Conecte-se agora

MP quer tirar Eduardo Veloso e Otávio Costa do júri popular e colocá-los na vara criminal

Publicado

em

O promotor de Justiça, Teotônio Rodrigues Soares Júnior, do Ministério Público do Acre (MPAC) pediu a 2º Vara do Tribunal do Júri que o caso da jovem Maicline Borges, 26 anos, morta no dia 12 de janeiro do 2019, em um acidente de jet-ski envolvendo o empresário Otávio Costa e o médico oftalmologista, Eduardo Veloso, na região da Quarta Ponte, no Rio Acre, saísse da competência da Vara do Júri para a Vara Criminal.

No pedido, o promotor alegou que não existe nos autos qualquer informação no sentido de que Eduardo, assim que visualizou o jet-ski pilotado por Otávio, acelerou na sua direção, assumindo o risco de produzir o resultado.

Segundo Teotônio Rodrigues, não há nos autos elementos objetivos que permitam aferir o grau de embriaguez de Eduardo e Otávio, o que poderia auxiliar na configuração do dolo eventual.

“Dessa forma, o crime em comento foge da esfera de competência da Vara do Tribunal do Júri, já que entendemos tratar-se de crime culposo”, argumentou.

“Por isto, o Ministério Público requer seja declinada a competência desse Juízo, com o consequente encaminhamento dos presentes autos a uma das Varas Criminais com competência residual, a fim de que o Promotor de Justiça com atribuição perante aquela unidade forme a sua opinio delicti”, acrescentou.

Na época do acidente, segundo depoimento da irmã de Maicline, Hinauara Borges, o condutor que estava com a vítima na moto aquática era o empresário Otávio Costa que ao fazer uma manobra conhecida como “cavalo de pau” colidiu com o jet-ski que era conduzido pelo médico Eduardo Veloso causando o acidente fatal.

Ela informou que o empresário Otávio havia ingerido bebida alcoólica. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da 3ª Regional, em Rio Branco.

Destaque 7

Aeródromos de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo serão reinaugurado na segunda-feira

Publicado

em

O governador Gladson Cameli, que chega à Cruzeiro do Sul neste sábado, 23, vai reinaugurar na próxima segunda-feira, 25, os aeródromo de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, onde foram  investidos mais de R$ 6,2 milhões.

Às 10 horas,  Cameli entrega o aeródromo de  Marechal Thaumaturgo. No local, foram investidos cerca de R$ 2.270.764,85 em serviços de revestimento asfáltico da pista e  sinalização horizontal. Com a revitalização do aeródromo, as atividades de pousos e decolagens durante o dia e passam a beneficiar cerca de 20 mil pessoas.

Já às 15 horas, o governador inaugura o aeródromo de Porto Walter, onde o investimento foi de R$ 4.036.961,58 em serviços de melhoria  da pista com aplicação de microrevestimento asfáltico, adequação da cerca e sinalização horizontal.

A Agência Nacional de Aviação Civil – Anac já liberou o uso do aeródromo de Porto Walter, inclusive para voos comerciais de passageiros, o que estava impedido desde 2019 devido às más condições do local. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União, nº 6060, do dia 5 de outubro deste ano.

Por anos,  a pista de pouso não recebia manutenção estruturante e vinha tendo apenas serviços de tapa-buracos. O governo Gladson apresentou um plano de recuperação para a pista e foram realizadas as correções necessárias para a volta das operações diurnas.

As obras foram feitas pelo  governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre – Deracre.

A agenda do governador no Vale do Juruá inclui ainda a inauguração da usina fotovoltaica da Vila Restauração, em Marechal Thaumaturgo.

Continuar lendo

Destaque 7

Imagem mostra jabutis acasalando no Parque Chico Mendes

Publicado

em

Foto: Altino Machado/Reprodução

Imagens registradas pelo jornalista, Altino Machado, compartilhadas em suas redes sociais na manhã desta sexta-feira, 22, mostram um casal de jabuti acasalando no Parque Chico Mendes, em Rio Branco. O fato ocorreu na tarde desta quinta-feira (21)..

O Parque Chico Mendes, voltou às atividades e está de portões abertos desde o dia 7 de setembro. A entrada é gratuita, sendo cobrado apenas R$ 5,00 para estacionamento de automóveis.

As atividades foram retomadas no local depois de dois anos fechado para reformas, porém, três espaços do parque continuam isolados porque as obras ainda não foram concluídas.

Entre os espaços que não estão disponíveis um é o mirante que não foi recuperado, o centro de memória de Chico Mendes e o espaço de gastronomia que estava sendo construído.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente do município, Normando Sales, as empresas que venceram a licitação não conseguiram concluir a obra por falta de recursos.

Com colaboração de Altino Machado.

 

Continuar lendo

Destaque 7

Comércio vê chance de mais emprego com redução da tarifa de ônibus em Rio Branco

Publicado

em

O diretor da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio) e presidente do Sindicato do Comércio de Peças e Acessórios de Veículos do Estado do Acre (Sincopeças), Valdemir Alves Nascimento, avaliou nesta quarta-feira (20) o decreto que permite a redução da tarifa de ônibus de R$ 4,00 para R$ 3,50 assinado na última segunda-feira (18) pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

Segundo Nascimento, a diminuição das passagens sempre foi uma pauta da Fecomércio.

Bocalom informa que a redução da tarifa ocorreu devido a uma lei elaborada pelo executivo e que prevê o repasse de R$2,4 milhões às empresas de ônibus para subsidiar integralmente as gratuidades previstas em lei.

De seu lado, Valdemir Nascimento reforçou que este é o resultado de uma grande luta, realizada também pela Fecomércio, e que a medida deve gerar benefícios tanto para a sociedade quanto para o empresariado local.

“Com certeza, haverá a chance de gerar mais empregos, não imediatamente, mas é um processo que já começou uma discussão voltada a um interesse social. A desoneração do passe de ônibus sempre foi uma bandeira para nossa entidade e, agora, estamos colhendo esses benefícios”, avaliou.

Continuar lendo

Destaque 7

Acre teve 158 mortes violentas entre janeiro e setembro de 2021

Publicado

em

Um levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre (Sejusp) revelou nesta semana que foram registrados, em todo o estado, 158 mortes violentas entre os meses de janeiro e setembro deste ano.

No entanto, os números destacam que em setembro houve uma redução nesses índices, ou seja, o número de casos foi 55% menor do que o registrado em agosto. Somente em setembro, houve 8 mortes violentas, sendo 7 vítimas de homicídio doloso e uma de feminicídio.

O secretário de segurança pública, coronel Paulo César, declarou em entrevista na Rede Amazônica que os números de mortes vêm apresentando uma redução significativa desde o início da gestão, porém, as maiores reduções começaram a partir do segundo semestre de 2020. “Essa redução a gente atribui a três fatores, dentre eles, o fortalecimento do sistema penitenciário, a integração dos serviços de inteligência”, ressaltou.

De acordo com o levantamento, em janeiro ocorreram 17 mortes, fevereiro 18, março 28, abril 19, maio 18, junho 20, julho 12 e em agosto houve 18 óbitos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas