Conecte-se agora

Por dívida de R$ 5 milhões com o governo, Empresa Protege demite 180 vigilantes

Publicado

em

Vigilantes da empresa Protege S/A foram pegos de surpresa na manhã deste sábado, 10, ao serem comunicados da demissão em razão de débito de R$ 5 milhões da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) com a empresa.

A Protege quebrou o contrato com a Sesacre, após entrar na Justiça alegando que a pasta não paga pelos serviços da empresa desde dezembro do ano passado.

Sem o pagamento, não restou outra opção a empresa a não ser dispensar 180 vigilantes que trabalham nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), Hospital de Urgência e Emergência (Huerb), entre outras unidades de saúde do Estado.

Ao Portal FNA Notícias, o presidente do sindicato dos vigilantes, Nonato Santos, cobrou uma atitude imediata do governador para evitar a demissão em massa desses trabalhadores.

“A gente teve essa notícia pela manhã que o governo está literalmente demitindo 180 pais de famílias e deixando os hospitais e as unidades de saúde totalmente sem segurança. São 180 pais de famílias que vão ficar desempregados porque o governo não está pagando, repito, não estão pagando! Já negociaram várias vezes. Esperamos que isso chegue ao governador e que ele nos chame na segunda-feira para que ele tome providências e que pague. Governador, se essas pessoas foram demitidas, o senhor será responsável”.

Em um comunicado distribuído às unidades de saúde que estão sob a tutela do Estado, a secretária interina de saúde, Muana Araújo, lembrou que a pasta tentou um acordo com a empresa, no entanto, não houve consenso entre as partes.

Cotidiano

Dupla armada invade hospital de Eduardo Velloso e leva dinheiro de cofre

Publicado

em

O Hospital Oftalmológico do Acre (HOA), de propriedade do médico e deputado federal eleito, Eduardo Velloso, foi vítima de um assalto na manhã desta quinta-feira, 8, no centro de Rio Branco.

As informações prestadas ao ac24horas por testemunhas da ocorrência são de que dois homens armados invadiram o hospital e levaram todo o dinheiro que estava em um cofre. De acordo com as primeiras impressões, o assalto foi planejado com antecedência, já que os criminosos foram direto à sala onde fica o cofre e já sabiam a data que a responsável pelas finanças da empresa abre o cofre para retirar o dinheiro e depositar na agência bancária.

Os bandidos eram jovens, usavam boné e máscaras. Como é comum neste tipo de crime, os assaltantes estavam em uma motocicleta que foi usada para fuga. “Eles sabiam até onde era a sala e vieram somente com o objetivo de pegar o dinheiro do hospital. A impressão é de que foi tudo bem planejado. Ainda levaram dois celulares de pacientes”, conta a testemunha.

Não há ainda informações de quanto foi levado pelos bandidos. O ac24horas procurou Eduardo Velloso, mas o médico não se pronunciou até o momento.

Continuar lendo

Cotidiano

MP do Acre realiza seminário para discutir desinformação envolvendo vacinas

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realizou, nesta quarta-feira, 7, o seminário “Os desafios do Ministério Público brasileiro diante do cenário de desinformação sobre a vacinação”. O evento discutiu o combate às informações falsas a respeito das vacinas e contou com palestras dos pesquisadores Dra. Natalia Pasternak e Dr. Wanderson Oliveira e da coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Renata Quiles.

Ao fazer a abertura do seminário, o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento reiterou o compromisso do Ministério Público do Acre em promover atividades de diálogo e conscientização, visando a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal, que enfrenta sucessivas quedas nos últimos anos.

“É papel do Ministério Público combater a desinformação em todos os aspectos e estamos trabalhando de forma efetiva para enfrentar a desinformação referente à vacinação. Recentemente estive no Conselho Nacional do Ministério Público e assinei o termo de adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que visa a retomada, por meio de campanhas, dos índices seguros de cobertura vacinal e da cultura de vacinação”, disse o procurador-geral.

A secretária estadual de Saúde do Acre, Paula Mariano, acompanhou as palestras e parabenizou a iniciativa do MPAC em convidar especialistas para disseminar informações importantes sobre a eficácia e segurança das vacinas. “O MP é um dos grandes defensores da saúde e da nossa população. Parabenizo a instituição pelo tema do seminário, pois a desinformação hoje é a nossa maior ameaça”, afirmou.

O papel do Ministério Público em conscientizar sobre a eficácia das vacinas também foi mencionado pelo secretário-geral, promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro, que fez a medição das palestras da Dra. Natália Pasternak e do Dr. Wanderson Oliveira. “O Ministério Público está dando sua contribuição ao Pacto Nacional pela Vacinação, para que a gente possa suscitar discussões e nos aprofundar de maneira séria no tema, levando os direitos da população a sério e destacando que saúde pública não é apenas estratégia, ela é necessidade”, enfatizou.

Também compuseram o dispositivo de honra, a procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucionais, Rita de Cássia Nogueira, o corregedor-geral Álvaro Luiz Pereira e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) de Defesa da Saúde Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, procuradora de Justiça Gilcely Evangelista.

Palestras

O ciclo de palestras do seminário iniciou com uma apresentação da coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, Renata Quiles, que fez o levantamento dos números da cobertura vacinal no estado, destacando o preocupante cenário de queda na procura por imunização. A apresentação foi mediada pelo promotor de Justiça da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, Ocimar Sales Júnior.

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realizou, nesta quarta-feira, 7, o seminário “Os desafios do Ministério Público brasileiro diante do cenário de desinformação sobre a vacinação”. O evento discutiu o combate às informações falsas a respeito das vacinas e contou com palestras dos pesquisadores Dra. Natalia Pasternak e Dr. Wanderson Oliveira e da coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Renata Quiles.

Ao fazer a abertura do seminário, o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento reiterou o compromisso do Ministério Público do Acre em promover atividades de diálogo e conscientização, visando a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal, que enfrenta sucessivas quedas nos últimos anos.

“É papel do Ministério Público combater a desinformação em todos os aspectos e estamos trabalhando de forma efetiva para enfrentar a desinformação referente à vacinação. Recentemente estive no Conselho Nacional do Ministério Público e assinei o termo de adesão ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que visa a retomada, por meio de campanhas, dos índices seguros de cobertura vacinal e da cultura de vacinação”, disse o procurador-geral.

A secretária estadual de Saúde do Acre, Paula Mariano, acompanhou as palestras e parabenizou a iniciativa do MPAC em convidar especialistas para disseminar informações importantes sobre a eficácia e segurança das vacinas. “O MP é um dos grandes defensores da saúde e da nossa população. Parabenizo a instituição pelo tema do seminário, pois a desinformação hoje é a nossa maior ameaça”, afirmou.

O papel do Ministério Público em conscientizar sobre a eficácia das vacinas também foi mencionado pelo secretário-geral, promotor de Justiça Glaucio Ney Shiroma Oshiro, que fez a medição das palestras da Dra. Natalia Pasternak e do Dr. Wanderson Oliveira. “O Ministério Público está dando sua contribuição ao Pacto Nacional pela Vacinação, para que a gente possa suscitar discussões e nos aprofundar de maneira séria no tema, levando os direitos da população a sério e destacando que saúde pública não é apenas estratégia, ela é necessidade”, enfatizou.

Também compuseram o dispositivo de honra, a procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucionais, Rita de Cássia Nogueira, o corregedor-geral Álvaro Luiz Pereira e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) de Defesa da Saúde Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, procuradora de Justiça Gilcely Evangelista.

Palestras

O ciclo de palestras do seminário iniciou com uma apresentação da coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, Renata Quiles, que fez o levantamento dos números da cobertura vacinal no estado, destacando o preocupante cenário de queda na procura por imunização. A apresentação foi mediada pelo promotor de Justiça da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, Ocimar Sales Júnior.

A pesquisadora da Universidade de Columbia e presidente do Instituto Questão de Ciência, Natália Pasternak deu seguimento ao evento com uma palestra intitulada “Hesitação e desinformação vacinal”. A comunicadora científica, doutora em genética bacteriana, abordou o contexto histórico dos movimentos anti vacinas, destacando as causas que intensificam esses movimentos e possíveis maneiras de superá-los.

Encerrando o ciclo de palestras, o pesquisador do Ministério da Defesa e professor universitário, Wanderson Oliveira, ministrou uma palestra apresentando o cenário atual da vacinação no país e como as baixas taxas de cobertura ameaçam o cenário atual da vacinação no país e como as baixas taxa de cobertura ameaçam a população brasileira. O doutor em epidemiologia mencionou a importância de ações visando o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Com informações da assessoria de comunicação do MPAC.

Continuar lendo

Cotidiano

Secretaria de Educação de Rio Branco abre inscrições para eleições de diretor

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco anunciou nesta quinta-feira, 8, o período de inscrições para o processo de eleição direta e secreta para as escolas municipais para o período do quadriênio 2023/2026. As inscrições estarão abertas nos dias 13 e 14 de dezembro de 2022, das 7h às 11h e das 13h às 17h, nas unidades onde o candidato irá concorrer à eleição, ocasião em que deve ser entregue para a Comissão Eleitoral Escolar, o seu respectivo Plano de Trabalho. A participação na eleição estará condicionada à aprovação na primeira etapa.

Podem participar da eleição, os servidores que obtiveram a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária (desenvolvida na modalidade) de Ensino a distância) – EaD, 100% no encontro presencial e alcançaram o aproveitamento mínimo de 70% (setenta por cento) na prova.

A Comissão Eleitoral da escola será composta por representação paritária dos membros da comunidade escolar (professores, funcionários, pais ou responsáveis e alunos), convocada e nomeada pelo Conselho Escolar de cada unidade educativa, de acordo com a lei.

Além dos professores e servidores de apoio, terão direito ao voto, alunos matriculados, no primeiro segmento da Educação de Jovens e adultos (EJA), a partir de 16 (dezesseis) anos de idade, que possuam frequência superior a 75% (setenta e cinco por cento) das aulas no bimestre anterior a data da eleição, pais, mães ou responsáveis dos alunos, cujos filhos estejam regularmente matriculados e com frequência superior a 75% (setenta e cinco por cento) das aulas do bimestre anterior a data da eleição.

A eleição acontece no próximo dia 19 de dezembro, nas próprias escolas, tendo início às 8 e término às 17 horas. Nas escolas que funcionam em três turnos, a votação vai até às 20 horas.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo publica resultado final do curso de formação do concurso da Polícia Civil

Publicado

em

O governo do Acre publicou no Diário Oficial desta quinta-feira, 8, o resultado final do Curso de Formação Policial referente ao último concurso para contratação de agente, auxiliar de necropsia, delegado, escrivão da Polícia Civil, perito criminal e perito médico-legista da Polícia Civil.

A relação dos candidatos aprovados consta a partir da página 65 do Diário, com o cargo, número de inscrição, nome do candidato em ordem alfabética e média final.

De acordo com a publicação, os candidatos não relacionados desistiram ou foram desligados da academia e estão, portanto, eliminados do certame.

Mais informações referentes ao concurso da Polícia Civil podem ser obtidas por meio dos números (68) 3224-7010 / (68) 3224-0024 ou por meio do correio eletrônico concu[email protected]

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.