Conecte-se agora

Assista o #ac24horasPlay, o resumo de notícias desta terça-feira

Publicado

em

Com apresentação do jornalista Leônidas Badaró, nesta terça-feira, 20 de julho, o webjornal #ac24horasPlay, apresenta mais um programa para que os leitores do site mais acessado do Acre acompanhem o resumo de notícias.

Assista, curta, comente e compartilhe!

video

Acre

Acre registrou apenas um foco de queimadas nos últimos seis dias

Publicado

em

Os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) indicam que o Acre deve fechar o mês de outubro com uma quantidade de focos de queimadas inferior ao acumulado do ano passado no mesmo período – foram 1.652 focos em outubro de 2020 contra 945 detectados até 21 de outubro de 2021.

O fato que aponta para isso é que nos últimos seis dias o estado teve apenas um foco de queimadas detectado pelo satélite de referência. Nesse mesmo período, no ano passado, ocorreram 55 focos, na comparação pelos valores diários, ressaltando que o INPE não recomenda a avaliação por esse critério.

Em 2021, o Acre acumula 8.637 focos de queimadas – no ano passado foram 8.887 no período de 1º de janeiro a 21 de outubro. Em 31 de dezembro o total chegou a 9.193 registros. O município de Feijó é o campeão de queimadas no estado, com 1.510 focos detectados neste ano.

Nas unidades de conservação federais, a Reserva Extrativista Chico Mendes se destaca com a maior parte das ocorrências, com 1.108 focos, o que corresponde a 70,8% do total de todas as UC’s localizadas no estado do Acre. No ano passado, a Resex CM teve 1.068 focos de queimadas, 675 do total.

No último informativo do Monitoramento de Queimadas e Qualidade do Ar do Acre, Os municípios de Sena Madureira, Xapuri, Rio Branco, Tarauacá, Brasiléia, Capixaba, Acrelândia e Epitaciolândia aparecem com o maior número de focos por km² em seu território, ou seja, maior densidade de ocorrência em relação aos demais.

Neste sentido, esses municípios tornam-se prioritários para monitoramento e ações de combate e controle de queimadas e incêndios florestais caso o cenário indique aumento dessa tendência. Nesta sexta-feira (22), o risco de fogo Mínimo e Baixo é previsto com maior intensidade em todo o Acre.

Quanto à qualidade do ar, parte dos municípios do estado, especialmente na região Leste, têm taxa entre 12 e 35 µg/m³, que é considerada é aceitável, mas que pode provocar um problema de saúde moderado para um número muito pequeno de pessoas, caso expostas por 24 horas ou mais a essas condições.

O boletim do Monitoramento Hidrometeorológico diz que o prognóstico do Satélite NOAA/NCEP-GFS/USA indica previsão de chuva com volume acumulado na semana de até 50 mm para as regiões Oeste e Leste, indicando anomalia negativa, onde as chuvas poderão ficar abaixo do esperado para o período.

De acordo com as cotas de monitoramento de estiagem do TerraMA² (Plataforma de Monitoramento, Análise e Alerta a Extremos Ambientais), o Rio Acre permanece em Alerta Máximo em Assis Brasil, Brasiléia, Capixaba, Porto Acre e Rio Branco. O equipamento de Xapuri está apresentando falhas nos dados.

Também permanecem em Alerta Máximo de estiagem no Acre, o Rio Iaco, em Sena Madureira, e o Rio Juruá, em Porto Walter. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), não houve registro significativo de chuva nas últimas 24 horas nas bacias hidrográficas acreanas.

*Com informações dos boletins mais atualizados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e dos sistemas de Monitoramento de Queimadas e Qualidade do Ar e Hidrometeorológico do Acre.

Continuar lendo

Acre

17% das empresas sobrevivem dez anos no Acre

Publicado

em

No Acre, apenas 17 de 100 empresas sobrevivem dez anos depois de abertas. Logo no primeiro ano, a taxa de sobrevivência é de 68%, de acordo com o estudo Demografia das Empresas e Empreendedorismo 2019 divulgado nesta sexta-feira (22) pelo IBGE -mas vai caindo substancialmente ao longo de apenas uma década.

O Acre ocupa a 2ª colocação no ranking nacional de empresas, perdendo apenas para o vizinho Amazonas. No País, o cenário é parecido: depois de mostrar cinco saldos negativos, de 2014 a 2018, a diferença entre o número de empresas entrantes e encerradas foi positiva em 2019, chegando a 290,9 mil. Parte deste saldo positivo pode estar relacionado ao fato de que, em 2019, a Demografia das Empresas, que tem como base de dados o Cadastro Central de Empresas (CEMPRE), passou a incorporar também as informações do eSocial, em um processo de substituição gradativa dos dados da RAIS.

No plano nacional, a taxa de entrada de empresas em 2019 foi de 20,2% (ou 947,3 mil), sendo 15,5% de novas empresas (ou 726,5 mil) e 4,7% de reentradas (ou 220,8 mil). A taxa de saída ficou em 14,0% (ou 656,4 mil empresas).

O maior saldo de empresas foi registrado nas Atividades profissionais científicas e técnicas (61.388 empresas) e de Saúde humana e serviços sociais (44.294 empresas).

Já as maiores taxas de saída ocorreram no Amapá (22,0%), Maranhão (20,3%) e Roraima (18,2%) e as menores, em Santa Catarina (10,7%), Rio Grande do Sul (12,6%) e Espírito Santo (12,8%).

O estudo do IBGE analisa a dinâmica empresarial através de indicadores de entrada, saída, reentrada e sobrevivência das empresas, bem como as empresas de alto crescimento e gazelas, entre outros.

Em 2019, o Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) somava 4,7 milhões de empresas ativas, que ocupavam 39,7 milhões de pessoas, sendo 33,1 milhões (83,3%) assalariadas e 6,6 milhões (16,7%) sócias ou proprietárias. A idade média das empresas era de 11,7 anos.

Continuar lendo

Cotidiano

Ieptec lança edital para contratação de mediadores que vão atuar no sistema prisional

Publicado

em

O Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) Dom Moacyr tornou pública abertura de processo seletivo simplificado, destinado à contratação de bolsistas, na modalidade de mediador de aprendizagem horista.

Foram disponibilizadas sete vagas para candidatos que possuam níveis variados de formação: fundamental, médio ou superior. Os profissionais selecionados vão atuar nos cursos de Formação Inicial e Continuada (Fic’s), voltados para o setor prisional do estado.

O Centro de Educação Profissional (Cept) Campos Pereira, que faz parte da rede Ieptec, será o responsável pela execução dos cursos na Unidade Prisional Francisco de Oliveira Conde, sendo eles: manicure e pedicure, barbeiro e costureira de máquina reta e overloque

O contratado como mediador de aprendizagem horista receberá R$ 28 a hora/aula, e o Processo Seletivo terá validade de um ano a partir da data de publicação do resultado final e homologação, podendo ser prorrogado por igual período, conforme necessidade do instituto.

As inscrições estão abertas até o próximo dia 27 de outubro, sendo realizadas na sede do Ieptec, localizada à Rua Riachuelo, 138, bairro José Augusto, com funcionamento das 8h30 às 11h30, e de 14h30 à 16h30, de segunda a quinta-feira, e excepcionalmente na sexta-feira, dia 22, as inscrições ocorrerão de 8h às 12h.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo declara que mais duas entidades no Acre são de utilidade pública

Publicado

em

Mais duas entidades acreanas passam a partir desta sexta-feira, 22, passam a ser consideradas de utilidade pública. Após serem aprovados pela Assembleia Legislativa, os dois decretos foram publicados pelo governo.

O primeiro é o Instituto Mattue – INMA. Sediado em Cruzeiro do Sul, que tem como atividade principal a defesa dos direitos sociais.

A outra entidade é a Casa das Oportunidades, uma Organização Não Governamental, situada na Cidade Nova em Rio Branco.

Vale lembrar que ao ser reconhecida com o título de utilidade pública, a fundação ou instituição sem fins lucrativos pode pleitear o recebimento de recursos públicos para suas ações.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados