Conecte-se agora

Fisioterapeutas pedem doações para centro de reabilitação continuar atendendo em Xapuri

Publicado

em

Dois profissionais que prestam serviços na Clínica de Fisioterapia de Xapuri, que é mantida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), lançaram uma campanha, por meio da internet, na qual pedem a ajuda da população com doações de recursos financeiros para que a unidade de atendimento não pare de funcionar por falta de materiais e equipamentos.

Os fisioterapeutas Débora Letícia Menezes e Ednan Souza são os únicos a atuar no centro de reabilitação do município. Eles alegam que a falta de diversos materiais e de infraestrutura adequada está comprometendo o atendimento ofertado, cuja importância se torna maior em decorrência da pandemia de Covid-19, que tem Xapuri como o seu maior foco na regional do Alto Acre.

“Há quase dois anos não há atendimento destinado ao público infantil devido à falta de espaço, material, infraestrutura e recursos inadequados para esta faixa etária, situação que compromete o pleno desenvolvimento dos pacientes e, infelizmente, não é por escolha do profissional, mas sim das condições em que se encontra a Clínica de Fisioterapia”, diz Débora Letícia.

A profissional diz ainda que a falta de material básico para o atendimento geral está comprometendo a demanda diária, que era de 30 pacientes e que agora é, em média, de 10 a 15. Os encaminhamentos que recebidos pela clínica são de pacientes com traumas ortopédicos, pós-covid e neurológicos, que não podem, segundo ela, interromper o tratamento.

O ac24horas entrou em contato com o secretário municipal de Saúde, Wagner Menezes, que afirmou não ter recebido reclamação dos fisioterapeutas sobre a falta de equipamentos para atender o público adulto. Segundo ele, a necessidade maior se referia ao atendimento para crianças para a qual a secretaria está em processo de implantação de um espaço para esse fim.

“Nós não temos conhecimento de reclamação deles a respeito de falta de materiais para o atendimento de pacientes adultos. O que chegou até mim é que não havia problemas. Era mais o atendimento das crianças, inclusive especiais, mas para isso a gente precisa equipar um espaço alternativo e sabemos que a aquisição de equipamentos não pode acontecer de uma hora para a outra a não ser nos casos de emergência”, afirmou.

A fisioterapeuta se contrapõe à afirmação do secretário e afirma que o espaço para o atendimento das crianças citado pelo gestor não tem a ver com atendimento fisioterapêutico, mas com fonoaudiologia. Ela ressalta que a campanha não diz respeito ao espaço para o atendimento infantil, mas à falta de materiais básicos para o funcionamento do centro de reabilitação.

“O nosso trabalho está sendo afetado por aspectos negativos como falta de recursos, infraestrutura inadequada e desconhecimento de alguns gestores quanto ao papel da fisioterapia. Ainda assim, todas as intervenções têm sido satisfatórias e bem-sucedidas, porque nós – Débora Letícia e Ednan – honramos nosso compromisso com nossos pacientes, mesmo em meio às dificuldades”, concluiu.

Na tarde desta quarta-feira, 19, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu uma nota, também por meio da internet, afirmando que “não existe autorização ou legitimidade para que servidores do órgão promovam, de forma particular e isolada, qualquer tipo de campanha de arrecadação sob o argumento de equipar locais de atendimento”.

A Semusa ainda afirmou que não possui conta bancária “Pix” ou outro meio oficial destinado a receber valores de particulares. No caso específico do centro de fisioterapia, a nota diz que já existe processo licitatório em fase final de tramitação visando a compra de aparelhos e demais equipamentos necessários ao melhor atendimento da nossa população.

Cotidiano

Termina nesta quarta-feira o prazo para pagamento de taxa do Revalida 2021

Publicado

em

Termina nesta quarta-feira, 16, o prazo para pagamento da taxa de inscrição dos médicos que se inscreveram no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2021. O pagamento dos R$ 330 da taxa deve ser feito por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.

O boleto pode ser gerado por meio do sistema do exame, disponibilizado no site.

Aplicado desde 2011, o Revalida tem por objetivo revalidar os diplomas de graduação em medicina expedidos no exterior. O exame avalia habilidades, competências e conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ele é composto por uma etapa teórica e outra prática, abordando, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva).

A aplicação da primeira etapa do exame está prevista para o dia 5 de setembro, em oito capitais: Brasília, Campo Grande, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Salvador e São Paulo. O participante deverá indicar a cidade onde deseja realizar o exame, por meio do Sistema Revalida, no momento da inscrição.

Continuar lendo

Acre

“É um governo de ricos para ricos”, diz Cesário após apoio do governo a Jorge Moura

Publicado

em

Após o governo se posicionar contra a fiscalização realizada por funcionários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf/AC) na fazenda Campo Esperança, no município de Capixaba, de propriedade do pecuarista Jorge Moura, na última terça-feira (15), o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Cesário Braga, se posicionou contra o ato de solidariedade da classe política ao fazendeiro.

Braga lembrou que Gladson Cameli já reafirmou centenas de vezes que seu compromisso era com o agronegócio. Segundo ele, seu posicionamento continua sendo contra o incentivo ao agronegócio, mas, sim aos pequenos produtores. “Agronegócio é coisa de rico! E quem precisa de ajuda do governo são os pobres da agricultura familiar e que estes estão esquecidos pelo governo”, disse.

Cesário frisou que devido a ação contra Jorge Moura, os grandes fazendeiros do Agronegócio vão se reunir com Gladson em busca de cessar as operações de fiscalização em grandes propriedades”, ressaltou.

Enquanto isso, o petista acrescentou que os trabalhadores e trabalhadoras rurais continuarão sofrendo e recebendo multas por abrirem um roçado para sobreviver. Braga ponderou que os escritórios da Secretaria de Agricultura e Produção do Acre (SEPA) deveriam atender os pequenos produtores rurais estão, mas, estão fechados. “Não se tem um palmo de terra mecanizados com tratores do governo e a assistência técnica não existe, mas podem esperar, essa semana vai ter foto, novamente, no plantio de soja do bacana que reclamou da fiscalização”, concluiu.

Continuar lendo

Cotidiano

Santa Rosa do Purus abre processo seletivo com remuneração de até R$ 3 mil

Publicado

em

A prefeitura de Santa Rosa do Purus abriu processo seletivo nesta quarta-feira, 16, para contratação emergencial de profissionais para atuar na Secretaria de Assistência Social. O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

São 10 vagas, sendo duas para assistente social, uma para psicólogo, duas para orientadores sociais, três para visitador e duas para costureira.

A validade do seletivo é de 24 meses, podendo ser prorrogado por igual período. O processo seletivo terá duas fases: análise curricular e entrevista de caráter classificatório.

Com carga horária de 40 horas semanais em todos os cargos, a remuneração é de R$ 3 mil para assistente social e psicólogo, R$ 1.200 para orientador social e visitador e R$ 1.100 para costureira.

As inscrições podem ser realizadas até esta quinta-feira, 17, no prédio da Secretaria Municipal de Assistência Social de Santa Rosa do Purus, nos horários de 07h30 às 11h00, de 13h30 a 16h30.

Para mais informações, clique aqui 

processoseletivosantarosa
Continuar lendo

Cotidiano

Governo realiza trocas na Fundhacre, UPA da Cidade do Povo e no Iteracre

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) voltou a promover mudanças em cargos comissionados espalhados nas secretarias estaduais. Desta vez, o Diário Oficial do Estado (DOE) apresentou nesta quarta-feira, 16, ao menos 13 trocas realizadas entre novas nomeações e exonerações na máquina do Estado.

Algumas mudanças mexem em cargos importantes, como na saúde. De lá, sai João Nogueira da Costa do cargo de chefe de Departamento da Fundação Hospital Estadual do Acre (FUNDHACRE), para entrada de Rogério de Sousa Campos. Há ainda a nomeação de Aline Soares Santana para Gerente de Assistência à Saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade do Povo.

Já a outra mudança importante é a saída de Francivaldo de Paiva da chefia de departamento do Instituto de Terras do Acre (ITERACRE) para entrada de Gabriela Ramos Damasceno.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas