Conecte-se agora

Sem mortes, Acre registra apenas 4 novos casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), informou que foram registrados apenas 4 novos casos de infecção por coronavírus neste domingo, 12. O número de infectados subiu para 87.911.

Pelo segundo dia consecutivo, nenhuma notificação de óbito foi registrada neste domingo, 12, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.816 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 247.413 notificações de contaminação pela doença, sendo que 159.485 casos foram descartados e 17 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 85.891 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 17 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Acre 01

Governo forma 190 novos militares durante aniversário de 106 anos da Polícia Militar do Acre

Publicado

em

Em uma grande solenidade, realizada no início da noite desta quarta-feira, 25, foi comemorado o 106º Aniversário da Polícia Militar do Acre, em frente ao Comando Geral da Polícia Militar, na capital.

Na ocasião, o governador Gladson Cameli, Progressistas, também efetuou a promoção de 49 sargentos que subiram de patente e agora são subtenentes. A solenidade marcou também a formatura de 190 aprovados do primeiro Curso de Formação de Soldados (CFSD 2021/2022).

Em seu pronunciamento, o governador Gladson Cameli fez questão de parabenizar os mais de cem anos da PM e de mencionar os grandes investimentos realizados na área da segurança em todo o estado. “Somos o estado que mais elucida crimes no país, além de realizar contratações e compra de armamentos e munição”, ressaltou.

Entretanto, Cameli reconheceu as dificuldades enfrentadas no combate ao crime. “Não vivemos em um país das maravilhas, temos problemas, mas vamos solucionar”, declarou.

O secretário de segurança pública, Coronel Paulo César, lembrou e disse que o aniversário da Polícia Militar é uma honra conquistada ao longo dos anos. Sobre a promoção dos praças e formatura de novos alunos que vão integrar a segurança pública, ele falou sobre ser um marco. “Isso é um marco do governador Gladson Cameli em uma gestão que faz investimentos na área da segurança e cumpre as datas de maneira criteriosa”, comentou.

Comemorando a data centenária, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo César Gomes, disse que a data é motivo de orgulho da corporação. Além disso, Paulo César agradeceu o empenho do governo em realizar os investimentos na segurança pública – principalmente, na formação dos 190 alunos do cadastro de reserva.

A aluna soldado Mariana Freire, oradora da turma, enalteceu o empenho do governo em proporcionar novos militares combatentes. “Foram 9 meses de formação. Com todo respeito, se um dia fui civil, não me lembro. Nossa formação foi pautada pela competência”, comentou.

Em meio a solenidade, o governo também mencionou a revitalização do prédio da PM. Iniciada em maio de 2021 e prestes a ser concluída, a obra recebeu R $ 4,9 milhões em investimentos, provenientes de recursos próprios do Estado. O prédio foi contemplado com troca da cobertura, redes elétrica e hidrossanitária, piso, pintura, recuperação asfáltica do acesso interno e externo, plataforma elevatória para pessoas com deficiência, e ampliação da quantidade de vagas de estacionamento para veículos. Além disso, todos os ambientes foram climatizados.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas

Continuar lendo

Destaque 2

8 mil adultos no Acre se declaram homossexuais ou bissexuais, diz IBGE

Publicado

em

Um levantamento inédito divulgado nesta quarta-feira, 25, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), investigou pela primeira vez, informações sobre a orientação sexual da população. No Acre, a pesquisa apontou que 8 mil pessoas acima dos 18 anos, se declaram homossexuais ou bissexuais. O que equivalente a 1,3% do público.

A iniciativa, realizada em caráter experimental, é referente aos números da Pesquisa Nacional de Saúde no ano de 2019. A divulgação ocorreu após o órgão ter sido acionado na Justiça pelo Ministério Público Federal, que questionou o fato de o Censo Demográfico de 2022 não ter incluído perguntas sobre a população LGBTQIA+.

Segundo os números gerais, na data que a iniciativa foi realizada, o Estado acreano tinha 592 mil pessoas adultas, dos quais 95,8% (567 mil), se declararam Heterossexual, 1,3% (8 mil), disseram ser homossexuais ou Bissexuais e 2,8% (17 mil), se recusaram a responder ou não sabiam sua orientação sexual.

No Brasil

Os números no país, revelam que 94,8% dos brasileiros se autodeclararam heterossexuais, 1,8% disseram ser Homossexuais ou Bissexuais e 3,4% não sabiam ou não quiseram responder.

O questionário foi aplicado em cerca de 108 mil domicílios no Brasil, com 159,2 milhões de pessoas com mais de 18 anos. De acordo com o órgão, o valor representa a totalidade da população.

Do total de 1,1 milhão que se declarou bissexual, 65,6% eram mulheres. Por outro lado, os homens eram maioria (56,9%) ao todo de 1,8 milhão que se identificaram como homossexuais.

Sobre as pessoas que não sabiam ou não quiseram responder, o IBGE indica que a resposta pode estar ligada ao receio dos entrevistados em se autodeclaram de outra orientação sexual.

“O número de pessoas que não quiseram responder pode estar relacionado ao receio do entrevistado de se autoidentificar como homossexual ou bissexual e informar para outra pessoa sua orientação sexual. Diversos fatores podem interferir na verbalização da orientação sexual, como o contexto cultural, morar em cidades pequenas, o contexto familiar, se sentir inseguro para falar sobre o tema com uma pessoa estranha, a desconfiança com o uso da informação, a indefinição quanto a sua orientação sexual, a não compreensão dos termos homossexual e bissexual, entre outros”, analisa a coordenadora da pesquisa, Maria Lucia Vieira.

Continuar lendo

Cotidiano

Pais acionam MPF para que UFAC adote providência para início das aulas no Colégio de Aplicação

Publicado

em

Um grupo de pais de alunos do Colégio de Aplicação (CAP), da Universidade Federal do Acre (UFAC), procurou o Ministério Público Federal (MPF) pedindo providências para o início das aulas no colégio que atende crianças e adolescentes.

Os pais de alunos do CAP informaram ao MPF que as aulas do corrente ano ainda não foram retomadas. O atraso, segundo a direção do CAP, decorre da não conclusão de obras que estão sendo realizadas no prédio da escola.

De acordo ainda com os pais, a direção do colégio informou, no último dia 5 de maio, que as aulas seriam retomadas no dia 16. Contudo, a retomada não foi possível em razão de atraso na conclusão das obras. Em razão disso, os pais foram comunicados, no dia 13 de maio, que as aulas seriam retomadas no prédio da FAAO, porém sem indicação de data.

Os pais alegam que temem pela perda do ano letivo pelos alunos. Um outro fator é que muitos pais sentem-se prejudicados pela mudança de prédio, dada a considerável distância entre o prédio que atualmente funciona o colégio de aplicação e o prédio da faculdade FAAO. A direção não informou a previsão de conclusão da obra do prédio.

Após a ida dos pais ao MPF, a UFAC chamou os responsáveis pelos alunos para uma reunião nesta última terça-feira, 24, e informou que os alunos do ensino médio vão estudar de forma emergencial no Centro de Convenções. Já os alunos do 6º ao 9º anos vão estudar de forma remota. As crianças do Pré II ao 5º ano vão ficar sem estudar por tempo indeterminado. O anunciou revoltou diversos pais. “Até agora as crianças não estão estudando após 2 anos de pandemia. Alegam que o prédio está com problema de estrutura, mas tiveram todo o tempo do mundo para resolver isso, já que como disse, são dois anos que não tem aulas no local”, afirma Cristiane Cunha, mãe de aluno.

A reportagem procurou a assessoria da UFAC, ainda na manhã desta quarta-feira, que se comprometeu a enviar uma nota ao ac24horas, mas até o fechamento do material não se pronunciou.

Continuar lendo

Notícias

ONG está com inscrições abertas para programa de imersão no idioma inglês

Estudantes com idade entre 18 e 26 anos podem participar; saiba mais

Publicado

em

Estão abertas as inscrições para o programa de imersão em inglês oferecido pela ONG Soul Bilíngue. As 330 vagas ofertadas são para a turma do segundo semestre de 2022. para participar os estudantes precisam ter entre 18 e 26 anos, ter cursado e concluído o ensino médio em escola pública, ter renda familiar per capita de até dois salários e serem moradores das regiões Nordeste, Norte e Sudeste. As inscrições seguem abertas até o dia 1º de junho. 

O edital, com informações gerais e requisitos, já consta no site da ONG. Para se candidatar para o programa, basta preencher o formulário da página e pagar a taxa social de inscrição de R$ 30. Estudantes aprovados na seletiva participarão de uma imersão de inglês por cerca de seis meses.

As aulas de inglês ocorrem aos sábados sendo o horário definido pela equipe Soul Bilíngue, de acordo com os resultados dos testes de nivelamento dos alunos aprovados no processo seletivo. Além disso, há encontro em grupo com psicólogos, eventos do Soul Summit (preparatório de intercâmbio) e reuniões com time Soul Bilíngue também aos sábados, das 9h às 10h30 (horário de Brasília) de forma intercalada.

Cada aluno contará com um mentor individual para prática de conversação e também terá acolhimento emocional com psicólogos voluntários no decorrer do processo. A iniciativa já impactou diretamente mais de mil jovens, ex-alunos da rede pública de ensino. Durante o período do programa, o estudante poderá concorrer a bolsas de estudo no exterior e ganhará pontos por desempenho e comprometimento ao longo dos seis meses.

Teste de Nivelamento Educa Mais Brasil 

Para quem deseja participar de intercâmbios, dominar outros idiomas é um facilitador, pois, assim, será possível concorrer a bolsas de estudos internacionais. Nem todo mundo sabe, mas mesmo sem ter feito um curso de inglês é possível saber o nível de habilidade e familiaridade que a pessoa tem com o idioma através do teste de nivelamento.

Na internet, é possível encontrar diversas ferramentas gratuitas para te auxiliar nesta descoberta. O teste de nivelamento do Educa Mais Brasil, por exemplo, é disponibilizado on-line e gratuitamente no site da plataforma. Ao concluí-lo, o estudante, além de saber qual o nível de conhecimento da língua, tem acesso a descontos de até 70% em cursos de inglês on-line.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!