Conecte-se agora

Líder do governo diz que Rocha é ingrato e que eleitor vota em governador: “quem tem a caneta é o Gladson”

Publicado

em

O deputado estadual eleito pelo Partido Verde (PV), Pedro Longo, que se tornou líder do governador Gladson Cameli (PP) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) foi o entrevistado do Boa Conversa na noite desta quarta-feira (30). Na transmissão exibida em todas as redes sociais ac24horas, o parlamentar comentou as polêmicas envolvendo o vice-governador, Major Rocha.

Para Longo, as atitudes do vice em confronto direto com o governador nos últimos meses têm demonstrado que ele se tornou um membro ingrato do governo. “Nunca vi um vice ter tanto espaço no governo como ele teve. Quem sai perdendo nessa história é o próprio Rocha. Vejo certa ingratidão para com a oportunidade que já teve”, argumentou o deputado.

LEIA TAMBÉM:  >>>Pedro Longo crê que Bolsonaro dividiu o país e que Moro se equivocou na Lava Jato

>>>Deputado presume que Gladson será reeleito no primeiro turno nas eleições de 2022

>>>Longo afirma que vaga de chapa do Senado ficará com o mais articulado

O líder de Gladson na Aleac também ponderou que não adianta brigar por espaço ou poder, pois o eleitorado não vota em vice, mas vota em governador. “A caneta é do governador”, disparou.

Pedro acredita que o desligamento de Rocha da base do governo não causa maiores estragos ao projeto que vem sendo desenhado pensando nas próximas eleições. O recado também serviu para o senador Sérgio Petecão (PSD).

“Sou contra brigas. Por mim, gostaria que todos estivessem juntos. Mas cada eleição é nova, com um novo formato. Acho natural [a ruptura de membros]. Essa divisão já se manifestou na eleição municipal. E acho que o governador continua namorando Petecão”, brincou.

Assista a entrevista completa:

video

Cotidiano

Morador de rua é ferido a golpes de faca durante discussão na Gameleira

Publicado

em

O morador de rua Alessandro Silva Santos, 27 anos, foi ferido a golpes de faca em via pública na noite desta sexta-feira, 03, na rua Cunha Matos no bairro Seis de Agosto, na Gameleira, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Alessandro estava na gameleira bebendo com um ‘amigo’ quando começaram a discutir. O agressor em posse de uma faca, desferiu um golpe que atingiu a vítima abaixo do abdômen e na mão esquerda. Após a ação, o autor do crime fugiu do local.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam Alessandro ao Pronto-Socorro de Rio Branco, em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local e após colher as características do criminoso, fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-lo, porém, não obtiveram êxito.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Cotidiano

Germano diz que musical ‘Papai Noel Gay’ é manifestação contra doenças transmissíveis

Publicado

em

O ativista e presidente Estadual de Combate à Discriminação LGBT do Acre, Germano Marinho, declarou ao ac24horas nesta sexta-feira, 3, que o musical Papai Noel Gay, homologado na última semana pela Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB), é uma manifestação artística que não afronta a sociedade.

Segundo ele, a manifestação artística busca passar uma mensagem em combate às doenças sexualmente transmissíveis. “Pelas informações que eu tenho essa ação é uma manifestação artística que busca promover uma reflexão coletiva com foco na preservação de doenças transmissíveis”, declarou.

Marinho destacou que o musical já ocorre na capital há muito tempo. “É uma atividade que já acontece há vários anos no Studio Rock bar”, comentou.

Antes mesmo do projeto ser avaliado na comissão, a iniciativa vem causando polêmica nas redes sociais. O deputado estadual Roberto Duarte (MDB) e o próprio prefeito Tião Bocalom já se manifestaram contra a propositura.

A Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB), aprovou o projeto musical “Papai Noel Gay”, apresentado por Anderson Cassidy de Alves Montenegro, que deverá ser apresentado em Rio Branco, nas festividades natalinas. A iniciativa foi homologada e publicada na edição do Diário Oficial da última semana pelo presidente da FGB, Pedro Aragão. Os projetos foram aprovados pela Análise Técnica, na área de Música, conforme prevê o Edital n.º 01 do Fundo Municipal de Cultura, instituído no âmbito do Sistema Municipal de Cultura. As custas do musical poderá custar R$ 15 mil e deverá ser autorizado ou não pelo prefeito Tião Bocalom (Progressistas).

Continuar lendo

Cotidiano

Desafio de Ideias Inovadoras tem inscrição aberta até 5 de dezembro no Ifac

Publicado

em

As inscrições para o 4º Desafio de Ideias Inovadoras de Impacto, do Instituto Federal do Acre (Ifac), continuam abertas até o dia 5 de dezembro. O evento, que é organizado pela Incubadora de Empreendimentos de Base Tecnológica e da Economia dos Setores Populares e Tradicionais do Acre (Incubac), é destinado para estudantes matriculados em instituições de ensino regulamentadas pelo Ministério da Educação (MEC), dentro do Estado do Acre.

Para participar é necessário ter idade igual ou superior a 16 anos e estar regularmente matriculado em cursos de nível médio técnico, graduação ou pós-graduação. Também podem participar professores e técnicos de qualquer área acadêmica.

A competição contará com três etapas seletivas e eliminatórias. As equipes cujas ideias de negócios forem declaradas vencedoras serão premiadas com ingresso no Programa de Incubação da Incubac, como também receberão prêmios em dinheiro, nos valores de R$ 4.400,00 (1º lugar), R$ 2.500,00 (2º lugar) e R$ 1.500,00 (3º lugar).

Continuar lendo

Acre

Auditoria do TCE avalia retorno às aulas presenciais no Acre

Publicado

em

Auditores de controle externo do Tribunal de Contas do Estado do Acre estão realizando inspeções em algumas escolas públicas avaliando o andamento da aulas presenciais. Itens como estrutura física, segurança, merenda e protocolo de higiene da Covid-19 estão em análise.

“Desta forma, o TCE poderá neste momento orientar os gestores e coibir práticas ilegais com o erário público”, disse Elis Damasceno, auditora do Tribunal.

Nesta primeira fase algumas escolas são visitadas e foram escolhidas por amostragem levando-se em consideração o risco e a relevância. As informações colhidas passam a compor um relatório de inspeção e em caso de irregularidades, a fiscalização poderá resultar em autuação. O TCE não informou quando divulgará o relatório.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados