Conecte-se agora

Acre pode receber certificação internacional de zona livre de aftosa sem vacinação

Publicado

em

O Acre pode receber nesta quinta-feira (27) a certificação da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zonas livre de febre aftosa sem vacinação.

Além do Acre, o Paraná, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia e partes do Amazonas e do Mato Grosso, também podem ser certificados. O presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), Francisco Thum, recebeu nesta terça-feira (25) o convite da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para participar da Live de Reconhecimento dos Estados das Novas Zonas Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação transmitida ao vivo às 10 horas pela OIE. Se confirmar, o Acre entra para um seleto clube de regiões e países que possuem essa certificação.

Com essa conquista, o Brasil passa a ter 20,7% do rebanho bovino e 47,2% do rebanho suíno em áreas livre da doença, sem vacinação, incluindo o estado de Santa Catarina, que foi o primeiro estado brasileiro a receber essa certificação internacional. “É um marco histórico. Enquanto Estado, se a gente ver Minas, São Paulo, que são Estados centários e ainda não conseguiram”, completou o presidente do Idaf, que agradece ao governador Gladson Cameli pelo apoio. “Em especial, agradeço a equipe do Idaf pelo empenho e luta que vem sendo realizada, bem como às gestões passadas e aos colegas que perderam a vida nesta pandemia”, disse.

A expectativa é que todo o país esteja totalmente livre da aftosa sem vacinação até 2026, conforme meta prevista no Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa, o que trará mais benefícios econômicos a toda a nação, possibilitando a ampliação da exportação de produtos de origem animal e diminuindo custos aos produtores rurais brasileiros. A erradicação da doença no Brasil é perseguida há mais de 60 anos pelo governo federal e autoridades sanitárias, e vem ocorrendo por etapas. Atualmente, somente o estado de Santa Catarina tem a certificação internacional.

Em 2007 o estado de Santa Catarina foi reconhecido pela OIE como uma zona livre da febre aftosa sem vacinação. Agora, em 2021, é a vez de Rio Grande do Sul, Paraná, Rondônia, Acre, Sul do Amazonas, na região onde hoje há 70% de seu rebanho, e este do Mato Grosso, área que compreende cerca de 1% de seu rebanho bovino.

Apenas três países da América Latina são considerados livres de febre aftosa sem vacinação, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE): Chile, Guiana e Peru. Além disso, existem zonas livres dentro de países (como é o caso de Santa Catarina) na Argentina, Bolívia, Colômbia e Equador. Nessas áreas livres sem vacinação da América do Sul, exceto o Brasil, há cerca de 13 milhões de bovinos, demonstrando ainda mais o impacto desse novo reconhecimento brasileiro – só no Brasil haverá aproximadamente 45 milhões de bovinos em áreas livres sem vacinação, mais de três vezes o que há no resto dos países sul americanos.

A febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida do aparecimento de vesículas (aftas), principalmente, na boca e nos pés de animais de casco fendido e o último passo da erradicação dessa doença numa região é a retirada da vacinação.

Doença viral de alto contágio, a febre aftosa ainda desafia autoridades sanitárias no mundo. No Brasil, começou a ser combatida em 1963, com o início das imunizações. Com a elaboração do Plano Estratégico para o PNEFA, feita pelo Mapa e executado com

o envolvimento do setor público e privado, a infraestrutura dos Serviços Veterinários e os fundamentos técnicos os resultados não demoraram a aparecer até alcançar o patamar em que está hoje, com o Brasil prestes a ser reconhecido oficialmente com país com áreas livres da doença sem vacinação.

Nesse processo, outro organismo com papel estratégico é o Centro Pan-Americano de Febre Aftosa e Saúde Pública Veterinária (PANAFTOSA), que faz parte do Departamento de Doenças Transmissíveis e Determinantes Ambientais da Saúde da OPAS/OMS. Trata-se de instituição internacional, situada no Brasil, referência para a OIE e outras entidades que atuam com o fim de erradicar a febre aftosa.

Cabe ao PANAFTOSA coordenar o Programa de Saúde Pública Veterinária e trabalhar para prevenção, vigilância e controle de zoonoses, promovendo iniciativas para melhorar os sistemas de segurança alimentar e a erradicação da febre aftosa, com o objetivo de promover a saúde pública e o desenvolvimento socioeconômico da região.

Cotidiano

Bandido é linchado por populares e preso após fazer arrastão em ônibus no Segundo Distrito

Publicado

em

O foragido da justiça Paulo Rodrigo da Costa, de 32 anos, foi preso após realizar um arrastão em um ônibus que faz a linha do bairro Liberdade na noite desta terça-feira, 03. O crime aconteceu próximo ao residencial Santo Afonso, na BR-364, e o bandido foi preso no bairro Belo Jardim II, na região do Segundo Distrito de Rio Branco

De acordo com informações da polícia, o criminoso entrou no transporte coletivo em frente do Palácio Rio Branco e fingiu ser um passageiro. Quando o ônibus chegou na BR-364, na região do Santo Afonso, Paulo em posse de uma escopeta calibre 28, anunciou o assalto, rendeu vários passageiros e roubou celulares e bolsas e outros pertences. Após a ação o bandido desceu do ônibus e saiu correndo. Populares ao perceberem a situação perseguiram o criminoso e conseguiram abordá-lo. Paulo foi desarmado e agredido pela população.

Policiais Militares do 2° Batalhão foram acionados, deram voz de prisão e encaminharam o bandido à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O motorista registrou o Boletim de Ocorrência na delegacia especializada e as vítimas tiveram seus bens restituídos no local.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia prende dupla com drogas, dinheiro e vale-brindes de facção na Vila Betel

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão na tarde desta terça-feira, 03, resultou na prisão de Samuel Cristian Souza da Silva e Richard Souza Rodrigues, ambos de 20 anos, pelo crime de tráfico de drogas. As prisões ocorreram na rua Marte, no bairro Vila Betel II, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento na região quando recebeu uma denúncia de que uma casa estava sendo usada como “boca de fumo”. Os policiais se deslocaram até ao endereço denunciado e, um dos homens ao visualizar a viatura se aproximando, correu e adentrou dentro da “boca de fumo”. Foi feito um cerco na casa e os policiais encontraram Samuel e Richard. Durante revista na residência foram apreendidos 10 trouxinhas de oxidado de cocaína, 4 papelotes de skunk, 9 pedras de crack,1 saco com barrilha, vale-brindes de uma facção, material para secagem e embalagem das drogas e uma quantia de R$ 77,00.

Diante dos fatos, foi dada ordem de prisão e os criminosos foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

Acre tem 40 vagas abertas para curso de graduação em Biblioteconomia

Publicado

em

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) abre 40 vagas para o curso de bacharelado em Biblioteconomia, com inscrições gratuitas, ofertado na modalidade de educação a distância (EaD), com base na sede do Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Rio Branco. As aulas terão início no segundo semestre letivo do ano de 2021.

O interessado em participar da seleção deve ter concluído o ensino médio e preencher o formulário de inscrição somente via internet, por meio do endereço eletrônico https://www.compec.ufam.edu.br, a partir das 10h do dia 4 até às 17h do dia 13 de agosto, de acordo com o horário oficial do Amazonas.

O curso de bacharelado em Biblioteconomia visa formar bibliotecários para atuar na organização, catalogação e divulgação de bibliotecas, acervos documentais e históricos, zelando por livros, revistas, arquivos, documentos, fotografias e outras obras.

O acadêmico obterá sua formação em oito semestres, uma carga total de 2.895 horas, com aulas remotas e encontros presenciais para a realização de provas, além de outros encontros presenciais obrigatórios para a realização de atividades curriculares.

No Acre, a UAB é ligada ao Centro de Educação Permanente (Cedup) da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do Estado e promove as aulas presenciais obrigatórias nos cursos de EaD. Para mais informações: 68 99977-1195.

Continuar lendo

Cotidiano

Deputado Neném Almeida alerta situação precária no setor produtivo do Acre

Publicado

em

O deputado Neném Almeida (Podemos) fez uso das suas redes sociais para parabenizar os agricultores acreanos em virtude da data que homenageia esses importantes profissionais, no último dia 28 de julho.

Na ocasião, o parlamentar fez importantes questionamentos sobre a situação enfrentada por esses trabalhadores em nosso Estado, dentre elas: a falta de estrutura nos ramais, a falta de assistência técnica e a ausência de programas de regularização fundiária.

Em resposta a um comentário, Neném ponderou: “O setor agropecuário foi um dos reconhecidos como segmentos essenciais e não pode parar para que não corrêssemos o risco de um desabastecimento. No entanto, me pergunto quais os resultados podem ser apresentados como positivos no governo do agronegócio”.

“Os grandes produtores têm sua propriedades na beira do asfalto, mas os pequenos continuam sem poder escoar o que produzem por falta de condições nos ramais; a Emater está cada vez mais desestruturada sem reforço do seu quadro de funcionários e recurso para o transporte de seus técnicos; e não há política de regularização dos imóveis rurais, o que permitiria que pequenos produtores tiveram acesso a financiamentos. Estamos de mal a pior”, declarou.

Em outro momento, o deputado comentou que com quase três anos de gestão ainda não houve a prometida reformulação da lei ambiental estadual, que em muitas situações consegue ser mais rígida que a lei federal.

O parlamentar finaliza alertando que enquanto não houver uma política de governo seria que promova projetos de longo prazo o setor produtivo do Estado continuará precário.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas