Conecte-se agora

Governo realiza desfile para comemorar aquisição de 44 novas viaturas da Segurança

Publicado

em

Como parte da programação do 1° Encontro de Segurança Fronteiriça Brasil/Bolívia, e sem a presença do governador Gladson Cameli (Progressistas), a cúpula da segurança pública realizou na manhã desta sexta-feira, 22, um desfile com as novas viaturas pelas principais ruas de Rio Branco.

A exibição do desfile saiu do Palácio Rio Branco, passando pela região do Segundo Distrito e em seguida voltou ao Primeiro Distrito, com passagem pela BR-364, finalizando com retorno ao Palácio do Governo.

A solenidade faz menção a entrega de 31 viaturas policiais, 13 quadriciclos, equipamentos de informática, insumos para o Departamento de Polícia Técnico-Científica, coletes de proteção balística e capacetes balísticos. Ao todo, o investimento por parte do Estado foi de R$ 9,7 milhões.

O diretor operacional da secretaria de segurança pública, coronel Ulysses Araújo, destacou que os veículos vão ser fundamentais para coibir a criminalidade. “Essa aquisição vai reforçar a capital e a zona rural”, declarou.

Paulo César, secretário de segurança pública, ressaltou que os veículos reforçam o policiamento ostensivo no estado. “A equipe da perícia não tinha veículos, agora chegaram três. Quem ganha com isso é a população”, destacou.

Destaque 4

Emoção marca outorga dos prêmios Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia

Publicado

em

Foi grande a emoção durante a solenidade de outorga dos prêmios Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente, realizada na última quarta-feira, 1º de dezembro, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC). O evento foi transmitido pelo YouTube e teve participações virtuais de alguns vencedores e de homenageados.

Na abertura, o anfitrião, José Adriano, presidente da FIEAC, agradeceu a confiança depositada na instituição para a realização desta edição do evento. “Não se trata apenas de uma solenidade de entrega de premiações. Mais do que isto, representa o compromisso de pessoas com o futuro da nossa Região Amazônica. São pessoas que se empenham em buscar e implementar soluções inovadoras que impulsionem o desenvolvimento das nossas riquezas, as quais se traduzirão em melhoria das condições de vida da nossa gente”, ressaltou o empresário.

Lideranças empresariais da Amazônia Legal como o presidente da Ação Pró-Amazônia e da Federação das Indústrias de Rondônia (FIERO), Marcelo Thomé; os presidentes da FIEAM, Antônio Carlos da Silva, que representou o presidente da CNI, Robson Andrade; da FIEMA, Edilson Baldez; da FIER, Izabel Itikawa; bem como o superintendente do Banco da Amazônia no Acre, José Luiz Cordeiro, participaram presencialmente da solenidade.

O superintendente do Banco da Amazônia pontuou que é indispensável que as instituições continuem incentivando a cadeia sustentável de projetos da região Amazônica. “O Banco da Amazônia, como principal banco de fomento e que dentro de sua missão carrega o desenvolvimento sustentável da Amazônia, tem obrigação de participar ativamente desse tipo de premiação. Queremos contribuir cada vez mais, pois quem carrega a bandeira da sustentabilidade tem que exercer esse papel social de forma ampla”, frisou José Luiz Cordeiro.

Um dos trabalhos agraciados foi do Acre. De autoria de Moisés Silveira Lobão, a Rede solidária de venda de produtos agroecológicos de pequenos produtores rurais no município do Bujari foi premiada na categoria ‘Iniciativa de Desenvolvimento Local’. “É um reconhecimento de várias pessoas. Tivemos envolvimento do Grupo de Mulheres Camponesas, que iniciaram a feira, houve participação efetiva de professores, estudantes e técnicos, além da Universidade Federal do Acre (Ufac), o que possibilitou o desenvolvimento e êxito desse projeto”, celebrou Lobão.

HOMENAGENS – O momento mais marcante da solenidade foi durante as homenagens. A Federação das Indústrias de Roraima (FIER) foi condecorada pelos seus 30 anos, assim como a Ação Pró-Amazônia, que também completou três décadas de atuação. A PanAmazônia, que celebra dez anos de fundação, bem como a Embrapa do Amapá, que chegou aos 40 anos em 2021, também receberam homenagens.

A emoção ficou maior quando foram feitas as homenagens póstumas ao ex-presidente da FIER, Rivaldo Neves, que presidiu os prêmios na edição de 2019; e ao ex-chefe de gabinete da Presidência da Federação das Indústrias do Amazonas (FIEAM), Sérgio Melo. Ambos participaram de forma contínua do acompanhamento e estímulo às diversas realizações durante os 17 anos do prêmio Professor Samuel Benchimol.

PRÓXIMA EDIÇÃO EM RONDÔNIA – Em 2022, a capital de Rondônia, Porto Velho, receberá a solenidade de outorga dos prêmios. A edição será muito especial, pois marcará os 20 anos da morte do Professor Samuel Benchimol. “Parabenizo a FIEAC e o presidente José Adriano pelo sucesso em entregar um evento dessa grandeza, de forma virtual e em meio a todas as dificuldades impostas pela pandemia, bem como o professor José Rincon, curador do prêmio. Temos um desafio grande na próxima edição, por marcará os 20 anos de falecimento de Samuel Benchimol”, comentou Marcelo Thomé, presidente da Ação Pró-Amazônia e da Federação das Indústrias de Rondônia.

O curador dos prêmios, doutor José Rincón, avaliou positivamente a edição 2020/2021 do evento. “A FIEAC realizou o prêmio em uma época de pessimismo e receio de empreender, até mesmo intelectualmente. A Covid trouxe o medo de empreender e de ousar, mas o prêmio mostrou que muitos seguiram construindo projetos importantes. Foi a primeira vez que fizemos uma solenidade quase 100% virtual, julgamento on-line, e isso aconteceu de forma exitosa graças ao comprometimento de todos os envolvidos e instituições realizadoras dos prêmios”, sintetizou Rincon.

Acesse: http://amazonia.ibict.br/75-2/agraciados/ e confira todos os agraciados desta edição dos prêmios.

Continuar lendo

Destaque 4

Novo pedido de afastamento de Frank Lima resultou em sua demissão definitiva

Publicado

em

Uma nova recomendação do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), ao prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, para que mantenha o afastamento do secretário de Saúde, Frank Lima, por mais 30 dias, foi colocada como um dos pivô para a exoneração definitiva do gestor nesta quinta-feira (02). Em seguida, Bocalom nomeou Sheila Andrade em definitivo para comandar a pasta.

De acordo com o promotor de Justiça Daisson Gomes Teles, após a realização de oitivas, foram verificados fortes indícios de que o secretário e mais dois servidores públicos municipais estariam atuando para prejudicar os trabalhos da comissão processante, responsável pelo procedimento administrativo disciplinar que apura a possível existência de atos de improbidade administrativa contra o gestor.

Frank Lima é acusado de ter cometido assédio moral e sexual contra servidoras da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco.

O procedimento administrativo instaurado está em fase de conclusão e, para o MPAC, o retorno prematuro dos agentes públicos implica prejuízo ao regular andamento das investigações.

“Essa situação exige pronta atenção do Ministério Público. Desse modo, o MP requer a prorrogação do afastamento do secretário, pelo prazo de 30 dias”, esclarece o promotor.

A recomendação foi expedida no dia 30 de novembro e fixa o prazo de três dias corridos para que o prefeito se manifeste.

O não atendimento recomendação poderá ensejar a adoção de todas as medidas administrativas e ações judiciais cabíveis, em sua máxima extensão, inclusive, responsabilização pessoal.

Continuar lendo

Destaque 4

Dez municípios do Acre estão com ambulâncias do governo paradas por falta de motoristas

Publicado

em

Ao menos 18 ambulâncias que acabaram de ser entregues pelo governo do Acre à 10 prefeituras do estado estão paradas, sem poder atender a população, por uma quebra de acordo dos municípios, que ainda não contrataram motoristas para conduzirem as viaturas.

A denúncia feita ao ac24horas aponta que a situação vem causando um verdadeiro descaso com a saúde pública. No último dia 11 de setembro, há mais de dois meses, o governo do estado realizou entregou 28 ambulâncias, sendo 10 vermelhas do Samu e outras 18 brancas, chamadas de inter-hospitalares, para atendimentos sem urgência.

“Tivemos essa preocupação de adquirir essas ambulâncias para viabilizar o transporte dos pacientes da baixa complexidade, que tem necessidade de serem transportados aqui para a capital para o término do atendimento, mas que não correm risco de morte, como uma fratura, um pé diabético e demais patologias que não colocam em risco a vida do paciente. A falta dessas ambulâncias, se houvesse, por exemplo, um acidente grave, o paciente era preciso ser transportado em carro particular ou na carroceria de camionete do bombeiro que não é o jeito correto de transportar paciente grave”, explica Pedro Paschoal, coordenador geral do Samu.

Os municípios beneficiados com a as ambulâncias brancas são Rio Branco, com 8 viaturas, Brasileia, Plácido de Castro, Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul (5 ambulâncias), Santa Rosa do Purus e Jordão.

Passados cerca de 80 dias, as 18 ambulâncias brancas continuam paradas. Antes da entrega oficial das ambulâncias, em 23 de agosto deste ano, o governo pactuou com os municípios que iriam receber as ambulâncias brancas de que as viaturas ficariam nos hospitais e que a única obrigação das prefeituras seria a contratação dos condutores das ambulâncias.

O documento foi assinado pela secretária estadual de saúde, Paulo Mariano,  e pelo presidente do conselho das secretarias municipais de saúde (Cosems), Agnaldo de Souza Lima, que também é secretário de saúde de Cruzeiro do Sul.

“O que foi pactuado é que o estado é responsável pela compra da ambulância, pela  manutenção, o estado também é quem se responsabiliza pelos insumos, como medicamentos e oxigênio que vêm na ambulância, e até pelo abastecimento. A única responsabilidade dos municípios era a contratação dos motoristas para dirigir as viaturas, já que o estado tem um impedimento por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. Na pactuação, todos os secretários de saúde concordaram com a contratação e agora passados mais de 60 dias as ambulâncias continuam paradas”, afirma Pedro Paschoal .

Como os municípios não se mobilizaram até agora, problemas continuam acontecendo. Uma ambulância do Samu de alta complexidade veio do Alto Acre durante a noite trazendo um paciente para a capital com uma simples fratura de dedo no pé.  O período das outras ambulância paradas pode significar vidas que podem deixar de ser salvas, informam os profissionais de saúde.

Continuar lendo

Destaque 4

Palácio determina que secretários-candidatos deixem os cargos apenas em março de 2022

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) anunciou na manhã desta quarta-feira, 1° de dezembro, que determinou aos secretários do governo, que comunique até o dia 15 deste mês, o interesse em participar das eleições do ano que vem. Os secretários afastados devem deixar o cargo apenas no fim de março de 2022.

O chefe do executivo acreano, porém, não revelou os nomes que podem se afastar para disputar o pleito eleitoral, contudo, adiantou que já se prepara para fazer as futuras mudanças necessárias. “Fizemos uma reunião e determinei que nos próximos dias [15 de dezembro] seja definido quem será pré-candidato. Depois eu fiquei pensando, ainda tem muita água para passar debaixo da ponte. A lista eu irei receber na próxima semana, provavelmente, para que eu possa comunicar a todos e fazer o planejamento. Agora, isso irá acontecer independente de pressão ou não”, declarou.

Em relação aos possíveis afastamentos, Gladson disse ainda que os gestores que se afastarem poderão fazer sugestões de substitutos para assumir os órgãos, porém, deixou claro, que cada indicação será avaliada. “Todo mundo pode fazer sugestões, dependendo do perfil, se já foi de carreira, se foi de governo, caso a caso será analisado”, ressaltou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas