Conecte-se agora

Professores na internet debatem sobre “História e Rede Pública de Ensino” 

Para educador do ensino fundamental II, deficiência na leitura atrapalha o entendimento da disciplina

Publicado

em

Em meio a tantos acontecimentos marcantes na História do Brasil e do mundo, como a pandemia, o conflito no Afeganistão e a inflação que assola o território nacional, por exemplo, repassar os fatos de maneira didática para que os mais jovens possam compreender o cenário e criar uma visão crítica é um desafio para os educadores que já enfrentam nas salas de aula outras barreiras como a deficiência na interpretação de leitura e dados.

Para o professor Matheus Buente, que leciona a disciplina de História para turmas do 6º ao 9º ano da rede pública de educação, o ensino da sua matéria enfrenta problemas parecidos com os de Língua Portuguesa. “Nossa deficiência na formação de leitores e escritores afeta diretamente a aprendizagem de hoje, uma vez que a leitura e interpretação são partes fundamentais do processo”, justifica o educador. Para ele, o ensino da História nas escolas deve dar mais atenção aos fatos locais, que geram identificação e valorizam a região em que o estudante vive. 

Em paralelo à atividade nas salas de aula, Matheus é comediante acostumado a contar piadas há sete anos nos palcos, mas há assuntos que ele não vê graça. “Creio que o maior desafio, enquanto professor, seja combater a naturalização do fascismo que ocorre hoje em dia. Muito provavelmente esse não será um desafio para a minha geração de historiadores mas, sim, para a próxima, que terá um distanciamento maior do momento histórico, o que costuma colaborar bastante para uma análise do ocorrido. Serão páginas tristes nos livros”, opina.

Essa abordagem é apenas um dos temas que serão debatidos pelo professor Matheus Buente no podcast Sala dos Professores, que terá como tema “História e Rede Pública de Ensino”. O bate-papo será transmitido ao vivo no YouTube, nessa segunda-feira (13), às 16h. Posteriormente o conteúdo é disponibilizado no Spotify

Organizado e apresentado pela professora de redação Carol Silveira, em parceria com o Educa Mais Brasil, o podcast foi criado para ser uma representação virtual da sala dos professores, local de diálogo entre os docentes e troca de experiência. De forma leve e descontraída, professores de todo o país interagem com os participantes que se apresentam na Sala dos Professores. 

“Por mais que a gente tenha questões em comum, como a precariedade e desvalorização, a gente tem indivíduos com trajetórias muito pessoais e únicas. Então, quanto mais a gente conhece outras realidades de professores no Brasil, mais a gente conhece sobre educação porque é o professor que faz essa educação acontecer, argumenta a professora Carol Silveira. 

Apresentado semanalmente, toda segunda-feira, agora em novo horário, às 16h, o podcast já contou com a participação de Alan Miranda, que é ator e diretor, falando sobre humor e educação; da professora Luísa Menezes, falando sobre a pressão estética que as professoras sofrem em sala de aula; do professor Daniel Pinheiro, que é especialista em formação de professores no âmbito tecnológico, falando sobre desafios nesse período de pandemia, de aula on-line; do psicólogo Davi Ferreira, abordando a saúde mental dos professores, dentre outros convidados. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Acre 01

Marfiza receberá mais de R$ 7 mil em diárias para participar em evento em Barcelona

Publicado

em

A vice-prefeita Marfiza Galvão (PSD) embarcará a convite da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para participar do Smart City Expo World Congress 2021, em Barcelona (Espanha), no dia 12 de novembro com data de retorno para 21 do mesmo mês.

Marfiza será acompanhada pela secretária de planejamento, Neiva Azevedo da Silva Tessinari. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (25).

Durante a viagem, a Marfiza receberá 9,5 dias de diárias e as passagens bancadas pela Prefeitura de Rio Branco de acordo com o Decreto nº 1.275/2015.

Com diária prevista no valor de R$ 800 reais, a gestora receberá o valor de R$ 7.6 mil enquanto estiver fora da capital. O valor convertido na moeda americana fica em torno de R$ 1.354 dólares.

A Smart City Expo World Congress 2021 – Barcelona, visa ajudar a criar cidades sustentáveis e inclusivas.

Continuar lendo

Cotidiano

Acre usa ferramenta Brasil M.A.I.S. em ações de segurança com geotecnologia

Publicado

em

Estados podem aderir a uma solução de geotecnologia para auxiliar em perícias, investigações e operações de combate ao crime organizado, em especial casos de crime contra o meio ambiente.

O Programa Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) recebeu investimento de R$ 50 milhões em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública e está sendo disponibilizado, de forma gratuita, aos órgãos públicos interessados mediante termo de adesão celebrado com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

De acordo com o ministério, a ferramenta está sendo usada pelas secretarias de segurança pública de 15 estados e do Distrito Federal. Os estados são Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Ao todo, 162 instituições federais e estaduais têm acesso ao sistema. Nos últimos 12 meses, o Programa Brasil M.A.I.S auxiliou em 42 operações no país, com a disponibilização de informações de satélite relacionadas às detecções de mudanças em áreas de atuação do crime e alertas de indícios de diferentes tipos de ilícitos por meio da geotecnologia, informou o ministério.

“O sistema amplia a capacidade de cobertura diária de imagens em alta precisão de todo o território nacional e auxilia no monitoramento de crimes ambientais, como desmatamento ilegal, queimadas, bem como na identificação de abertura de pistas clandestinas de pouso. O Brasil M.A.I.S também auxilia no combate ao tráfico de drogas e demais crimes, como o trabalho escravo e o tráfico de pessoas”, acrescenta o ministério.

A tecnologia auxiliou operações que resultaram no cumprimento de mais de 201 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão e 28 prisões em flagrante. Em valores, foram aplicados mais de R$ 750 milhões em multas, apreensões e reparação por danos ambientais, com bloqueio de bens superando R$ 330 milhões.

O ministério também destaca as 327 máquinas apreendidas ou inutilizadas, os mais de 6 mil hectares de áreas embargadas, as apreensões que ficaram em torno de 144 mil m³ de madeira e 1,5 tonelada de maconha, e a erradicação de mais de 1,5 milhão de pés de maconha.

A adesão ao sistema, cuja coordenação e operacionalização está a cargo da Diretoria Técnico-Científica da Polícia Federal, fornece acesso não apenas às imagens coletadas nas últimas 24 horas, mas também ao acervo diário do sistema desde 2017, o que permite comparar mudanças ocorridas ao longo do período. (EBC)

Continuar lendo

Acre

Contribuintes ativos do ICMS crescem 22% desde 2019 no Acre

Publicado

em

Os contribuintes ativos do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Acre cresceram 22% entre 2019 e 2021, segundo o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que possui painel de dados específico.

Eram 44.043 em 2019, e chegaram a 53.894 em 2021, segundo os dados painel que retratam até março deste ano. Em 2020, os contribuintes ativos eram 51.842 no Estado.

O painel inclui todos os contribuintes ativos de ICMS relativo ao Simples Nacional; operações de débito e crédito; produtor rural, entre outros.

O Confaz avisa que os dados constantes no Painel são de responsabilidade exclusiva das Secretaria de Fazenda, Economia, Tributação e Receita dos Estados e do Distrito Federal.

Continuar lendo

Destaque 3

Em 12 pontos, Rio Branco continua aplicando imunizante contra a Covid-19

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) retoma nesta segunda-feira, 25, a vacinação contra a Covid-19 em 12 pontos da capital.

A pasta continua aplicando a dose de reforço que é aplicada em pessoas a partir de 60 anos (que tomaram a 2ª dose há mais seis meses) e em pessoas com baixa imunidade – imunossuprimidos – (que tomaram a 2ª dose há 28 dias).

A 1ª dose também está disponível para pessoas acima dos 12 anos que ainda não se imunizaram. Adolescentes precisam comparecer acompanhados dos pais ou responsáveis e apresentar RG e CPF ou o RG e o cartão do SUS na hora da vacinação.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) antecipou para 21 dias a segunda dose da Pfizer, seguindo a orientação do governo estadual.

Veja os pontos de vacinação

Reforço em idosos a partir de 60 anos (6 meses da 2ª dose) e imunossuprimidos (+ de 28 dias da 2ª dose)

Urap Vila Ivonete

Urap Roney Meireles

Urap Hidalgo de Lima

Urap Maria Barroso

Urap São Francisco

Urap Eduardo Assmar

Cláudia Vitorino

Ary Rodrigues

Urap Rosangela Pimentel

12 anos ou mais 1ª e 2ª dose da Pfizer – antecipação 21 dias

Urap Eduardo Assmar

Urap Vila Ivonete

Urap Roney Meireles

Urap Ary Rodrigues

Urap São Francisco

Urap Maria Barroso

Urap Hidalgo de Lima

Urap Cláudia Vitorino

Urap Rosangela Pimentel

Somente 2ª dose AstraZeneca com 60 dias ou +

Urap Cláudia Vitorino

Urap São Francisco

Valdeiza Valdez

Urap Bacurau

Urap Maria Barroso

2ª dose da CoronaVac

Policlínica Barral y Barral

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas