Conecte-se agora

Guedes defende Petrobras e Banco do Brasil na ‘fila’ de privatizações dos próximos anos

Publicado

em

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta segunda-feira (27) que a Petrobras e o Banco do Brasil entrem na “fila” de privatizações dos próximos anos.

Guedes deu a declaração ao participar por videoconferência do encontro “O Brasil Quer Mais”, organizado pela International Chamber of Commerce (ICC).

“Um plano para os próximos dez anos é continuar com as privatizações. Petrobras, Banco do Brasil, todo mundo entrando na fila, sendo vendido e sendo transformado em dividendos sociais”, declarou o ministro da Economia.

Guedes tem defendido as privatizações para que o governo use os recursos em um fundo contra a miséria.

Na campanha eleitoral de 2018, o presidente Jair Bolsonaro disse que “não gostaria” de ver a Petrobras privatizada. Na ocasião, declarou que a medida só seria feita “se não houver solução”.

Além disso, em 2019, o então presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse que Bolsonaro vetou a privatização do banco.

Para o ministro da Economia, o processo de privatização não está acelerado no governo Bolsonaro, mas destacou que em dois anos e meio foram privatizados o equivalente a R$ 240 bilhões.

Paulo Guedes lembrou, ainda, a intenção do governo de privatizar a Eletrobras e os Correios. “Quem dá o ‘timing’ é a política”, acrescentou.

O ministro da Economia disse, ainda, que gostaria, no futuro, de mudar o regime previdenciário para o sistema de capitalização, rejeitado pelo Congresso Nacional em 2019. Nesse regime, os benefícios são pagos de acordo com as contribuições feitas no passado pelos próprios trabalhadores.

Redução de alíquotas de importação

Ainda no discurso, Guedes lembrou que a redução de 10% na Tarifa Externa Comum (TEC) do Mercosul já foi implementada para bens de capital (máquinas e equipamentos) e de informática, mas que deseja promover redução para todos produtos comprados pelo Mercosul — o que é rejeitado pela Argentina.

“Nossa posição é de avançar. Não vamos sair do Mercosul, mas não aceitaremos um Mercosul como ferramenta de ideológica. O Mercosul é uma plataforma de integração na economia global. Se não entregar esse serviço, vamos modernizar. Os incomodados que se retirem, pois um dia a Argentina falou isso para os outros. Vamos devolver isso para a Argentina”, declarou.

O ministro defendeu que a redução continue nos próximos anos. Segundo ele, é possível avançar em uma nova redução em 2022, se a reforma tributária passar no Congresso Nacional.

Reforma do Imposto de Renda

Guedes também voltou a defender a tributação de lucros e dividendos, cuja alíquota aprovada pela Câmara dos deputados caiu de 20% (proposta do governo) para 15%, e afirmou que busca reduzir, nos próximos anos, a tributação sobre as empresas para 20%.

Atualmente, a taxação é de 34% no Brasil. Na proposta da reforma do IR aprovada pelos deputados, a taxação ficou em 26%. O texto ainda tem de passar pelo Senado Federal para ter validade.

“Vamos para 26%. Se a arrecadação continuar subindo, vamos para 21%. O ideal é que não fosse mais do que 20%. Tudo acontece na empresa, o imposto deve ser muito baixo na empresa, deve ser de 20%. Agora na pessoa física [com a tributação de lucros e dividendos], antes de comprar avião e o seu barco, paga 15%”, concluiu.

Destaque 3

Redução da tarifa do transporte coletivo na capital começa a valer na próxima segunda-feira

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

A redução da tarifa do transporte coletivo de R$ 4,00 para R$ 3,50 sancionada pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), na última terça-feira, 19, começa a valer a partir da próxima segunda-feira (25) na capital.

Segundo a Lei, a redução tem validade até 30 de junho de 2022, enquanto estiver vigente a Lei Complementar nº 118, que permitiu a destinação de R$ 2,4 milhões ao sistema de transporte coletivo.

Após essa data, caso o gestor queira manter a redução, a Prefeitura terá que sentar à mesa e realizar um novo aporte ao sistema do transporte coletivo.

Desses R$ 2,4 milhões, 91,87% serão destinados ao pagamento de verbas salariais em atraso das empresas, referente ao período de dezembro de 2020 a abril de 2021, devidamente demonstrado por meio de extrato bancário ou outro meio juridicamente plausível e 8,17% será destinado ao Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Passageiros e Cargas do Estado do Acre (SINITPAC), para pagamento parcial dos débitos decorrentes dos descontos em folha dos trabalhadores.

Continuar lendo

Destaque 3

Gerlen Diniz descarta qualquer reaproximação com Mazinho Serafim: “virou meu inimigo”

Publicado

em

O deputado estadual Gerlen Diniz (Progressistas) em entrevista ao Boa Conversa, exibido pelo ac24horas, na noite desta terça-feira, 19, rechaçou qualquer tipo de reaproximação com o atual prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB).

Gerlen e Mazinho vivem uma intensa troca de farpas públicas que vem antes de 2018 e que se intensificou nas eleições de 2020, onde o deputado estadual acabou saindo derrotado pelo atual prefeito de Sena Madureira que disputava a reeleição.

Na entrevista, o parlamentar lamentou a falta de apoio de membros do Governo e do próprio governador Gladson Cameli (Progressistas) a sua candidatura para prefeitura de Sena.

“Não venci, mas fui bem votado e sem o apoio que eu gostaria de ter. A diferença foi de três mil votos. E eu digo uma coisa a vocês: Gerlen e Mazinho jamais estarão juntos novamente, eu ajudei o atual prefeito a chegar na prefeitura com o compromisso de apoiar a minha reeleição, não honrou o compromisso e pelo contrário, virou o meu inimigo”, afirmou.

video

Continuar lendo

Destaque 3

Deputado diz que Bolsonaro errou no combate à pandemia e defende 3ª via para 2022

Publicado

em

O deputado estadual Gerlen Diniz (Progressistas) em entrevista ao Boa Conversa, exibido pelo ac24horas, na noite desta terça-feira, 19, afirmou que não é Bolsonaro e nem Lula e defendeu a construção de uma terceira ou até mesmo uma quarta via para as eleições presidenciais de 2022.

Na entrevista, o parlamentar lamentou a conduta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia da covid-19. “Eu penso que o nosso presidente errou muito, principalmente, no combate à pandemia. O governo era pra está surfando na onda, bastava o presidente defender a vacina, distanciamento social, uso de máscaras e ser o primeiro a tomar vacina pra dar exemplo, mas não fez, fez tudo contrário”, lamentou.

“Eu já fiz algumas críticas ao governo Bolsonaro e também ao governo Lula. Eu defendo uma terceira ou quarta via. Eu quero pessoas que tragam solução e ideias e não pessoas que digam que não é culpado por isso ou que não pode fazer nada”, acrescentou o parlamentar.

Em seguida, o parlamentar comentou a possibilidade de Bolsonaro se filiar ao Progressistas e destacou que não tem medo de perder votos do bolsonarismo por criticar o presidente.

“Se for contra o PT ou o Lula, iremos trilhar nesse caminho. Agora, se tiver a possibilidade de outra pessoa com as ideias que eu acredito, irei apoiá-la. Eu não tenho medo de perder apoiadores por conta de defender aquilo que acredito”, encerrou.

video

 

Continuar lendo

Destaque 3

Com salários de até R$ 4,5 mil, Semsa divulga edital de processo seletivo com 105 vagas

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), divulgou nesta segunda-feira, 18, no Diário Oficial do Estado (DOE) abertura de processo seletivo simplificado para contratação temporária de servidores para atuação na atenção básica de saúde do município.

Com salários que variam desde o mínimo até R$ 4,5 mil, a Semsa oferta 105 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior.

O processo seletivo simplificado tem validade de um ano e pode ser prorrogado por igual período, segundo o edital.

As vagas são para auxiliar em farmácia, agente de vigilância em saúde, educador social, técnico de laboratório, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico clínico geral, ginecologista, pediatra, psiquiatra, nutricionista, psicólogo e terapeuta ocupacional.

As inscrições iniciam no dia 20 de outubro e seguem até o dia 22 e devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio da site da prefeitura: www.processoseletivosemsa20212.ac.gov.br

Para mais informações, clique aqui e veja o edital. 

saúdesemsa23
Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas