Conecte-se agora

Policiais penais presos responderão por tráfico e envolvimento com organização criminosa

Publicado

em

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, 11, o diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Arlenilson Cunha e os delegados de Polícia Civil Karlesso Nespoli e Pedro Vinicius, falaram acerca da operação em conjunta entre as instituições que resultaram na prisão de dois agentes penitenciários conhecidos como Francisco Jeferson e Gabriel, quando chegavam ao local de trabalho, no presídio estadual Francisco D’ Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco.

A prisão dos policiais ocorreu devido os dois carregarem uma quantidade ainda não revelada de maconha, chips e cartas que seriam entregues aos apenados da FOC. A dupla estava sob monitoramento do Serviço Inteligência do Iapen e da Polícia Civil. Segundo informações, foram apreendidos R$ 15 mil em espécie, uma pistola calibre 380, além de três celulares e um veículo modelo Polo.

O delegado de Combate ao Narcotráfico (Denarc), Karlesso Nespoli, afirmou que as investigações continuam apesar da prisão de dois agentes. Segundo ele, a nova fase da investigação irá apurar se há mais servidores envolvidos ou não.

“As investigações vão se aprofundar para verificar se tem mais servidores envolvidos ou não. Os dois estavam indo para o plantão e assim que eles chegaram foram abordados e na revista foram encontrados os objetos”, afirmou.

O presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, informou que tanto a Polícia Penal quanto a Polícia Civil já vinham realizando investigações e colhendo as devidas informações sobre os suspeitos. Segundo Arlenilson, os dois envolvidos irão responder na corregedoria pelos atos praticados devidamente amparados pelo direito de defesa e a presunção da inocência como manda a lei.

“Essa não é uma notícia muito agradável, mas vale destacar que os bons policiais, aqueles que zelam pela ordem pública e pela segurança estão com o sentimento de dever cumprido por retirar esses dois indivíduos do meio”, destacou.

De acordo com o delegado Pedro Vinicius, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, o trabalho integrado entre Iapen e Polícia Civil possibilitou a prisão dos envolvidos e a apreensão dos materiais.

“A investigação específica neste caso vai continuar no sentido de identificar pessoas envolvidas na mesma prática. Todo o material apreendido nesta ação, como dinheiro, celulares, entorpecentes e arma, será submetido à perícia para colher elementos comprobatórios que subsidiarão o inquérito policial investigativo. Eles responderão por tráfico de drogas e organização criminosa. Cada crime tem a variação de pena e eventualmente eles podem pegar de 5 a 15 anos”, finalizou o delegado.

Cotidiano

Porto Walter abre processo seletivo para contratação na saúde e assistência social

Publicado

em

A prefeitura de Porto Walter abriu processo seletivo nesta quinta-feira, 17, para contratação emergencial de profissionais para atuarem junto ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

São nove vagas, sendo duas para assistente social e enfermeiro e uma para educador físico, fisioterapeuta, farmacêutico, psicólogo e nutricionista.

O processo seletivo terá três fases: análise documental, análise curricular, entrevista de caráter classificatório. Com carga horária de 30 horas para todos os cargos, a remuneração mínima é de R$ 2,5 mil até R$ 3,5 mil.

As inscrições podem ser realizadas até a próxima segunda-feira, 21, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na rua Mamed Camely, nº S/N Centro, em Porto Walter, no horário de 8h às 11h e de 14h às 17h.

Para mais informações, clique aqui. 

portowalter
Continuar lendo

Cotidiano

Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial nesta quinta-feira

Publicado

em

A partir desta quinta-feira (17), os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar a segunda parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro estava previsto para ser depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 8 de julho.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

Calendário de saques da segunda parcela do auxílio emergencial 2021 – Divulgação governo federal
Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de final 1 poderão sacar a terceira parcela do benefício.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

Na terça-feira (15), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco estuda antecipar o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial. O atual cronograma prevê que a Caixa comece a depositar os valores relativos à quarta parcela na conta social digital dos beneficiários nascidos em janeiro a partir de 23 de julho e que os depósitos da quarta fase se estendam até 22 de agosto, com o pagamento para os nascidos em dezembro.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

No dia 8 de junho, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o auxílio emergencial será prorrogado por pelo menos mais dois meses. Previsto para terminar em julho, o benefício pode ser estendido até setembro, mas esse período ainda poderá ser ampliado, caso a vacinação da população adulta não esteja avançada.

“O presidente Jair Bolsonaro é quem vai decidir o prazo. Primeiro, esses dois ou três meses, e então devemos aterrissar em um novo programa social que vai substituir o Bolsa Família”, disse. Segundo Guedes, os recursos para a prorrogação do auxílio emergencial serão viabilizados por meio de abertura de crédito extraordinário. Atualmente, o custo mensal do programa, que paga um benefício médio de R$ 250 por família, é de R$ 9 bilhões.

Continuar lendo

Cotidiano

SINE do Acre recebe R$ 19,8 mil do Fundo de Amparo ao Trabalhador em 2021

Publicado

em

A Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade editou a portaria 6.947 para tornar pública a distribuição de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) relativos ao Orçamento de 2021 para cofinanciamento do bloco de serviços de Gestão e Manutenção da Rede de Atendimento do SINE, por meio de transferências automáticas aos respectivos Fundos do Trabalho dos Estados e municípios.

Pela portaria publicada na edição desta quinta-feira (17) do Diário Oficial da União o valor a ser repassado ao SINE do Acre é de R$19.844,13, um dos menores repasses às unidades do órgão nos Estados.

O SINE atende na OCA de Rio Branco e diariamente faz a intermediação de vagas de trabalho entre as empresas e os trabalhadores.

Continuar lendo

Cotidiano

INSS orienta análise do seguro defeso para pescador artesanal durante a pandemia

Publicado

em

Publicada na edição desta quinta-feira (17) do Diário Oficial da União pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a portaria 378 orienta quanto à análise do Seguro Defeso do pescador embarcado, no que se refere à prorrogação da data de validade dos documentos expedidos pelas Capitanias dos Portos, durante a pandemia de Covid-19.

A portaria explica que as Etiquetas de Dados Pessoais da Caderneta de Inscrição e Registro emitidas pela Autoridade Marinha do Brasil vencidas no decorrer do ano de 2020 ganharam mais 1 ano de validade, com base na validade inicial impressa no documento.

Explica ainda que as Etiquetas de Dados Pessoais da Caderneta de Inscrição e Registro emitidas pela Marinha a vencer no decorrer do primeiro quadrimestre de 2021 receberão mais 6 meses de validade, com base na validade inicial impressa no documento.

A medida diz ainda que permanecem inalterados os demais procedimentos aplicados na análise dos requerimentos do SDPA para o pescador embarcado.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-378-de-16-de-junho-de-2021-326230223

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas