Conecte-se agora

Jorge Viana X Márcio Bittar, um confronto inevitável

Publicado

em

Se o ex-prefeito, ex-governador e ex-senador Jorge Viana é a expressão maior da esquerda e do petismo no Acre, o senador Márcio Bittar (MDB) representa a ala mais radical do bolsonarismo e da direita. O confronto entre os dois será inevitável a curto, médio e longo prazo em futuras eleições. A de 2022, por exemplo, será o palco da primeira batalha envolvendo a candidatura de Márcia Bittar (ex-mulher de Márcio) e Jorge Viana, provável concorrente. Márcio se posiciona como articulador e coordenador de Márcia e Bolsonaro.

Por sua vez, Jorge Viana é o único político com densidade e musculatura eleitoral capaz de fazer frente a onda bolsonarista que, apesar de vir desidratando Brasil afora, no Acre, mantém uma forte base conservadora puxada por líderes evangélicos e militares. A maior prova são as pesquisas que dão a Bolsonaro no estado mais de 50% de aprovação. Ou Jorge puxa Lula para cima ou Lula puxa ele para baixo. A vantagem do petista acreano é que têm votos além dos muros do PT, inclusive, entre líderes evangélicos; apoio construído quando ele foi governador. Se Lula vencer as eleições, Jorge volta ao protagonismo político.

Márcio Bittar, segundo fontes próximas a ele, planeja disputar o Palácio Rio Branco em 2026, já que o governador Gladson Cameli (PROGRESSISTA) encerra o governo, devendo se afastar para disputar o Senado. JV e o PT pretendem eleger o ex-prefeito Marcus Alexandre para deputado estadual e prepará-lo para enfrentar Márcio Bittar nas eleições de governador.

Porém, como diz um provérbio hebreu da Torá “O homem faz seus planos, mas a resposta vem de Deus”. Portanto, deve-se esperar com a paciência de Jó para ver o que vai acontecer. O certo é que entre Viana e Bittar a guerra já começou.

“Não confunda diploma com conhecimento. Eu não fui para Harvard, mas as pessoas que trabalham para mim foram”. (Elon Musk)

Vão naufragar

Muitos projetos políticos para 2022 devem naufragar nas urnas. O maior erro é um político acreditar que toda eleição é igual. Fora do mandato é uma coisa, com mandato é outra completamente diferente.

Encarnou o otimismo

Quem anda encarnando otimismo é o senador Sérgio Petecão (PSD). Porém, o senador Márcio Bittar (MDB) avalia que ele e Gladson disputam o mesmo espaço. Conclui que Gladson disputa com um candidato da esquerda. Petecão estaria fora do jogo.

Prato feito

O vice-governador major Rocha poderá disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa novamente pelo PSL. A fusão com o DEM em nada lhe prejudica. Muito pelo contrário, terá uma boa chapa para concorrer.

Prova de fogo

A eleição de 2022 será uma prova de fogo para o PT eleger deputados estaduais e federais. O motivo é simples: Fora do poder o jogo é dificílimo. Basta ver a eleição para vereador no ano passado.

Capacidade de endividamento

Conseguir fontes de financiamento para realizar obras como rodovias, pontes, ramais, escolas e hospitais é dever de um governador. Se o estado tem capacidade de endividamento, a oposição não tem do que reclamar. Durante 20 anos de FPA dívidas, obras e pagamentos foram realizados.

Esfriou a chapa

A prova de que, quem esquentava a chapa era o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é que ele mesmo está esfriando quando decidiu parar de atacar as instituições. As mudanças que ele deseja, têm que ser dentro da Constituição.

Sede ao pote

Alguns petistas estão com muita sede no pote. Acham, por exemplo, que o ex-senador Jorge Viana venceria a eleição para governador no 1º turno. O buraco é mais embaixo. A melhor opção para Jorge Viana continua sendo o Senado.

. A semana promete!

. Briga de cachorro grande em andamento por conta da fusão do PSL com o DEM;

. A metade dos deputados federais do PSL são bolsonaristas e a outra metade não quer acordo; o DEM vai no mesmo caminho.

. O Lula resolveu encrencar com o PT querendo que o partido assuma publicamente a luta pela regulação da mídia.

. Diz ele que quer democratizar, quebrar o monopólio das grandes emissoras que detêm canais de TV aberto, fechado, jornais, revistas, sites, estações de rádio e editoras.

. O problema é que muita gente está vendo embutido no pacote a censura.

. O presidenciável Ciro Gomes melhorou o linguajar, andou escovando a boca!

. Bom dia!

Coluna do Astério

O homem que morreu duas vezes…e viveu!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Bittar fala de Bolsonaro no PL; como fica Mara, Gladson e Márcia?!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Gerlen fala do Senado, do vice e na vitória de Gladson

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Democracia ou farra com dinheiro público?

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas