Conecte-se agora

Ex-vice-presidente da República Marco Maciel morre aos 80 anos, em Brasília

Publicado

em

Morreu, na madrugada deste sábado (12), o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo familiares, ele estava internado em um hospital particular do Distrito Federal desde o dia 29 de março. O G1 tenta confirmar a causa da morte.

O velório, fechado para parentes e amigos, será na tarde deste sábado, no Senado Federal. O sepultamento está previsto para o fim do dia, no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul.

Antes de se tornar político, Maciel atuou como advogado. Depois, foi eleito para os cargos de deputado, senador e governador de Pernambuco. Ele exerceu o mandato de vice-presidente durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, de 1995 a 2003.

Em 2014, Maciel foi diagnosticado com mal de Alzheimer – doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes.

Nas redes sociais, o partido Democratas divulgou nota em que a sigla “se despede, já com o coração saudoso”, de um dos seus fundadores. O comunicado é assinado pelo presidente do DEM, ACM Neto.

“Marco Maciel foi um dos mais importantes quadros do nosso partido. Com sua exemplar atuação na vida pública, escreveu uma história irretocável de dedicação ao nosso país.”

Cotidiano

Organizações Indígenas do Acre cobram posicionamento de parlamentares contra o PL 490

Publicado

em

Associações e organizações indígenas do Acre publicaram nesta terça-feira, 03, uma carta exigindo dos deputados federais e senadores do estado, um posicionamento contrário ao Projeto de Lei (PL) 490/2007. A publicação da carta ocorreu no site da Comissão Pró Índio do Acre (CPI-Acre).

O PL prevê mudanças no reconhecimento da demarcação das terras e do acesso a povos isolados e determina que são terras indígenas aquelas que estavam ocupadas pelos povos tradicionais em 5 de outubro de 1988, ou seja: é necessária a comprovação da posse da terra no dia da promulgação da Constituição Federal.

Além da implementação do marco temporal, o texto também proíbe a ampliação de terras que já foram demarcadas previamente, independentemente dos critérios e da reivindicação por parte dos povos indígenas interessados.

Na Carta Aberta das Organizações Indígenas aos Parlamentares do Acre no Congresso Nacional, os indígenas destacam que o PL vai “enfraquecer as comunidades e criar problemas para o desenvolvimento dos modos de vida em um momento em que a preservação ambiental, das florestas e das águas, são importantes para toda a sociedade”.

“Esse PL 490/2007 é contra tudo o que conseguimos garantir com muita luta. E vem para enfraquecer as comunidades e criar problemas para o desenvolvimento do nosso modo de vida em um momento em que a preservação ambiental, das florestas e das águas, são importantes para toda a sociedade. Queremos autonomia para cuidar coletivamente dos nossos territórios. Não queremos invasão, conflito, divisão e degradação ambiental”, diz trecho da carta.

Em outro trecho, as organizações indígenas pedem aos parlamentares independente das opções políticas e partidárias, diálogo em nome de centenas de povos e comunidades indígenas, não apenas no estado do Acre, mas de todo o país, que se posicionam contra a tomada de terras.

“Lembramos às senhoras e senhores deputados e senadores, que nós indígenas somos eleitores. E estamos cada vez mais atentos àqueles que, longe de nossos olhares, decidem propor ou apoiar iniciativas que ameacem os povos indígenas e a proteção da floresta. Pedimos o seu posicionamento contrário às leis que ameaçam nossos direitos e seu voto contra o PL 490/2007. Nenhum direito a menos!”, salientou.

Veja na íntegra: https://cpiacre.org.br/indigenas-no-acre-assinam-carta-aberta-cobrando-de-parlamentares-posicionamento-contrario-ao-pl-490/

Continuar lendo

Cotidiano

Passeio de bicicleta por Rio Branco arrecada alimentos para campanha Estrada Solidária

Publicado

em

Ciclistas promovem nesta quinta-feira (5) um passeio ciclístico solidário para arrecadar alimentos não perecíveis para a campanha Estrada Solidária realizada pela Polícia Rodoviária Federal no Acre.

O passeio é aberto a todos os ciclistas e terá como ponto de encontro e partida a Praça da Revolução, às 19h, em frente ao Comando-Geral da Polícia Militar do Acre, no centro da cidade, e terá um trajeto de aproximadamente 12 km entre o primeiro e segundo distrito da capital.

No ponto de encontro haverá um posto de arrecadação de alimentos e a população e os atletas que quiserem poderão levar as suas doações ao local. Desta forma, a população estará colaborando com a campanha nacional da PRF que visa arrecadar alimentos para doação para instituições de assistência social do Acre cadastradas no programa nacional Pátria Solidária.

O passeio é organizado pelos grupos de ciclismo e tem participação da Federação Acreana de Ciclismo (FAC).

Continuar lendo

Cotidiano

Roberto Duarte critica terceirização da saúde no Acre em protesto na Fundhacre

Publicado

em

A manhã desta terça-feira, 3, começou agitada com a manifestação de trabalhadores da Fundação Hospitalar do Acre – Fundhacre. O deputado estadual Roberto Duarte foi até o local para ouvir os colaboradores e fez uma transmissão ao vivo pelo seu facebook.

Na oportunidade, a enfermeira Natália, que trabalha na Fundhacre há 10 anos, explicou que o Governo do Acre está terceirizando o setor de material e esterilização do hospital, um dos mais importantes. “Isso é uma desvalorização com todos nós servidores. Nós somos contra. O SUS não aprova terceirização”, disse.

“Mai uma terceirização. Agora, é um contrato de quase R$ 10 milhões, por apenas um ano. Governador Gladson Cameli, olha o que vocês estão fazendo com a saúde do nosso estado e com o nosso SUS, que merece o nosso reconhecimento por toda importância, em especial, neste momento de pandemia contra a Covid-19”, disse Duarte.

Entenda o caso – Há alguns dias, o diretor da Fundhacre, João Paulo Silva, divulgou uma nota que confirmou a contratação da empresa. “De fato, foi feito um contrato com a empresa privada Bioplus Ltda, a qual irá assumir a gestão da Central de Material e Esterilização e do Centro Cirúrgico da Fundhacre, cujo contrato ocorreu de acordo com os requisitos do certame e dentro da legalidade, sem nenhuma prática ilícita”.

Continuar lendo

Cotidiano

Vereadores de Rio Branco retomam os trabalhos com sessões presenciais na Câmara

Publicado

em

Os vereadores da Câmara de Rio Branco retornaram nesta terça-feira, 03, após um ano e quatro meses as sessões presenciais. Durante esse período, o parlamento-mirim adotou as sessões online enquanto o Acre passava pelo momento de restrições devido a pandemia da covid-19.

A sede do Parlamento, que antes funcionava na rua Vinte e Quatro de Janeiro, na Seis de Agosto, passou a ser na rua Hugo Carneiro, no bairro Bosque. O local da galeria ficou extremamente apertado devido ao pouco espaço para a imprensa e para os assessores de cada vereador, que estavam no local.

As transmissões ao vivo das sessões continuam sendo feitas através dos canais oficiais da câmara, Facebook e Youtube. A outra novidade no retorno será o Painel Eletrônico para realização das votações plenárias. O novo recurso foi divulgado pelo presidente da Câmara antes do recesso dos parlamentares.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas