Conecte-se agora

Mâncio Lima retoma aulas presenciais na rede municipal

Publicado

em

Fechadas desde de 18 de março de 2020 por causa da pandemia da Covid-19, as 31 escolas da rede municipal de Mâncio Lima têm data prevista para retomarem às aulas presenciais na segunda-feira, 11 de outubro.  O retorno gradual acontecerá em três etapas e começa em um momento de melhora dos indicadores epidemiológicos na cidade, com o avanço da campanha de vacinação. 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto – SEMEC, a primeira fase da retomada parcial das aulas e demais atividades presenciais será para os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental e Educação Infantil (turmas de 05 anos da Pré-escola) com um terço de cada turma. 

Como o retorno não é obrigatório, as divisões feitas por equipes das próprias escolas vão considerar “a quantidade de alunos que os pais autorizaram e a quantidade de profissionais imunizados”.

A segunda fase inicia 21 dias após a data do início da primeira fase, nesta etapa será permitida a retomada parcial dos 3º e 4º anos do Ensino Fundamental e Educação Infantil (turmas de 04 anos) também com um terço das turmas, considerando as mesmas condições citadas anteriormente. 

Já a terceira e última fase deve ter início em 11 de dezembro, na qual será permitida a volta dos demais anos do Ensino Fundamental e Educação Infantil, considerando as mesmas condições e critérios citados anteriormente.  A rede municipal de ensino conta atualmente com 3.102 estudantes matriculados.

Paralelo a definição dos critérios e de retomada das aulas, a Prefeitura de Mâncio Lima, em parceria com o SENAC, realizou uma capacitação para os servidores da educação referente aos protocolos sanitários e boas práticas no combate a covid-19 nas escolas. A capacitação, que teve uma carga horária de 16 horas, trouxe noções básicas de cuidados e segurança tanto para os pais, quanto para o corpo docente das unidades escolares, bem como o uso correto da máscara e álcool em gel.

O boletim epidemiológico mais recente aponta que Mâncio Lima soma 3.588 casos, 3.547 curados e 41 óbitos provocados pela Covid-19 desde o início da pandemia. Por outro lado, a cidade já vacinou 98,42% da população com a primeira dose, 51,40% com as duas e dose única.

Protocolos

Além das restrições de capacidade, alunos e professores precisarão seguir também outras medidas de prevenção ao contágio da Covid-19:

Uso de máscara cobrindo boca e nariz e o protetor facial será obrigatório para todos os profissionais, visitantes e estudantes das faixas etárias recomendadas pelas autoridades de saúde;

Aferição de temperatura;

Uso de álcool em gel;

Não utilização de bebedouros, exceto para encher garrafinhas;

Distanciamento entre carteiras e nas demais áreas compartilhadas (internas e externas);

Pactuar as rotinas para a frequência aos banheiros e uso dos equipamentos coletivos, de forma que seja exequível a apropriada higienização e que se evitem aglomerações em tais ambientes;

Sinalizações sobre boas práticas nas unidades de ensino;

Alunos que apresentarem febre ou sintomas de gripe não deverão ir, e a família deverá comunicar a escola imediatamente;

Os funcionários que se encontram no grupo de risco devem ter suas jornadas de trabalho redirecionadas para o cumprimento de atividades que possam ser realizadas de maneira remota.

A retomada das atividades presenciais exigirá a adoção de estratégias de ensino que privilegiem o papel do aluno como sujeito de processo de aprendizagem. A retomada das escolas da zona rural obedecerá aos mesmos critérios, porém, em função do número de alunos por sala de aula o percentual de presença em sala de aula será definido pela SEMEC. 

Na primeira semana de aulas, os estudantes receberão informações sobre o que é uma pandemia, como se transmite a doença, práticas sobre distanciamento físico, higiene das mãos e procedimentos gerais. Isso será adaptado à idade dos estudantes (design gráfico, vídeo explicativo, música, representação da distância de um metro, etc.).

Na rede

Pelo terceiro final de semana seguido, falta dinheiro no Banco do Brasil de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Pelo terceiro final de semana consecutivo, os caixas eletrônicos do Banco do Brasil em Cruzeiro do Sul estão sem funcionamento e sem dinheiro para saque dos clientes.  Os 10 terminais da única agência do município, localizada na Avenida Mâncio Lima, estão apagados. Já houve casos em que funcionaram  para outros serviços, mas sem dinheiro para saque.

Neste sábado, 23, nenhum dos 10 caixas eletrônicos  funcionavam para nenhum tipo de serviço.

A professora aposentada Francisca Simão Barbosa tornou a situação pública nas redes sociais.

“Em pleno sábado a gente vem na agência do Banco do Brasil em Cruzeiro do Sul e não tem um caixa funcionando. Eu quero saber como eu vou comprar o peixe no mercado, se o homem do peixe não tiver o PIX. Eu tive que pegar dinheiro emprestado pra comprar peixe. Aí tive que transferir pra pessoa que me emprestou. Se o povo se reunisse e pressionasse essa agência, tenho certeza que resolveriam esse problema e passariam a ter mais respeito com o cliente”, reclamou em um vídeo.

A Professora Karlla Barbosa Godoy, da Universidade Federal do Acre (UFAC), em Cruzeiro do Sul, no último final de semana, também  fez um  vídeo denunciando o descaso do Banco do Brasil com a clientela do município. “Isso é um desrespeito com a população de Cruzeiro do Sul, se não nos unirmos para irmos no Ministério Público ou em outros órgãos para resolvermos isso aqui, a vida inteira os cruzeirenses vão sofrer”, relatou.

Além da Agência do Banco do Brasil na Avenida Mâncio Lima, só existem 2 caixas do BB no Mercado do Agricultor e na frente do 61° BIS, que também estão indisponíveis.

Em Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do Acre,  não há caixa eletrônico com bandeiras de vários bancos, como há em supermercados, farmácias e outros estabelecimentos comerciais de Rio Branco.

Continuar lendo

Na rede

Governo anuncia início da instalação do tomógrafo no Juruá

Publicado

em

O governo do Acre iniciou nesta sexta-feira (22) a instalação do novo tomógrafo do Hospital Regional do Juruá.

Segundo o governador Gladson Cameli, esse novo tomógrafo vai atender pacientes de todos os municípios do Vale do Juruá, além dos vizinhos amazonenses que procuram atendimento em Cruzeiro do Sul.

A empresa contratada para instalação do tomógrafo segue as especificações do fabricante para garantir a segurança dos profissionais e pacientes. Após a conclusão de todas as etapas da instalação, a população terá disponível mais esse serviço, diz o governo.

“Gratidão a nossa deputada federal Jéssica Sales que destinou o recurso para a aquisição desse importante equipamento”, agradeceu o governador.

Continuar lendo

Na rede

Mâncio Lima está com surto do tipo mais agressivo da malária

Publicado

em

A prefeitura de Mâncio Lima emitiu Nota alertando os moradores para um surto de casos de malária falciparum nas localidades Tonico, Vinte e Batoque. As autoridades avisam que em caso de sintomas, as pessoas procurem as unidades de saúde para diagnóstico e tratamento gratuito.

Segundo o coordenador setor de Endemias da secretaria Municipal de Saúde, Francisco Melo, de janeiro até setembro deste ano, o registro médio mensal foi de 10 casos deste tipo de malária no município, porém em outubro, até esta quarta, 20, haviam 65 casos já diagnosticados deste tipo especifico.

Melo cita que várias medidas estão sendo tomadas para conter o surto, como busca ativa de pessoas nestes locais para a realização do teste rápido, borrifação intradomiciliar, que é uma técnica de controle vetorial; Instalação e reposição de mosquiteiros impregnados nestas localidades, além de ações de educação em saúde.

” Quanto mais cedo identificamos casos, mais rápido cortamos o ciclo de transmissão. É importante salientar a importância dos moradores e pacientes buscarem o diagnóstico. A malária só existe porque existem pessoas infectadas como fonte de infecção. Muitas vezes as pessoas não sentem sintomas, ou acham que é dengue, ou COVID, e demoram a buscar diagnóstico para malária. Nesse tempo, acabam infectando muitos mosquitos, que então infectam novas pessoas”, destaca.

A falciparum, que atinge o cérebro, é o tipo mais agressivo e grave da malária. Se multiplica rapidamente na corrente sanguínea, destruindo de 2% a 25% do total de hemácias (glóbulos vermelhos) e provocando um quadro de anemia grave. Já o tipo vivax da malária, segue em redução em Mâncio Lima.

Redução geral de malária em Mâncio Lima

Em 2006, Mâncio Lima teve o maior surto de malária de sua história, com 15.524 casos da doença, mas nos últimos anos o mal está sob controle, segundo Francisco Melo.

De janeiro a setembro de 2020, o registro foi de 1.278 casos de malária no município, sendo 422 falciparum. De janeiro a setembro de 2021 foram 711 casos de malária, sendo 94 falciparum. Uma redução de 44%.

“Nosso objetivo é seguir nesta redução de casos de malária em Mâncio Lima e por isso estamos fortalecendo as ações de prevenção e combate à doença”, relata Francisco Melo, lembrando que o aumento de casos aconteceu próximo do local onde é executado um plano de manejo madeireiro, no Ramal do Tonico.

Continuar lendo

Na rede

Prefeito Isaac busca recursos para Mâncio Lima em Brasília

Publicado

em

O prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima, e o Secretário Especial, Danilo Chagas, seguem em Brasília em busca de emendas individuais, especiais e de bancada para município junto a deputados e senadores do Acre.

Entre as demandas apresentadas pelo prefeito aos parlamentares estão a pavimentação e recapeamento asfáltico de ruas, aquisição de máquinas, caminhões, construção de pontes e bueiros, aquisição de instrumentos musicais para compor a banda municipal de música, construção de uma praça municipal no bairro Guarani, construção de calçadas e ciclovias, revitalização de praças, parques e jardins.

Do deputado Alan Rick, o prefeito teve a garantia de recursos na ordem de mais de R$ 1 milhão para o município. Ao parlamentar, Isaac Lima solicitou emenda parlamentar individual ao Orçamento Geral da União 2022.

“Tenho compromisso com Mâncio Lima e com a gestão do Isaac. Quero parabenizar o prefeito por cuidar para que as nossas emendas sejam aplicadas e bem executadas lá na ponta, com isso só quem ganha é à população”, citou o parlamentar.

Isaac está otimista já que em viagens à Brasília já conseguiu recursos de mais de R$ 47 milhões de 2017 até os dias atuais. São recursos frutos de emendas parlamentares e que já estão empenhados.

“Os parlamentares sabem do nosso zelo e boa aplicação dos recursos públicos, por isso estamos confiantes de que vão destinar recursos para Mâncio Lima”, citou o prefeito Isaac Lima.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas