jair Bolsonaro (PL) recuou dos bloqueios de verba às universidades federais que haviam sido feitos na última segunda-feira, 28. As instituições passaram a ter os recursos disponíveis em seus sistemas às 11h desta quinta-feira, 1.

A informação é do jornal Estadão, que apurou que os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

A medida havia travado cerca de R$ 1,4 bilhão na área da Educação, sendo R$ 344 milhões de universidades. Segundo o Estadão apurou, os reitores, no entanto, temem que o dinheiro possa ser bloqueado novamente e correm para empenhá-lo. Ainda não há informações sobre a razão para o desbloqueio.

No Acre, a Universidade Federal do Acre (Ufac) teve um bloqueio de mais de R$ 5 milhões no orçamento com o novo bloqueio de verbas do Ministério da Educação (MEC). Já o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) teve R$ 1.939.452,91 bloqueados em relação a repasses realizados pelo governo federal.

A associação que reúne reitores das federais (Andifes) afirmou que “seguirá atenta aos riscos de novos cortes e bloqueios e manterá o diálogo com todos os atores necessários, no Congresso Nacional, governo, sociedade civil e com a equipe de transição do governo eleito para a construção de orçamento e políticas necessárias para a manutenção e o justo financiamento do ensino superior público.”

Na semana passada, a Andifes havia afirmado que o corte inviabilizava “as finanças de todas as instituições” e reclamado do bloqueio de dinheiro durante o jogo da seleção brasileira contra Suíça pela Copa do Mundo. A associação afirma que ainda aguarda o desbloqueio de R$ 438 milhões do orçamento das universidades feito em junho pelo governo Bolsonaro. E que esses recursos são “fundamentais para fechar o ano”.

Muitas universidades têm atrasado contas de luz e dizem que não tem como manter os serviços, bolsas e até pagamentos de salários com os cortes sucessivos promovidos pelo governo atual.

Na terça-feira, 29, o MEC havia informado, em nota, que havia recebido a notificação do Ministério da Economia a respeito dos bloqueios orçamentários realizados. “É importante destacar que o MEC mantém a comunicação aberta com todos e mantém as tratativas junto ao Ministério da Economia e à Casa Civil para avaliar alternativas e buscar soluções para enfrentar a situação”, apontou a pasta.

Já o Ministério da Economia, no mesmo dia, afirmou que foi indicada no relatório de receitas e despesas do quinto bimestre uma “necessidade de bloqueio de R$ 5,67 bilhões para cumprimento do teto de gastos, em virtude do aumento da projeção de despesas obrigatórias”.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.