Conecte-se agora

Historiador diz que mudança de cor da caixa d’água foi um grave dano ao patrimônio

Publicado

em

A revitalização da caixa d’água da Seis de Agosto, localizada no Segundo Distrito, da capital, feita pelo governo do Acre chamou atenção dos acreanos nas redes sociais, especialmente dos moradores que vivem no entorno da região.

Antes a caixa tinha a cor de cobre, mas devido a deterioração foi pintada de azul. Imagens do fotojornalista do ac24horas, Sérgio Vale, mostram que a nova cor deu um impacto nos arredores do bairro.

Para o historiador Marcos Vinícius, a troca da cor da caixa d’água foi uma atitude “absurda” e destacou que o local é um bem paisagístico. O historiador explicou que deturpar ou até desconfigurar um patrimônio cultural paisagístico é considerado um ato grave porque afeta diretamente todas as pessoas que moram por ali ou mesmo as que passam por ali.

“A pintura da caixa d’água é absurda. Aquela caixa d’água estava ali a tanto tempo que ela já se constituiu e se transformou em um bem cultural do bairro. É importante a gente lembrar que os bens culturais podem ser também históricos, podem ser movimentos culturais, mas também são formados por paisagens, o que a gente chama de patrimônio paisagístico. Então, deturpar, desconfigurar o patrimônio cultural paisagístico é grave porque afeta diretamente todas as pessoas que moram por ali ou mesmo que passam por ali. Uma cor nunca é uma coisa inócua, sem efeito. Um bem paisagístico, que você usufrui no ato de olhar, ele te desperta referências históricas. Então, pense que um senhor de  hoje de 80 anos, que guarda memórias daquela época em que era jovem e que aquela caixa d’água de alguma maneira teve ou foi uma referência de história pra vida dele, ele se sente ofendido, ultrajado com a mudança desse patrimônio, dessa paisagem que é tão familiar pra ele”, salientou.

Segundo o historiador, a nova pintura simboliza um grave dano ao paisagismo da região do Segundo Distrito. Ele destacou que o local se encontra no Plano Diretor de Rio Branco como áreas especiais de interesse público e de conservação.

“Além disso, tanto o 2º Distrito daquela parte mais antiga, quanto a parte antiga do 1º Distrito fazem parte do plano diretor da cidade como áreas de especial interesse histórico e cultural, portanto, seus bens paisagísticos, culturais e arquitetônicos tão a princípio protegido por essa previsão de que nessas áreas, a comunidade tem que ser ouvido e escutada antes de ser feita qualquer modificação. E as autoridades municipais e estaduais que são responsáveis por zelar esse patrimônio, o que é muito ruim, é que a própria instituição que deveria zelar pela conservação e preservação desses patrimônios, e que acaba indo lá numa intervenção desastrada, modifica isso em prejuízo da sociedade e da comunidade do entorno. Foi um equívoco muito grande e que deve ser reparado urgentemente pelo poder público para que as pessoas não continuem tendo os seus direitos a história e a memória transgredidos e destruídos dessa forma”, explicou.

Nos últimos dias, a “azulação” de patrimônios públicos resultou em críticas da população e de políticos. Segundo o governador Gladson Cameli (Progressistas) a escolha de azul na pintura da caixa foi para dar mais vida a um dos bairros mais antigos da cidade. “A cor azul representa a água e a vida”, declarou em uma entrevista recente.

No twitter, o deputado estadual, Edvaldo Magalhães, do PCdoB, criticou a amnésia institucional de alguns órgãos fiscalizadores. O comunista relembrou o episódio em que, anos atrás, o Ministério Público Federal (MPF) processou os governos do PT, em razão da estrela vermelha, na fuselagem do helicóptero João Donato, o “Estrelão”.

O MP queria a retirada da estrela por suposta alusão ao símbolo do partido no poder. O governo dizia ser uma referência à estrela da bandeira acreana.

“A amnésia institucional faz parte desses tempos de novas arquiteturas e simbolismos da nova casta do poder. Os que não enxergaram o rasgar da constituição “moristas” jamais terão percepção desse “azul” da cor do mar da nova estética governamental”, escreveu no microblog.

Cotidiano

Porto Walter abre processo seletivo para contratação na saúde e assistência social

Publicado

em

A prefeitura de Porto Walter abriu processo seletivo nesta quinta-feira, 17, para contratação emergencial de profissionais para atuarem junto ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

São nove vagas, sendo duas para assistente social e enfermeiro e uma para educador físico, fisioterapeuta, farmacêutico, psicólogo e nutricionista.

O processo seletivo terá três fases: análise documental, análise curricular, entrevista de caráter classificatório. Com carga horária de 30 horas para todos os cargos, a remuneração mínima é de R$ 2,5 mil até R$ 3,5 mil.

As inscrições podem ser realizadas até a próxima segunda-feira, 21, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na rua Mamed Camely, nº S/N Centro, em Porto Walter, no horário de 8h às 11h e de 14h às 17h.

Para mais informações, clique aqui. 

portowalter
Continuar lendo

Cotidiano

Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial nesta quinta-feira

Publicado

em

A partir desta quinta-feira (17), os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar a segunda parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro estava previsto para ser depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 8 de julho.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

Calendário de saques da segunda parcela do auxílio emergencial 2021 – Divulgação governo federal
Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de final 1 poderão sacar a terceira parcela do benefício.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.

Na terça-feira (15), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco estuda antecipar o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial. O atual cronograma prevê que a Caixa comece a depositar os valores relativos à quarta parcela na conta social digital dos beneficiários nascidos em janeiro a partir de 23 de julho e que os depósitos da quarta fase se estendam até 22 de agosto, com o pagamento para os nascidos em dezembro.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

No dia 8 de junho, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o auxílio emergencial será prorrogado por pelo menos mais dois meses. Previsto para terminar em julho, o benefício pode ser estendido até setembro, mas esse período ainda poderá ser ampliado, caso a vacinação da população adulta não esteja avançada.

“O presidente Jair Bolsonaro é quem vai decidir o prazo. Primeiro, esses dois ou três meses, e então devemos aterrissar em um novo programa social que vai substituir o Bolsa Família”, disse. Segundo Guedes, os recursos para a prorrogação do auxílio emergencial serão viabilizados por meio de abertura de crédito extraordinário. Atualmente, o custo mensal do programa, que paga um benefício médio de R$ 250 por família, é de R$ 9 bilhões.

Continuar lendo

Cotidiano

SINE do Acre recebe R$ 19,8 mil do Fundo de Amparo ao Trabalhador em 2021

Publicado

em

A Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade editou a portaria 6.947 para tornar pública a distribuição de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) relativos ao Orçamento de 2021 para cofinanciamento do bloco de serviços de Gestão e Manutenção da Rede de Atendimento do SINE, por meio de transferências automáticas aos respectivos Fundos do Trabalho dos Estados e municípios.

Pela portaria publicada na edição desta quinta-feira (17) do Diário Oficial da União o valor a ser repassado ao SINE do Acre é de R$19.844,13, um dos menores repasses às unidades do órgão nos Estados.

O SINE atende na OCA de Rio Branco e diariamente faz a intermediação de vagas de trabalho entre as empresas e os trabalhadores.

Continuar lendo

Cotidiano

INSS orienta análise do seguro defeso para pescador artesanal durante a pandemia

Publicado

em

Publicada na edição desta quinta-feira (17) do Diário Oficial da União pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a portaria 378 orienta quanto à análise do Seguro Defeso do pescador embarcado, no que se refere à prorrogação da data de validade dos documentos expedidos pelas Capitanias dos Portos, durante a pandemia de Covid-19.

A portaria explica que as Etiquetas de Dados Pessoais da Caderneta de Inscrição e Registro emitidas pela Autoridade Marinha do Brasil vencidas no decorrer do ano de 2020 ganharam mais 1 ano de validade, com base na validade inicial impressa no documento.

Explica ainda que as Etiquetas de Dados Pessoais da Caderneta de Inscrição e Registro emitidas pela Marinha a vencer no decorrer do primeiro quadrimestre de 2021 receberão mais 6 meses de validade, com base na validade inicial impressa no documento.

A medida diz ainda que permanecem inalterados os demais procedimentos aplicados na análise dos requerimentos do SDPA para o pescador embarcado.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-378-de-16-de-junho-de-2021-326230223

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas