Conecte-se agora

PP e MDB abrem portas para deputados disputarem a reeleição

Publicado

em

A corrida pela reeleição dos atuais deputados estaduais e federais já começou. O MDB e o PROGRESSISTAS estão de portas escancaradas para todos aqueles que precisam de legenda. Isto porque siglas menores estão negando espaços em suas chapas, não aceitando ninguém com mandato. Com o fim das coligações proporcionais à reeleição de parlamentares, mesmo com boa votação, está ameaçada.

A janela para a debandada estará aberta durante o mês de abril de 2022. Os partidos oferecem gratuitamente salvos condutos agora para quem quiser deixar as siglas, já que a presença de um parlamentar impede a formação das chapas. Ninguém quer disputar eleição com deputado nadando em estrutura e dinheiro.

O líder do governo, deputado Pedro Longo, está de malas prontas para trocar o PV pelo PROGRESSISTAS onde acredita ter chance de reeleição. Chico Viga, André da Farmácia, Whendy Lima também devem mudar de partido.

Além de deputados, o PROGRESSISTA e o MDB pretendem filiar secretários, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores para engrossar a chapa de deputado estadual. O mesmo deve ocorrer para deputado federal. Apesar do esforço, cinco, seis ou sete deputados estaduais em uma só chapa, seja no PP e PMDB, estarão criando as chamadas “chapas da morte”. Impossível todos se reeleger.

“Nada é tão lamentável e nocivo quanto antecipar desgraças”. (Sêneca)

. Enquanto a situação briga pela única vaga ao Senado na chapa com o governador Gladson Cameli, o PT vai comendo pela borda com a candidatura de Jorge Viana.

. A verdade é que ninguém é dono de votos, a população faz movimentos diferentes a cada eleição.

. Eleger Bocalom em detrimentos de Minoru Kinpara ou Socorro Neri foi um deles.

. A emoção se sobrepõe à razão.

. Quando o slogan deveria sobre cuidar bem da cidade, o que se ouvia na campanha eram chavões chulos, medíocres e vulgares:

. “Dá-lhe, fulano”! “Caceta, Beltrano”! “Bota pra moer”!

. A pergunta é:

. Quem estaria tecnicamente mais preparado para administrar Rio Branco?

. Minoru, Socorro, Bocalom…?

. Pois é, mas o regime é democracia e não aristocracia.

. Democracia é o regime que o povo pensa que manda, a maioria decide no dia da eleição, mas quem governa mesmo é uma minoria, uma elite.

. Como dizia a irmã Cacilda, serva de Maria, no Instituto Nossa Senhora das Dores na década de 70:

. “Deixa de ser boboca, menino”!

. A irmã Cacilda foi a mulher de mais força que já vi na vida; ela suspendia da carteira em sala de aula um sujeito de 70 quilos só com dois dedos…pela orelha!

. Havia ordem, disciplina e amor!

. Diferente de ordem, disciplina e ódio como se propaga nas redes sociais hoje em dia.

. A Leila Galvão tirou cerca de seis mil votos em 2018 para deputado estadual; no ano que vem se decidir se candidatar novamente precisará de pouco mais de 3.500 votos se estiver no partido certo; convites não faltam.

. Porém, ela não dá um pio, que nem curió de muda.

. O deputado Jenilson Leite (PSB) precisa ficar esperto para não servir de bucha como aconteceu com o ex-deputado federal Chicão Brígido.

. Bater no voto Gladson Cameli ou Sérgio Petecão é muito difícil.

. A eleição vai estar polarizada com vantagem para o governador.

. Bom dia!

Coluna do Astério

Por que Lula tem chances de virar presidente novamente?

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Angelim e Marcus, na marca do pênalti

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Justiça do faz de conta!

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Astério

Jorge Viana X Márcio Bittar, um confronto inevitável

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas