Conecte-se agora

Bandido tenta roubar idosa e é agredido e ferido a golpes de faca

Publicado

em

Carlos Paulino de Oliveira, 53 anos, foi agredido e em seguida ferido a golpes de faca em via pública na manhã deste sábado, 16, na rua Belém no bairro Nova Estação, em Rio Branco (AC).

De acordo com informações da Polícia, Carlos teria tentado roubar o celular de uma idosa que estava caminhando em via pública, quando populares perceberam a ação do criminoso e conseguiram abordá-lo. O assaltante foi agredido e em seguida um homem não identificado em posse de uma faca desferiu três golpes que atingiram Carlos na região do braço e na cabeça. Para não morrer o criminoso ainda conseguiu fugir correndo.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos a Carlos e o encaminhou ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, fizeram patrulhamento na região em busca de encontrar os populares que agrediram e feriram o bandido, mas ninguém foi encontrado. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Acre

Marcus Alexandre diz que deverá concorrer a vaga na Aleac

Publicado

em

O ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, se reuniu nesta terça-feira, 7, com o ex-senador da República, Jorge Viana, para tomar o tradicional cafezinho e tratar dos rumos do Partido dos Trabalhadores nas eleições majoritárias de 2022.

Alexandre declarou ao ac24horas que deverá colocar seu nome a disposição da sigla para concorrer a umas das 24 cadeiras de deputado estadual. No entanto, ele faz questão de pregar cautela. “Eu fiz uma visita de cortesia ao Jorge e devo colocar meu nome à disposição para disputar o cargo de deputado estadual ano que vem. Vamos com humildade e pé no chão”, explicou.

Questionando se prefere que Jorge Viana dispute o cargo de governo ou senado, o petista se esquivou do assunto, porém, elogiou a postura de Viana. “Ele está fazendo certo em visitar o interior, ano que vem decide qual cargo vai disputar, mas o importante é que será majoritário”, comentou.

Nas redes sociais, Jorge destacou o encontro com Alexandre e ressaltou a importância de dialogar sobre política. “Reencontrei o amigo Marcus Alexandre para um cafezinho. Falamos desses tempos de dificuldades e sofrimento do nosso povo, também tratamos de candidaturas. Não podemos ficar indiferentes nessa hora, concorda?”, escreveu.

Continuar lendo

Acre

Com dois novos casos, Acre segue sem registrar morte por Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou na tarde desta terça-feira, 7, o registro de 2 novos casos de infecção por coronavírus, elevando o número de infectados para 88.241, em todo o Acre.

Segundo o boletim, nenhuma notificação e óbito foi registrada nesta terça, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça 1.849 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 251.066 notificações de contaminação pela doença, sendo que 162.831 casos foram descartados e 7 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 86.136 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 5 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Continuar lendo

Acre

Delegada deve pedir prorrogação da prisão preventiva de sargento Nery

Publicado

em

A Polícia Civil do município de Epitaciolândia continua trabalhando no desenrolar do inquérito que investiga a tentativa de homicídio praticada pelo sargento da Polícia Militar do Acre, Erisson de Melo Nery, de 39 anos, contra o estudante de medicina Flávio Endres de Jesus Ferreira, de 30 anos, na madrugada do último dia 28 de novembro em um bar da cidade.

De acordo com a delegada de Brasiléia, Carla Ivane de Britto, à frente do caso em razão de o delegado titular de Epitaciolândia, Luís Tonini, estar de férias, ela pode pedir a prorrogação do prazo para a conclusão do procedimento policial, assim como da prisão preventiva de Nery, que caso ocorra será analisado pelo Ministério Público e pelo Poder Judiciário.

A delegada também informou que os resultados dos exames realizados pela vítima, que foi atingida por pelo menos quatro tiros disparados pelo militar, ainda estão sendo aguardados. Outro passo importante é o depoimento do estudante, que ainda se encontra hospitalizado no Pronto Socorro de Rio Branco, após passar por cirurgias.

“Estamos aguardando os resultados dos exames da vítima e há a necessidade da sua oitiva. Continuamos ouvindo testemunhas e finalizando o relatório das imagens. No que for pertinente, estamos reinquirindo pessoas e solicitaremos, nos termos da legislação vigente, a prorrogação de prazo para conclusão do inquérito policial”, explicou a delegada.

Prisão preventiva

O sargento Erisson Nery está preso preventivamente no Comando Geral da Polícia Militar, em Rio Branco. Ao acatar a sua prisão preventiva, o juiz Clóvis Lodi afirmou que em liberdade ele poderia prejudicar gravemente a instrução processual, haja vista a conduta adotada pelo indiciado em desaparecer com a arma do crime, que possui procedência suspeita.

Quando manteve a prisão preventiva do militar em audiência de custódia, o magistrado se contrapôs a uma argumentação de que, em caso de condenação, o regime inicial de cumprimento da pena deveria ser diferente do fechado. Para o juiz, a eventual tentativa de homicídio com mais de uma qualificadora é passível de uma pena inicial em regime fechado.

“Quanto à argumentação de que em caso de eventual condenação o regime inicial de cumprimento de pena será diverso do fechado, tenho que não deva ser acolhida como verdade irrefutável, visto a narrativa de eventual tentativa de homicídio com mais de uma qualificadora, o que podem impor sim a pena em regime inicial fechado”, diz um trecho da decisão.

O juiz também determinou que a conduta da também sargento da PM Alda Radine, esposa de Erisson Nery, fosse analisada pela autoridade policial, pois ela, na condição de policial militar, tinha a obrigação legal de prendê-lo em flagrante delito e apresentá-lo, junto com a arma do crime, ao seu superior hierárquico, ao invés de ajudá-lo a fugir do local.

Suposta importunação sexual

Alda Radine alega que foi vítima de importunação sexual e agressão física por parte do estudante. Esse teria sido, segundo ela e o marido, o motivo que originou a confusão que resultou nos tiros que foram disparados contra o estudante. Em uma análise inicial das imagens de câmeras do bar, a delegada Carla Ivane afirmou que não tinha sido possível comprovar essa versão.

Continuar lendo

Acre

Comitê acusa Bocalom de fragilizar sistema de expressão artística

Publicado

em

O Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), por meio de sua instância deliberativa, o Fórum Setorial de Cultura divulgou uma nota de repúdio nesta terça-feira , 7, em decorrência da fala proferida pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas) acerca do projeto “Papai Noel Gay” inscrito no certame do Edital no 02/2021 do Fundo Municipal de Cultura, da Fundação Garibaldi Brasil. A nota é assinada por mais de 70 membros da classe artística de Rio Branco.

O projeto foi classificado com 77 pontos, no entanto, ficou abaixo do necessário para a obtenção de recursos.

Na nota, o CMPC afirma que às declarações do gestor não se coaduna com a verdade e claramente evidencia um comportamento homofóbico, baseado no desconhecimento, não apenas do teor do projeto, mas de seu potencial de contribuição para a cultura local ao fomentar respeito à diversidade de gênero e combater a homofobia.

“Além disso, o prefeito Sebastião Bocalom, ao afirmar, mais de uma vez, que iria pedir para que o projeto não fosse selecionado pela FGB, embasado meramente por suas convicções pessoais e preconceituosas, ferindo a Impessoalidade inerente ao cargo que ocupa, afirmando que iria interferir de forma inédita na avaliação dos projetos do Fundo Municipal de Cultura, incentiva à CENSURA”, afirmou a comissão.

Para o Comitê, tal declaração do prefeito não pode ser tolerada, por se tratar de um Concurso Público, violando, assim, a Lei do Sistema Municipal de Cultura, abrindo precedentes terríveis contra a livre expressão artística, fragilizando todo o Sistema Municipal de Cultura de forma autoritária.

“O Projeto é uma ação cultural, concretizada por meio de uma performance de DRAG QUEEN, com músicas e distribuição de insumos de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, e os objetivos de promover informação e educação das comunidades a serem beneficiadas, voltados à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e ao combate às práticas discriminatórias como a homofobia, que afetam a população LGBTQIAP+. Vale ainda ressaltar que as apresentações arrecadam alimentos não perecíveis, que são transformados em itens de cestas básicas distribuídas para a população carente”, afirmou.

Por fim, o Comitê destacou que o projeto é realizado há 12 anos, com ou sem apoio do poder público, e já atingiu mais de 600 famílias, com distribuição de cestas básicas no período natalino.

“O referido projeto existe há mais de 12 anos. De nenhuma maneira, a apresentação incita crianças, jovens, adultos e idosos a estarem se transformando em Homossexuais ou buscando atingir esse objetivo.

Na apresentação é arrecadado alimentos não perecíveis, sendo realizadas cestas básicas e distribuídas para a população carente. É onde já se atingiu 600 famílias beneficiadas com a distribuição de cestas básicas nesse período natalino”, afirmou.

“É absurdo o tamanho e a proporção discriminatória com o projeto e seu proponente, que vem sofrendo represálias por parte de pessoas intolerantes. Que fique registrado que o projeto não fere em nada a cultura ou concepção de nenhuma crença. Fato é que não podemos compactuar com a homofobia institucional, com manifestações discriminatórias, principalmente de instituições culturais”, encerrou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas