Conecte-se agora

Saúde de Rio Branco anuncia mutirão de vacinação para grupo a partir de 38 anos no domingo

Publicado

em

A prefeitura de Rio Branco dará continuidade neste domingo, 20, ao mutirão de vacinação contra a Covid-19 no Ginásio do Sesi, localizado no bairro Manoel Julião.

A ação começa às 8h e termina às 10h da noite. Oito equipes realizam atendimento no Ginásio do Sesi e, simultaneamente, em outras unidades de saúde do município nos primeiro e segundo distrito.

Destaque 3

Erick Venâncio diz que decisões do Supremo mostram que houve excessos na Lava Jato

Publicado

em

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Acre, Erick Venâncio, afirmou que as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à Operação Lava Jato, mostram que houve excessos cometidos durante a operação, que culminou na prisão de políticos como Eduardo Cunha e o ex-presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva.

As declarações foram dadas ao Boa Conversa, exibido pelo ac24horas, na noite desta quinta-feira (29).

Na entrevista, Erick Venâncio afirmou que a Operação Lava Jato foi importante para o combate a corrupção, mas ressaltou que o combate deve ser feito dentro das regras do jogo, ou seja, dentro da Constituição Federal.

“Eu não tenho nenhuma dúvida, mas isso não sou eu que estou dizendo. O que nós tá mostrando esse excesso numa operação que foi importante para o combate à corrupção, o STF tem mostrado isso. Houve excesso sim e esses excessos não se dão só com réus, mas também na questão da OAB na questão das prerrogativas dos advogados. Você não pode fazer justiçamento, você tem que fazer justiça. Quando você proíbe o advogado de ter acesso aos autos de uma investigação, ter um momento com o cliente para estabelecer uma estratégia de defesa, não é assim que se faz justiça”, argumentou.

Em outro trecho, o presidente da OAB afirmou que os integrantes da operação utilizaram a imprensa para criar uma comoção nacional com o intuito de fabricar condenações a qualquer custo.

“O que nós vimos durante essa Operação foi a utilização de uma mobilização através da imprensa de se criar uma comoção nacional com aqueles casos graves de corrupção, que estavam sendo investigados, para você criar condenações a qualquer custo. As condenações que estão equivocadas vão ser revistas nas instâncias superiores, mas houve a utilização da imprensa manipulando de certo modo a sociedade, houve. É tanto que estamos vendo uma série de revisões de decisões. Eu acho que é possível você promover combate a corrupção dentro da Constituição sem ultrapassá-la, e eu espero que essa parte ruim da Operação Lava Jato sirva de exemplo para que a gente possa avançar dentro das regras do jogo”, salientou.

Continuar lendo

Destaque 3

Presidente da OAB Acre afirma que voto impresso é assunto para ser debatido pelo Congresso

Publicado

em

Em entrevista ao Boa Conversa, exibido pelo ac24horas, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Acre, Erick Venâncio, deu a sua opinião sobre o debate da implantação do voto impresso, pauta defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e que vem causando debates no Congresso Nacional e rusgas com o Tribunal Superior Eleitoral.

O presidente da OAB Acre, Erick Venâncio, afirmou que a questão da implementação do voto impresso tem que ser debatida pelo Congresso Nacional, sem interferências de outras instituições.

“O que eu penso é uma questão que deva ser delegada pelo Congresso e eu acho que o Congresso tem que dar a última palavra em relação a isso. Eu não vejo problemas em se avançar na questão da segurança, mas isso tem que ser determinado pelos representantes do povo. É claro que é importante o debate, a sociedade tem que se manifestar do que pensar e mostrar caso não se sinta segura de participar de votação no formato atual, esse sistema deve evoluir, mas esse debate tem que ser travado pelo Congresso Nacional”, argumentou.

Em outro trecho, Erick afirmou que as trocas de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, sobre a implantação do voto impresso é ruim para a democracia brasileira.

“Esse bate-boca interinstitucional é ruim para a democracia. O debate tem que ser feito em alto nível, colocando os prós e contras, e o Congresso decide. A forma que essa discussão vem sendo feita é ruim para a democracia brasileira. Se houver vantagem no voto impresso que se implemente, mas o que eu acho inadequado é a forma que esse debate vem sendo feito”, salientou.

Continuar lendo

Destaque 3

Governo convoca 24 aprovados no concurso da PM para matrícula do curso de formação

Publicado

em

O governo do Acre tornou público nesta quinta-feira, 29, através do Diário Oficial do Estado (DOE) a relação dos candidatos não matriculados e a convocação para a matrícula no Curso de Formação de Aluno Soldado.

O curso de formação será realizado sob a Coordenação da Diretoria de Ensino da Polícia Militar do Acre, localizado no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública e Justiça Francisco Mangabeira (CIEPS).

Ao total, foram convocados 24 aprovados que estavam na lista do Cadastro de Reserva (CR). O curso terá a duração mínima de 1.600 horas/aula, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva.

Para a matrícula, os candidatos deverão comparecer no período de 09 a 20 de agosto de 2021, das 7h às 13h, na Diretoria de Ensino da Polícia Militar, localizada no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa de Segurança e Justiça Francisco Mangabeira – CIEPS, situado na Via Verde, BR 364, Km 2, Jardim Europa, Rio Branco (AC).

Para saber mais informações, clique aqui.

seplagpm
Continuar lendo

Destaque 3

Adolescentes de 12 a 17 anos serão incluídos em vacinação após aplicação aos adultos

Publicado

em

Adolescentes de 12 a 17 anos de idade, com prioridade para aqueles com comorbidades, serão incluídos na campanha nacional de vacinação contra Covid-19. A imunização desse público ocorrerá assim que concluída a distribuição de vacinas suficientes para aplicar, pelo menos, a primeira dose em toda a população adulta vacinável. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na noite desta terça-feira (27).

A decisão foi pactuada em nota conjunta do Ministério da Saúde com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

“Em função da chegada de imunizantes e da eficiência na aplicação de vacinas, a nossa expectativa é vacinar toda a população maior de idade até setembro. Depois disso, vamos trabalhar com a vacinação de menores adolescentes e estudar a redução do intervalo entre doses”, explicou Queiroga.

Também após a distribuição da primeira dose para a população adulta, será analisada a redução do intervalo entre a primeira e a segunda doses da vacina Covid-19 da Pfizer. O estudo será realizado com base em evidências científicas apresentadas nas discussões da Câmara Técnica Assessora de Imunizações.

O Ministério da Saúde reforça que o sucesso da vacinação depende da atuação conjunta entre União, estados e municípios e da observação rigorosa das definições do Programa Nacional de Imunizações (PNI) quanto aos intervalos entre as doses e demais recomendações técnicas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas