Conecte-se agora

Construtora de Jarbas Soster será investigada por atrasar obra

Pedido de correção dos valores de insumos não foi negado, garante Dnit

Publicado

em

A construtora que deverá ser apurada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) sob acusação de não honrar com o prosseguimento de obras num trecho da BR-364, no Acre, é a MSM Industrial LTDA, que pertence ao empresário Jarbas Soster. O Dnit já abriu Procedimento Administrativo para investigar a responsabilidade da empresa que atrasou o cronograma de serviços entre os municípios de Sena Madureira e Feijó.

Segundo o Dnit, a construtora de Soster foi acionada por diversas vezes e mesmo assim tem se negado a garantir o devido desempenho estabelecido no plano de trabalho. “A empresa foi várias vezes acionada para retomada dos serviços e adequação do ritmo de obra, sendo alertada das consequências dos mesmos não ocorrerem de acordo com o cronograma previamente acordado, aproveitando a janela climática da região”, diz o órgão.

É destacado ainda que a alegada solicitação da empresa, da correção dos valores de insumos,  não foi negada pelo departamento. Mas ressalta que as análises de pedidos de ajustes só podem ser processadas após a devida entrega dos serviços contratados, seguindo a legislação em vigor e os normativos técnicos da autarquia praticados nacionalmente.

O Departamento cita também que já atua na elaboração de novos contratos para garantir a trafegabilidade da rodovia  no  período chuvoso,  bem como para melhoria da condição geral de serviço, incluindo soluções para as erosões e reconstrução de trechos críticos  impactados por características do solo da região. “Com o objetivo de adequar a estrada às reais necessidades, o Dnit trabalha nos projetos de reconstrução e restauração dos trechos críticos da BR-364/AC, a serem elaborados até 2022. Em razão dos futuros trabalhos de restauração da rodovia apresentarem previsão de soluções mais complexas e valores elevados, o Dnit intensificará as providências para garantir as condições de trafegabilidade da BR-364/AC, mesmo antes da viabilização desses serviços mais estruturais”, diz a bota.

O outro lado

O empresário Jarbas Soster, dono da MSM, responsável por dois trechos da rodovia entre Sena Madureira e Feijó, que somam R$ 83 milhões, afirma que há problemas de lapso temporal e desequilíbrio contratual por parte do Dnit.

“Recebi o Procedimento de Apuração de Responsabilidade e vou me defender.  O que acontece é que o Dnit não adequou os preços e condições do contrato à nova realidade do país com relação aos valores de mão de obra, combustível e insumos. Houve aumentos de até 500%”, explica, relatando que a empresa trabalhou diuturnamente e em meio às chuvas.

Soster relata ainda que o contrato atual, que é de manutenção da BR-364, está errado. O certo, segundo ele, seria um contrato de Recuperação- Crema , como havia anteriormente com uma construtora mineira. “A empresa que ganhou mais de R$ 260 milhões para recuperar a estrada nos entregou a rodovia deteriorada. Agora com contrato de manutenção e cerca de 15% desse valor não temos como fazer esse trabalho da forma exigida pelo Dnit”, cita o empresário, afirmando que está enviando mais equipamentos para reforçar os trabalhos na região de Feijó.

Atuam na manutenção da BR-364 as empresas acreanas MSM e a Lima e Pinheiro, além da Andrade e Vicente, de Rondônia e o  7° Batalhão de Engenharia e Construção- BEC.  O orçamento do Dnit para a manutenção das rodovias 317 e 364 é de cerca de R$ 90 milhões para este ano.

Destaque 7

Acre teve 158 mortes violentas entre janeiro e setembro de 2021

Publicado

em

Um levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre (Sejusp) revelou nesta semana que foram registrados, em todo o estado, 158 mortes violentas entre os meses de janeiro e setembro deste ano.

No entanto, os números destacam que em setembro houve uma redução nesses índices, ou seja, o número de casos foi 55% menor do que o registrado em agosto. Somente em setembro, houve 8 mortes violentas, sendo 7 vítimas de homicídio doloso e uma de feminicídio.

O secretário de segurança pública, coronel Paulo César, declarou em entrevista na Rede Amazônica que os números de mortes vêm apresentando uma redução significativa desde o início da gestão, porém, as maiores reduções começaram a partir do segundo semestre de 2020. “Essa redução a gente atribui a três fatores, dentre eles, o fortalecimento do sistema penitenciário, a integração dos serviços de inteligência”, ressaltou.

De acordo com o levantamento, em janeiro ocorreram 17 mortes, fevereiro 18, março 28, abril 19, maio 18, junho 20, julho 12 e em agosto houve 18 óbitos.

Continuar lendo

Destaque 7

Em Brasília, Gladson pede que Sudam acelere análises pendentes de obras ao Estado

Publicado

em

O governador Gladson Cameli esteve em Brasília na tarde desta terça-feira, 19, com a chefe da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Louise Low, para pedir agilidade na análise de vários projetos a serem executados por meio da instituição com emendas parlamentares.

Também participaram da reunião o deputado federal Alan Rick e a deputada federal Vanda Milani, autores de indicações de obras de vulto com emenda de bancada, cujos prazos estão se extinguindo e que precisam da análise final do órgão.

O governador apresentou à superintendente planilhas com várias obras pendentes de parecer pela Sudam, porém, como pleitos principais e imediatos, devido ao tempo para início da execução, estão o viaduto a ser construído na Avenida Ceará e a Orla do Bairro 15, ambos em Rio Branco.

Para o início da construção do viaduto na Avenida Ceará, o deputado federal Alan Rick destinou por meio de emenda de bancada o valor de R$ 18 milhões. A obra está prevista para fazer a ligação da Avenida Ceará com a Getúlio Vargas.

Alan Rick explicou à superintendente da Sudam que o tráfego de veículos naquela área está se tornando precário a cada dia. “Temos o escoamento diário da população de vários bairros para o centro da cidade, através da Avenida Ceará, que já tem seu limite de fluxo comprometido. Com o viaduto, o fluxo será normalizado e os engarrafamentos sofrerão extrema redução. O custo total da obra será de R$ 80 milhões, porém, já temos como iniciá-la, dependendo somente do parecer da Sudam”, disse Alan Rick.

Já com relação à construção da Orla do Bairro 15, a deputada federal Vanda Milani disse que: “Essa obra representa um grande valor histórico e turístico para Rio Branco, já que naquele pedaço da cidade, foi onde começou a colonização da capital com as embarcações chegando de Manaus e Belém”.

A Superintendente da SUDAM, Louise Caroline Low já visitou Rio Branco em junho deste ano e conheceu a orla do Bairro 15, onde o complexo será construído. “A nossa meta é executar, tirando do papel, os projetos que irão alavancar o desenvolvimento da Amazônia. Essa obra em especial vai possibilitar a geração de emprego e renda, se tornando um potencial turístico relevante para a cidade”, disse Louise.

Cameli agradeceu a visita de Louise Low e reiterou seu pedido de um olhar diferenciado para o Acre. “Somos uma população carente, como você mesmo conhece. O que são pequenas obras para outros estados, para nós é de suma importância para o desenvolvimento do estado. Com essas obras, centenas de empregos serão gerados e a economia também toma um impulso desejado por todos” frisou Gladson Cameli.

Continuar lendo

Destaque 7

Gladson propõe agronegócio sustentável em reunião no Pará

Publicado

em

O governador Gladson Cameli é uma das autoridades nacionais que participam do Fórum Mundial de Bioeconomia, que ocorre até o próximo dia 20 de outubro na cidade de Belém (PA). Pela primeira vez, o evento, que antecede a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 21), é realizado fora da Europa.

Durante a cerimônia de abertura nesta segunda-feira, 18, Cameli pontuou que o Acre possui 88% de sua cobertura vegetal intacta, sendo um dos estados da Amazônia brasileira referência mundial na preservação do meio ambiente. Por isso, defendeu o agronegócio sustentável,  modelo que, para ele,  concilia geração de riqueza com a proteção das florestas.

“O Acre possui terra fértil, clima bom e todas as condições para que o agronegócio prospere. Nos últimos anos, temos visto colheitas batendo recordes e isso é a prova daquilo que defendemos. Como governo, estamos fazendo nossa parte em não atrapalhar quem queira investir no nosso estado. Porém, estamos atentos e cobrando o cumprimento da legislação ambiental, que não permite excessos e pune quem insiste em derrubar a floresta de maneira ilegal”, enfatizou.

O evento propõe aliar a preservação da Amazônia, a maior e mais biodiversa floresta tropical do mundo, com o desenvolvimento socioeconômico sustentável de sua população por meio da bioeconomia será o grande desafio do encontro, que terá uma extensão programação de oficinas e debates sobre a temática.

“Devemos que criar mais oportunidades para o povo que vive na Amazônia e, ao mesmo tempo, temos que proteger aquilo que temos de mais valioso. Nossas florestas são as nossas maiores riquezas, não precisamos derrubar mais nenhuma árvore. Basta aproveitarmos as áreas abertas e criar mecanismos para que sejamos recompensados por fazer a nossa parte”, declarou o gestor.

Representando o Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, o governador do Amapá, Waldez Góes, destacou a realização do evento no Norte do país e falou da relevância dos estados amazônicos estarem unidos em prol do fortalecimento da região.

“O fato do fórum estar sendo realizado no Pará, em plena Amazônia, torna ainda mais significativo seus debates. O Consórcio de Governadores se consolida como respeitada representação dos estados da Amazônia brasileira, buscando a conversão de interesses que nos unem”, pontuou.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Destaque 7

Governo anuncia pavimentação da Variante e da Ponte da Sibéria

Publicado

em

Foi o maior anúncio de investimentos em obras de infraestrutura no município de Xapuri, pelo governo do estado, desde o asfaltamento da rodovia estadual AC-485, conhecida como a Estrada da Borracha, que liga a cidade à BR-317, pelo então governador Jorge Viana, inaugurada no ano 2000.

Na manhã deste sábado (16), em cerimônia realizada na Praça da Juventude do município, foi assinada a ordem de serviço para o início da obra de pavimentação da rodovia AC-380, a Estrada da Variante, a segunda via de acesso a Xapuri que vai consumir recursos da ordem de R$ 24 milhões.

No ato oficial, o governador Gladson Cameli também anunciou oficialmente a abertura do processo licitatório, cujo edital foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (15), para a construção da Ponte da Sibéria, outra reivindicação histórica da população local, que vai custar cerca de R$ 40 milhões.

Ao lado de Cameli estava o senador Marcio Bittar, responsável pela destinação dos recursos para o asfaltamento da Variante e também de grande parte da verba anunciada para a ponte – R$ 25 milhões. Os deputados Antônio Pedro e Manoel Moraes também estavam no evento, assim como o prefeito Ubiracy Vasconcelos.

“É um dia histórico para Xapuri, essa data em que a gente, com muito esforço e dedicação de toda a nossa equipe de governo, sem esquecer de destacar a contribuição dos nossos parlamentares, anunciamos esse importante pacote de obras nessa cidade tão querida para o Acre”, disse o governador.

Marcio Bittar também destacou a relevância do momento, ressaltando a importância que as obras da Estrada da Variante e da Ponte da Sibéria terão para o município. Segundo ele, os investimentos são resultados dos esforços que a bancada federal acreana faz, em Brasília, para trazer investimentos ao estado.

“Isso tudo é resultado de muitos esforços e não podemos deixar de dizer da importância que é o Acre possuir três senadores em Brasília que não fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro. São três mísseis que temos na capital federal que têm o mesmo peso dos senadores dos demais estados da federação”, afirmou.

Reivindicações históricas

Estiveram presentes no evento representantes de várias comunidades rurais das regiões que serão diretamente beneficiadas pelas obras da Estrada da Variante e da Ponte da Sibéria. Ambos os investimentos têm origem em antigas reivindicações populares que chegaram a se tornar bandeiras de luta em Xapuri.

Morador da região cortada pela Variante durante 34 anos, o empresário Vânio Miranda falou durante a cerimônia sobre a história de luta de várias famílias vizinhas à sua e lembrou seu pai, o pecuarista Toninho Miranda, falecido há alguns meses, que foi um dos maiores entusiastas da pavimentação da estrada.

“Foram muitos anos de sofrimento, andando de carro e bicicleta, muitas vezes chegando à cidade a pé, por conta de tanta lama. Sei que meu pai, onde estiver, está feliz com o que está acontecendo hoje. Agradeço, em primeiro lugar, a Deus e, depois, ao senador Marcio e ao governador Gladson por essa alegria”, disse.

Ao ac24horas, o ex-presidente da Associação de Moradores do bairro Sibéria, o professor João Jorge Cosmo da Silva, disse que o anúncio da abertura da licitação da ponte é a demonstração de que com pressão popular e vontade política é possível se conseguir coisas que aparentam ser impossíveis.

“Eu queria hoje poder falar com algumas pessoas históricas de nossa comunidade que encamparam essa luta pela ponte para poder dizer a eles como tudo o que fizemos valeu à pena. Nada é impossível para quem luta pelo que é justo e nós temos plena confiança de que o governador vai fazer essa ponte”, afirmou.

Pacote de Obras

Constam ainda no pacote de obras que foi lançado em Xapuri neste sábado, a já realizada recuperação da Estrada da Borracha, com serviços de tapa-buracos e a revitalização da pista de pouso do município, que receberá microrrevestimento e sinalização vertical, com custos previstos de quase R$ 1 milhão.

No total, são cerca de R$ 66 milhões em investimentos nas obras da Estrada da Variante, da Ponte da Sibéria, da recuperação da Estrada da Borracha e da revitalização do Aeródromo, além de obras de recuperação e melhoramento de ramais em várias localidades do município.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas