Conecte-se agora

Fies 2021.2: vagas ofertadas para o programa já podem ser consultadas

Neste segundo semestre serão oferecidas 69 mil oportunidades

Publicado

em

Interessados em ingressar no ensino superior no segundo semestre deste ano através do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) já podem conferir as vagas oferecidas pelo programa. A consulta pode ser realizada através do site. Na segunda edição deste ano serão ofertadas 69 mil vagas, distribuídas em 23.320 cursos/turnos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. 

Com isso, o total de vagas disponibilizadas no ano é de 93 mil. Diferente dos anos anteriores, em 2021, a edição do Fies para o 2º semestre tem uma oferta maior de vagas do que a edição para o 1º semestre, que geralmente é a que tem um volume maior de vagas e instituições participantes.

Para pleitear uma das vagas, o candidato precisa ter obtido média das notas nas cinco provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 450 pontos, nota superior a zero na redação e não ter feito o Enem na condição de treineiro. Além disso, pode ser usada a nota de qualquer uma das edições anteriores do exame, a partir de 2010. 

Outro critério para obter o financiamento é o de renda, que deve ser no limite de até três salários mínimos de renda mensal bruta per capita.

 Inscrições

As inscrições para o processo seletivo do segundo semestre de 2021 do Fies começam nessa terça-feira, 27, e seguem até o dia 30 de julho, na página do programa. O resultado dos pré-selecionados em chamada única será divulgado no dia 3 de agosto e o prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados será de 4 a 6 de agosto.

Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas da lista de espera. Esses participantes serão inseridos automaticamente na lista. O prazo de convocação por meio da lista de espera será de 4 a 31 de agosto.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Destaque 6

Paulo Betti compara goleiro do Palmeiras com Bruno e é detonado

Publicado

em

Por

O ator Paulo Betti comparou o goleiro Weverton Pereira da Silva, do Palmeiras, com Bruno Fernandes, ex-goleiro do Flamengo e condenado pelo assassinato de Eliza Samudio. O artista não gostou da “falação sobre Deus” após a conquista do tricampeonato da Libertadores pelo time alviverde. Logo após a grande repercussão negativa, Betti apagou a postagem, mas foi duramente criticado e acusado de intolerância religiosa pelos internautas.

“O discurso do goleiro do Palmeiras depois do jogo, aquela falação sobre Deus quando devia estar comemorando, aquela cena dele rezando antes de começar o jogo, me fez lembrar do goleiro Bruno, que rezava no Maraca e depois ia matar a moça e jogar para os cães. Explica muito o Brasil”, escreveu o ator no Twitter.

Continuar lendo

Destaque 6

Flamengo anuncia saída do técnico Renato Gaúcho

Publicado

em

Por

Renato Gaúcho não é mais técnico do Flamengo. O treinador não resistiu à derrota na final da Libertadores, para o Palmeiras, no último sábado, e teve sua saída definida hoje pelo Rubro-Negro. O clube fez o anúncio em sua conta oficial no Twitter.

O auxiliar Maurício Souza irá comandar a equipe de maneira interina amanhã, contra o Ceará, no Maracanã, e até o restante do Campeonato Brasileiro.

No desembarque da delegação no Rio de Janeiro, ontem (28), o vice de Futebol Marcos Braz já havia indicado que uma reunião hoje poderia definir os próximos passos no departamento.

O cenário já era de pressão antes mesmo da derrota para o Palmeiras, mas o clima ficou ainda mais pesado com o revés no Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. O próprio Renato Gaúcho, após a partida, conversou com o elenco em tom de despedida, ainda no vestiário.

O técnico chegou à Gávea em 10 de julho, para substituir Rogério Ceni. O início foi animador, com goleadas em sequência, mas o rendimento caiu e a situação mudou.

A eliminação na semifinal Copa do Brasil, com derrota para o Athletico-PR em casa, foi um duro golpe. Na arquibancada, a torcida gritou o nome do ex-técnico Jorge Jesus, nos bastidores, Renato entregou o cargo, mas não teve o pedido aceito.

A equipe rubro-negra entra em campo amanhã ainda com chances matemáticas de conquistar o Brasileiro, mas os números são bastante remotos — 0,17%, segundo a Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente, o líder Atlético-MG tem 78 pontos, contra 67 do time da Gávea.

Desde a saída de Jorge Jesus, em julho do ano passado, o Flamengo teve três treinadores: Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho.

Continuar lendo

Destaque 2

Favorecimento de Nenê Junqueira à “apadrinhados” em viagens revolta servidores da SEPA

Publicado

em

Foto: Diego Gurgel

Profissionais que trabalham diretamente na oferta de assistência técnica e extensão rural na Secretaria de Produção e Agronegócio do Acre (SEPA) estão insatisfeitos com o que chamam de “apadrinhamento” do secretário Nenê Junqueira na hora de definir servidores que participam de eventos ligados à produção rural e não levar em conta a questão técnica na hora de escolher quem participa dos congressos, feiras e visitas técnicas fora do estado, com diárias e passagens custeadas com dinheiro público.

“O que está acontecendo é um absurdo. Enquanto nós que ralamos no sol quente levando conhecimento ao homem do campo, quando aparece uma oportunidade de aprendermos um pouco mais e ofertar isso ao produtor rural ficamos de fora das viagens enquanto servidores que não são técnicos, que não trabalham com o homem do campo são escolhidos para integrar a comitiva sem nenhuma justificativa. É claro que não é possível ir todo mundo, mas se a viagem é de troca de experiências, é um absurdo um governo que afirma que veio para fortalecer o agronegócio trabalhar assim”, diz um técnico que por medo de represálias prefere não se identificar.

A reportagem do ac24horas recebeu a lista de servidores escolhidos para as duas últimas viagens. A primeira foi a Feira Internacional do Café que aconteceu no último mês de novembro em Belo Horizonte. A comitiva acreana contou com 22 pessoas, entre elas, vereadores e 10 produtores rurais que tiveram a viagem bancada pelo Sebrae e pela Federação da Agricultura. Da SEPA, a lista incluía, Nenê Junqueira, além de chefes de departamento, mais duas pessoas lotadas no administrativo da secretaria, o que causou revolta entre os técnicos. Sheyla Ingrid Dias Lustosa, que é chefe de gabinete de Junqueira, e Ana Carolyna da Silva Maia, que é cargo comissionado lotada também no gabinete. Cada uma recebeu mais de 2 mil reais em diárias, além das passagens.

“A gente queria saber qual a explicação para que técnicos que levam conhecimento ao trabalhador do campo fiquem de fora, enquanto duas pessoas do administrativo, que não trabalham na assistência técnica foram participar de uma feira de café?”, questiona um profissional.

A outra viagem que tem provocado revolta entre os técnicos ainda vai acontecer e se trata de uma viagem ao Pará entre os dias 2 e 6 de dezembro para conhecer o cultivo de açaí e os programas de desenvolvimento da cadeia produtiva realizados naquele estado. Mais uma vez, os nomes de Ana Carolyna e Sheyla Ingrid estão entre os sete servidores da SEPA que vão para viagem.

O ac24horas procurou Nenê Junqueira. O gestor da SEPA explicou a escolha de Sheyla afirmando que mesmo ela sendo chefe de gabinete possui formação na área de agronomia e que a escolha é para servidores que podem passar o conteúdo adquirido para os produtores. Já em relação a Ana Carolyna, Junqueira explicou que a mesma o auxilia cuidando de sua agenda e ajudando os produtores que vão em algumas das viagens.

A explicação não convenceu os técnicos. “Isso é um absurdo, a Sheyla nunca atuou como agrônoma, apenas tem a formação. O contrato dela é administrativo. Queremos que o secretário apresente a ART de cargo e função dela registrada no CREA, além do comprovante de anuidade paga deste ano, que são exigências para atuar como agrônoma”, afirma.

No portal de transparência do governo do estado, realmente Sheyla Ingrid não é contratada como agrônoma e sim como técnico administrativo.

Continuar lendo

Acre 01

“Eu não fiz nada”, diz estudante de medicina ferido a tiros por PM envolvido em trisal no Acre

Publicado

em

O estudante de medicina Flavio Endres, alvejado com cerca de quatro tiros nesse domingo, 28, disparados pelo sargento da Polícia Militar do Acre, Erisson Nery, do trisal com a também sargento da PM Alda Radine, e administradora Darlene Oliveira, afirma que não fez nada na noite em que aconteceu a confusão na cidade de Epitaciolândia, região de fronteira no estado.

Em entrevista ao veículo de comunicação local O Alto Acre na manhã desta segunda-feira, 29, a mãe do estudante, Lúcia Ferreira, disse que já conversou com o filho após o mesmo passar por cirurgia no pronto-socorro da capital acreana. Segundo ela, a primeira coisa que Flavio falou para ela, por três vezes seguidas, foi: “mãe, eu não fiz nada”.

“Eu disse: acredito em você. Até então não conversei com os médicos, mais ainda não tem previsão de alta”, contou. A mãe pede justiça pelo caso envolvendo o filho. “Estou sofrendo muito Conheço meu filho, eu eduquei para respeitar a todos como cidadãos e meu filho nunca me deu trabalho”.

O estado de saúde do estudante é considerado estável, mas a família considera a recuperação da vítima como um milagre. “Ele é um menino calmo, que eu nunca tive trabalho em momento algum na vida. Peço justiça porque tenho certeza que a justiça de Deus não falha”, disse Lúcia.

Flávio está sendo acompanhado pela esposa no hospital. Ele e a família vieram de Porto Velho, em Rondônia, para a fronteira do Acre, para que ele fizesse o curso de medicina em Cobija, na Bolívia. Ele cursa o quarto ano de faculdade na

Na manhã desta segunda, dezena de pessoas foram para a frente da Delegacia Geral de Polícia Civil de Epitaciolândia manifestar a favor do estudante. As autoridades locais aguardam o policial envolvido para prestar depoimento.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas