Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Há exatos 10 anos, o Centro de Diagnóstico por Imagem (Cedimp) vem ampliando a disponibilidade de exames que possuem alto e baixo custo no estado do Acre. Recentemente, investiu num equipamento que além de melhorar a qualidade nos diagnósticos, oferece mais qualidade de vida aos pacientes. Trata-se da máquina de Tomografia Computadorizada Multislice de 128 canais.

O equipamento torna o exame mais rápido e com baixo nível de exposição à radiação, o que eleva a precisão e a segurança na realização das análises. O tomógrafo consegue fazer exames de maneira muito mais rápida e cortes milimetricamente mais precisos. O Centro é de responsabilidade dos médicos Máira e Marcos Parente, ambos especialistas em Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

“Isso nos dá a possibilidade de fazer exames que antes nós [do Acre] não conseguíamos fazer aqui no estado, principalmente no estudo das artérias coronárias”, explica o médico. O paciente com queixa de dor no peito, resultado de eletrocardiograma alterado e que o médico suspeitou ter indício de infarto por obstrução das artérias coronárias, por exemplo, antes da chegada dessa máquina, só conseguia realizar o exame específico fora do estado.

Parente afirma que não tinha condição de fazer esse exame antes da aquisição da máquina de Tomografia Computadorizada Multislice. “Hoje nós temos esse equipamento aqui em funcionamento na Cedimp situada no Hospital Santa Juliana. Antes, os pacientes com essas indicações tinham que sair do Acre para fazer o exame ou realizavam o cateterismo, que é mais invasivo. Agora fazemos tudo aqui pela angiotomografia de coronárias, muito mais rápido e bem menos invasivo”, ressalta o especialista.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

A angiotomografia é um exame de diagnóstico que permite a perfeita visualização de placas de gordura ou cálcio no interior das veias e artérias do corpo. Ele pode diagnosticar problemas em todo o sistema circulatório, como aneurismas e obstruções dos vasos sanguíneos.

A Cedimp surge no mercado acreano como pioneira na realização desse procedimento. Atualmente, o exame só é realizado via serviço particular, mas o Centro já está em negociação adiantada com a Unimed, além de haver outros convênios iniciando a negociação para a possibilidade de também fazerem o exame. “Este é um exame de alto custo, então não dá para fazer com o preço das tabelas habituais”, garante Marcos Parente.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O casal de médicos investiu numa tecnologia de alto valor para atender os pacientes. Com menos de um mês de funcionamento do tomógrafo, mais de 30 pacientes procuraram o exame. “A expectativa [para os atendimentos] é muito grande porque as pessoas ainda não conhecem [o procedimento]. Tem gente que pode até ter viajado recentemente sem saber que a gente já estava fazendo”, salienta. O serviço médico chegou ao estado pela Cedimp após a empresa visualizar a ausência desse procedimento na capital acreana.

“Os acreanos tinham de se deslocar para outros estados para realizar esse procedimento. Fizemos esse investimento para garantir que as pessoas do Acre tivessem o seu diagnóstico aqui mesmo, até porque é um diagnóstico que precisa ser feito rapidamente, sem demora”, destaca Parente.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Com a máquina de porte mais moderno, é possível que o profissional médico faça o diagnóstico e ainda verifique de quanto em quanto tempo o paciente irá precisar refazer a avaliação. “Se daqui a 6 meses, anual ou de 3 em 3 anos, isso tudo o exame já dá essa estratificação de risco. Nos dá a possibilidade de fazer um acompanhamento mais preciso”, acrescenta.

Desde 2011, a Cedimp atua no Acre de forma a ajudar o estado a democratizar o acesso aos exames de imagem. “Antigamente era muito difícil fazer uma ressonância, uma tomografia, o laudo demorava, hoje nossos laudos saem com um ou dois dias, é muito rápido o diagnostico”, assegura o responsável.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O Centro oferece exames com as especialidades: Radiografia Digital, Radiografia com Contraste, Mamografia Digital, Tomografia Computadorizada Multislice, Ressonância Magnética Nuclear e Ultrassonografia.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

Entre os meses de agosto e setembro deste ano, a Cedimp irá ampliar ainda mais os serviços, com a montagem de uma nova máquina de ressonância magnética nuclear, mais moderna e de qualidade superior ao que existe atualmente à disposição. “A Cedimp exerce uma função social muito grande ao estado, principalmente por termos nosso maior ‘braço’ atendendo o SUS”, salienta Marcos Parente.

No entanto, o exame de angiotomografia ainda não é realizado dentro do Serviço Único de Saúde (SUS) pelo alto custo que envolve o procedimento. “Mas desde 2012 atendemos o SUS e ajudamos a democratizar o acesso a maior parte desses exames, com a proposta do governo em reduzir as filas de exame, principalmente de ressonância com e sem sedação. Os [exames] mais avançados com uso de contraste paramagnético nós fazemos. Foi um investimento arrojado, acompanhando o avanço do sistema de saúde”.

Foto: Sérgio Vale/ac24horas.com

O Centro conta com cerca de 42 colaboradores divididos entre as unidades direcionadas ao SUS e as particulares. Há cinco Cedimp’s em funcionamento, sendo uma nos arredores do Hospital Santa Juliana, uma no bairro Bosque, uma do ‘braço’ público dentro do Pronto-socorro de Rio Branco, uma no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre e mais recentemente, uma inaugurada na segunda maior cidade do estado, Cruzeiro do Sul. “Lá [no Juruá] já fazemos tomografia computadorizada e Raio-X Digital. Estamos com a previsão de instalar uma máquina nova de ressonância aqui na capital e outra em Cruzeiro, para atender todo o Vale do Juruá”, conta o médico.

Previous
Next
error: Este conteúdo é protegido.